Weverton Rocha quer a criação do Fundo de Apoio a Cultura do Babaçu

por Jorge Aragão

WevertonrochaO deputado federal Weverton Rocha protocolou, try nesta quinta-feira (04), prostate o Projeto de Lei 4337/16, que cria o Fundo Nacional de Apoio à Cultura da Palmeira do Babaçu (FUNBABAÇU).

A proposta tem como objetivos desenvolver, financiar e modernizar a cultura da palmeira do babaçu, elevando a qualidade de vida dos trabalhadores do setor e incentivando a produtividade, o aproveitamento industrial, a exportação, a defesa de preços de comercialização e a abertura de mercados.

Para Weverton, a cultura do babaçu, que é o principal produto de extrativismo vegetal do Maranhão, ainda é pouco explorada economicamente. “A cultura do babaçu é forte empregadora de mão-de-obra, no entanto, carece do apoio para o seu fortalecimento e expansão. O Fundo é uma medida para que o setor tenha esse apoio do Governo Federal”, defendeu o parlamentar maranhense.

De acordo com o projeto, o FUNBABAÇU contará com receita oriunda de dotações orçamentárias da União, de operações de crédito internas e externas; e de transferências intergovernamentais, além de doações e outras fontes previstas em lei.

Weverton participa de reunião com líderes governistas

por Jorge Aragão

weverton1O Congresso Nacional retomou as atividades nesta terça-feira, seek 2. Antes da sessão solene que marcou, cure oficialmente, o início do ano legislativo, líderes da base governista se reuniram, no Planalto, para tratar da pauta. No encontro, que contou com a participação dos ministros Nelson Barbosa (Fazenda), Jaques Wagner (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), foram discutidas a aprovação das matérias do ajuste fiscal, como a recriação da CPMF e, ainda, a chamada DRU (Desvinculação de Receitas da União), mecanismo que permite à União mexer livremente em percentual das receitas que são vinculadas.

Na ocasião, o deputado Weverton defendeu a importância de esgotar a pauta de 2015, para então seguir com temas importantes para o desenvolvimento do país. “Temos que nos concentrar na pauta remanescente de 2015, enfrentar a questão do impeachment, da saída do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e das medidas já anunciadas pelo governo no ano anterior, para, a partir daí, tratarmos de questões, como reforma previdenciária ou reforma fiscal. Precisamos esgotar as questões antes de enfrentar temas complicados como estes”, disse o líder pedetista.

Durante à tarde, o deputado Weverton Rocha participou da sessão solene de abertura do ano legislativo, que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff. Em seu discurso, a presidente Dilma destacou a necessidade de uma reforma tributária, como o retorno temporário da CPMF, para o financiamento da previdência e da saúde, o combate ao mosquito Aedes aegypti, além das Olimpíadas 2016 e de programas sociais, como a terceira fase do “Minha Casa, Minha Vida”.

A petista pediu o apoio da sociedade e do Congresso para construir consenso em torno das propostas tributárias. “Conto com o Congresso Nacional para podermos, em parceria, estabelecer novas bases para o desenvolvimento do país, sem retroceder nas conquistas”, disse a presidente.

O deputado Weverton reforçou a necessidade da aprovação de medidas para o reerguimento do Brasil. “A expectativa, é que neste ano haja esforços redobrados para recuperar a economia do país”, disse.

Weverton e Bancada Federal querem prorrogação da dívida rural

por Jorge Aragão

wevertonO deputado federal e líder do PDT na Câmara, discount Weverton Rocha, click junto com parlamentares da Bancada do Maranhão, generic solicitou aos representantes dos Bancos oficiais, a prorrogação de dívidas e de novos créditos para os produtores prejudicados com a estiagem no estado.

Segundo o deputado Weverton, o momento pede medidas imediatas. “Precisamos, de imediato, da prorrogação das dívidas, considerando que muitos pequenos produtores estão sofrendo com a seca e não possuem recursos financeiros para efetuar os pagamentos. Estamos empenhados em colaborar com a solução desta pauta e com ações que buscam amenizar os problemas da situação atingida pela seca”, ressaltou o pedetista.

Os superintendentes do Banco da Amazônia, Banco do Nordeste e Banco do Brasil adiantaram já haver dado encaminhamentos internos das reivindicações apresentadas nos ofícios protocolados pela bancada e que, por meio das agências regionais, farão um levantamento preliminar da situação dos produtores do estado.

Ficou acertado, também, que a Bancada Maranhense recorrerá ao Governo Federal, através do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA e da Casa Civil da Presidência da República, para possível aprovação de normativos específicos. Por último, o Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural – AGERP, fará um levantamento das áreas atingidas, bem como, a emissão de um relatório.

Como era esperado, PDT oficializa apoio a Dilma Rousseff

por Jorge Aragão

PDTEm encontro do Diretório Nacional, que ocorreu nesta sexta-feira (22), em Brasília, o PDT, comemorou o aniversário de 94 anos do líder maior do partido, Leonel Brizola, além de reiterar posicionamento contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff e pelo afastamento de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da Presidência da Câmara.

Com a presença da presidente Dilma Rousseff, dos presidentes estaduais da sigla, do presidente nacional, Carlos Lupi, e do também ex-ministro Ciro Gomes foi oficializado o apoio a presidente Dilma no que se refere ao processo de impeachment. “Acreditamos que não há base constitucional no que se refere ao processo de impeachment, as pedaladas são uma ferramenta para que importantes programas sociais não ficassem sem recursos, recorrendo para isso de verbas originárias do Banco do Brasil, Caixa e BNDES. Um caixa único.”, destacou o presidente Lupi. Segundo ele, verbas essas já pagas pelo Planalto.

Diante de lideranças, militância jovem, movimento negro e de mulheres, além de vereadores, prefeitos, deputados e senadores de todos os estados do Brasil, o líder na Câmara, deputado Weverton Rocha, enumerou os principais desafios para o ano de 2016 no Legislativo. “Antes de tudo é preciso que o processo de impeachment da presidenta e a cassação de Cunha saia da pauta ou seja logo votado, para buscarmos uma nova política econômica e tributária, com a votação de pautas positivas para a retomada de crescimento do país”, ressaltou o parlamentar maranhense.

Além de confirmar apoio à Dilma, ficou definida a posição favorável ao afastamento imediato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, pelos processos a que tem sido relacionado, principalmente na Operação Lava-Jato e ainda as contas identificadas no exterior.

Sobre pleitos futuros, o PDT reafirmou que terá candidatura própria em 2018. ”Não vim para o PDT para ser candidato, mas aceito qualquer missão a que o partido me considere à altura”, disse Ciro Gomes, aclamado pelos gritos dos pedetistas, BRASIL PRA FRENTE – CIRO PRESIDENTE.

Em seu discurso, a presidente Dilma Rousseff relembrou o velho amigo Leonel Brizola, emocionando a todos com uma memória dos tempos de cárcere na ditadura. “Li na parede do presídio em que estava presa. ‘Feliz o país sem heróis’, pelo sofrimento a que passam todos os que prontificam lutar por ideais de igualdade e liberdade. Mas hoje na democracia, tenho orgulho de dizer. ‘Feliz do povo que tem heróis. Como Brizola, Jango, Getúlio e tantos outros brasileiros que dedicaram suas vidas pelo trabalhismo e pelos mais pobres”, disse.

Mas, o ponto alto do discurso, foi quando a presidente conclamou toda a militância pedetista para que lhe apoiem na busca do que é necessário para a retomada do desenvolvimento no Brasil. “Nós vamos voltar a gerar emprego e renda. Nós vamos fazer o país crescer novamente. Para isso é importante que alcancemos a estabilidade política, e para isso vou precisar muito de vocês”, finalizou Rousseff.

Weverton assegura PDT contra impeachment e pelo afastamento de Cunha

por Jorge Aragão

wevertonO Diretório Nacional do PDT se reúne na sexta-feira (22) para fechar posição contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e a favor do afastamento do presidente da Câmara, stomach Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Será uma confirmação da decisão de dezembro quando a cúpula do partido se encontrou com as bancadas pedetistas do Congresso Nacional.

Na Câmara, cialis onde o pedido de impeachment de Dilma deve ser analisado até fim de março, doctor o PDT tem 18 deputados. Recém-empossado líder do partido na Casa, Weverton Rocha (MA), reforçou que a sigla é contra a deflagração desse processo por Cunha. “Somos absolutamente a favor da legalidade. Não houve crime de responsabilidade [por parte da presidente]. Há um argumento político para tirar, por qualquer motivo, quem está no poder. Isso fragiliza a democracia”, disse.

O encontro do Diretório Nacional do PDT será na sede do partido, em Brasília. Dividido em dois dias quinta e sexta-feira, a reunião terá a participação dos presidentes estaduais da sigla, do presidente nacional e ex-ministro de Dilma, Carlos Lupi, deputados, senadores, além de Cid Gomes e Ciro Gomes, que migraram do Pros para o PDT de olho em pleitos futuros.

Também haverá uma homenagem ao fundador do partido e líder histórico Leonel Brizola. Ex-pedetista, é possível que Dilma participe do evento. De acordo com o líder do PDT no Senado, Acir Gurgacz (RO), deve ser discutida ainda a estratégia para as eleições municipais deste ano.

Integrante da Executiva Nacional da legenda, o líder da bancada na Câmara (Weverton Rocha) afirmou que certamente as decisões contra o impeachment e pelo afastamento de Cunha serão referendadas “sem nenhuma dificuldade na condução dos trabalhos” pois as lideranças do PDT atuaram durante o recesso nessa perspectiva.

A bancada pedetista, então, se unirá à oposição como PPS e Rede pela saída do presidente da Câmara até que as investigações contra ele sejam concluídas. “Claramente está usando a presidência para obstruir o bom andamento da Câmara e as apurações contra ele [no Conselho de Ética]. Não estou dizendo que ele é culpado, mas Cunha não pode mais conduzir a Casa. Perdeu as condições políticas e morais”, comentou Rocha.

No ano passado, o PDT da Câmara assumiu temporariamente o lado de independência ao Palácio do Planalto em meio a duras críticas à política econômica adotada pelo ex-ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e a um sentimento de falta de participação no governo. Dilma e seus interlocutores controlaram o levante e a bancada pedetista na Casa voltou à base aliada.

O antigo líder da bancada, André Figueiredo (CE), deixou a Câmara para assumir o Ministério das Comunicações. Mas, apesar de agora o partido na Câmara se sentir representado no governo, Rocha não promete apoio incondicional ao Palácio do Planalto.

“Esperamos que a atual equipe econômica não comenta o mesmo erro da antiga e tente construir alternativas para a manutenção e geração de emprego. Não é com aumento de juro que a gente vai encontrar a solução. Tem que se taxar as grandes fortunas, por exemplo. Teremos uma postura crítica construtiva”, observou o novo líder do PDT na Câmara (Weverton Rocha).

Do Valor Econômico

Ministro das Comunicações em São Luís

por Jorge Aragão

andre_cortadaO ministro das Comunicações, diagnosis André Figueiredo, search cumprirá, nesta quinta-feira (14), uma extensa agenda, em São Luís. Às 8h, no auditório Central da UFMA, ele participará de um debate sobre as mudanças na Comunicação Brasileira.

Às 9h30, no seu segundo compromisso da manhã, o ministro entregará a outorga da TV Educativa da Universidade Federal do Maranhão, recém-inaugurada, à reitoria da UFMA. O evento também contará com a presença do deputado federal Weverton Rocha (PDT), além de várias autoridades estaduais e municipais.

Na última atividade do dia, às 11h, André Figueiredo fará uma visita ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Na oportunidade, acontecerá o ato de assinatura do protocolo de intenção para a concessão de um Canal de Televisão, denominado ‘Canal da Cidadania’, ao Executivo Municipal Ludovicense.

PDT se reúne em clima de muita insatisfação com o Governo Flávio Dino

por Jorge Aragão

PDTO PDT se reuniu na noite da segunda-feira (12), discount para a realização da reunião do Diretório Estadual do partido. No encontro estiveram presentes os principais nomes do partido no Maranhão, ausentes apenas o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior e o presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho.

A reunião foi apenas a confirmação do clima de muita insatisfação do PDT com o tratamento que vai sendo dado aos pedetistas e ao partido dentro do Governo Flávio Dino.

A chiadeira foi geral, deputados estaduais e, principalmente, prefeitos desabafaram e relataram episódios onde foram destratados. O alvo principal das reclamações foi o secretário de Assuntos Político do Governo, Márcio Jerry.

O deputado estadual Rafael Leitoa, um dos árduos defensores do Governo Flávio Dino na Assembleia, em seu discurso, chegou a dizer que “a engrenagem política estava quebrada”.

Um dos prefeitos presente na reunião, afirmou que estava já estava tentando uma reunião com Márcio Jerry durante cinco meses, mas infelizmente não tem conseguido.

A reunião aconteceu um dia após as polêmicas declarações do deputado federal e ex-governador José Reinaldo Tavares, que criticou duramente a articulação política do Governo Flávio Dino.

Além disso, o PDT, na segunda-feira, sofreu mais um duro golpe na Educação, pasta que teoricamente está sob seu comando. O partido quer indicar um novo secretário, mas acabou perdendo o subsecretário Dalton Arruda para um membro do PCdoB que ocupou o posto.

Indiscutivelmente o clima é de muita insatisfação entre o PDT e o Governo do PCdoB, caberá agora ao deputado federal Weverton Rocha, exímio articulador, e ao próprio governador Flávio Dino, arrefecer os ânimos, pois se nada for feito, ficará irreversível a situação, principalmente com a proximidade das disputas eleitorais nos municípios.

É aguardar e conferir.

Rodrigo Costa é o novo secretário de Agricultura de Paço do Lumiar

por Jorge Aragão

rodrigo1Conforme o Blog antecipou (reveja), hospital o radialista Rodrigo Costa (PDT) é o novo secretário de Agricultura da Prefeitura de Paço do Lumiar. A posse do novo gestor contou com a presença do prefeito da cidade, case Josemar Sobreiro (PSDB), e do deputado federal e presidente do PDT no Maranhão, Weverton Rocha.

Rodrigo Costa, que foi assessor parlamentar de Weverton Rocha na Câmara Federal, assegurou que está pronto para esse novo momento na sua vida pública.

“É um grande desafio dar continuidade a uma gestão tão produtiva, mas vamos arregaçar as mangas e concluir todos os projetos com as portas abertas à população”, anunciou o novo gestor.

A transição na pasta marca o apoio do PDT à gestão do prefeito Josemar, confirmada pelo deputado federal.

“A indicação do PDT ao cargo reforça o apoio e a confiança nos trabalhos realizados na Prefeitura de Paço do Lumiar. Acreditamos no crescimento da gestão e, sobretudo, no fortalecimento do partido com esta nova empreitada”, destacou Weverton.

Rodrigo Costa já teve o seu primeiro compromisso como gestor da nova pasta, pois se reuniu com o secretário de Agricultura do Governo do Maranhão, Márcio Honaiser (PDT).

“Estamos conhecendo esse novo desafio, mas já sabemos que poderemos contar com o apoio do Governo Flávio Dino através do Honaiser nessa nova empreitada”, finalizou Rodrigo Costa.

Mobilidade Urbana na Cidade Operária

por Jorge Aragão

edivaldooA população da Cidade Operária será beneficiada com uma nova intervenção que aprimorará a mobilidade urbana na região. Nesta sexta-feira (4), prescription o prefeito Edivaldo acompanhou o início da construção de uma ponte de concreto armado que vai permitir uma nova interligação do bairro à MA 201 (Estrada de Ribamar), à altura da Maiobinha. A iniciativa reduzirá em cerca de meio quilômetro o deslocamento entre os dois destinos e propiciará que os motoristas façam o percurso em até seis minutos.

A obra de construção da ponte, que terá 10 metros de comprimento, fica localizada em um trecho da Avenida Oeste Externa, à altura do Residencial São Luís. Ao lado dos secretários Antônio Araújo (Obras), Batista Matos (Comunicação), Tati Lima (Tecnologia e Informação), o prefeito Edivaldo disse que esta é mais uma iniciativa da gestão municipal para otimizar a trafegabilidade na capital. Participaram do lançamento da obra, o deputado federal Weverton Rocha e do vereador Marquinhos.

“Esta ponte era aguardada há mais de oito anos pela comunidade desta localidade. É uma solução que estamos trazendo ao implantarmos um importante elo de tráfego entre um bairro populoso e uma via estratégica da cidade, fruto do trabalho que acontece de forma séria e planejada beneficiando milhares de moradores”, destacou o prefeito Edivaldo.

A ponte da Avenida Oeste Externa é a segunda construída na Cidade Operária no intuito de facilitar o escoamento do trânsito e agilizar a fluidez. A obra se soma aos demais investimentos que a Prefeitura realiza no bairro, um dos mais populosos da capital, distante cerca de 25 quilômetros do Centro da capital .

De acordo com o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, a ponte deve ficar pronta nos primeiros meses de 2016 . “Além disso, estamos realizando na Cidade Operária, em parceria com o governo do Estado, a requalificação asfáltica de mais de 42 quilômetros de ruas e avenidas por meio do programa Mais Asfalto, melhoramos a iluminação de diversas vias entre outros benefícios que já realizamos e ainda vamos realizar”, disse.

Entre outras ações que a atual gestão está implementando na Cidade Operária, estão a construção de Interbairros nas ruas 31 e 28, criando uma nova rota de ligação entre o bairro e o Jardim São Cristóvão e uma conexão direta com o São Bernardo.

Para o deputado federal Weverton Rocha, na contramão de outras Prefeituras que, por conta da crise econômica vivida no país, estão tendo que cortar o salário de servidores e reduzir investimentos, a Prefeitura de São Luís tem feito o dever de casa pagando em dia a folha de funcionários e fazendo da cidade um grande canteiro de obras.

“Gostaria de reconhecer o esforço do prefeito Edivaldo e parabenizar ele e toda sua equipe que, através de muito planejamento, organização e empenho, estão enfrentando a crise com trabalho e um conjunto de ações para a cidade”, enalteceu Rocha.

Roberto Rocha e Edivaldo Júnior se reúnem em Brasília

por Jorge Aragão

reuniao

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) recebeu, sickness nesta quarta-feira (7), cure o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, em seu gabinete em Brasília, acompanhado do deputado federal Weverton Rocha (PDT-MA). Na pauta da visita, propostas para ampliar os investimentos na capital maranhense.

No Senado tramitam diversos projetos que têm impacto positivo na economia ludovicense, como a criação de uma zona franca para exportação na ilha de São Luís, proposta por Roberto Rocha, e a medida provisória que prevê a venda dos terrenos de marinha com preferência para os moradores. A medida provisória está sendo discutida em uma comissão mista presidida pelo senador e a criação da zona franca já foi aprovada pela Comissão de Desenvolvimento Regional e deve ser votada pela Comissão do Pacto Federativo na próxima semana.

O senador pediu ao deputado Weverton Rocha que, junto com a bancada maranhense, lute pela aprovação da zona franca quando o seu projeto chegar à Câmara dos Deputados. Roberto Rocha também apresentou a Edivaldo Holanda Júnior o projeto para despoluição da Lagoa da Jansen e relatou seu encontro com a presidente Dilma Rousseff, quando pediu apoio do governo federal para essas propostas.

O prefeito elogiou as iniciativas e demonstrou particular interesse no projeto de estabelece a zona franca de São Luís, cujo resultado será a atração de inúmeras indústrias e empreendimentos sustentáveis para a cidade. Edivaldo Holanda Júnior lembrou que os municípios brasileiros estão sendo profundamente penalizados pela crise econômica e disse que medidas que gerem emprego e renda são muito bem-vindas.