É impressionante como algumas pessoas conseguem mudar de opinião da noite para o dia ou simplesmente se acovardar e deixar de dizer o que pensam no momento apropriado em troca de benesses.

Além de infeliz na declaração, o puxador de samba Neguinho da Beija-Flor foi injusto quando afirmou: “Nada contra o Maranhão, mas quando se mistura samba com política, ninguém gosta”, declarou após a derrota no carnaval.

A declaração é extemporânea e sem sentido nenhum. Extemporânea porque não era o momento, se Neguinho da Beija-Flor pensasse assim, ele como uma das pessoas influentes dentro da escola de samba deveria ter emitido sua opinião anteriormente. No entanto, preferiu se calar e gozar de algumas benesses como por exemplo, cantar no Baile de Gala do Maranhão.

Também sem sentido, pois em nenhum momento foi destacado no desfile a política do Maranhão. Nenhum político de grande envergadura no Estado desfilou em destaque na Beija-Flor e culpar a política do Maranhão pela derrota da escola e fazer vistas grossas para os inúmeros erros apresentados durante o desfile.

Mas cada um fala o que quer e na hora que desejar. No entanto, é bom o puxador de samba tomar cuidado com algumas frases, pois quando comentou sobre a prisão do presidente de honra da Beija-Flor, Aniz Abraão David, o Anísio da Beija-Flor, por contravenção proveniente do jogo do bicho, Neguinho disse: “Se gostar do Anísio desse cadeia, eu devia estar em prisão perpétua”.

Ou a polícia carioca cometeu uma tremenda injustiça, ou o Neguinho da Beija-Flor pode não gostar de política no samba, mas adora e aprova a combinação samba e contravenção.