Juscelino Filho confirma filiação de Felipe Camarão no DEM

por Jorge Aragão

O deputado federal e presidente do DEM no Maranhão, Juscelino Filho, confirmou nesta sexta-feira (09) que o secretário de Educação no Governo Flávio Dino, Felipe Camarão, será mesmo o novo reforço de peso do partido.

Considerado o melhor gestor e o mais bem avaliado na administração atual do Governo do Maranhão, Felipe Camarão esteve nesta manhã, em companhia de Juscelino Filho, visitando a sede do DEM.

“Hoje pela manhã recebi na sede do DEM o amigo e secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, na oportunidade tratamos sobre ações da SEDUC em vários município maranhenses e também sobre a data de sua filiação ao DEM que iremos fazer na última semana desse mês de fevereiro”, afirmou Juscelino ao Blog do Jorge Aragão.

Lembrando que Felipe Camarão, pelo bom trabalho como gestor em todas as pastas que passou, tem seu nome cotado para ser o candidato a vice-governador na chapa de Flávio Dino.

A filiação de Felipe Camarão deverá ser no fim de fevereiro e em Brasília, na sede nacional do DEM. A ideia do partido é fazer um grande evento de filiação de alguns nomes para as eleições de 2018, inclusive lançando o nome do presidente da Câmara federal, Rodrigo Maia, como candidato a Presidência da República.

José Reinaldo – O deputado federal e pré-candidato ao Senado, José Reinaldo Tavares, também é aguardado para o evento. O ex-governador deve se filiar ao DEM e brigar por uma vaga como candidato ao Senado na chapa de Flávio Dino.

Entretanto, como o comunista parece visivelmente refutar a ideia de ter José Reinaldo em sua chapa, o ex-governador, que já assegurou que desta vez não abrirá mão de sua candidatura ao Senado, só irá se filiar no DEM se tiver a garantia da sua candidatura ao Senado.

É aguardar e conferir.

Eliziane Gama segue “colada” em Flávio Dino

por Jorge Aragão

A deputada federal e pré-candidata ao Senado, Eliziane Gama (PPS), segue colada e “marcando em cima” o governador Flávio Dino (PCdoB). Eliziane passou a ser figura cativa nos eventos em que o comunista participa.

No fim da semana passada, Eliziane foi a Região Tocantina acompanhar o governador num evento na cidade de Imperatriz. A parlamentar fez questão de registrar nas redes sociais e, para completar, parabenizar o comunista.

Já no início desta semana, Eliziane abdicou de participar da abertura dos trabalhos na Câmara Federal, onde efetivamente é parlamentar, para acompanhar o governador na abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa.

O grude é tamanho que Eliziane Gama sequer se importou de ficar ao lado do seu, até “ontem”, desafeto e adversário político, o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior.

Enquanto Eliziane segue colada em Flávio Dino, o também deputado federal e pré-candidato ao Senado, José Reinaldo Tavares, optou por não forçar uma barra e aguardar apenas que o comunista “cumpra o combinado”, não só com ele, mas com o seu futuro partido, o DEM.

Só que, até por gostar de ser bajulado, os sinais de que Flávio Dino vai mesmo escolher Eliziane como o segundo nome na sua chapa para o Senado, são cada vez mais claros.

É aguardar e conferir.

Eliziane cada vez mais perto de Flávio Dino, já José Reinaldo…

por Jorge Aragão

Ao que parece é apenas questão de tempo, pouco por sinal, para que o governador Flávio Dino (PCdoB) anuncie o nome da deputada federal Eliziane Gama (PPS), como sua segunda candidata ao Senado em sua chapa.

Eliziane Gama está cada vez mais próxima do governador, inclusive fazendo questão de marcar presença em eventos realizados pela gestão comunista. A nova postura da deputada, buscando ser a escolhida de Flávio Dino, também lhe fez mudar de ideia sobre o Governo Edivaldo.

Depois de duas derrotas seguidas nas urnas, sem sequer conseguir chegar ao 2º Turno nas disputas pela Prefeitura de São Luís, Eliziane deixou as críticas de lado e agora até evento em conjunto com a gestão Edivaldo já está programado.

É óbvio que a mudança de atitude e postura tem um objetivo claro, que é ser a escolhida para compor a chapa com Flávio Dino como candidata ao Senado.

Já o também deputado federal José Reinaldo, considerado um dos favoritos para a disputa pelo Senado, esse segue cada vez mais desapontado e distante do comunista. O ex-governador, que já abriu mão em outras oportunidades de uma candidatura ao Senado, esperava ter o aval e a retribuição do seu gesto em 2006, quando foi decisivo para eleger Flávio Dino deputado federal.

Entretanto, os sinais são claros de que Flávio Dino vai de Eliziane Gama e com o deputado federal Weverton Rocha (PDT), único oficialmente escolhido, como os dois candidatos ao Senado. Com isso, José Reinaldo, que reafirma candidatura ao Senado de qualquer forma, vai ficando mais próximo de um plano B, que por hora, atende pelo nome de Eduardo Braide (PMN).

Já o deputado federal Waldir Maranhão (AVANTE) e o ex-secretário de Esporte, Márcio Jardim (PT), esses seguem sem espaço e com chances zero de serem lembrado pelo comunista.

Sendo assim, para o fechamento da chapa de Flávio Dino falta apenas a indicação do candidato a vice-governador, mas esse é um outro assunto, e que merecerá uma nova postagem.

Eleições: o problema segue aumentando para Flávio Dino

por Jorge Aragão

Definitivamente o governador Flávio Dino (PCdoB), dia após dia, vai vendo o seu problema na composição da sua chapa para as eleições deste ano aumentar assustadoramente.

O comunista já definiu que o deputado federal Weverton Rocha (PDT) será um dos seus candidatos ao Senado Federal e deu a entender que o vice-governador, Carlos Brandão (PRB), deve novamente ser o seu vice.

Sendo assim, sobraria apenas uma única vaga na chapa de Dino, que seria o segundo nome para o Senado. Apesar do comunista considerar que apenas três nomes brigam pela vaga – José Reinaldo (DEM), Eliziane Gama (PPS) e Waldir Maranhão (Avante) – o PT tem deixado claro que também deseja espaço na chapa.

Recentemente o ex-governador José Reinaldo demonstrou sua insatisfação com a situação e com a postura de Flávio Dino. O comunista negou, em entrevista, que tenha assegurado a segunda vaga ao Senado ao DEM, o ex-governador debochou da negativa de Dino (reveja).

Já o PT, por incrível que pareça, tem aumentado o tom com relação a disputa eleitoral. O próprio presidente do partido no Maranhão tem assegurado que o único compromisso do PT é com Márcio Jardim, que também deseja ser candidato ao Senado. O problema é que, conforme o blog já demonstrou, Flávio Dino vai desdenhando dessa iniciativa (reveja).

A deputada federal Eliziane Gama (PPS), por sua vez, iniciou uma série de congressos municipais pelo interior maranhense. A parlamentar quer visitar 40 cidades e deixar claro para todo o Maranhão que é pré-candidata ao Senado. “Estamos caminhando pelo Maranhão e realizando os congressos municipais, com a confirmação da nossa pré-candidatura ao Senado”, destacou Eliziane Gama, deixando claro que é irreversível seu posicionamento.

O deputado Waldir Maranhão, talvez o menos cotado, parece mais consciente de que será quase que impossível ser o segundo nome para o Senado. Entretanto, nos bastidores o deputado federal garante que tem uma promessa e um convite do governador Flávio Dino para compor a chapa majoritária. Só que deve se contentar com uma boa ajuda para sua tentativa de reeleição.

Uma coisa é certa, quanto mais o tempo passar, quanto mais demorar a se posicionar, mais o problema vai aumentar para o comunista.

José Reinaldo garante aos Macedo 1ª suplência do Senado

por Jorge Aragão

Durante almoço realizado nesta segunda-feira (11), em Teresina, o ex-governador e deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB/DEM), convidou a família Macedo para compor seu projeto político para 2018.

O convite é que um dos membros da família Macedo assuma a primeira suplência de sua pré-candidatura ao Senado. No importante encontro político estiveram presentes, Dedé Macedo, Hernando Macedo e o deputado estadual, Fábio Macedo (PDT). Além disso, também contou com a presença do ex-prefeito de Timon Chico Leitoa, o deputado estadual, Rafael Leitoa.

O deputado Fábio Macedo, falou da importância de José Reinaldo no cenário maranhense e da honra do receber o convite do ex-governador. “É gratificante receber tamanha honraria do ex-governador para participar de seu projeto político em 2018, a família Macedo se sente muito orgulhosa em poder somar com este homem que tanto fez pelo Maranhão”, disse o parlamentar pedetista.

Além do convite a primeira suplência, José Reinaldo faz um justo reconhecimento da importância política dos Macedo no Maranhão, que desde 2010 tem se colocado à disposição do grupo político do governador Flávio Dino, participando ativamente da campanha vitoriosa de 2014.

José Reinaldo rejeita comandar o PSB no Maranhão e vai para o DEM

por Jorge Aragão

O deputado federal José Reinaldo Tavares vai mesmo deixar o PSB e o caminho, como já antecipado pelo Blog, será o DEM, por onde o ex-governador pretende disputar uma vaga para o Senado.

Nesta sexta-feira (01), a Coluna Expresso, da Revista Época, não só confirmou a saída de José Reinaldo do PSB, mas também assegurou que o ex-governador teve oferecido pelo presidente Nacional da legenda, o comando do partido no Maranhão. Entretanto, nem isso foi o suficiente para convence-lo de permanecer.

A coluna ainda cravou que José Reinaldo teve a autorização do PSB para uma saída amigável, mas que essa facilidade não será a mesma que outros parlamentares irão encontrar caso queiram deixar a legenda, após os novos rumos do partido. Veja abaixo trecho da reportagem.

José Reinaldo vai para o DEM, que no Maranhão é comandado pelo deputado federal Juscelino Filho, árduo defensor da candidatura do ex-governador ao Senado, assim como do também deputado federal Weverton Rocha (PDT).

Inclusive, o que se comenta nos bastidores, é que essa seria uma das condições para um apoio do DEM a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB), a escolha de José Reinaldo para ser um dos candidatos ao Senado na chapa comunista, ou seja, o DEM asseguraria espaço na disputa majoritária no Maranhão.

É aguardar e conferir.

As observações de Joaquim Haickel sobre a situação de Zé Reinaldo

por Jorge Aragão

O ex-deputado e analista político, Joaquim Haickel, utilizando as redes sociais, fez algumas observações pertinentes sobre a situação do deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), que tem trabalhado para ser candidato ao Senado, com o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB).

Apesar de ter sido fundamental na primeira eleição de Dino, ainda em 2006, quando o comunista virou deputado federal, Zé Reinaldo segue com dificuldades para viabilizar seu nome na chapa do governador.

Com o nome do também deputado federal Weverton Rocha (PDT), sendo praticamente favas contadas na chapa ao Senado, resta apenas uma vaga, que está sendo disputada por Zé Reinaldo, mais dois deputados federais – Waldir Maranhão (Avante) e Eliziane Gama (PPS), isso sem falar no PT, que quer espaço na chapa majoritária do comunista.

Joaquim Haickel questiona inicialmente com quem Zé Reinaldo tem mais identificação, se com José Sarney ou Flávio Dino??? Depois pergunta quem tem uma dívida maior com Zé Reinaldo, José Sarney ou Flávio Dino???

Na sequência, Haickel além de assegurar que um dos grandes erros de José Sarney foi permitir a saída de Zé Reinaldo do seu grupo político, afirma que o ex-governador é destemido e que sabe fazer o jogo político.

Por fim, Haickel deixa um recado que pode servir para muita gente na política. A falta de fidelidade a aliados verdadeiros pode ser crucial e decisiva num embate eleitoral.

Agora é oficial: José Reinaldo está fora da Lava Jato

por Jorge Aragão

Definitivamente o deputado federal, José Reinaldo Tavares (PSB), está fora da Lava Jato. O Supremo Tribunal Federal arquivou o inquérito aberto contra ex-governador do Maranhão.

A decisão foi do ministro Roberto Barroso, que apenas atendeu ao pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que manifestou-se pelo arquivamento do inquérito aberto no âmbito da Operação Lava Jato.

Sendo assim, José Reinaldo Tavares foi mais um político maranhense que inicialmente teve seu nome arrolado em delações, sofreu desgaste político, para só depois ter seu inquérito arquivado.

Com o arquivamento, José Reinaldo terá agora mais tranquilidade para viabilizar sua candidatura ao Senado Federal, muito provavelmente na chapa encabeçada pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

José Reinaldo também deverá ficar fora da Lava Jato

por Jorge Aragão

Depois de Sarney, Roseana, Flávio Dino e Waldir Maranhão, foi a vez de mais um político maranhense comemorar uma nova decisão no desdobramento da Operação Lava Jato.

O deputado federal José Reinaldo comemorou a decisão do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que manifestou-se pelo arquivamento de um inquérito aberto contra o ex-governador no âmbito da Operação Lava Jato.

“Considerando que as penas máximas cominadas aos delitos sob investigação variam de 6 (seis) a 12 (doze) anos, normalmente prescreveriam em 12 (doze) ou 16 (dezesseis) anos, respectivamente, nos termos do art. 109, incisos II e III, do Código Penal. Com a diminuição decorrente da idade do Deputado Federal José Reinaldo Carneiro Tavares, tais lapsos cronológicos caem para 6 (seis) e 8 (oito) anos. Como os fatos em apuração remontam aos anos de 2006 e 2007, é forçoso reconhecer a prescrição da pretensão da punitiva do Estado em relação a José Reinaldo Carneiro Tavares”, despachou Janot.

O deputado federal José Reinaldo foi denunciado por executivos da Odebrecht como suposto destinatário de propina paga em 2006, quando ele era então governador do Maranhão. O dinheiro teria sido repassado ao então procurador-geral do Estado, Ulisses César Martins de Sousa – em contas no exterior -, para a liberação de valores que a empreiteira tinha direito de receber do Governo do Maranhão.

Já sobre o advogado Ulisses Martins de Sousa o caso sairá do STF, pela ausência de foro privilegiado, mas seguirá sendo analisado normalmente.

O parecer de Rodrigo Janot foi encaminhado ao ministro Roberto Barroso, que ainda não decidiu sobre o caso.

Juscelino Filho assegura “portas abertas” do DEM para José Reinaldo

por Jorge Aragão

O deputado federal e presidente do DEM no Maranhão, Juscelino Filho, contestou a Nota “Portas fechadas” do Estado Maior, do Jornal O Estado do Maranhão, que tratava sobre a possível ida do deputado federal José Reinaldo para o DEM.

Juscelino Filho, através das redes sociais, assegura que o DEM no Maranhão terá autonomia para decidir o caminho do partido no Estado nas próximas eleições e que estará ao lado de José Reinaldo nesta semana para dialogar com o presidente Nacional do DEM, José Agripino. Veja abaixo.