A bela lição de Sarney Filho para o governador Flávio Dino

por Jorge Aragão

Diante de tantas cenas lamentáveis na entrega da duplicação da BR-135, no trecho entre Estiva e Bacabeira, um gesto quase passava despercebido, uma verdadeira lição de democracia do ministro do Meio Ambiente e deputado federal, Sarney Filho, para o governador do Maranhão, Flávio Dino.

Sarney Filho, quando utilizou a palavra durante o evento, aproveitou para lembrar que a conclusão da obra pelo Governo Federal só foi possível graças a união da Bancada do Maranhão, já que os deputados federais destinaram as emendas parlamentares para a finalização do trecho da duplicação da BR-135.

O ministro do Meio Ambiente e pré-candidato a senador aproveitou para destacar a importância das emendas impositivas, já adotadas pelo Governo Federal, mas ainda renegada pelo governador Flávio Dino.

“Eu me lembro muito bem que, na época em que eu fui coordenador da bancada, não existia emenda impositiva. Todos os anos nós nos reuníamos, discutíamos e quando acabava uma discussão, emendas individuais, emendas coletivas, iam para lá representantes de segmentos do Maranhão e todos eles saíam esperançosos e, na hora, as emendas não eram realizadas. Foi um grande ganho para a democracia brasileira as emendas impositivas”, declarou.

De maneira coerente e democrática, Sarney Filho pediu que o governador Flávio Dino pudesse autorizar a implantação das emendas impositivas, dando mais independência ao parlamento estadual do Maranhão.

“Eu acho que quem quer que seja o governador ele vai ter que fazer a emenda impositiva para o próximo mandato. Mas como o governador Flávio Dino é um governador democrata, um governador que tem elevado o nível de participação dos políticos no seu governo, eu tenho certeza de que essa demonstração, hoje, aqui, concreta, ela vai gerar por parte do governador uma decisão e acredito que seja uma decisão para o fortalecimento da democracia. Eu, se governador fosse, teria já implantado a emenda impositiva, porque é um respeito que se tem com o povo maranhense”, finalizou.

O governador ouviu, mas fez de conta que não era com ele e, para variar, adotou o silêncio sepulcral.

Sarney Filho fala sobre as eleições de 2018

por Jorge Aragão

O ministro do Meio Ambiente, deputado federal Sarney Filho, concedeu entrevista exclusiva ao jornal O Estado do Maranhão e abordou diversos assuntos, principalmente o pleito eleitoral que se aproxima.

Sarney Filho é pré-candidato ao Senado e voltou a afirmar que, se necessário for, mudará até de legenda para disputar as eleições de 2018. O ministro também assegurou que a população maranhense tem comparado muito a gestão Flávio Dino com os governos Roseana Sarney (PMDB) – e que tem sentido saudades da peemedebista.

“Agora a população do Maranhão está podendo ver a diferença que é o discurso da realidade. Onde eu chego, o pessoal diz: ‘eu tenho saudade da Roseana’. Eu sinceramente não vejo ninguém com ódio do atual governo, mas eu vejo que o pessoal está com muita saudade da Roseana, eles fazem a comparação.”, afirmou.

Clique aqui para ver a integra da entrevista.

Apenas uma demonstração de maturidade política, nada mais…

por Jorge Aragão

Alguns assuntos nem deveriam ser tratados, principalmente se o debate político fosse mais amplo e não se enxergasse adversários políticos como inimigos e se os interesses da população estivessem acima das querelas políticas.

Entretanto, como no Maranhão essa parece ser uma realidade distante, um simples encontro entre o ministro do Meio Ambiente e deputado federal, Sarney Filho, e o governador do Maranhão, Flávio Dino, em um evento oficial e público, virou alvo de inúmeras fofocas.

Na manhã de quarta-feira (09), Sarney Filho e Flávio Dino estiveram juntos na cidade de Coroatá participando da solenidade de entregas de imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal.

Sarney Filho esteve representando o presidente Michel Temer na solenidade, já Flávio Dino, por Coroatá ser administrada por um aliado seu, esteve presente no evento como governador do Maranhão.

Os dois estão em campos opostos na política, são adversários na disputa eleitoral, mas demonstraram maturidade e não só se cumprimentaram, como também conversaram, algo que deveria ser encarado naturalmente. Talvez alguns torcessem para que os políticos não se falassem e ignorassem um ao outro solenemente, algo tosco e desnecessários.

Após o evento, onde estiveram juntos, cada um seguiu seu caminho e com suas correntes políticas distintas em Coroatá.

Se a maioria dos políticos maranhenses tivessem sempre esse tipo de comportamento, fatalmente o Maranhão estava num patamar bem acima. Entretanto, como a maioria dos políticos transforma adversários em inimigos, quem mais sofre é a população.

Adversários poderiam e até deveriam andar juntos nas questões que favorecem o Maranhão, mas separados no momento da disputa eleitoral. Só que essa situação em terras maranhenses parece utopia.

Sendo assim, o encontro público e oficial de Sarney Filho e Flávio Dino apenas demonstrou a maturidade política de ambos, pelo menos nesse episódio.

Pena que isso não seja uma constante, mas sim uma exceção.

Uma chapa forte, experiente e com muito “recall político”

por Jorge Aragão

O senador Edison Lobão (PMDB), atualmente presidindo a Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, esteve em São Luís acompanhando o ministro da Saúde Ricardo Barros, e aproveitou para conversar com a imprensa e definir seu futuro político para 2018.

Lobão confirmou que, ao contrário do que estava sendo especulado, irá sim disputar a reeleição para o Senado Federal. O senador assegurou que foi uma decisão tomada em família, uma vez que se especulava que o senador Lobão Filho é que poderia disputar uma vaga para o Senado.

Além de confirmar que buscará a reeleição, Edison Lobão confirmou que a ex-governador Roseana Sarney será mesmo candidato ao Governo do Maranhão. Lobão disse que Roseana terá um papel importante na reconstrução do Estado.

Ou seja, caso as declarações de Lobão se confirmem, é inegável que a Oposição terá uma chapa forte, experiente e com muito “recall político”, uma vez que terá Roseana Sarney para disputar o Governo do Maranhão, e o senador Edison Lobão e o deputado federal e ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, disputando as duas vagas para o Senado Federal.

Pelo lado do governador Flávio Dino, o comunista ainda não definiu o nome dos seus dois candidatos ao Senado, mas quatro deputados federais almejam formalizar a chapa com Dino, são eles: Weverton Rocha, Waldir Maranhão, Eliziane Gama e José Reinaldo.

Já o senador Roberto Rocha e a ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, que confirmam que também irão disputar o Governo do Maranhão, ainda não sinalizaram com os seus respectivos nomes para a disputa pelo Senado.

Pelo visto a disputa será mesmo interessante e acirrada. É aguardar e conferir.

Sarney Filho lidera pesquisa em Codó para o Senado

por Jorge Aragão

O instituto ESCUTE não fez levantamento apenas para o Governo do Maranhão em Codó, foi feito uma pesquisa para a disputa do Senado Federal, onde ano que vem os maranhenses irão eleger dois senadores.

Na cidade de Codó, em todos os cenários feitos, a liderança é do deputado federal e ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV). Quando o eleitor codoense foi perguntado quem seria a primeira opção para o Senado, Sarney Filho surge com 22%, seguido de Lobão Filho (PMDB) com 12,5% e Zé Reinaldo (PSB) com 11,5%. Os demais candidatos relacionados na lista apresentada ao eleitor não conseguiram alcançar dois dígitos. Veja abaixo.

Quando o eleitor codoense foi perguntado quem seria a segunda opção para o Senado, o resultado foi praticamente o mesmo, mas a diferença entre Sarney Filho e Lobão Filho diminuiu. Veja abaixo.

Presidente – Para a disputa presidencial, mesmo com todo o desgaste por conta da operação Lava Jato, o ex-presidente Lula (PT) segue disparado sendo o preferido no Maranhão e na cidade de Codó possui uma vantagem absurda.

Para a Presidência da República, 60% dos codoenses entrevistados asseguram que querem ver Lula novamente comandando o Brasil. A vantagem é tão grande, que o segundo colocado aparece somente com 18%, que é Marina Silva. O polêmico Jair Bolsonaro surge em terceiro com 7,5%.

Lembrando que o levantamento ouviu 400 codoenses, entre os dias 09 e 11 de junho.

Consolidados

por Jorge Aragão

As recentes movimentações de pré-candidatos ao Senado alteraram o cenário já desenhado para as eleições de 2018. Mais dois nomes já postos à disputa – o ministro Sarney Filho (PV) e o ex-ministro Gastão Vieira (Pros) – continuam com seu projeto inalterado, independentemente de partidos ou coligações.

Sarney Filho já disse que sua prioridade em 2018 é a eleição de senador, não necessariamente o partido. Ele pode até deixar o PV, mas ressalta que este não é um assunto para o momento. Precisa, por exemplo, saber das regras eleitorais, que devem ser divulgadas em setembro pela Justiça Eleitoral. De uma forma ou de outra, Sarney Filho tem posição consolidada como candidato em qualquer circunstância.

O ex-ministro Gastão Vieira segue na mesma linha. À frente do Pros, ele vai seguindo o roteiro dos candidatos e ocupando espaços, embora não tenha chapa definida até agora. De uma forma ou de outra, não descarta compor com nenhum dos candidatos a governador, porque entende que agrega valor a qualquer chapa.

Talvez até pela consolidação dos próprios nomes, Sarney Filho e Gastão Vieira navegam numa faixa diferente, longe dos debates partidários e sem crises internas em suas legendas ou grupos políticos.

Enquanto isso, a questão do Senado na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB) parece uma guerra de foice no escuro, com uma penca de candidatos, mas todos querendo se viabilizar, para usufruir das benesses do governo. E a crise só aumenta nessa seara.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Sarney Filho lança pré-candidatura ao Senado na sexta-feira

por Jorge Aragão

A disputa para o Senado Federal promete ser bem acirrada no Maranhão. Com duas vagas em jogo em 2018, iniciou-se a movimentação dos pré-candidatos nos bastidores em busca de apoio político. Na próxima sexta-feira (02), o deputado federal licenciado e ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), vai oficializar o seu nome para o pleito do ano que vem em solenidade em São Luís.

O lançamento está marcado para as 18h30, no Class Eventos, no bairro do Calhau. O evento deverá contar com várias lideranças políticas do Maranhão, incluindo o ex-presidente da República José Sarney e a ex-governador do Maranhão Roseana Sarney.

Chegar ao Senado é um sonho antigo de Sarney Filho. O deputado federal sempre expressou esta vontade em público. A possibilidade de concorrer ao cargo nas próximas eleições, praticamente, acaba com as chances da ex-governadora Roseana Sarney de se tornar senadora. O nome de Roseana é especulado tanto para a disputa do governo quanto do Senado.

Sarney Filho garantiu estar qualificado para o novo desafio. Afirmou, ainda, conhecer os “caminhos de Brasília”. Se não bastasse todo seu conhecimento, o agora pré-candidato ao Senado deverá ter, a seu favor, o apoio incondicional do pai, o ex-presidente José Sarney.

“Acho-me qualificado para disputar uma vaga ao Senado. São duas vagas e acredito que, numa delas, o deputado Sarney Filho irá representar o Maranhão com muita ênfase. Eu tenho experiência parlamentar, eu tenho conhecimento, eu conheço os caminhos de Brasília. Eu tenho uma atuação reconhecida nacionalmente nesta minha área ambiental, mas também uma atuação reconhecida pelos prefeitos como um deputado trabalhador, um deputado que tem o seu gabinete com as portas abertas para resolver os problemas do Maranhão. Eu já recebi essa proposta de inúmeros prefeitos e muitos deles que não votaram em mim para deputado federal, mas me garantem que votam em mim para o Senado”, afirmou.

Sarney Filho é o segundo a lançar pré-candidatura ao Senado, já que anteriormente o também deputado federal, José Reinaldo, já havia lançado seu nome em evento realizado em Tuntum.

“O Turismo é aliado da preservação dos Parques”, diz Adriano Sarney

por Jorge Aragão

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) representou a Assembleia Legislativa na solenidade de apresentação do “Programa de Turismo nos Parques: oportunidades x sustentabilidade”, que visa investimentos e melhorias em 25 parques nacionais, entre eles o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. O evento foi realizado na quarta-feira (19) no auditório na Associação Comercial do Maranhão (ACM), em São Luís (MA).

“O desenvolvimento do Maranhão só se dará com o incentivo à iniciativa privada. Da mesma forma, os parques nacionais precisam do turismo sustentável para, assim, ganhar cada vez mais novos aliados para garantir a preservação”, declarou Adriano, durante a solenidade, que contou com a presença do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, além do presidente da ACM, Felipe Mussalém, assim como autoridades e empresários de diferentes segmentos da economia local.

Entre as perspectivas discutidas, ressaltou-se que os parques nacionais podem ser fonte de desenvolvimento e de geração de renda para os municípios da região, com a implantação de atividades turísticas, recreativas e de lazer que movimentam diversos setores econômicos, como o hoteleiro, gastronômico, de guias e de locação de veículos e equipamentos. Assim, o turismo, o lazer e a educação ambiental têm potencial para ampliar a preservação e estimular as economias locais, beneficiando amplamente as comunidades próximas.

Sarney Filho citou a importância da aplicação dos recursos e listou os benefícios da medida. “Os investimentos nos parques e, em especial, nos Lençóis Maranhenses são de suma importância para o desenvolvimento da região. Precisamos preservar estas reservas importantes e, ao mesmo tempo, estimular as iniciativas econômicas com responsabilidade nestes locais. E a ação dos empresários, neste contexto, é fundamental”, afirmou o ministro.

“Roseana é candidatíssima”, diz Edilázio Júnior

por Jorge Aragão

Diego Emir – Em reunião com o ministro Sarney Filho, os deputados estaduais do PV do Maranhão voltaram com boa notícia, e quem tratou de revelar foi Edilázio Júnior. De acordo com o parlamentar, “Roseana é candidatíssima a governadora”. A informação teria sido repassada na reunião pelo próprio irmão da ex-governadora e também em outras agendas do legislador em Brasília.

Para Edilázio Júnior tá cada vez mais certa a candidatura de Roseana Sarney e quem tá sendo o principal incentivador da entrada da ex-governadora na disputa eleitoral é o próprio governador Flávio Dino (PCdoB), que vem maltratando o povo maranhense.

Durante o encontro do ministro do Meio Ambiente com os deputados estaduais, ainda reforçado também a ideia de que Sarney Filho deve concorrer a vaga de senador na chapa de Roseana.