Dino feliz com a pesquisa

por Jorge Aragão

Pelo visto não é apenas a maioria da imprensa local que desconfia dos números apresentados pela pesquisa DataIlha, divulgada nesta quinta-feira (15). Alguns sites nacionais já começaram também a questionar os números divulgados.

No site O Antagonista, um dos principais do Brasil sobre política, a pesquisa foi levada como piada pelo senador maranhense Roberto Rocha (PSDB), que é pré-candidato ao Governo do Maranhão. Veja abaixo a postagem “Dino feliz com a pesquisa”.

Flávio Dino está animado com a primeira pesquisa do ano para o governo do Maranhão, que indicou a reeleição dele em primeiro turno.

Roberto Rocha, candidato pelo PSDB, disse que o comunista tem de sorrir mesmo. “Essa pesquisa é uma piada.”

A pesquisa foi encomendada pela TV que está sendo comprada por um jornalista ligado a Dino e ao candidato ao Senado pelo PDT, Weverton Rocha.

O instituto chama-se DataIlha. “É um instuto que eles criaram”, afirmou o tucano.

Lembrando que essa foi a primeira, e até o momento única, pesquisa divulgada sobre o cenário eleitoral de 2018 no Maranhão.

A bela sacada de Diego Galdino

por Jorge Aragão

Apesar do tolo e mentiroso chilique do governador Flávio Dino (PCdoB), é preciso reconhecer a bela sacada do secretário de Cultura e Turismo do Maranhão e equipe, que conseguiram revitalizar o Carnaval de rua de São Luís.

O ano de 2018 não só repetiu o sucesso de 2017, como ampliou a participação popular no circuito Joãosinho Trinta, englobando a Beira-Mar, Praia Grande e o Centro Histórico da capital maranhense.

Por conta da bela sacada de Diego Galdino, que este ano efetivamente comprovou que estava certo quando apostou no novo formato, o gestor teve reconhecido seu trabalho por muitos, inclusive pelo próprio governador.

Sendo assim, fica aqui o reconhecimento pela bela sacada do secretário Diego Galdino.

Chilique – Pena que o governador comunista não se resumiu a apenas parabenizar quem fez o Carnaval acontecer, pois preferiu, mesmo em plena folia, atacar adversários políticos, mas para o assunto, vou utilizar algumas das observações perfeitas do Blog do Robert Lobato no texto “O carnaval do Maranhão não resume à pessoa do governador Flávio Dino”. É estranho alguém se martirizar porque não consegue aparecer na “telinha” de uma emissora que integra um sistema de comunicação que é tratado costumeiramente de forma desrespeitosa pelo governador e alguns dos seus auxiliares mais próximos. Aliás, desrespeitos que não se limitam ao sistema em si, mas também a alguns dos seus profissionais de jornalismo.

Depois, quem acompanhou os telejornais da TV Mirante sabe que houve sim, cobertura do Carnaval, não só de São Luís, como do interior e também não apenas resumido as festas, mas também a tudo que circunda a maior festa popular do Brasil.

Por fim, além de mentirosa e incoerente, a reclamação de Flávio Dino acaba sendo desrespeitosa com outras emissoras que também deram cobertura ao Carnaval, inclusive entrevistando o “carnavalesco” Flávio Dino. Só que como não falou na Mirante, parece não ter importância alguma falar em outras emissoras.

Impressionante: nem no Carnaval Flávio Dino esquece Sarney

por Jorge Aragão

Está cada dia mais incontrolável a paixão do governador Flávio Dino pelo ex-presidente da República, José Sarney. Nem mesmo em pleno Carnaval o comunista consegue esquecer a paixão pelo sobrenome Sarney. O jornalista Marco Aurélio D’Eça, em seu blog, fez uma postagem sobre o assunto, indo direto ao ponto e mostrando, além da paixão, a eterna incoerência de Flávio Dino. Veja abaixo.

Nem durante a folia o comunista esquece o ex-presidente, que parece ser um ídolo para ele; pior: mesmo chamando a Rede Globo de golpista, governador sonha em aparecer na Globo

O governador Flávio Dino (PCdoB) exibiu mais uma vez durante o fim de semana a sua paixão recolhida pelo ex-presidente José Sarney.

Ema uma postagem que deveria ser para comemorar a entrega de uma praça na Beira-Mar – feita com dinheiro federal – o comunista voltou a citar Sarney, numa demonstração de admiração doentia pelo ex-presidente.

Além da paixão carnavalesca por Sarney, Dino revela na postagem um outro desejo recolhido: a Rede Globo.

Apesar de taxar de golpista a emissora carioca, o governador demonstra desejo de aparecer na programação global; e reclama também de Sarney por não estar lá.

O governador comunista do Maranhão tem um desejo doentio de ser Sarney, já demonstrado em vários posts neste blog.

E neste período essa paixão parece aumentar consideravelmente.

Afinal, como diz o ditado, tudo é carnaval…

Crime eleitoral: Flávio Dino seria cúmplice ???

por Jorge Aragão

Useiro e vezeiro em utilizar as redes sociais, principalmente para defender aliados, mesmo que estejam errados, e atacar seus adversários, mesmo com factoides e/ou ilações, o governador Flávio Dino (PCdoB) segue num silêncio sepulcral diante da grave denúncia de crime eleitoral praticada por secretários da sua gestão.

O governador jura de pé de junto, apesar de já ter visto sua gestão envolvida em pelo menos três operações da Polícia Federal, que faz e defende uma administração proba e com zelo pelo gasto do dinheiro público.

Entretanto, diante da denúncia de seis deputados – Vinícius Louro (PR), Raimundo Cutrim (PCdoB), Sérgio Frota (PSDB), Stênio Rezende (DEM), Júnior Verde (PRP) e Josimar de Maranhãozinho (PR) – todos da sua base, ou seja, seis parlamentares governistas, de que secretários candidatos estão usando a máquina pública para tirar dividendos eleitorais, usando o dinheiro do povo de maneira equivocada e assediando gestores maranhenses, o governador segue mudo, cego e surdo.

Flávio Dino jamais se pronunciou sobre o grave episódio, nem ao menos escreveu uma linha no seu twitter, optou e aposta que o tempo se encarregue de acalmar os ânimos entre os aliados.

Só que a questão é que o desentendimento entre governistas é o menor dos problemas, pois o problema maior é uso da máquina pública para as eleições 2018, ou seja, o fato que membros do Governo Flávio Dino estariam cometendo crime eleitoral.

Sendo assim, ficando em silêncio diante da gravidade do fato, o comunista não pode reclamar se for questionada a sua cumplicidade com os secretários candidatos, afinal quem cala, consente.

Eliziane Gama segue “colada” em Flávio Dino

por Jorge Aragão

A deputada federal e pré-candidata ao Senado, Eliziane Gama (PPS), segue colada e “marcando em cima” o governador Flávio Dino (PCdoB). Eliziane passou a ser figura cativa nos eventos em que o comunista participa.

No fim da semana passada, Eliziane foi a Região Tocantina acompanhar o governador num evento na cidade de Imperatriz. A parlamentar fez questão de registrar nas redes sociais e, para completar, parabenizar o comunista.

Já no início desta semana, Eliziane abdicou de participar da abertura dos trabalhos na Câmara Federal, onde efetivamente é parlamentar, para acompanhar o governador na abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa.

O grude é tamanho que Eliziane Gama sequer se importou de ficar ao lado do seu, até “ontem”, desafeto e adversário político, o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior.

Enquanto Eliziane segue colada em Flávio Dino, o também deputado federal e pré-candidato ao Senado, José Reinaldo Tavares, optou por não forçar uma barra e aguardar apenas que o comunista “cumpra o combinado”, não só com ele, mas com o seu futuro partido, o DEM.

Só que, até por gostar de ser bajulado, os sinais de que Flávio Dino vai mesmo escolher Eliziane como o segundo nome na sua chapa para o Senado, são cada vez mais claros.

É aguardar e conferir.

O questionamento pertinente de Joaquim Haickel

por Jorge Aragão

O ex-deputado Joaquim Haickel (MDB), mais uma vez, foi preciso a comentar a postura que vai sendo adotada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), durante o ano eleitoral de 2018.

O comunista tem realizado uma série de entrevistas e falando sobre diversos assuntos, mas o detalhe é que todas tem sido realizadas junto a imprensa alinhada ao Palácio dos Leões.

Diante da situação, que demonstra a covardia e o consequente medo de ser questionado de verdade do governador Flávio Dino, Joaquim Haickel classificou o comunista de “hipócrita e mentiroso” e quis saber quando ele concederá uma entrevista de verdade???

Com a palavra o governador Flávio Dino, mas pela sua maneira covarde de agir, o caminho será o silêncio sepulcral.

José Reinaldo cada vez mais distante de Flávio Dino e, agora, do DEM

por Jorge Aragão

É bem verdade que o governador Flávio Dino (PCdoB), mesmo que inexplicavelmente, tem deixado claro nas entrelinhas que não quer o deputado federal José Reinaldo Tavares, para muitos seu padrinho político, na sua chapa como candidato ao Senado, mas agora o ex-governador parece ter deixado de ser prioridade no DEM, partido que deveria se filiar.

O DEM, que passou a ser contemplado no Governo Flávio Dino, já que deverá ficar com a Secretaria de Educação, com a eventual filiação de Felipe Camarão, e com o Fundo de Aposentadoria dos Servidores do Estado (FEPA), seguirá disputando vaga na chapa majoritária, mas José Reinaldo não será mais um condicionante para aliança.

O presidente do DEM no Maranhão, o deputado federal Juscelino Filho, reafirma a busca por vaga na chapa majoritária, mas sem necessariamente ser o ex-governador, que ainda nem se filiou ao partido, como o nome da legenda.

O DEM não descarta, e nem poderia, a possibilidade de que o partido assuma a vaga de vice-governador na chapa de Flávio Dino, uma vez que Felipe Camarão tem sido o nome mais ventilado nos últimos dias para compor a chapa com o comunista.

Com isso, o próprio José Reinaldo já começou a repensar sua filiação ao DEM, uma vez quer só iria para a legenda com o intuito de ser indicado para compor a chapa majoritária como candidato ao Senado.

É claro que o problema principal não é o DEM, que até deve seguir indicando o ex-governador, mas o partido não vai “quebrar lanças” desnecessárias, ainda mais se tiver a oportunidade de ampliar espaço na gestão do comunista e ter um candidato a vice-governador.

Sendo assim, José Reinaldo, apontado por muitos como o principal nome do grupo de Flávio Dino para o Senado, tende a não só se afastar de Flávio Dino, mas também do próprio DEM e buscar uma nova legenda, para novos planos.

É aguardar e conferir.

A preocupação do governador Flávio Dino…

por Jorge Aragão

A postagem, com a preocupação do governador Flávio Dino, foi feita após o juiz Sérgio Moro ter ordenado a venda em leilão público do triplex em Guarujá, no litoral paulista, atribuído pelo Ministério Público Federal (MPF) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os valores da venda devem ser “destinados, após o trânsito em julgado, a vítima no caso de confirmação do confisco ou devolvidos à OAS Empreendimentos ou ao ex-presidente no caso de não ser confirmado o confisco”, disse o juiz.

Sérgio Moro também solicitou que 2ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais da Justiça Distrital de Brasília tome providências para o levantamento da penhora em relação ao imóvel.

Lula foi condenado em duas instâncias no processo que envolve o triplex – em primeira, a pena fixada foi de 9 anos e 6 meses de prisão, pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro; em segunda, a 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado.

O ex-presidente foi acusado pelo Ministério Público de receber propina da empreiteira OAS. A suposta vantagem, no valor de R$ 2,2 milhões, teria saído de uma conta de propina destinada ao PT em troca do favorecimento da empresa em contratos na Petrobras. Segundo o MP, a vantagem foi paga na forma de reserva e reforma do apartamento no litoral paulista, cuja propriedade teria sido ocultada das autoridades.

Três nomes cotados para a vice de Flávio Dino

por Jorge Aragão

Se os dois nomes para o Senado na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB) estão encaminhados, já que os deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) devem ser oficializados com os dois candidatos, a confirmação do nome para vice-governador segue em aberto e três nomes cotados para a vaga.

O atual vice-governador, Carlos Brandão (PRB), seria o nome natural, mas após perder o PSDB, perdeu força e além disso, não goza da confiança total do governador. Flávio Dino, caso se reeleja, precisa de alguém em que possa confiar, pois deixará o governo antes para disputar uma vaga para o Senado ou até para a Presidência da República, como sonha o comunista.

O segundo nome cotado é o do secretário da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB). Além do partido, pesa em favor de Tavares o fato de ser da confiança do governador. Entretanto, o relacionamento estremecido entre José Reinaldo, tio de Marcelo, e Flávio Fino, pode ser um fator contrário ao seu nome.

O terceiro nome para compor chapa com o comunista é do atual secretário de Educação, Felipe Camarão. Além de ser o gestor melhor avaliado dentro do Governo Flávio Dino, ser da extrema confiança, Camarão irá se filiar no DEM e o partido será fundamental para o tempo eleitoral, principalmente depois que perdeu o PSDB.

É aguardar e conferir.

Eliziane cada vez mais perto de Flávio Dino, já José Reinaldo…

por Jorge Aragão

Ao que parece é apenas questão de tempo, pouco por sinal, para que o governador Flávio Dino (PCdoB) anuncie o nome da deputada federal Eliziane Gama (PPS), como sua segunda candidata ao Senado em sua chapa.

Eliziane Gama está cada vez mais próxima do governador, inclusive fazendo questão de marcar presença em eventos realizados pela gestão comunista. A nova postura da deputada, buscando ser a escolhida de Flávio Dino, também lhe fez mudar de ideia sobre o Governo Edivaldo.

Depois de duas derrotas seguidas nas urnas, sem sequer conseguir chegar ao 2º Turno nas disputas pela Prefeitura de São Luís, Eliziane deixou as críticas de lado e agora até evento em conjunto com a gestão Edivaldo já está programado.

É óbvio que a mudança de atitude e postura tem um objetivo claro, que é ser a escolhida para compor a chapa com Flávio Dino como candidata ao Senado.

Já o também deputado federal José Reinaldo, considerado um dos favoritos para a disputa pelo Senado, esse segue cada vez mais desapontado e distante do comunista. O ex-governador, que já abriu mão em outras oportunidades de uma candidatura ao Senado, esperava ter o aval e a retribuição do seu gesto em 2006, quando foi decisivo para eleger Flávio Dino deputado federal.

Entretanto, os sinais são claros de que Flávio Dino vai de Eliziane Gama e com o deputado federal Weverton Rocha (PDT), único oficialmente escolhido, como os dois candidatos ao Senado. Com isso, José Reinaldo, que reafirma candidatura ao Senado de qualquer forma, vai ficando mais próximo de um plano B, que por hora, atende pelo nome de Eduardo Braide (PMN).

Já o deputado federal Waldir Maranhão (AVANTE) e o ex-secretário de Esporte, Márcio Jardim (PT), esses seguem sem espaço e com chances zero de serem lembrado pelo comunista.

Sendo assim, para o fechamento da chapa de Flávio Dino falta apenas a indicação do candidato a vice-governador, mas esse é um outro assunto, e que merecerá uma nova postagem.