Edilázio intensifica atividades no interior do Maranhão

por Jorge Aragão

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) intensificou, na última semana, atividades parlamentares e visitas em municípios que integram o interior do estado. Além de Barreirinhas, ele passou pelas cidades de Tutóia, Matinha e São Bento.

Na cidade turística de Barreirinhas, considerada o polo da Região dos Lençóis, Edilázio participou, na quarta-feira, da solenidade e atividades que marcaram os 79 anos da emancipação política do município.

No período da manhã, ele participou de um café da manhã na sede da administração. Depois disso, foi convidado pelo prefeito Albérico Filho para uma caminhada até o centro administrativo, onde houve a inauguração do prédio que abrigará várias secretarias, como Saúde, Educação, Obras e Infraestrutura, Turismo, Meio Ambiente e o Departamento de Trânsito.

No mesmo dia, já no período da noite, Edilázio se deslocou à cidade de Tutóia, que também celebrava aniversário de 79 anos. Acompanhado pelo vereador Viriato, ele visitou o ex-vice-prefeito Jesus Dalino e a sua esposa, Socorro. O parlamentar também visitou lideranças políticas, sindicalistas e amigos e participou da festa de aniversário na Praça Central.

No dia seguinte Edilázio Júnior foi ao município de Matinha para participar de uma reunião com vereadores, na residência do líder político da região, Cabeça de Sebastião. Estavam presentes os parlamentares Rosiolete Brito, Tom, Ulisses e Júnior Pereira.

No mesmo dia, ele se deslocou a São Bento. Lá participou, ao lado do prefeito Luizinho Barros, de um grande culto ecumênico que celebrou os 112 anos de emancipação do município. O cantor Davi Sacer foi a atração no ato religioso.

MPF consegue na Justiça condenação de ex-prefeito de Tutoia

por Jorge Aragão

MPFA partir de ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), recipe a Justiça Federal condenou, ampoule por improbidade administrativa, diagnosis o ex-prefeito do Município de Tutóia, Egídio Francisco da Conceição Júnior.

De acordo com a ação, o ex-prefeito firmou convênio com o Ministério do Meio Ambiente para implantação de aterro sanitário, no entanto, houve dispensa indevida de processo licitatório e omissão nas prestações de contas, o que gerou danos ao patrimônio público.

A sentença, emitida pelo juiz da 13ª Vara Federal, condenou Egídio Francisco Júnior ao ressarcimento de R$ 150 mil aos cofres públicos e à suspensão dos seus direitos políticos por oito anos.

Ainda segundo a decisão, o ex-gestor deve pagar multa civil no valor de R$ 50 mil, correspondente a um terço do prejuízo verificado, além de estar proibido de contratar com o Poder Público pelo prazo de cinco anos.

Conceição Junior tem tido seu nome cogitado para disputar o pleito eleitoral do ano que vem, mas essa condenação pode atrapalhar e muito essa iniciativa.

Mais uma do Diringa. Pense num “menino traquino”

por Jorge Aragão

Diringa e suas traquinagens

Como se não bastassem às diversas denúncias de crimes praticados pelo prefeito de Tutóia e candidato à reeleição, ailment Raimundo Nonato Abraão Baquil, sales o Diringa (PSD), entre elas a de Pedofilia, fraudes em pesquisas eleitorais e até no plágio na própria proposta de governo por ele encaminhada à Justiça Eleitoral (claramente copiada do candidato a Prefeito do Município de Paulino Neves), Diringa agora poderá ser processado por outro crime, onde mais uma vez, tentou enganar a população de Tutoia.

A Justiça Eleitoral determinou liminarmente, esta semana, a retirada de circulação de todos os materiais de campanha de Diringa assim como a retirada dos cartazes fixados em muros que continham a expressão “O Povo no Poder”, por se tratar do mesmo slogan da Prefeitura Municipal de Tutóia.

Além da caracterização de abuso de poder político e de propaganda irregular, a utilização de slogan institucional da Prefeitura Municipal de Tutóia (slogan de governo) na propaganda política de Diringa constitui crime previsto expressamente na legislação eleitoral.

O artigo 40 da Lei nº 9.504/97 estabelece que “o uso, na propaganda eleitoral, de símbolos, frases ou imagens, associadas ou semelhantes às empregadas por órgão de governo, empresa pública ou sociedade de economia mista constitui crime, punível com detenção, de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de dez mil a vinte mil UFIR”.

De acordo com a decisão judicial, proferida pelo Juiz da 40ª Zona Eleitoral do Município de Tutóia, Rodrigo Otávio Terças Santos, “a ilicitude da propaganda eleitoral veiculada pelo candidato a Prefeito Raimundo Nonato Abraão Baquil (…) é clara, não necessitando de mais provas ou aprofundamento destas para que esteja configurado o desrespeito à norma eleitoral”.

Definitivamente, o prefeito Diringa é um “menino traquino”.

Definitivamente Diringa não tem jeito

por Jorge Aragão

Diringa e as falsas pesquisas eleitorais

Quando o titular do Blog imaginava que já viu do que era capaz o prefeito e candidato a reeleição em Tutóia, no rx Raimundo Nonato Abraão Baquil, drugs o popular Diringa, clinic como no caso do plágio descarado da proposta de governo de um candidato de outra cidade (reveja aqui), o Blog é surpreendido com coisa ainda pior.

Diringa voltou a aprontar em Tutóia. Não bastasse a possibilidade – ainda atual – de ser processado pelo Ministério Público em razão das acusações de pedofilia, Diringa poderá ser processado pela divulgação de duas pesquisas eleitorais fraudadas e sem registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Além do processo criminal, o candidato corre o risco de ser penalizado com multa de até R$ 106.410,00 (Cento e seis mil, quatrocentos e dez reais) por cada pesquisa fraudulenta divulgada (conforme Resolução 23.364-TSE, art. 18), assim como com a cassação de seu registro de candidatura por abuso de poder político e econômico. No site do Tribunal Regional Eleitoral não consta a publicação de nenhuma pesquisa para a cidade de Tutóia (veja abaixo).

Clique para ampliar a foto

Dentre as pesquisas divulgadas na cidade de Tutóia por Diringa, seus familiares e correligionários, uma delas é identificada como tendo sido realizada pelo Instituto Nacional de Opinião e Pesquisa (INOP). Contudo, em contato telefônico com o referido instituto, que tem sede em São Paulo, seus dirigentes informaram que a empresa não atua mais no ramo de pesquisas eleitorais e não realizou qualquer trabalho de pesquisa no Estado do Maranhão. O INOP encaminhou declaração na qual atesta que não realizou qualquer pesquisa eleitoral no município de Tutóia, Estado do Maranhão (veja abaixo).

Clique para ampliar a foto

A ESCUTEC, empresa do ramo de pesquisas de opinião pública no Estado do Maranhão, e que também teve seu nome indevidamente utilizado pelo grupo do prefeito Diringa, divulgou nota em seu site na internet, informando que não registrou qualquer pesquisa sobre as eleições de 2012 na cidade de Tutóia e que a divulgação de qualquer resultado utilizando o nome da empresa configura crime eleitoral, inclusive informando que entrará com uma ação judicial contra o grupo político de Diringa (veja abaixo).

Clique para ampliar a foto

A atitude de divulgação de pesquisas fraudulentas parece um evidente sinal de desespero e decadência do prefeito e atual candidato à reeleição, diante do avanço da candidatura oposicionista em Tutóia, representada pelo candidato Chico Canavieira (PT), que já aparece como favorito para as eleições de 07 de outubro, e tem sua candidatura sustentada no apoio da população em uma união histórica formada no município, com os líderes políticos Zilmar Melo e Zé Orlando, todos reunidos em uma coligação formada por 10 partidos (PT-PMDB-PSB-PTB-PDT-DEM-PRP-PP-PPL-PHS).

É ou não é um “menino traquino” o prefeito Diringa?

Parece piada, mas é a pura verdade…

por Jorge Aragão

Se já não bastasse a situação inusitada das eleições municipais em Timon, look onde o Partido dos Trabalhadores (PT) conseguiu indicar dois candidatos a vice-prefeito em duas candidaturas distintas (reveja aqui), o Blog teve acesso a uma informação que parece piada, mas infelizmente é a pura verdade.

O prefeito de Tutóia, Raimundo Nonato Abraão Baquil (PSD), o Diringa, é candidato a reeleição e como todo candidato encaminhou para a Justiça Eleitoral as suas propostas de governo. Até aí tudo bem, se não fosse um pequeno, mas fundamental detalhe, as propostas encaminhadas pelo prefeito de Tutóia e candidato a reeleição, são sobre o município de Paulino Neves.

Isso mesmo, por mais surreal que possa parecer é verdade e o quadro ao lado demonstra isso. Quando clicar para ampliar, você verá na parte de cima da primeira folha de propostas, a qualificação de Diringa e o município que ele irá disputar a eleição, mas logo no último parágrafo, quando relata as propostas para Desenvolvimento Social e Digital, elas são voltadas para o município de Paulino Neves.

O digamos equívoco da assessoria de Diringa e do próprio, que assina um documento sem ler, é repetido em outras propostas, como Segurança e Habitação por exemplo.

O Blog pesquisou e verificou que as propostas de trabalho de Diringa, são idênticas ao do candidato a prefeito de Paulino Neves, Raimundinho Lidio (PRB). O leitor pode comparar, pois se clicar aqui, verá as propostas de Diringa para Tutóia/Paulino Neves e se clicar aqui verá as propostas de Raimundinho Lidio para Paulino Neves.

Fica a dica, da próxima vez que forem fazer cópia de propostas de governo, é fundamental trocar o nome do município, caso contrário, além do eleitor ficar confuso, as propostas apresentadas ficam sem nenhuma utilidade e principalmente credibilidade.