Manuela D’Ávila: complicando a aliança PT/PCdoB no Maranhão

por Jorge Aragão

O PCdoB realizou neste fim de semana o seu 14º Congresso Nacional e oficializou a pré-candidatura à Presidência da República da comunista Manuela D’Ávila. O encontro inclusive contou com a presença do governador do Maranhão, Flávio Dino.

É tolice não imaginar que essa candidatura não interferirá na sonhada aliança, por Flávio Dino, entre os comunistas e o Partido dos Trabalhadores. Dino quer Lula no seu palanque, afinal deseja tirar proveito do potencial eleitoral do petista, mas pelo visto terá que se contentar mesmo com Manuela D’Ávila.

A pré-candidata do PCdoB deixou claro, no Congresso Nacional, que quer mesmo disputar a Presidência da República e descartou qualquer possibilidade de ser vice de Lula nas eleições do próximo ano.

Ninguém se lança candidato para ser vice. Nós lançamos candidatura para eu ser candidata à Presidência da República. Apesar disso, defendemos a candidatura de Lula em 2018”, afirmou Manuela.

A pré-candidatura do PCdoB, para muitos, é a justificativa que Lula esperava para optar por uma neutralidade no Maranhão. Aliado e grato pelo apoio dado pelo ex-presidente José Sarney quando comandou o Brasil, reconhecimento feito em setembro antes da Caravana do PT visitar São Luís, Lula não deverá subir nem no palanque de Flávio Dino e nem de Roseana Sarney.

Não ter Lula no seu palanque é inegavelmente um fator ruim para a candidatura do comunista e pode piorar se o PT partir para uma candidatura própria ao Governo do Maranhão.

É aguardar e conferir.

Flávio Dino deseja boa sorte a Manu e pode perder o PT

por Jorge Aragão

Definitivamente a situação política atual do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), não é nada cômoda, principalmente depois que seu partido confirmou a pré-candidatura à Presidência da República nas eleições do ano que vem.

A pré-candidatura de Manuela D’Ávila pode impedir a aliança do PCdoB com o PT no Maranhão e fazer ruir o plano do comunista de tirar proveito da grande popularidade de Lula em terras maranhenses.

A coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo (veja aqui), destacou nesta quarta-feira que o PT, caso o PCdoB insista na candidatura própria à Presidência da República, os petistas não irão apoiar Dino e lembram que Roseana Sarney confirmou que é candidata. Veja abaixo.

Caso a candidatura de Manuela vá para a frente, o PT já avisou que vai retirar o apoio a Dino, o que pode inviabilizar seu projeto de reeleição. Roseana Sarney anunciou, na sexta (3), que será candidata ao governo do Estado contra ele”. Diz a nota da coluna da jornalista Mônica Bergamo.

Já Flávio Dino, que até então adotava um silêncio sepulcral sobre o assunto. Resolveu se manifestar, e o fez desejando boa sorte a colega comunista Manuela D’Ávila.

É aguardar e conferir, pois teremos muitas novidades pelos próximos meses.