Mais uma pesquisa eleitoral de um instituto nacional no Maranhão

por Jorge Aragão

Para desespero do governador Flávio Dino e seus asseclas, o Blog do Jorge Aragão teve a confirmação que mais um instituto nacional deverá divulgar pesquisa eleitoral, com cenários para o ano que vem, até o dia 31 de dezembro.

Ao que tudo indica, o IBOPE deverá divulgar números sobre a corrida para o Governo do Maranhão e para o Senado. O instituto deve dar mais detalhes do levantamento nos próximos dias.

O certo é que, se confirmar a pesquisa no Maranhão, o IBOPE será o segundo instituto nacional a fazer um levantamento sobre as eleições de 2018 no Estado.

O primeiro instituto nacional que apresentou levantamento no Maranhão foi o Vox Populi. A pesquisa, que ganhou forte repercussão no meio político, inclusive na imprensa fora do Estado, demonstrou um empate técnico entre Flávio Dino e Roseana Sarney.

A pesquisa do IBOPE deve ser um divisor de águas nos levantamentos. Uma vez que muitos não acreditam nos números estratosféricos divulgados por alguns institutos locais “contratados” pelos comunistas.

Resta saber se os comunistas e seus asseclas, caso os números do IBOPE não lhe agradem, terão a coragem de questionar mais um instituto nacional de pesquisa???

É aguardar e conferir.

Cômico: TV Difusora destrói pesquisa da própria TV Difusora

por Jorge Aragão

Este Blog já disse, por diversas vezes, que toda vez que o grupo do governador Flávio Dino se encontra acuado, ou diante de uma outra pesquisa e/ou quando precisa passar a impressão que irá se perpetuar no poder, a receita é sempre a mesma: divulga-se uma pesquisa eleitoral.

Nesta segunda-feira (16), não foi diferente. Diante das inúmeras críticas, inclusive nacionalmente, da “gaiola da tortura” de Barra do Corda, onde um comerciante morreu após ficar preso na referida jaula, lá veio outra pesquisa.

A primeira curiosidade é que a pesquisa foi feita pelo Instituto Data Ilha, que no mês passado se envolveu em uma polêmica sobre o seu endereço (reveja).

Só que o mais cômico foi o fato de que a pesquisa contratada pela TV Difusora, foi “desmentida” pela própria TV Difusora, no último sábado (14), no Programa Algo Mais, no quadro Conversa Franca, apresentada pelo jornalista Diego Emir.

A TV Difusora foi para as ruas da capital e não conseguiu encontrar a tal aprovação do Governo Flávio Dino, apontada nas pesquisas divulgadas pelos comunistas, inclusive na contratada pela mesma TV Difusora. Veja abaixo.

Contra fatos, realmente não existem argumentos.

A surrada estratégia dos comunistas maranhenses

por Jorge Aragão

Chega a ser risível a estratégia simplória e repetida dos comunistas maranhenses. Toda vez que se encontram acuados, ou diante de uma outra pesquisa e/ou quando precisam passar a impressão que irão se perpetuar no poder, a receita é sempre a mesma: divulga-se uma pesquisa eleitoral.

Nesta quarta-feira (04), não foi diferente. Foi divulgada uma pesquisa com números que espantam e que talvez nem mesmo os mais comunistas dos comunistas acreditem.

Segundo o levantamento, Flávio Dino, mesmo com todo esse desgaste facilmente comprovado, teria 60% das intenções de voto e estaria à frente 32 pontos do segundo colocado, no caso a ex-governadora Roseana Sarney.

O que o leitor pode estar se perguntando é: o motivo dessa pesquisa? Na realidade não é apenas um, mais dois os motivos que levaram os comunistas a divulgar mais essa pesquisa, e num dia atípico.

O primeiro deles é a eleição do Tribunal de Justiça. É nítido o interesse do Governo Flávio Dino na eleição do órgão do Poder Judiciário, tanto que incentivou a quebra da tradição e iniciou uma disputa inconsequente e sem previsão de terminar.

Desde que resolveram mesmo insuflar alguns desembargadores a romper com a tradição do Tribunal de Justiça, transformando a eleição numa disputa desenfreada, os comunistas imaginaram que o resultado estaria definido, mas diante do atual cenário de indefinição no TJ, o jeito foi utilizar uma surrada estratégia: a cansada pesquisa eleitoral.

Na tola  estratégia comunista, os números da pesquisa poderiam influenciar a decisão dos desembargadores indecisos, passando a impressão que a eleição de 2018 são “favas contadas“. Ou seja, querem passar a imagem de perpetuação no poder e tranquilidade para quem entrar nessa “barca furada” de romper com a tradição na eleição do Tribunal de Justiça. A estratégia chega a ser uma afronta a inteligência dos desembargadores.

Além disso, nesta quarta-feira, mas no período da tarde, teremos a filiação do senador Roberto Rocha ao PSDB. Rocha é pré-candidato ao Governo do Maranhão e virou inimigo dos comunistas, depois que “ousou” disputar as eleições de 2018. Novamente a intenção, com a pesquisa eleitoral, é passar a impressão que a reeleição de Flávio Dino é inabalável.

Se já não bastasse o modus operandi conhecido, é fácil demonstrar que a situação não é tão tranquila como querem aparentar os comunistas.

A maioria das pesquisas eleitorais são divulgadas nos jornais nos fins de semana, justamente onde a tiragem é maior. No entanto, como os comunistas não poderiam esperar até o domingo, já que os objetivos são “atingir” os eventos desta quarta-feira, a pesquisa foi divulgada mesmo hoje.

Por fim, se existisse essa tranquilidade toda, o Governo Flávio Dino não estaria preocupado em aumentar as verbas para a Comunicação em 2018, ano eleitoral. No Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2018 encaminhado à Assembleia Legislativa, consta um novo aumento do orçamento destinado à Comunicação, que receberá quase R$ 62 milhões, ou seja, R$ 3 milhões a mais que 2017.

É claro que cada um tem o livre arbítrio de acreditar no que quiser, inclusive em Papai Noel, mas contra fatos, não existem argumentos.

Lula segue liderando e Jair Bolsonaro crescendo

por Jorge Aragão

Nesta terça-feira (19), mais uma pesquisa para a presidência da República foi divulgada, desta vez o instituto CNT/MDA. De acordo com todos levantamentos feitos, inclusive para o Segundo Turno, Lula (PT) aparece liderando.

Além da constatação de que Lula segue imbatível, também é inegável que o deputado federal Jair Bolsonaro, que deve se filiar ao PATRIOTA (antigo PEN), continua crescendo e é o que mais se aproxima do petista.

No cenário espontâneo, onde não é apresentada a lista com os nomes dos pré-candidatos, Lula aparece com 20,2% das intenções de voto. Bolsonaro aparece em segundo lugar com 10,9%, na pesquisa anterior em fevereiro tinha 6,5%. Na sequência foram citados: João Doria (PSDB) com 2,4%, Marina Silva (REDE) com 1,5%, Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) aparecem com 1,2%. Os demais não alcançaram 1%.

No cenário estimulado 1 (Aécio), onde é apresentado ao eleitor os nomes dos pré-candidatos, Lula aparece folgado na liderança com 32,4%. Jair Bolsonaro é o segundo com 19,8%, seguido de Marina Silva 12,1%, Ciro Gomes 5,3% e Aécio Neves (PSDB) com 3,2%.

No cenário estimulado 2 (Alckmin), Lula aparece folgado na liderança com 32%. Jair Bolsonaro é o segundo com 19,4%, seguido de Marina Silva 11,4%, Geraldo Alckmin 8,7% e Ciro Gomes 4,6%.

No cenário estimulado 3 (Doria), Lula aparece folgado na liderança com 32,7%. Jair Bolsonaro é o segundo com 18,4%, seguido de Marina Silva 12%, João Doria 9,4% e Ciro Gomes 5,2%.

Segundo Turno – A pesquisa também fez simulações sobre um eventual Segundo Turno para as eleições de 2018. Lula venceria em todos os cenários, a menor diferença de vantagem foi justamente num confronto contra Jair Bolsonaro.

Se a disputa fosse entre o petista e Bolsonaro, Lula venceria por 40,5% contra 28,5%.

Agora é bem verdade que ainda falta um ano para o pleito eleitoral e muita coisa ainda pode acontecer, tanto na esfera política quanto policial. Sendo assim, é melhor aguardar e conferir.

A tola, manjada e equivocada estratégia dos comunistas

por Jorge Aragão

É manjada a estratégia de toda vez que aparece em desvantagem numa pesquisa, a turma de Flávio Dino “tira da cartola” um outro levantamento para contrapor ao primeiro. Entretanto, desta vez parece que os comunistas acabaram exagerando.

No último sábado (16), a Rádio Difusora AM divulgou números da pesquisa Escutec, onde a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) aparece à frente de Flávio Dino (PCdoB). A divulgação dos números e a repercussão da pesquisa, foi o suficiente para que os comunistas, mais uma vez, tirassem da cartola um outro levantamento.

Menos de 24 horas depois, os comunistas apresentavam um levantamento do Instituto Data Ilha, onde Flávio Dino teria uma ampla vantagem sobre todos os demais pré-candidatos, inclusive Roseana Sarney.

Só que alguns fatores sobre o tal levantamento acabaram saltando aos olhos. O primeiro é que a maioria dos blogs ligados ao Palácio dos Leões não teve a coragem de divulgar a pesquisa, ou seja, nem mesmo os aliados mais próximos acreditam nos números divulgados por alguns.

Depois, e mais grave, foi a revelação do jornalista Glaucio Ericeira, de que o instituto Data Ilha, que apontou a larga vitória de Flávio Dino, tem endereço fantasma (veja aqui). A empresa, no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, está registrada com o nome JM De Novaes – ME, tendo como nome de fantasia Data Ilha, e foi aberta no dia 19 de julho de 2016.

A Data Ilha possui como sede um apartamento de número 1002, localizado na Rua das Jacanas, na Ponta do Farol, em São Luís. Só que não existe nenhum prédio no tal endereço, apenas um imóvel residencial.

A estratégia sempre tola e manjada, agora foi equivocada e ridicularizou o levantamento dos comunistas, que nem parecem ter a certeza de vitória em 2018, como vivem arrotando, afinal se tivessem essa convicção, qual seria o motivo de tanto desespero???

Será que a leitura da pesquisa Escutec, feita pela deputada estadual Andrea Murad, onde mais de 60% não votam em Flávio Dino e votam na Oposição, acabou assuntando ainda mais os comunistas???

Uma coisa é certa, esse último levantamento divulgado pelos comunistas foi um verdadeiro tiro no pé.

Pesquisa Difusora consolida liderança de Sarney Filho para o Senado

por Jorge Aragão

Além da pesquisa para o Governo do Maranhão, a Rádio Difusora AM também quis saber do eleitor maranhense a sua intenção de voto para o Senado Federal. Na pesquisa Escutec, o deputado federal e ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), segue liderando.

De acordo com o cenário estimulado, onde são apresentados os nomes dos pré-candidatos ao eleitor, a primeira opção de voto do eleitorado maranhense para a vaga de senador é Sarney Filho com 15%, seguido por: Edison Lobão (PMDB) 13%; José Reinaldo (PSB) 10,8%; Waldir Maranhão (PP) 9,7%; Weverton Rocha (PDT) 8,9%. Nenhum deles representam 22,9% e não sabem ou não responderam 19,8%.

A Escutec também perguntou quem seria a segunda opção de voto do eleitor, já que nas eleições de 2018 serão eleitos dois senadores. Na segunda opção de voto o preferido também foi Sarney Filho, com 12,9%, seguido por José Reinaldo com 10%; Edison Lobão 8,4%; Weverton Rocha 5,6% e Waldir Maranhão 5%. Nenhum deles representam 22,9% e não sabem ou não responderam 19,8%.

Ou seja, pelo levantamento feito, neste momento, Sarney Filho conseguiria se eleger senador, já a segunda vaga seria disputada entre Edison Lobão e José Reinaldo.

Presidente – A Escutec também fez um levantamento para a disputa para a presidência da República. Na pesquisa espontânea, sem a lista para os eleitores, Lula lidera com 37,7%, seguido por Jair Bolsonaro 6,8%, Marina Silva 4,3% e Michel Temer 1,6%. Os demais citados não alcançaram 1%. Ninguém 1,7% e não sabem ou não respondem 46,4%.

Já no cenário estimulado, Lula dispara com 63% contra 12,9% de Jair Bolsonaro. Marina Silva tem 8,3%; Michel Temer 2,3%; Geraldo Alckmin e João Dória tem o mesmo percentual 1,9%. Nenhum deles 5% e não sabem ou não responderam 4,9%.

A pesquisa Rádio Difusora AM/Escutec ouviu 2020 eleitores entre os dias 5 e 9 de setembro de 2017 em 60 municípios maranhenses.

Roseana lidera pesquisa Difusora para o Governo do Maranhão

por Jorge Aragão

Neste sábado (16), a Rádio Difusora AM divulgou mais uma pesquisa para o Governo do Maranhão. O levantamento feito pela Escutec apontou liderança, em todos os cenários possíveis, da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

Na pesquisa espontânea, onde não é apresentado a lista de candidatos ao eleitor, Roseana aparece em primeiro com 14,9% contra 13,3% do atual governador Flávio Dino (PCdoB). Depois aparecem Roberto Rocha (PSB) com 3,2%, João Alberto (PMDB) com 2,3% e Eduardo Braide (PMN) com 1,9%. Os demais citados não atingiram 1%, ainda teve 1,4% afirmando não votar em ninguém e 59,8 dizendo não saber em quem votar ou não respondendo.

Já na pesquisa estimulada, quando se apresenta a lista de candidatos ao eleitor, Roseana Sarney aparece com 36,9% contra 33% de Flávio Dino. Roberto Rocha tem 9,1% e Maura Jorge 5%. Nenhum deles 4,4% e não sabem ou não responderam 11,7%.

 

A Escutec também fez um levantamento retirando o nome de Roseana, já que até o momento a ex-governadora não confirmou que é candidata. Nesse cenário, Flávio Dino venceria com 36% contra 20,1% de Roberto Rocha. Maura Jorge aparece com apenas 8,1%. Nenhum deles 18% e não sabem ou não responderam 17%.

2º Turno – A pesquisa da Difusora também fez uma simulação de um eventual 2º Turno entre Roseana Sarney e Flávio Dino. No levantamento a vitória também é de Roseana. A peemedebista venceria o confronto por 39,4% contra 36% do comunista. Nenhum deles representa 11% e não sabem ou não responderam somam 13,6%.

A pesquisa Rádio Difusora AM/Escutec ouviu 2020 eleitores entre os dias 5 e 9 de setembro de 2017 em 60 municípios maranhenses.

Segundo Turno: Edivaldo vence todos e Eliziane perde para todos

por Jorge Aragão

VILAEMBRATEL2

Além de apontar a liderança isolada com quase 15%, order a pesquisa PREVER, look divulgada nesta terça-feira (30), também fez um levantamento sobre os eventuais cenários para a disputa do Segundo Turno.

De acordo com a pesquisa, Edivaldo Júnior (PDT) venceria todos os cenários apresentados para o Segundo Turno. Na contramão, Eliziane Gama (PPS) perderia todos os cenários levantados pela pesquisa PREVER.

Numa disputa de Segundo Turno entre o pedetista e Eliziane, a vitória seria de Edivaldo por 36,7% X 31,5%, tendo 27,3% afirmado não votar em nenhum dos dois e 4,5% dizem não saber em quem votar.

Se a disputa do Segundo Turno fosse entre Edivaldo e o candidato Wellington do Curso (PP), a vitória também seria de Edivaldo. O pedetista venceria por 37,2% X 34%, com 4,4% de indecisos e 24,4% dizendo não votar em nenhum dos dois.

Na disputa de Segundo Turno entre Wellington e Eliziane, um cenário quase impossível de acontecer, a vitória seria de Wellington por 36,3% contra 29,8%, existindo 4,9% de indecisos e 29% afirmando não votar em nenhum deles.

A pesquisa PREVER foi contratada pelo Blog do Luis Cardoso e registrada no dia 24 de agosto, sob o protocolo MA-02350/2016. O levantamento ouviu 1.000 eleitores no período de 26 a 28 de agosto e tem margem de erro é de 3,1%.

Prever também aponta liderança folgada de Edivaldo

por Jorge Aragão

edivaldo

Nesta terça-feira (30) foi divulgada mais uma pesquisa eleitoral para a disputa pela Prefeitura de São Luís. O instituto PREVER confirmou a liderança folgada de Edivaldo e apontou literalmente um empate na segunda colocação entre Eliziane e Wellington.

A pesquisa foi contratada pelo Blog do Luis Cardoso e registrada no dia 24 de agosto, view sob o protocolo MA-02350/2016. O levantamento ouviu 1.000 eleitores no período de 26 a 28 de agosto e tem margem de erro é de 3,1%.

De acordo com o levantamento, assim como na pesquisa Data M, Edivaldo já ultrapassou a casa dos 30%. O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) aparece com 31,2% das intenções de voto, seguido pela candidata Eliziane Gama (PPS) com 17,1% e depois pelo candidato Wellington do Curso (PP) com 17%.

Os demais candidatos não atingiram os dois dígitos e pontuaram da seguinte forma: Eduardo Braide (PMN) com 5,2%, Rose Sales (PMB) com 4,6%, Fábio Câmara (PMDB) com 3%, Cláudia Durans (PSTU) 0,6%, Zé Luis Lago (PPL) 0,5% e Valdeny Barros (PSOL) com 0,3%. Brancos e nulos apontam 12,6% e não sabem ou não responderam chegam a 7,7%.

wellingtonnovaEspontânea – Na pesquisa espontânea, onde não são apresentados os nomes dos candidatos aos eleitores, assim como na pesquisa Impar, Wellington já aparece na segunda colocação, ultrapassando Eliziane.

Nesse levantamento, Edivaldo é o primeiro com 24%, seguido de Wellington com 11,57% e depois Eliziane com 10,6%. Foram 31,2% que não souberam responder e 14,7% que disseram não votar em ninguém.

E assim segue o cenário eleitoral na capital maranhense, Edivaldo cada vez mais líder e consolidado na liderança e Wellington cada vez mais próximo de Eliziane.

Vitória de Edivaldo no primeiro turno começa a virar realidade

por Jorge Aragão

É bem verdade que desde o início da campanha eleitoral alguns apoiadores mais otimistas do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) já levantavam o assunto, physician mas após a pesquisa Data M deste domingo, ampoule a vitória de Edivaldo no 1º Turno começa a virar sim uma realidade.

Se levarmos em conta apenas os votos válidos, sales ou seja, retirarmos os brancos e nulos, além da vantagem de Edivaldo ser ainda maior, ele se aproxima de uma vitória no 1º Turno.

Somente contabilizando os votos válidos, Edivaldo chegaria a 42,5% das intenções de voto, seguido de Eliziane Gama (PPS) com 25% e Wellington do Curso (PP) com 18,2%, os demais candidatos, mesmo assim, não chegariam a dois dígitos. Veja quadro abaixo.

pesquisa

2º Turno – Outro aspecto favorável a Edivaldo é a eventual realização do 2º Turno. Segundo levantamento do Data M, Edivaldo venceria qualquer um candidato. Num cenário contra Eliziane Gama, a vitória de Edivaldo seria de 43,9% X 31,3, sendo que 19,2% não votaria em nenhum e 5,6% não sabem ou não responderam.

Se a disputa fosse contra Wellington do Curso, Edivaldo venceria por 43% X 31,9%, sendo que 23,1% não votaria em nenhum e 2% não sabem ou não responderam. Se a disputa fosse entre Wellington e Eliziane, algo quase impossível de acontecer no atual cenário, Eliziane venceria por 31,9% X 30,6%. Tendo ainda 33,6% que não votaria em nenhum e 3,9% disseram não saber.

Rejeição – Edivaldo também pode comemorar mais uma queda de sua rejeição. O índice que chegou a beirar os 50%, já caiu quase pela metade e hoje a rejeição é de 27,7%. Eliziane Gama, segue no sentido oposto, e sua rejeição já alcança 18,3%. Wellington do Curso tem rejeição de apenas 3,5%.

A pesquisa Data M foi a primeira a fazer um levantamento depois do início da campanha eleitoral. Nos próximos dias teremos mais três pesquisas que serão divulgadas, inclusive um levantamento do IBOPE, contratado pela TV Mirante.

O levantamento, contratado pelo Sinduscom e TV Difusora, foi registrado no dia 22 de agosto, sob o protocolo MA-02635/2016. A pesquisa ouviu 1.000 eleitores entre os dias 25 e 27 de agosto. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é 3,1% para mais ou para menos.