André Fufuca assegura permanência de Wellington do Curso no PP

por Jorge Aragão

Mais uma vez o deputado federal André Fufuca, presidente do PP no Maranhão, surpreende muita gente por uma decisão tomada com maturidade, apesar da pouca idade.

Todos imaginavam, principalmente os comunistas, que o partido iria convidar o deputado estadual Wellington do Curso (PP) – parlamentar que faz Oposição ao Governo Flávio Dino na Assembleia – a se retirar da legenda ou a mudar sua postura, após o desembarque do PP na gestão comunista.

Entretanto, André Fufuca foi taxativo, em entrevista ao Estado, em afirmar que o PP é um partido democrático e que compreende o posicionamento adotado pelo colega Wellington do Curso, ou seja, dando uma espécie de aval para que o parlamentar siga desempenhando seu bom trabalho na Assembleia.

“O partido é democrático, há várias correntes com ideologias e pensamentos diferentes. Respeitamos o pensamento de todos”, disse Fufuca ao comentar a chegada do PP no Governo Flávio Dino ao jornal O Estado.

O Blog também conversou com o deputado Wellington do Curso, que assegurou não ter recebido nenhuma orientação do PP sobre seu posicionamento na Assembleia. O parlamentar não comentou se mudará sua postura, após o seu partido assumir a Secretaria de Esporte do Maranhão, através do secretario Hewerton Carlos Rodrigues Pereira. Entretanto, Wellington deixou claro que seu compromisso principal é com o povo do Maranhão.

“Estou muito satisfeito no PP e a ideia é continuar na legenda, mas todos sabem, sempre deixei isso bem claro, meu compromisso principal é com a população do Maranhão e assim seguirei em frente”, afirmou Wellington.

É aguardar e conferir.

A delicada situação de Wellington do Curso no PP

por Jorge Aragão

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) está em situação delicada no seu partido e isso ficou bem claro após as palavras do Líder do Governo Flávio Dino (PCdoB), Rogério Cafeteira (PSB), na Tribuna da Assembleia Legislativa.

Cafeteira repercutiu a troca de secretários na SEDEL (Secretaria de Esporte e Lazer), onde, conforme o Blog antecipou (reveja), saiu o petista Márcio Jardim e entrou Hewerton Carlos Rodrigues Pereira (PP). A indicação de Hewerton Rodrigues Pereira é do presidente do PP no Maranhão, o deputado federal André Fufuca.

Por conta dessa indicação, Rogério Cafeteira aproveitou para alfinetar Wellington do Curso, que tem tido um papel importante junto aos demais deputados que fazem Oposição ao Governo Flávio Dino.

“É com muita satisfação que vejo o PP, do meu amigo deputado Wellington do Curso, serrando fileiras junto ao Governo do Estado e dando sua contribuição para que a gente possa realmente efetivar as mudanças que o Maranhão necessita. Tenho certeza que o deputado Wellington não vai fugir a esse combate e vai estar ao nosso lado trabalhando pelo bem do Maranhão”, afirmou.

O Líder do Governo foi mais além e já pediu que o PP, cujo Wellington é o único representante da legenda na Assembleia Legislativa, integre o Blocão do Governo no parlamento estadual.

“Quero já solicitar que a Mesa Diretora, se é possível ainda neste semestre, inclua o PP no nosso Blocão, já que agora faz parte do Governo Flávio Dino e faz parte da nossa administração. Deputado Wellington, seja muito bem-vindo, é uma alegria muito grande lhe receber”, ironizou Cafeteira.

Pela postura que tem sido adotada por Wellington do Curso na Assembleia e pela sua coerência política, não é errado afirmar que Wellington está de malas prontas para uma outra legenda.

O “comprometimento” de Flávio Dino com o esporte e a juventude

por Jorge Aragão

É impressionante como o governador Flávio Dino consegue se superar nos absurdos do comando do Maranhão. Se já não bastasse ser presença constante, de maneira negativa, nos noticiários nacionais, o comunista demonstra a sua total incapacidade de administrar.

Na noite de sexta-feira (13), portais e blogs alinhados ao Palácio dos Leões confirmaram o que já estava sendo especulado, a troca de comando na Secretaria de Esporte do Maranhão, saindo Márcio Jardim (PT) e entrando, na próxima segunda-feira (16), às 16h, Hewerton Carlos Rodrigues Pereira.

Inicialmente é bom deixar claro que a postagem não é nem de longe uma defesa pela permanência de Márcio Jardim, e muito menos contrária a chegada de Hewerton Rodrigues, deixando isso transparente, vamos aos fatos.

Primeiro apenas lamentar a maneira como o esporte é tratado por quase todos os governadores que passaram no Maranhão, utilizando uma importante pasta como moeda de troca por apoios políticos. A troca na Secretaria de Esporte se fez “necessária” para agasalhar o mais novo aliado do Governo Flávio Dino, o PP, do deputado federal André Fufuca, autor da indicação do novo titular da pasta.

Entretanto, infelizmente, esse tipo de prática é normal e corriqueiro na política, principalmente do Maranhão, mas o mais absurdo é o período em que essa troca será realizada.

Neste sábado (14), tem início a etapa final do Jogos Escolares Maranhenses de 2017, na categoria infanto. Isso mesmo, a principal competição da juventude escolar do Maranhão será iniciada hoje e no transcorrer do evento teremos mudança no comando da Secretaria de Esporte.

A atitude de Flávio Dino é apenas mais uma prova in conteste da importância e do comprometimento do comunista para com o esporte e a juventude maranhense.

Pior é que parece que o petista Márcio Jardim foi o último a saber, já que ainda utilizava as redes sociais para divulgar o JEM’S que ele não deve comandar mais. O curioso é que o anúncio da troca aconteceu em uma sexta-feira 13, e lembrando que 13 é o número do PT.

E assim segue o governo da mudança de Flávio Dino…

Estadão: Waldir Maranhão vai se filiar ao PTB

por Jorge Aragão

O polêmico deputado maranhense Waldir Maranhão (PP), que chegou a comandar a Câmara e votou contra o impeachment de Dilma, estará nesta quarta-feira em São Paulo — e não hoje, terça, como anunciado inicialmente — para assinar a ficha de inscrição no PTB. Será recebido pelo presidente paulista da sigla, Campos Machado, e pelo presidente nacional, Roberto Jefferson.

O que corre entre os petebistas é que, por trás dessa filiação, estão dois projetos — um dele e outro do PTB. Primeiro, o novo filiado quer um apoio mais sólido para disputar o Senado em 2018 por seu Estado. Segundo, ele seria um “embaixador”, entre os eleitores maranhenses, da candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência.

Projeto ao qual o PTB está ligado, e que deve ganhar força com a anunciada mudança para São Paulo, em maio, de Roberto Jefferson. Com novo domicílio eleitoral, Jefferson quer disputar ano que vem uma vaga como deputado federal por SP.

Informações do blog Direto da Fonte, do Estadão

André Fufuca comemora resultado do PP nas urnas no Maranhão

por Jorge Aragão

img_2714

O presidente estadual do PP no Maranhão, pharm deputado federal André Fufuca, there realizou um encontro com os com os prefeitos eleitos no último dia 02 de outubro e aliados do Partido Progressista.

A intenção de Fufuca foi confraternizar os filiados do PP e comemorar o resultado das urnas para o partido, link afinal o PP teve quase meio milhão de votos em todo Estado, elegeu 16 prefeitos e 102 vereadores.

“Essa vitória é de todos do partido, pois, mesmo os que não conseguiram se eleger, trouxeram votos para fortalecer nossa legenda. Estamos vivendo um novo momento dentro do PP e com certeza o partido seguirá crescendo em todo o Maranhão”, afirmou André Fufuca.

Participaram do encontro: o deputado estadual Wellington do Curso (foi candidato a prefeito em São Luís); os prefeitos Zé Reis (Aldeias Altas), Dr. Marcone (Cajapió), Jorge Garcia (Palmeirândia), Roberto Maués (Paulino Neves), Ronildo Campos (Penalva), Magno Teixeira (Presidente Juscelino), Juran Carvalho (Presidente Dutra), França do Macaquinho (Santa Luzia do Tide), Dario (Senador La Rocque), Luziane (Santo Amaro) e Zé Vieira (Bacabal – ainda aguardando decisão judicial). Fufuca (Alto Alegre do Pindaré), Dr Francisco (Bom Jardim), Cicin (Estreito), Dr Nelson (Porto Franco), Dr Eriverton (Carolina) e Arquimedes (Afonso Cunha).

André Fufuca comemora crescimento do PP no Maranhão

por Jorge Aragão

ppO deputado federal e presidente do PP no Maranhão, purchase André Fufuca, story comemorou através das redes sociais o crescimento do partido após as eleições municipais em terras maranhenses.

De acordo com o levantamento feito pelo presidente do PP, a legenda elegeu seis prefeitos em 2012, mas agora conseguiu eleger 16 nas últimas eleições.

“Agradecemos a todos que confiaram na mensagem progressista! O Novo Partido Progressista saltou de 6 para 16 prefeitos eleitos, nessas eleições municipais. Um crescimento de quase 200%! Vamos em frente, ainda há muito para crescer!”, destacou André Fufuca.

Isso sem deixar de citar as votações expressivas dos candidatos do PP nas duas principais cidades do Maranhão. Em São Luís, com o deputado estadual Wellington do Curso, por muito pouco o partido não chegou ao 2º Turno das eleições. Já em Imperatriz, com o deputado federal Ildon Marques, também por muito pouco a legenda não consegue vencer a eleição.

André Fufuca assumiu o PP em abril deste ano, um mês depois de ter chegado oficialmente na legenda. Fufuca substituiu o enrolado deputado federal Waldir Maranhão e em seis meses tratou de consolidar a legenda em todo o Maranhão.

“Em poucos meses de trabalho consolidamos o PP entre os maiores partidos do Maranhão. Foram 16 prefeitos e 102 vereadores. Homens e mulheres que irão trabalhar nos próximos quatro anos pela melhoria da qualidade de vida em seus municípios”, finalizou.

Em 2012 os candidatos do PP receberam 262.921 votos, mas o número de votos nos candidatos do PP, em 2016, praticamente dobrou já que foram 469.685 votos nas eleições de outubro deste ano.

PP também deve oficializar apoio a Gilberto Aroso em Paço do Lumiar

por Jorge Aragão

pp

É impressionante como rapidamente ganhou corpo e força a pré-candidatura de Gilberto Aroso (PRB) em Paço do Lumiar. Desde que o ex-prefeito confirmou que vai mesmo disputar a Prefeitura de Paço do Lumiar foram várias adesões.

Neste sábado (09), link o PP ficou muito próximo de oficializar apoio a Gilberto Aroso. Entretanto, enquanto o PP não oficializa a aliança, um membro do partido de Paço do Lumiar confirmou que estará ao lado de Gilberto Aroso nessa caminhada.

O ex-vereador e ex-secretário de Cultura de Paço do Lumiar na gestão Josemar Sobreiro, Fernando Muniz, declarou apoio a pré-candidatura de Gilberto. No encontro, que pode ter sido o pontapé inicial para a aliança do PP com Gilberto Aroso, o deputado federal e presidente do PP no Maranhão, André Fufuca, também participou.

Além disso, Gilberto Aroso também teve a confirmação de mais duas adesões importantes, o presidente do PSL de Paço do Lumiar, Adi Fonseca e o presidente da comissão provisória do PSDC de Paço do Lumiar, França, também irão somar na campanha.

Se o PP oficializar apoio a pré-candidatura de Gilberto Aroso será o sexto partido, já que além do PP e PRB, estarão com ele o PMBD, PMN, PROS e DEM, Gilberto Aroso segue dialogando e novas adesões podem acontecer ou serem oficializadas nos próximos dias.

PP e PSB cada vez mais próximos em Imperatriz e São Luís

por Jorge Aragão

ppepsb

O PP e o PSB, rx apesar de ainda não terem oficializado a aliança, nurse seguem se aproximando a cada dia em Imperatriz e em São Luís para a disputa eleitoral deste ano. A aliança tem sido costurada pelo presidente das duas legendas no Maranhão, o senador Roberto Rocha (PSB) e André Fufuca (PP).

O gesto que selou a parceria foi a licença do deputado federal André Fufuca, que inclusive pode ter abdicado da coordenação da Bancada Federal, com o gesto em prol do ex-prefeito de Imperatriz Ildon Rocha (PSB) na Câmara Federal. Entretanto, Fufuca assegurou a Ildon Rocha a sua condição de pré-candidato na disputa pela prefeitura da 2ª maior cidade do Maranhão.

Já em São Luís, a aliança segue bem encaminhada, mas como existe uma ala do PSB que ainda sonha com candidatura própria, o assunto ainda é tratado com extrema cautela.

“Isso depende muito do PSB. Até agora o que há é muita especulação sobre o tema, não há nada de concreto. Acredito que todas essas perguntas quem pode responder é o PSB”, respondeu André Fufuca ao jornal O Estado do Maranhão.

Já o pré-candidato Wellington do Curso, por sua vez, afirmou que preferia se manter em silêncio sobre o tema, até que haja algo de concreto em relação a aliança dos partidos. O deputado estadual, contudo, não negou a existência de uma articulação e ainda aproveitou para alfinetar a deputada federal e pré-candidata Eliziane Gama (PPS) que, além de assumir uma aliança incoerente com o PSDB de João Castelo, já saiu e voltou para o mesmo partido por conta de acordos mal feitos e frágeis.

“Tenho me reservado para que as coisas possam acontecer de forma concreta, e não fazer o que muitos pré­candidatos vêm fazendo nos últimos anos, que são as idas e voltas, de um lado para outro. Prefiro fazer com consistência e apenas me manifestar quando de fato houver algo concreto”, disse a reportagem de O Estado.

A aliança entre as duas legendas, além de fortificar os partidos e seus pré-candidatos em Imperatriz e São Luís, ainda terá um reflexo enorme nas eleições de 2018, afinal o senador Roberto Rocha não esconde de ninguém o sonho de ser governador do Maranhão.

Ildon Marques assume mandato e deixa PSB ainda mais próximo do PP

por Jorge Aragão

ildonO que era esperado, clinic realmente aconteceu. O ex-prefeito de Imperatriz, sale Ildon Marques (PSB) assumiu, physician na manhã desta terça-feira (21), um mandato na Câmara Federal, em substituição ao deputado e coordenador da Bancada, André Fufuca (PP).

A posse de Ildon Marques foi comandada, curiosamente, por outro parlamentar do Maranhão, Hildo Rocha (PMDB). O ex-prefeito e pré-candidato à Prefeitura de Imperatriz, permanecerá no mandato durante 121 dias, período da licença de Fufuca.

O acordo terá efeitos imediatos tanto nas eleições de Imperatriz como na capital maranhense. A ida de Ildon Marques para a Câmara Federal sacramenta a sua pré-candidatura à Prefeitura de Imperatriz e faz do pré-candidato ao PSB um dos favoritos à disputa.

Já em São Luís, a atitude de André Fufuca, articulada pelo senador Roberto Rocha (PSB) amigo pessoal de Fufuca, definitivamente aproxima o PSB do pré-candidato do PP à Prefeitura de São Luís, o deputado estadual Wellington do Curso.

Ou seja, PP e PSB devem marchar juntos em 2016 nas duas principais cidades do Maranhão e muito provavelmente estarão juntos em todo o Estado nas eleições de 2018.

Já Eliziane Gama, pela sua insegurança e postura dúbia transmitida a classe política, acabou perdendo o PSB, um forte partido/aliado, e isso pode ser determinante para uma reviravolta na eleição, afinal além de reforçar a pré-candidatura de Wellington, ficará evidenciado que Eliziane está totalmente comprometida com o PSDB, o mesmo partido que comandou a última gestão desastrosa em São Luís, ou seja, seria a volta de João Castelo e sua turma, mesmo que indiretamente.

PP e PSB geram disputas pelas presidências no Maranhão

por Jorge Aragão

PPDois partidos no Maranhão – PP e PSB – vão protagonizando disputas públicas pelas respectivas presidências das legendas no Estado e em ambos os casos as disputas estão ligadas com o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT).

No PP, shop a crise foi iniciada após Waldir Maranhão, tadalafil então presidente do partido, ter votado contra a orientação do seu partido no impeachment de Dilma. A Direção Nacional destituiu Waldir e nomeou o deputado federal André Fufuca como novo presidente.

Waldir, insatisfeito com a decisão, ingressou na Justiça para voltar a presidência da legenda, mas dificilmente logrará êxito. Já André Fufuca, em contato com o Blog, preferiu não se pronunciar sobre a decisão de Waldir, mas disse que lutará pelo diálogo e união de todos os membros do PP.

PSBNo PSB, o senador Roberto Rocha quer ser o novo presidente da legenda no Maranhão. Pelo seu voto no plenário do Senado Federal, Rocha está mais fortalecido e negocia o comando do partido no Maranhão.

Já o atual presidente, o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, preferiu não polemizar e fez questão de dizer que o melhor caminho será sempre o diálogo. Clique aqui e leia a manifestação de Leitoa nas redes sociais.

Faltando menos de seis meses para as eleições municipais, a disputa pela presidência do PP e PSB podem afetar no desempenho das legendas no pleito eleitoral.

É aguardar e conferir.

Em tempo: conforme estava dito no bojo da matéria, Waldir Maranhão acaba de ter o pedido de liminar indeferido, ou seja, a justiça também mantém André Fufuca como presidente do PP.