Restabelecendo a verdade dos fatos

por Jorge Aragão

De O Estado – O governador Flávio Dino (PCdoB) e seus principais aliados na imprensa escamoteiam Informações e disseminam nas redes para dar a falsa impressão de que um levantamento do G1, divulgado nesta semana, teria atestado o cumprimento de 92% das promessas de campanha feitas em 2014.

De acordo com o levantamento do portal de notícias nacional, de 37 itens avaliados, o governo já cumpriu totalmente 22 propostas. Outras 12 foram apenas em parte cumpridas e três não foram cumpridas.

“Site de notícias G1 reforça a prestação de contas diária que faço aqui. Com o trabalho disciplinado da nossa equipe, já cumprimos 92% do nosso programa de governo, melhor percentual nacional. E temos muito mais a fazer no futuro, com um novo programa”, apressou-se em comemorar, no Twitter e Facebook, o governador.

O que ele não disse, contudo, é que seu programa de governo, registrado em cartório e entregue ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, no dia 3 de julho de 2014, contém 65 propostas, não apenas 37.

O número exato foi informado pela própria mídia comunista naquela ocasião, com destaque para publicação no Portal Vermelho, site de notícias vinculado ao PCdoB.

“Programa de Governo, registrado […] no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pela Coligação Todos pelo Maranhão, tem 65 pontos bastante claros e objetivos. Eles fazem parte das Propostas para um Maranhão com Desenvolvimento e Justiça Social”, dizia a publicação do site.

Na mesma ocasião, o próprio Flávio Dino comentou a entrega do plano de governo. E também fez questão de pontuar o número de promessas registradas.

“Destaco a mobilização intensa da sociedade em torno das propostas que nós apresentamos. São 65 propostas capazes de impulsionar o novo ciclo de desenvolvimento e justiça social para todos os maranhenses”, disse o agora governador.

“Gaiolão” de Barra do Corda começa a ser demolido

por Jorge Aragão

Enfim, depois de muita pressão e até a morte de uma pessoa, o Governo Flávio Dino começou a demolir o “Gaiolão” da cidade de Barra do Corda.

A informação foi confirmada pelo G1 Maranhão que, em contato com o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, teve inclusive acesso a um vídeo confirmando o início da demolição.

Segundo o secretário Jefferson Portela a decisão de demolir o “Gaiolão” é da própria Secretaria de Segurança Pública do Maranhão. Ele disse que todos os presos estão recolhidos na carceragem da delegacia.

Jefferson Portela também adiantou que existem outros “gaiolões” em delegacias no Maranhão, mas estas estão localizadas dentro das delegacias, diferentemente da situação constatada na delegacia de Barra do Corda.

Clique aqui para ver o vídeo no G1 do início da demolição do “Gaiolão”.

Os políticos do Maranhão nas delações da Odebrecht

por Jorge Aragão

O Portal G1 fez um levantamento interessante sobre todos os políticos citados nas delações de ex-diretores da Odebrecht. O “Raio X” das delações da Odebrecht é possível separar os políticos pelos partidos, Estados e até mesmo por delatores.

No Maranhão, de acordo com o levantamento feito, quatro políticos são citados. O governador Flávio Dino (PCdoB), o senador Edison Lobão (PMDB), o deputado federal José Reinaldo (PSB) e o ex-deputado federal, João Castelo (PSDB), recentemente falecido.

O levantamento aponta quem foi o delator de cada político, o motivo de aparecer na delação, vídeos sobre as delações e a justificativa de cada político citado.

Clique aqui para acompanhar o Raio X envolvendo todos os políticos citados nas delações da Odebrecht, incluindo os quatro políticos do Maranhão.

Justiça aceita denúncia contra ex-governadora Roseana e mais dez

por Jorge Aragão

roseanaficaA Justiça aceitou denúncia do Ministério Público do Maranhão contra a ex-governadora Roseana Sarney e outras dez pessoas por suposto esquema fraudulento de concessão de isenções fiscais pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) a empresas, order que causou um prejuízo de R$ 410 milhões aos cofres públicos.

O despacho da juíza Cristiana de Sousa Ferraz Leire, patient da 8ª Vara Criminal da Comarca de São Luís, aponta que Roseana cometeu os crimes de peculato, prevaricação, fraude à administração fazendária e participação em organização criminosa.

Entre os denunciados estão ex-gestores, servidores públicos e outros envolvidos em práticas criminosas como o ex-secretário de Estado da Fazenda, Cláudio José Trinchão Santos; o ex-secretário de Estado da Fazenda e ex-secretário-adjunto da Administração Tributária, Akio Valente Wakiyama; o ex-diretor da Célula de Gestão da Ação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda, Raimundo José Rodrigues do Nascimento; o analista de sistemas Edimilson Santos Ahid Neto; o advogado Jorge Arturo Mendoza Reque Júnior; Euda Maria Lacerda; os ex-procuradores gerais do Estado, Marcos Alessandro Coutinho Passos Lobo e Helena Maria Cavalcanti Haickel; e o ex-procurador adjunto do Estado do Maranhão, Ricardo Gama Pestana.

Ao G1 Roseana Sarney informou que não houve qualquer ato que não tivesse o parecer da Procuradoria-Geral do Estado do Maranhão. “Tenho absoluta convicção de que todos os meus atos foram tomados dentro da mais absoluta legalidade. Não houve qualquer ato meu que não tivesse o parecer da Procuradoria-Geral do Estado do Maranhão, que deve ser o trâmite normal de um governador. Todos os atos foram dentro das muitas funções que cabem ao líder do Executivo, sem parcialidade ou intenções pessoais. Vejo o modo como se deu esta ação e sua divulgação com uma clara intenção política. Não imaginei que a ambição política no Maranhão chegasse a esse ponto, de atacar covardemente e denegrir adversários. Nunca tive essa postura em minha vida pública.”, afirmou.

Clique aqui e continue lendo

Gilmar Mendes critica duramente o vazamento de pedido de prisão

por Jorge Aragão

G1 – O ministro Gilmar Mendes, and do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou nesta terça-feira (7) o vazamento dos pedidos de prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do ex-presidente José Sarney, do senador Romero Jucá (PMDB-RR) e do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Para o ministro, o vazamento representa “abuso de autoridade”.

“Na verdade tem ocorrido. Vamos dizer claramente, e aconteceu inclusive em processo de minha relatoria, processos ocultos, que vêm como ocultos e que vocês [imprensa] já sabem, divulgam no Jornal Nacional, antes de chegar no meu gabinete. Isso tem ocorrido e precisa ter cuidado. Porque isso é abuso de autoridade claro”, disse Gilmar Mendes em conversa com jornalistas, ao ser questionado se era grave o pedido de prisão de Renan Calheiros, que também é presidente do Congresso.

O ministro fez referência aos processos ocultos, ações que tramitavam sob o mais alto grau de sigilo no tribunal, que não não apareciam sequer no sistema de consulta público.

“Então é preciso ter muito cuidado com isso. E os responsáveis têm que ser chamados às falas. Não se pode brincar com esse tipo de coisa. ‘Ah, é processo oculto’, pede-se sigilo, mas divulga-se para a imprensa que tem um processo aqui, um inquérito, Isso é algo grave. Não se pode cometer esse tipo de… Isso é uma brincadeira com o Supremo. É preciso repudiar isso de maneira muito clara”, afirmou Gilmar Mendes em seguida.

Questionado se a Procuradoria Geral da República (PGR) estaria por trás dos vazamentos, Gilmar Mendes respondeu: “Quem estiver fazendo isso está cometendo crime, certo?”.

Ao deixar sessão do Conselho Nacional do Ministério Público, nesta terça, o procurador-geral da Republica, Rodrigo Janot, disse apenas: “Não confirmo nada”.

Relator da Operação Lava Jato no STF e dos pedidos de prisão, o ministro Teori Zavascki não quis falar com a imprensa quando entrou para a sessão de julgamentos.

Waldir Maranhão pode se transformar na “Rainha da Inglaterra”

por Jorge Aragão

waldir1

Depois da conturbada sessão de terça-feira (17), buy cialis na Câmara Federal, onde o presidente interino da Casa, Waldir Maranhão, ouviu a todo momentos os gritos de “fora”, nesta quarta-feira (18), na reunião dos líderes partidários, Maranhão ouviu outra proposta.

Após pedirem, na semana passada, para que ele renunciasse ao cargo, os líderes partidários agora sugeriram para que ele abra mão de comandar as sessões de votação no Plenário da Casa.

A revolta dos parlamentares ainda é consequência da decisão de Waldir Maranhão de tentar anular a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff realizada na Câmara Federal.

Segundo o líder do PTB, Jovair Arantes (GO), foi sugerido a Maranhão que ele fique apenas coordenando as questões burocráticas da Câmara e que a condução das votações seja feita por outros parlamentares na linha sucessória da Mesa Diretora.

“Fizemos esse apelo ao Maranhão. Não é uma questão de pressão, é uma questão de bom senso da Casa, porque, se você tem um problema – isso é muito usado na história do bode em casa, quando tem um bode dentro de casa [e tira], resolve muitos problemas. Então, não pode ter uma questão incomodando o plenário. Ele sabe que, nesse momento, a presença dele no plenário não é conveniente”, disse Jovair Arantes.

(mais…)

O primeiro pronunciamento do novo presidente Michel Temer

por Jorge Aragão

temer

O presidente em exercício Michel Temer afirmou nesta quinta-feira (12), look em seu primeiro pronunciamento como substituto de Dilma Rousseff no comando do Palácio do Planalto, store que irá manter os programas sociais da gestão petista, order como Bolsa Família, Pronatec e Minha Casa, Minha Vida.

“Reafirmo, e faço em letras garrafais, vamos manter os programas sociais. O Bolsa Família, o Pronatec, o Fies, o Prouni, o Minha Casa, Minha Vida, entre outros, são projetos que deram certo e terão sua gestão aprimorada. Aliás, mais do que nunca, precisamos acabar com um hábito no Brasil em que, assumindo outrem o governo, você destrói o que foi feito. Ao contrário, você tem que prestigiar aquilo que deu certo, complementá-los, aprimorá-los”, discursou Temer.

Temer também afirmou que, além de melhorar o ambiente de negócios no país para o setor privado, para produzir e gerar emprego, é necessário restaurar as contas públicas.

Clique aqui e continue lendo mais detalhes do pronunciamento do novo presidente Michel Temer

Revolta em Igarapé do Meio

por Jorge Aragão

delegaciaDezenas de manifestantes destruíram, stomach no começo da tarde deste sábado (31), stomach a câmara de vereadores, pharmacy além de incendiarem a delegacia de Polícia Civil da cidade de Igarapé do Meio, região central do Maranhão – a 162 km da capital São Luís. Vários veículos foram destruídos.

Pela manhã, o grupo interditou as duas vias da BR-222 em vários pontos da estrada. Para isso queimaram galhos de árvores e pneus. Eles estariam contestando o cumprimento de uma ordem judicial para reintegração de posse de um terreno, realizada tarde da sexta-feira (30), segundo informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A ação de reintegração de posse acarretou na detenção de algumas pessoas, o que teria desencadeado os atos de vandalismo cometidos pela multidão enfurecida.

O 7º Batalhão da Polícia Militar foi acionado e conseguiu conter os revoltosos. Quatro pessoas acabaram sendo detidas em meio à confusão. Elas foram levadas para a delegacia de Santa Inês para serem autuadas em flagrante. Nenhuma teve o nome divulgado.

De acordo com o tenente Thiago Brito, a força policial permanecerá no local para evitar novos atos violentos. “Vamos nos manter o tempo necessário para estabelecer a ordem. As pessoas que foram presas serão conduzidas para a regional de Santa Inês onde serão realizados os devidos procedimentos”, afirmou o tenente.

O clima no momento é de tranquilidade, segundo a PM. O G1 enviou email para a Secretaria de Comunicação do governo do Maranhão que enviou nota sobre o caso. Clique aqui, continue lendo e veja a Nota da SSP.

Te cuida Waldir Maranhão…

por Jorge Aragão

waldir_maranhaoSe existe alguém que não deseja jamais a cassação do presidente da Câmara dos Deputados, buy Eduardo Cunha (PMDB), there por mais paradoxal que seja, order é justamente o vice-presidente da Câmara dos Deputados, o maranhense Waldir Maranhão (PP).

Enrolado toda via, Waldir Maranhão sabe que com a cassação de Cunha, ele entraria no meio do “olho do furacão”. Nesta sexta-feira (23), o G1 trouxe a informação que o maranhense se tornou alvo de processo por quebra de decoro parlamentar por suposta participação no esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato.

É bem verdade que, diferente do presidente Eduardo Cunha – que enfrenta ação semelhante – o pedido foi protocolado por um cidadão na Corregedoria da Câmara, no dia 14 de outubro.

Pelo regimento interno, qualquer pessoa pode entrar com o pedido contra um deputado, desde que fundamente a denúncia e cumpra os requisitos normais. No caso de Waldir, o argumento é de que ele foi citado pelo doleiro Alberto Youssef, em depoimento ao Ministério Público Federal, como um dos beneficiados por propinas dos contratos da Petrobras.

“De acordo com o afirmado ao MPF e à CPI da Petrobras, é óbvio que o requerido quebrou o decoro parlamentar, recebendo vantagens indevidas vindas da lavagem de dinheiro de Alberto Youssef, com recursos oriundos do superfaturamento da Refinaria Premium I, no Maranhão”, diz o requerimento.

Mais um problema para o já enrolado Waldir Maranhão.

Sejam bem-vindo: G1 e GE Maranhão

por Jorge Aragão

Sob o comando do competente jornalista Zeca Soares já está no ar o G1 Maranhão e o GE Maranhão. Os novos portais irão integrar o portal Globo, cheap o maior portal de notícias do país.


O G1 tem o desafio de se tornar o maior portal de notícias do Maranhão, store sempre com atualizações no momento em que o fato acontece. Além disso, shop o G1 também passará a disponibilizar as matérias da TV Mirante, que acaba de completar 25 anos. Já o GE promete acompanhamento diário para as principais notícias esportivas do nosso Estado.

O jornalista Zeca Soares, coordenador dos dois novos portais, é também coordenador da Rádio Mirante AM e durante um bom tempo coordenou o Portal Imirante.

O Blog deseja boa sorte a toda equipe, e torce para o sucesso dos dois novos projetos, que também significa o sucesso do Maranhão, afinal é uma outra maneira de divulgarmos o nosso Estado.

Como disse o próprio coordenador dos portais: “O Maranhão agora está no G1 e no Globoesporte”.