A triste realidade da Saúde no Governo Flávio Dino

por Jorge Aragão

Por diversas vezes já foi demonstrado aqui, e iremos comprovar mais uma vez, que se teve um setor em que o Maranhão retrocedeu bastante no Governo Flávio Dino foi na Saúde. Infelizmente essa triste realidade fez mais uma vítima fatal.

Morreu, na madrugada de sexta-feira (26), o aposentado Raimundo Borges no Hospital Socorrão 2, em São Luís. Ele era morador da cidade de Pinheiro e dependia do tratamento de hemodiálise na capital do Maranhão, distante 341 quilômetros de onde ele vivia. Desde 2017 Raimundo falava que estava cansado do sofrimento para conseguir se tratar.

Durante três anos, Raimundo e outros pacientes faziam uma jornada até uma clínica em São Luís para fazer hemodiálise três vezes por semana. A viagem de Pinheiro até a capital dura até dez horas por dia dentro de uma van. O trajeto inclui uma viagem de ferry boat de quase uma hora e meia, em que a van tem que ficar desligada e os pacientes sem ar-condicionado no interior do veículo. Como resultado, os pacientes chegam à clínica exaustos. As longas viagens também contribuíram para que Raimundo ficasse cada vez mais debilitado.

Em Pinheiro deveria ter uma clínica de hemodiálise funcionando desde 2015, mas as obras estão a passos lentos, assim como as outras clínicas que também já deveriam ter sido inauguradas em outras seis cidades do Maranhão.

Em 2014, sete milhões e meio de reais foram liberados para essas obras. Em Chapadinha, localizado a 247 Km de São Luís, as obras não começaram, apesar dos quase dois milhões e meio de reais liberados.

O repórter da TV Mirante, Alex Barbosa, que tem acompanhado de perto o sofrimento de pessoas como o senhor Raimundo Borges, fez outra reportagem sobre o descaso do Governo Flávio Dino com os pacientes de hemodiálise no Maranhão. Veja abaixo.
 

A reportagem deverá ser exibida nacionalmente pela TV Globo e, mais uma vez, o Brasil verá a triste realidade da Saúde do Maranhão.

Contra os números, não existem argumentos, meu caro Flávio Dino

por Jorge Aragão

Nesta sexta-feira (29), o jornalista Douglas Pinto fez uma matéria perfeita sobre os dados divulgados pelo IBGE, com relação ao ano de 2016. A reportagem foi exibida na TV Mirante, no JM 1ª Edição.

Os dados, que também foram divulgados em reportagem da Folha de São Paulo (reveja), atingiu em cheio o Governo Flávio Dino, já que durante a gestão comunista o PIB do Maranhão caiu em 8% e a pobreza extrema aumentou em 2% entre os maranhenses.

Como de costume, o Governo Flávio Dino tentou responsabilizar outras gestões pelo fracasso, mas os números são referentes a 2016 e a reportagem demonstra como o Maranhão decresceu na gestão comunista.

Contra os números, não existem argumentos, meu caro Flávio Dino…

Flávio Dino pediu e a TV Mirante atendeu

por Jorge Aragão

O governador Flávio Dino, quando da inauguração do Hospital de Traumatologia e Ortopedia, não conteve a sua obstinação pelo ex-presidente José Sarney e pelo Grupo Mirante de Comunicação.

Mesmo com praticamente toda a imprensa do Maranhão acompanhando a inauguração do polêmico, mas importante, hospital, Flávio Dino foi sentir a ausência justamente da TV Mirante e foi reclamar nas redes sociais.

E não é que a TV Mirante atendeu ao apelo do governador. No mesmo dia da inauguração, só que na parte da tarde, quando efetivamente o HTO começou a funcionar, a TV Mirante foi lá e, para deleite de Flávio Dino, fez a matéria abaixo.
 

Só espero que o governador Flávio Dino tenha a grandeza de agradecer…

O sofrimento de quem precisa fazer hemodiálise no Maranhão

por Jorge Aragão

A TV Mirante, através do repórter Alex Barbosa, fez uma matéria onde demonstrou o sofrimento de pacientes maranhenses que precisam ter acesso ao tratamento de hemodiálise aqui no Maranhão.

A reportagem mostra que pacientes que sofrem de doenças renais no interior do Maranhão precisam percorrer milhares de quilômetros durante vários dias da semana para ter acesso ao tratamento de hemodiálise em São Luís. Isso porque atrasos em obras de centros de tratamento em alguns municípios maranhenses impossibilitam que esses pacientes tenham acesso ao procedimento.

A matéria demonstrou o sacrifício que alguns desses pacientes precisam ser submetidos para conseguirem a ter acesso ao tratamento. O médico nefrologista, Alex do Vale Costa, chegou a dizer que os pacientes renais que passam por essa situação podem evoluir mais rápido ao óbito.

“Se nós temos uma alteração na filtração de sangue, pelo tempo que esses pacientes às vezes têm que fazer essa viagem, nós temos um paciente que pode evoluir mais rápido ao óbito. Então se diminui a expectativa de vida de um paciente desse”, explicou.

Clique aqui para ver a reportagem que deve inclusive ser veiculada pela TV Globo.

Andrea Murad quer levar Levi Pontes à Comissão de Ética da AL

por Jorge Aragão

gUm requerimento de autoria da deputada Andrea Murad (PMDB), líder do Bloco de Oposição, foi protocolado junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa solicitando o encaminhando de representação para a Comissão de Ética da casa contra o deputado Levi Pontes (PCdoB). No documento, a deputada narra os fatos em que o comunista pretendia se apoderar de uma ação da Prefeitura de Chapadinha, com fins eleitoreiros, através da distribuição de peixes para famílias carentes do município.

“Quero anunciar que estou protocolando nesta casa hoje uma representação para a Comissão de Ética instaurar processo disciplinar, apurar os fatos e as provas, referente a prática irregular e grave desempenhada pelo deputado Levi Pontes, no qual pleiteia favorecimento e vantagens eleitorais com recursos públicos. No áudio há fortes indícios de corrupção, improbidade administrativa, desvio de recursos públicos e abuso de poder político com fins eleitorais. Além de manifesta quebra de decoro parlamentar. Vou adotar as medidas legais também junto ao Ministério Público Estadual e Eleitoral”, disse Andrea Murad da tribuna.

Um áudio do deputado Levi Pontes foi publicado em sites e nas redes sociais falando que possui “cota de peixe” e que ele iria destinar para suas lideranças, vereadores “insatisfeitos” e até outros municípios de sua base eleitoral. A distribuição de peixes pela Prefeitura de Chapadinha na época da Semana Santa é considerada praticamente uma tradição conforme notícias publicadas pelo próprio município nos últimos anos, fato destacado pela deputada Andrea Murad na tribuna e na representação contra o deputado Levi. Em trecho desse áudio, o deputado do PCdoB afirma:

“Por favor, veja a sua, dos vereadores todos nossos que tão insatisfeitos… da necessidade de uma cota pra mim bem antes que na hora que o peixe chegar em Chapadinha, para os nossos municípios tipo Santa Quitéria, São Benedito. Aí tu vê, São Benedito foi porque me pediu e eu fiquei de mandar deixar no meu carro…Ele [prefeito de Chapadinha] tem compromisso de me eleger. Não é só votar em Chapadinha”.

Andrea Murad considera a postura do deputado vexatória, imoral e ilegal. De acordo com o artigo 12 do Código de Ética e Decoro Parlamentar constituem-se atos incompatíveis praticar irregularidades graves no desempenho do mandato ou de encargos dele decorrentes, inclusive a atuação em causa própria; e ainda pleitear ou usufruir de favorecimento ou vantagens pessoais ou eleitorais com recursos públicos.

“Importante que a Casa não feche os olhos pra esse caso revoltante, protagonizado por um deputado estadual. Proponho na representação que protocolei junto a mesa hoje que a Comissão de Ética tome as medidas cabíveis destinadas a combater os atos Incompatíveis com a Ética e o Decoro Parlamentar, podendo até punir o deputado Levi com a perda do mandato ou com a suspensão temporária do exercício do mandato”, disse Andrea Murad.

O episódio foi divulgado na TV Mirante e deverá ser divulgado na TV Globo. O detalhe são as contradições apresentadas por Levi Pontes e o fato do prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar, ter desmentido o deputado do PCdoB. Clique aqui e veja a reportagem.

“Ficarei mais quatro anos administrando a cidade”, diz Edivaldo

por Jorge Aragão

edivaldp

Um dia depois de ser reeleito para comandar a Prefeitura de São Luís por mais quatro anos, see o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) esteve na TV Mirante, link onde concedeu entrevista ao JMTV 1ª Edição.

Além de agradecer os votos dos eleitores de São Luís, medical que lhe renovaram o mandato, Edivaldo reafirmou que cumprirá os quatro anos de mandato como prefeito. A declaração, que reafirma o que o Blog disse sobre o assunto (reveja), é mais uma prova de que uma saída prematura da Prefeitura de São Luís para disputar a eleição de 2018 não passou de um mero factoide eleitoreiro.

“Nosso compromisso é ficar até o último ano da nossa gestão. Eu fui eleito para ser prefeito de São Luís e ficaremos por mais quatro anos administrando a nossa cidade e para isso tenho pedido muita sabedoria a Deus”, afirmou Edivaldo, ao ser questionado sobre a possibilidade de disputar as próximas eleições.

Além de ter colocado um ponto final no factoide, Edivaldo também pediu a unidade da população, independente do voto. O prefeito reeleito também parabenizou o seu adversário na disputa eleitoral.

“O momento é de unidade, conclamar toda a população para seguirmos em frente juntos. Aproveito também para parabenizar o deputado estadual Eduardo Braide pela votação, mas a eleição acabou, o momento agora é de trabalho e construir a unidade, tanto os que votaram, como os que não votaram”, declarou.

O único questionamento que Edivaldo não respondeu, visivelmente fugiu da pergunta, foi sobre mudanças na sua equipe de Governo. Apesar de não ter confirmado mudanças, mas o Blog já sabe que Edivaldo deverá fazer uma minirreforma na sua equipe.

É aguardar e conferir.

Clique aqui para assistir a entrevista na íntegra

Debate foi equilibrado e o destaque foi o facebook

por Jorge Aragão

candidatos

Nesta sexta-feira (28), case a TV Mirante realizou o único debate entre os candidatos que estão disputando o 2º Turno das eleições municipais em São Luís. O debate foi conduzido pelo jornalista da TV Globo, here Tonico Ferreira, mind e contou com a participação dos candidatos Edivaldo Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN).

No primeiro bloco (com temas livres), o clima começou quente com trocas de acusações. Braide afirmou que Edivaldo perdeu emendas parlamentares, o que foi negado pelo pedetista. Edivaldo quando perguntou trouxe para o debate o caso Anajatuba, que chegou a ser destaque no Fantástico. Edivaldo afirmou que Braide estava sendo investigado pela Polícia Federal e que um assessor do seu gabinete teria sido preso, o que foi negado por Braide.

O cômico é que todos os dois candidatos, para comprovarem que estavam falando a verdade, mandavam a todo instante os assessores postarem documentos nas suas respectivas páginas.

No segundo bloco (com temas sorteados), foi o mais morno, pois com os temas definidos o debate ficou muito amarrado e só esquentou quando Edivaldo trouxe para o debate a gestão João Castelo, que Eduardo Braide participou, mas mesmo assim sem grande repercussão.

No terceiro bloco (com temas livres), Braide iniciou errado, pois foi perguntando sobre um dos principais pontos positivos da gestão Edivaldo, a questão do transporte público. Já que foi na gestão de Edivaldo que a histórica promessa da licitação do transporte foi efetivada. Além disso, Edivaldo destacou que os ônibus estão com ar-condicionado, Cartão Criança, bilhetagem eletrônica e assegurou que não terá aumento. Braide não fez uma boa pergunta e permitiu Edivaldo levar vantagem nesse quesito.

Depois foram mais algumas trocas de acusações, mas sem nenhum grande destaque.

Como este Blog havia dito anteriormente, um debate entre dois candidatos é muito mais equilibrado, bem diferente do “bombardeio” que Edivaldo enfrentou no primeiro debate. Neste segundo, o que se percebeu foram trocas de acusações e poucas propostas, como a população esperava.

O resumo do debate é que ele não terá nenhuma influência no dia da eleição, nenhum eleitor se decidiu baseado no debate e muito menos um eleitor que jã tinha voto decidido mudará de ideia.

Chegou o dia do tão aguardado debate na TV Mirante

por Jorge Aragão

doiseles

Além do assunto pesquisas eleitorais, help sempre presente em qualquer eleição, online o tema debate entre os candidatos foi um dos mais abordados ao longo desta campanha eleitoral.

O assunto ganhou destaque não só pelo fato do debate no 1º Turno ter sido decisivo para o candidato Eduardo Braide (PMN), find como pelas inverdades ditas pelos opositores do candidato Edivaldo Júnior (PDT) sobre suas participações nos debates.

De maneira tola, os opositores a Edivaldo criaram a estória de que o pedetista teria medo de ir aos debates. Como este Blog já disse anteriormente, Edivaldo, desde o 1º Turno, deixou claro que só iria em debates realizados pelas televisões Mirante e Difusora, e não faltou a nenhum dos que confirmou presença.

Além disso, seria tolice e burrice alguém que tem medo de debate ir justamente no debate de maior audiência e mais aguardado. Além disso, é bom destacar que existe uma diferença enorme entre um debate onde são cinco contra um e outro debate onde é um contra um.

Sendo assim, o encontro está marcado e o debate acontecerá nesta sexta-feira (28), logo após a novela A Lei do Amor, na TV Mirante e com transmissão também da Rádio Mirante AM.

O debate terá a duração de 1 hora e será dividido em três blocos, dois com temas livres e um com tema determinado. Os blocos com temas livres serão o 1º e o 3º, e o bloco com temas determinados com sorteio de temas será o 2º, além disso, no 3º bloco, os candidatos farão as suas considerações finais.

Em cada bloco, os candidatos farão duas perguntas cada. Eles terão 30 segundos para perguntar e um minuto para responder. A réplica será de 1 minuto e a tréplica de 45 segundos. No bloco com tema determinado, o mediador sorteará quatro temas que serão debatidos pelos dois candidatos.

O medidador do debate será o jornalista Tonico Ferreira, da Rede Globo de Televisão que comandou o debate no 1º turno.

Agora é aguardar e conferir.

Eduardo Braide encerra entrevistas na TV Mirante

por Jorge Aragão

eduardobraideA TV Mirante deu sequência nesta terça-feira (25) nas entrevistas com os candidatos a Prefeitura de São Luís neste segundo turno. As entrevistas foram realizadas pelo jornalista Sidney Pereira, doctor no JMTV 2ª edição.

A ordem das entrevistas foi definida por sorteio. O primeiro entrevistado, tadalafil na segunda-feira (24), physician foi o candidato do PDT, Edivaldo Holanda Júnior. Cada entrevista teve duração de oito minutos e será uma espécie de ‘aquecimento’ para o debate na TV Mirante, que será realizado sexta-feira, dia 28.

Clique aqui e assista na íntegra a entrevista.