Vereador Thiago Aroso pode ter causado grave acidente na litorânea

por Jorge Aragão

Vereador Thiago Aroso

O Blog recebeu na manhã desta quarta-feira (12), clinic alguns familiares de Josiel Serra Vieira, viagra de 27 anos, sale que afirmam que Josiel foi atropelado na última quinta-feira (06), na Avenida Litorânea, pelo vereador de Paço do Lumiar, Thiago Aroso.

A família que registrou Boletim de Ocorrência (veja abaixo), afirma que Josiel estava em sua moto trabalhando quando tentou fazer um retorno na Avenida Litorânea e foi colhido por uma Hilux preta de placa NWS-1838, que estaria sendo conduzida pelo vereador e filho da prefeita Bia Venâncio (Paço do Lumiar), Thiago Aroso.

“O supervisor dele o Alexandre, que foi um dos primeiros a chegar, disse que quem estava lá e que conduzia o veículo era o vereador Thiago Aroso, mas posteriormente chegou um assessor dele, conhecido como Santana para assumir a culpa pelo acidente. O Thiago teria até mesmo passado os documentos para os policiais que já estavam no local”, afirmou ao Blog, Thalita Veras que é namorada de Josiel.

Clique para ampliar o Boletim

No Boletim de Ocorrência, registrado por Joana Serra (mãe de Josiel), consta a informação que Thiago Aroso também não teria prestado socorro a vítima.

Josiel Serra Vieira se encontra internado em estado grave na UTI do Hospital São Domingos. Para se ter uma noção da gravidade do acidente, Josiel já perdeu o baço, parte do fígado, o intestino grosso foi perfurado, teve fratura exposta em uma das pernas e o pulmão também foi atingido. As despesas hospitalares estão sendo custeadas pela empresa de bebidas que Josiel é funcionário.

O Blog também recebeu a informação que a CNH (carteira de motorista) de Thiago Aroso estaria vencida. Mas a informações não procede, pois o Blog já apurou e confirmou que a validade da carteira do vereador vai até julho de 2016. O veículo Hilux está em nome de Iarildo Garcez.

O Blog tentou por diversas vezes contato com Thiago Aroso, mas infelizmente não conseguiu. No entanto o Blog, como sempre faz, deixará o espaço liberado para caso o vereador queira se manifestar sobre o seu possível envolvimento no grave acidente.

TJ afasta prefeita Bia Venâncio, mas Thiago Aroso já tem o Plano B

por Jorge Aragão

Thiago Aroso e o Plano B

O Tribunal de Justiça do Maranhão decidiu nesta terça-feira (17) afastar a prefeita de Paço do Lumiar, online Glorismar Rosa Venâncio – a Bia Venâncio – condenada a perda do cargo, por atos de improbidade administrativa.

A medida mantém a decisão da juíza Jaqueline Reis Caracas, que determinou, em novembro do ano passado, o afastamento da prefeita, por entender que sua permanência no cargo poderia causar mais prejuízos ao erário público. No entanto, alguns dias depois, ela conseguiu voltar à prefeitura por força de uma decisão liminar.

Insatisfeito com a decisão, o vice-prefeito de Paço do Lumiar, Raimundo Nonato da Silva Filho, ajuizou Mandado de Segurança com pedido de liminar, questionando a legalidade da decisão que determinou a volta de Bia Venâncio ao cargo.

No entanto, a Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar, já prevendo o afastamento de Bia, rapidamente cassou o vice-prefeito Raimundo Filho. Sendo assim, caberá ao presidente da Câmara, vereador Alderico Campos assumir a prefeitura de Paço do Lumiar.

Plano B – Mas a estratégia da família Aroso para permanecer no poder não para por aí, pois o Blog já denunciou que existe o Plano B. A situação é a seguinte, com a cassação de Junior do Mojó, o secretário-chefe de Gabinete, Orçamento e Gestão de Paço do Lumiar, Thiago Aroso, filho da prefeita e todo poderoso no governo Bia, estranhamente deixou o posto que ocupava e como suplente e resolveu assumir a vaga de Mojó.

Ou seja, no fim das contas, o comando da prefeitura de Paço do Lumiar pode efetivamente ficar onde sempre esteve, sob atutela de Thiago Aroso

A estratégia de Thiago Aroso

por Jorge Aragão

O hoje vereador Thiago Aroso

Nada acontece por acaso, sales ainda mais se tratando de fatos relacionados ao município de Paço do Lumiar. A “estranha” cassação do vice-prefeito de Paço do Lumiar, recipe Raimundo Filho (PHS), em sessão extraordinária nesta quinta-feira (29), é apenas mais um exemplo.

Raimundo Filho foi cassado pelos vereadores de Paço do Lumiar por unanimidade. Esta é a terceira vez que o vice-prefeito é cassado, mas o curioso é que a cassação foi feita às pressas em uma sessão extraordinária, já que as sessões só acontecem às terças e sextas.

O estranho é que a mesma celeridade os vereadores não tiveram no caso do ex-vereador Junior do Mojó. Além disso, as irregularidades que levaram a cassação de Raimundo Filho, não chegam aos pés das apresentadas pela Justiça contra a prefeita Bia Venâncio, que permanece no cargo, sem nenhuma manifestação da “atenta” Câmara de Vereadores.

Mas o Blog procurou e descobriu o que está realmente por trás da cassação. Um outro fato curioso e estranho, fará o leitor entender mais rápido a estratégia do grupo da prefeita Bia Venâncio em Paço do Lumiar.

Com a cassação de Junior do Mojó, o secretário-chefe de Gabinete, Orçamento e Gestão de Paço do Lumiar, Thiago Aroso, filho da prefeita e todo poderoso no governo Bia, estranhamente deixou o posto que ocupava e como suplente resolveu assumir a vaga de Mojó.

Mas tudo isso, pelo que apurou o Blog, não foi por acaso.

O atual presidente da Câmara de Vereadores também está com problemas com a Justiça e pode ser cassado a qualquer momento pelo Tribunal Superior Eleitoral. Com a sua cassação iminente, a Câmara de Vereadores faria nova eleição, e adivinhem quem seria o candidato a presidente do legislativo municipal? Isso mesmo, Thiago Aroso.

Mas a estratégia não para por aí. Thiago sabe dos problemas que a mãe enfrenta na Justiça e que a qualquer instante pode deixar o cargo e ficar inelegível. Além disso, Bia Venâncio tem enfrentado alguns problemas de saúde e com uma eventual saída da prefeita da disputa e da prefeitura, quem assumiria a prefeitura de Paço do Lumiar? Isso mesmo, Thiago Aroso, o futuro presidente da Câmara de Paço do Lumiar e eventual candidato à prefeito ou até mesmo a reeleição em 2012.

Agora todos entenderam o motivo da pressa na cassação do vice-prefeito Raimundo Filho. Que menino traquino esse Thiago Aroso.

Assim funciona a política em Paço do Lumiar, simples assim.