Major Genilson, preso em Imperatriz, chega algemado em São Luís

por Jorge Aragão

major

O Major Genilson, check preso em Imperatriz na noite de terça-feira (27), hospital chegou na quarta-feira (28) ao quartel da Polícia Militar para cumprir pena por ter se insubordinado as ordens do Comando Geral da PM, site segundo informações da própria Secretaria de Segurança.

Entretanto, o que chamou mais atenção e revoltou alguns colegas militares do Major Genilson e os seus advogados, é que o militar chegou algemado em São Luís. Veja foto acima.

As algemas só teriam sido retiradas após a intervenção dos advogados Rafael Maciel, Lázaro Santos e Wellington Diniz, que estão defendo o Major Genilson neste caso que ganhou repercussão, pois a família do militar diz que o mesmo tem sofrido perseguição política do Governo Flávio Dino em Imperatriz.

A informação repassada pelos familiares é que a perseguição foi iniciada com sua transferência para Estreito e culminou com a prisão, tudo pelo fato do militar ter decidido apoiar a candidatura de um colega da Segurança Pública, o delegado Assis Ramos e não a candidata do governador, Rosângela Curado.

Os advogados do Major Genilson ainda questionam o local da prisão, pois informam que ele estaria preso numa cela simples e não num apartamento no quartel, como teria direito por ser oficial.

“Insubordinação se transformou em crime altamente perigoso, absurdo”, disse Rafael Maciel ao Blog.

Apesar das inúmeras críticas, o governador Flávio Dino deu o tom do seu Governo nas redes sociais.

flavio

O problema é que o discurso e o tratamento com os militares, anteriormente, era outro e bem diferente, mas nada melhor do que um dia após o outro.

Stênio Rezende cobra mais ações contra assaltos a bancos

por Jorge Aragão

stenioO deputado Stênio Rezende (DEM) ocupou a tribuna da Assembleia na segunda-feira (22), purchase para pedir que o Governo do Estado, medicine por meio da Secretaria de Segurança Pública, salve promova duras ações para acabar com a onda de assaltos a bancos que assola o Maranhão e apavora a população na maioria dos municípios.

Em sua fala, Stênio destacou que sua preocupação tem sido a segurança da população. Na semana passada, Stênio pediu o empenho do secretário de Segurança, Jefferson Portela, para descobrir quem assaltou a agência do Banco do Brasil de Vitorino Freire e planejava assaltar a agência de Poção de Pedras.

O apelo de Stênio Rezende foi um sucesso. A equipe de policiais civis e militares comandados pelo secretário de Segurança, Jefferson Portela, foi muito rápida e eficiente. Em menos de 48 horas prendeu a maioria dos bandidos, recuperou parte do dinheiro roubado e apresentou os criminosos na capital maranhense.

O parlamentar lamentou a ocorrência de mais um assalto ao Banco do Brasil em Santa Luzia do Tide, onde 20 bandidos, fortemente armados, explodiram os caixas eletrônicos e fizeram reféns. Antes do assalto, os bandidos usaram carretas roubadas para fechar as entradas da cidade pelas rodovias de Santa Inês e Buriticupu.

Para Stênio, os prejuízos com os assaltos para a população são incalculáveis, pois hoje estamos sem os serviços das agências do Banco do Brasil nos municípios de Paulo Ramos, Marajá do Sena, Vitorino, Olho D’Água das Cunhãs e Lago da Pedra. “Os bandidos afrontam a polícia e causam medo e pavor à nossa população”, lamenta.

Na ocasião, Stênio pediu que Jefferson Portela continue com empenho, garra e determinação e equipe mais a polícia para enfrentar os bandidos, prendê-los e expulsá-los do Maranhão. “A população pede ajuda do governador e do secretário para melhorar o efetivo policial e devolver a paz nos municípios”, concluiu.

Léo Cunha volta a criticar fortemente a Segurança do Governo Dino

por Jorge Aragão

leocunhaNo dia em que a cúpula da Segurança do Governo Flávio Dino esteve na Assembleia Legislativa para homenagear o comandante da PM, no rx Coronel Pereira (veja aqui), pills o deputado estadual Léo Cunha voltou a criticar a falta de investimentos do setor em Imperatriz.

Na semana passada, o deputado Léo Cunha, mesmo sendo da base governista, já havia feito duras críticas ao Governo Flávio Dino (reveja), e voltou a criticar nesta quinta-feira (09).

“Imperatriz esse ano só recebeu quatro viaturas novas, uma seminova, e ontem foram 20 motos. É importante que também aumentem agora a cota de combustível para esses carros rodarem, porque carros novos sem cota de combustível disponível não vão andar. Aí vamos voltar àquela situação na qual eu recebo muitas reclamações de prefeitos que mantêm o combustível das viaturas das polícias na Região Tocantina”, afirmou Léo Cunha.

O deputado estadual, que tem base em Imperatriz e na Região Tocantina, ainda reclamou da falta de viaturas em vários municípios.

“Quero também solicitar ao governador que olhe com atenção aquelas pequenas cidades do Sul do Maranhão como Estreito, Porto Franco, São João do Paraíso, Campestre, Buritirana, Ribamar Fiquene, Montes Altos e Sítio Novo, que são municípios sem viaturas. As viaturas mais novas da polícia têm quatro anos. A gente fica triste quando o prefeito manda fotografia mostrando o carro na oficina consertando”, declarou.

Para finalizar, não sei se em tom de deboche, Leo Cunha parabenizou o governador Flávio Dino por ter inaugurado as obras do Governo Roseana. O parlamentar ainda fez questão de lembrar que as obras foram feitas com recursos oriundos de empréstimo do BNDES, que ele lutou para aprovar na Assembleia, enquanto que a turma de Flávio Dino tentou vetar de todas as formas e maneiras.

“Eu não posso dizer que é um homem que não tem força e coragem, pois está entregando obras de gestão do governo anterior, como essa delegacia que foi entregue lá em Imperatriz, que é a sede do Comando da Polícia Militar Regional e abrange de Buriticupu a Estreito, São Pedro da Água Branca ao Itinga, também convidando-o para visitar o hospital macrorregional que é uma luta minha antiga, do deputado Léo Cunha, do deputado Antônio Pereira, da Valéria e de muitos deputados aqui que participaram daquela aprovação do recurso do BNDES a partir do qual essas obras hoje se tornam realidade”, finalizou em grande estilo.

Isso tudo com o staff da Segurança Pública na Assembleia Legislativa.

O sucateamento da Segurança Pública

por Jorge Aragão

sousanetoA ação violenta e criminosa em Santa Luzia do Tide que culminou com a explosão da agência do Banco do Brasil, rx foi alvo de duras críticas de parlamentares na Assembleia Legislativa, patient nesta quinta-feira (07).

Os deputados Sousa Neto (PROS) e Edilázio Júnior (PV) novamente criticaram o sucateamento da Segurança Pública do Maranhão no Governo Flávio Dino.

Sousa Neto afirmou que a viatura da PM de Santa Luzia sequer tinha combustível para realizar uma eventual perseguição aos criminosos.

“O assalto foi ontem pelo fato de hoje ser dia de pagamento. O curioso é que a única viatura da PM estava sendo abastecida na cidade de Pindaré e só foi abastecida graças a uma doação de combustível pela apreensão de uma quadrilha de roubo de combustível, ambulance feita pela Vale do Rio Doce. Como se pode cobrar um policial militar dessa forma? Não se tem a mínima condição de combater a criminalidade, mas no governo midiático do Flávio Dino está tudo bem”, afirmou.

O parlamentar afirmou ainda que, pela desmotivação dos militares, está existindo uma operação tartaruga em todo o Maranhão.

“Os policiais militares estão desmotivados e se sentindo enganados por um governador que prometeu a mudança e até agora a mudança que chegou foi para pior. O que está acontecendo é uma operação tartaruga em todo o Maranhão. Para quem não sabe é uma greve silenciosa da polícia por falta de condições de trabalho”, finalizou.

EDILAZIOQuaresma – Já o deputado Edilázio Júnior satirizou o ofício encaminhado pelo Banco do Brasil ao Governo Flávio Dino pelo combate aos assaltos a bancos no Maranhão.

“O superintendente do Banco do Brasil deveria ter mandado esse ofício era para os bandidos. ‘Senhores bandidos, quero agradecer pelo fato de vocês terem ficado em casa no período da Quaresma e não terem feito assaltos’, pois no dia que querem fazem e fazem como querem, como aconteceu em Santa Luzia do Tide, já que sabem que a Secretaria de Segurança está falida”, declarou Edilázio.

E assim segue a Segurança Pública do Maranhão, maravilhosamente no mundo virtual e sucateada na vida real.

Andrea Murad denuncia suposto calote em estagiários da SSP

por Jorge Aragão

andreaNesta quarta-feira (30), buy a deputada Andrea Murad (PMDB) denunciou uma empresa que estaria dando calote nos estagiários contratados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública. O caso já foi denunciado inclusive no Ministério Público do Trabalho e Ministério Público Federal. Em seu discurso a parlamentar explicou que a empresa LAIONES DA SILVA NASCIMENTO, buy que leva o nome do proprietário, hospital firmou contrato há 1 ano com a secretaria, recebeu quase a totalidade do valor, porém deve 4 meses de salários e outros benefícios aos estagiários.

“A empresa de Laiones venceu a licitação no valor global de quase R$ 3 milhões e após um ano de atuação suspeita dentro da Secretaria, dentro de um Órgão do Estado, a empresa já recebeu quase a totalidade desse valor do contrato, mas deve pelo menos quatro meses de salários e outros benefícios para os estagiários, que dependem desses recursos para se locomoverem, para manterem seus estudos com dignidade, investir em transporte, além de dedicar tempo de trabalho num órgão e estão ali sem receber nada”, discursou Andrea Murad.

A parlamentar também denunciou outras irregularidades relatadas pelos estagiários. Laiones da Silva Nascimento possui ainda mais três empresas registradas em seu nome com mesmo endereço residencial e sem identificação de placa no local. Além disso, há contratos com falsos estagiários que não cursam faculdades, trabalham irregularmente no órgão do estado e que estão recebendo normalmente o recurso da Secretaria. Além do calote em mais de 300 estagiários, a deputada Andrea Murad questionou a falta de fiscalização do próprio governo quanto ao contrato firmado com uma empresa suspeita e a contratação de estudantes sem o cumprimento da Lei do Estagiário.

“Outra problemática é a contratação de estagiários que sequer estão cursando uma faculdade, a exemplo de Ivison Costa Ribeiro e Frederico Augusto Monroe, porém estão recebendo em dia. Por que a secretaria de Jefferson Portela não está acompanhando essas contratações, verificando as documentações legais exigidas pela Lei dos Estagiários? E por que não estão fiscalizando os pagamentos dos outros estagiários? Isso é grave. Isso em uma demanda judicial terá responsabilidade subsidiária e na falta do pagamento pela empresa o Estado será obrigado a pagar. É assim que funcionam as contratações no Governo? Contrata empresas que não sabe nem se existem? Empresas que não pagam, estão aí todos os estagiários aguardando para receberem seus meses de salários atrasados, aguardando uma solução”, disse Andrea.

Rodoviários cobram mais empenho no combate a assalto a ônibus

por Jorge Aragão

onibusEm reunião na tarde de quinta-feira (10), decease o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão Isaias Castelo Branco, click cobrou mais empenho da Secretaria de Segurança Pública, no sentido de garantir maior reforço policial, visando coibir ações criminosas dentro dos ônibus da capital.

A entidade reconhece que no comparativo com os últimos meses, fevereiro foi o que contabilizou menos assaltos a coletivos, mas em compensação os criminosos estão agindo cada vez mais com violência, prova disso foi o episódio da última quarta-feira em que um motorista durante assalto, foi alvejado com um tiro na região do pescoço, felizmente, sem atingir área vital.

Na ocasião, entre outras medidas o secretário de Segurança Pública Jefferson Portela, anunciou que cerca de 300 novas viaturas, serão entregues nos próximos meses para as policias civil e militar, com o intuito de auxiliarem em diversas operações, principalmente, nas ações referentes ao combate de assaltos a ônibus. Dos 300 veículos anunciados, 80 novas viaturas já reforçaram os trabalhos policiais nas ruas e avenidas de São Luís.

Jefferson Portela destacou ainda durante encontro, que em relação ao assalto que deixou um motorista ferido, que já foram identificados os outros dois homens envolvidos no crime e que as prisões deles é uma questão de tempo. Até agora somente o acusado de atirar no trabalhador foi preso.

“Esperamos que de fato após esse encontro, novas estratégias sejam colocadas em prática e que os índices de assaltos na grande São Luís, sigam caindo. Essa é uma resposta que possamos dar o mais rápido possível, não só a categoria, mas também a toda a sociedade. Nosso papel não é só assegurar os direitos, mas resguardar a integridade física dos trabalhadores. A Secretaria de Segurança Pública tem a obrigação de garantir a tranquilidade de todos dentro dos ônibus e é isso, que continuaremos sempre exigindo”, destaca Isaias Castelo Branco, presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Fábio Macedo presidirá Comissão de Segurança da Assembleia

por Jorge Aragão

FABIOO deputado estadual e líder da bancada do PDT na Assembleia Legislativa, nurse Fábio Macedo, medicine foi à tribuna da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (07), order para agradecer a confiança dos colegas deputados pela indicação para a presidência da Comissão de Segurança Pública.

“Gostaria aqui de agradecer aos membros da Comissão de Segurança Pública que me elegeram presidente, sou muito grato a todas pela confiança de todos e me sinto muito honrado em fazer parte desta comissão que é de grande importância para esta Casa, quanto para todo Maranhão” disse Fábio.

O parlamentar pedetista aproveitou a ocasião para firmar o compromisso de ajudar a tornar o Estado mais justo e seguro para a população e ainda convocar uma audiência pública com o Secretário Jeferson Portela para prestar contas das ações em favor da Segurança Pública

“Pretendo contribuir muito à frente desta Comissão, sabemos da realidade do nosso Estado e como anda a segurança pública. Não está da forma que o povo do Maranhão deseja e também não está da forma que o governador do Estado também deseja. Mas não podemos negar os avanços conquistados nesses 1 ano e 4 meses de gestão, como a aquisição de 81 viaturas da polícia e até abril serão 300 novas estarão nas ruas , a contratação de 1500 policiais, 924 novas vagas do sistema prisional – 05 unidades prisionais entregues, que foram em Balsas; Açailândia, em setembro de 2015; Imperatriz; Pinheiro; Pedreiras, em janeiro e fevereiro deste ano; aquisição de armamentos e também de novas tecnologias para o combate à criminalidade”, afirmou o pedetista.

Governo Flávio Dino é novamente destaque negativo na Globo

por Jorge Aragão

 

Com certeza a turma ligada ao governador Flávio Dino não deve ter gostado nada de ter acompanhado o Bom Dia Brasil, ask nesta terça-feira (19), afinal a gestão comunista voltou a ser destaque negativo.

O Bom Dia Brasil abordou o aumento enorme da quantidade de assaltos a ônibus que estão acontecendo em São Luís. A matéria basicamente falou sobre os assaltos já em 2016, mas conforme levantamento do próprio Sindicato dos Rodoviários essa prática criminosa aumento e muito, se comparado com 2014, no ano de 2015, primeiro ano do Governo Flávio Dino (reveja).

Engraçado é que os asseclas de Flávio Dino comemoravam esse tipo de notícia na época do Governo Roseana, mas agora criticam tais matérias e alguns, mais desnorteados, ainda atribuem ao Grupo Mirante de Comunicação tais reportagens.

O detalhe é que a matéria nem abordou a quantidade de homicídios ocorridos dentro dos ônibus do transporte coletivo no ano passado, pois se abordassem iriam perceber que esse número aumentou 400%.

O Sindicato dos Rodoviários já deu um prazo de 30 dias para amenizar esses assaltos, pois caso contrário não descartam uma paralisação do transporte público pela falta de Segurança.

Sindicato dos Rodoviários, enfim, promete ‘endurecer o jogo’ contra Governo

por Jorge Aragão

onibusÉ nítido que o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão não teve em 2014 com o Governo Roseana Sarney, pharm nem de longe, order a mesma paciência e boa vontade que teve com o Governo Flávio Dino em 2015.

Em 2014, curiosamente e ‘coincidentemente’ um ano eleitoral, o Sindicato dos Rodoviários fizeram inúmeras paralisações, algumas até irresponsáveis deixando a população à deriva da própria sorte.

Entretanto, no Governo Flávio Dino em 2015 a postura não foi a mesma. O curioso é que o número de assaltos aumentou consideravelmente e tivemos quatro mortes dentro do transporte coletivo de São Luís, mas prevaleceu o diálogo e a paciência, para o bem dos usuários do transporte.

Agora, em 2016, ‘parece’ que o discurso vai mudar. Em reunião realizada com representantes da Segurança Pública, o Sindicato dos Rodoviários deu prazo de 30 dias, contados a partir desta sexta-feira (15), para que sejam tomadas providências para diminuir os índices de assaltos a coletivos em São Luís.

Se nada mudar, o Sindicato dos Rodoviários deve decidir por paralisar as atividades ou determinar o ‘toque de recolher’, ou seja, encerrar as atividades dos rodoviários mais cedo, possivelmente no início da noite.

É aguarda e conferir.

Novos policiais militares estão trabalhando sem nomeação

por Jorge Aragão

policiias

Mais uma vez vem a público uma grave denúncia sobre os novos “policiais militares” do Maranhão, try que recentemente concluindo o curso de formação e estão nas ruas reforçando a Segurança Pública dos maranhenses.

Desta vez o problema é que boa parte desses novos policiais militares estão trabalhando sem as suas respectivas nomeações. A denúncia foi formulada ao Blog do Ebnilson, que além de jornalista, também é sargento da PM do Maranhão.

Segundo a denúncia, a previsão é que a nomeação dos novos soldados da PM aconteça somente em fevereiro. Ou seja, como não estão nomeados não podem ser empregados no serviço de policiamento. No entanto há locais que mesmo sem nomeação, os novos militares estão sendo empregados no policiamento.

Outra reclamação, sempre recorrente, é que muitos dos ex-alunos não receberam o pagamento completo das bolsas durante o curso de formação, que inclusive já foi terminado.

Clique aqui e veja a denúncia que foi formulada ao Blog do Ebnilson e que merece uma resposta imediata do Governo Flávio Dino, para que os novos militares não iniciem as suas atividades de maneira ‘irregular’ e principalmente desmotivados.