Uma chapa forte, experiente e com muito “recall político”

por Jorge Aragão

O senador Edison Lobão (PMDB), atualmente presidindo a Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, esteve em São Luís acompanhando o ministro da Saúde Ricardo Barros, e aproveitou para conversar com a imprensa e definir seu futuro político para 2018.

Lobão confirmou que, ao contrário do que estava sendo especulado, irá sim disputar a reeleição para o Senado Federal. O senador assegurou que foi uma decisão tomada em família, uma vez que se especulava que o senador Lobão Filho é que poderia disputar uma vaga para o Senado.

Além de confirmar que buscará a reeleição, Edison Lobão confirmou que a ex-governador Roseana Sarney será mesmo candidato ao Governo do Maranhão. Lobão disse que Roseana terá um papel importante na reconstrução do Estado.

Ou seja, caso as declarações de Lobão se confirmem, é inegável que a Oposição terá uma chapa forte, experiente e com muito “recall político”, uma vez que terá Roseana Sarney para disputar o Governo do Maranhão, e o senador Edison Lobão e o deputado federal e ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, disputando as duas vagas para o Senado Federal.

Pelo lado do governador Flávio Dino, o comunista ainda não definiu o nome dos seus dois candidatos ao Senado, mas quatro deputados federais almejam formalizar a chapa com Dino, são eles: Weverton Rocha, Waldir Maranhão, Eliziane Gama e José Reinaldo.

Já o senador Roberto Rocha e a ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, que confirmam que também irão disputar o Governo do Maranhão, ainda não sinalizaram com os seus respectivos nomes para a disputa pelo Senado.

Pelo visto a disputa será mesmo interessante e acirrada. É aguardar e conferir.

Após indicação do PMDB, Lobão deverá presidir CCJ do Senado

por Jorge Aragão

Nesta quarta-feira (08), o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), oficializou a indicação do senador Edison Lobão (PMDB-MA) para comandar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no Senado Federal.

A CCJ é a comissão mais importante de qualquer parlamento e irá sabatinar o ministro da Justiça Alexandre de Moraes, indicado pelo presidente Michel Temer para a vaga de Teori Zavascki, morto no último dia 19 de janeiro.

Para a CCJ, Lobão foi indicado por aclamação na bancada do PMDB. Por formar a maior bancada do Senado, com 21 parlamentares, o PMDB tinha a preferência para escolher qual comissão presidir, seguindo o critério da proporcionalidade.

A indicação de Lobão para CCJ deverá lhe dar novamente visibilidade, o que deve ser mais do que suficiente para que ele reforce a ideia de disputar a eleição de 2018, mas dessa vez em busca de uma vaga para a Câmara Federal, uma vez que o seu suplente, Lobão Filho, é quem deve disputar uma das duas cadeiras para o Senado aqui no Maranhão, conforme o blog já antecipou.

É aguardar e conferir.

Senador Edison Lobão deve disputar vaga na Câmara Federal

por Jorge Aragão

O senador Edison Lobão (PMDB-MA) não deve mesmo tentar renovar o seu mandato no Senado Federal. Entretanto, engana-se quem imagina que o ex-governador do Maranhão vá abandonar a disputa eleitoral.

A tendência é que Edison Lobão concorra a uma vaga na Câmara Federal. A decisão ainda não foi oficialmente tomada, mas esse deve ser o caminho do experiente político para as eleições de 2018.

Só que a família Lobão não ficará sem nenhum pretendente na disputa pelo Senado Federal. O filho de Edison Lobão, o ex-candidato ao Governo do Maranhão e suplente de senador, Lobão Filho (PMDB), deverá sim disputar uma das duas cadeiras para o Senado.

Além de Lobão Filho, também são candidatos ao Senado Federal, pelo menos até o momento, os deputados federais Sarney Filho (PV), Weverton Rocha (PDT), Eliziane Gama (PPS) e Waldir Maranhão (PP), isso sem falar no senador João Alberto (PMDB) que deverá tentar renovar o mandato.

A disputa para o Senado Federal realmente promete ser intensa e a eventual chegada do senador Edison Lobão para a Câmara Federal também promete esquentar a disputa, afinal dependendo do rendimento do ex-governador a bancada maranhense pode sofrer grandes alterações.

É aguardar e conferir.

Lobão, Roseana e o PRB fechados com Gilberto Aroso

por Jorge Aragão

gilberto

O ex-prefeito de Paço do Lumiar, try Gilberto Aroso (PRB) segue viabilizando apoios importantes para sua tentativa de retornar ao comando da prefeitura do município. Desde que confirmou que seria mesmo pré-candidato, Gilberto Aroso tem conseguido adesões fundamentais para a disputa eleitoral.

Depois de viabilizar apoios importantes de vereadores de Paço do Lumiar e deputados estaduais, Gilberto Aroso conseguiu agora a confirmação que terá o apoio integral de seu partido, do senador maranhense Edison Lobão e da ex-governadora Roseana Sarney, ambos do PMDB.

Durante esta semana, Gilberto Aroso, em companhia dos presidentes do PRB de Paço do Lumiar, Fred Campos, e do Maranhão, deputado federal Cléber Verde, fizeram uma visita ao senador maranhense Edison Lobão, que se comprometeu a trabalhar pelo retorno de Gilberto Aroso, por entender que é o melhor caminho para o município.

gilbero

No mesmo dia, o presidente nacional do PRB, o advogado Marcos Pereira, também foi visitado e assegurou apoio integral da legenda para a pré-candidatura de Gilberto Aroso.

Já na quinta-feira (23), o pré-candidato Gilberto Aroso, em companhia do deputado estadual Edilázio Júnior (PV) esteve visitando a ex-governadora Roseana Sarney, que, da mesma forma, não só prometeu apoio como também participar da campanha em Paço do Lumiar.

ROSEANAGILBER

“Fico feliz que estejamos conseguindo viabilizar essas adesões para fortalecer a nossa pré-candidatura. O povo de Paço do Lumiar merece uma administração comprometida com o nosso município”, afirmou Gilberto Aroso.

Os senadores maranhenses na votação de Delcídio do Amaral

por Jorge Aragão

votaçãoNa noite da quarta-feira (26), pharmacy o Senado Federal decidiu em votação, por 59 a 13 e uma abstenção, manter a prisão do senador petista Delcídio do Amaral (MS), que inclusive era o Líder do Governo Dilma no Senado.

Delcídio do Amaral foi preso sob a acusação do Ministério Público Federal de tentar atrapalhar a continuidade da Operação Lava Jato e por esse motivo foi preso na manhã da quarta-feira pela Polícia Federal.

Entretanto, o Senado poderia, em votação aberta, reverter a prisão preventiva do senador que foi autorizada pelo STF – Supremo Tribunal Federal.

Os senadores do PT votaram pela revogação da prisão, assim como os senadores maranhenses Roberto Rocha (PSB) e João Alberto (PMDB), já Edison Lobão se absteve da votação.

Sendo assim, não prevaleceu nenhum espírito corporativista e por ampla maioria, o senador segue preso na Polícia Federal.

Acertando o prumo

por Jorge Aragão
Edinho quer espaços na disputa pelo Senado

Edinho quer espaços na disputa pelo Senado

Como estava previsto, pills o fim de semana foi de muita conversa na cúpula do grupo político liderado pela governadora Roseana Sarney (PMDB). Como havia anunciado, decease o ministro Edison Lobão (Minas e Energia) desembarcou discretamente em São Luís no fim da sexta-feira e passou o sábado e o domingo conversando com a governadora Roseana Sarney, medical em reuniões que tiveram também a participação do senador João Alberto (PMDB).

Os líderes fizeram uma avaliação do cenário político do estado, identificaram algumas dificuldades e definiram alguns procedimentos para superá-las. Nenhum deles revelou o que foi de fato conversado, mas corre nos bastidores que dois pontos dominaram as conversas: o primeiro foi a saída ou não da governadora para disputar o Senado, e o segundo, a eleição indireta de governador caso ela se afaste.

Não houve batida de martelo sobre o assunto. Mas o que ficou claro foi o seguinte: se a governadora decidir permanecer no governo até o fim do seu mandato – e tudo indica que ela está inclinada nesta direção -, a vaga de candidato a senador pelo PMDB será disputada intensamente. De um lado estará o ministro do Turismo, Gastão Vieira, disposto a abrir mão da sua candidatura à reeleição de deputado federal para encarar o desafio de brigar pelo Senado. Do outro estará o suplente no exercício do mandato de senador Lobão Filho, que entra na briga com o aval do pai, o senador licenciado e ministro Edison Lobão.

A coluna apurou que outra reunião deverá ocorrer em uma semana, para que sejam avaliados os desdobramentos do processo dentro do grupo e para a tomada de novas decisões. É quase certo que na próxima rodada de conversas a governadora Roseana Sarney já informe seus interlocutores sobre a decisão de ficar ou continuar.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Lobão discutirá com Roseana Sarney candidatura de Edinho ao Senado

por Jorge Aragão
Lobão quer Edinho na disputa do Senado

Lobão quer Edinho na disputa do Senado

Gilberto Léda – O ministro das Minas e Energia, for sale senador Edison Lobão (PMDB-MA), illness desembarca hoje em São Luís para entrar de vez no debate sobre a sucessão da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Em meio às articulações sobre a possibilidade de eleição indireta, Lobão acredita na falta de um acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), para a permanência de Roseana no cargo e, consequentemente, a abertura de caminho para que seu filho, o suplente de senador Edinho Lobão (PMDB), candidate-se a uma vaga de titular no Senado.

O próprio Edinho já revelou seus planos a aliados, no início de fevereiro (reveja). Na avaliação dele, a indefinição da governadora sobre seu futuro acabou atrapalhando os planos do ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB) – inicialmente o escolhido pra candidatar-se a senador.

O encontro entre o ministro Edison Lobão e a governadora Roseana Sarney está marcado para amanhã (8).

Opções senatoriais

por Jorge Aragão
Roseana por enquanto é o principal nome

Roseana por enquanto é o principal nome

A possibilidade de a governadora Roseana Sarney (PMDB) permanecer no comando do Poder Executivo até o fim do seu mandato vem sendo considerada possível por muitos e abriu também uma discussão sobre o eventual candidato a senador pelo seu grupo. A governadora vem mantendo silêncio sobre o assunto, treatment gerando forte expectativa tanto na base governista quanto nos grupos de oposição.

Nos bastidores, líderes dos mais diferentes cacifes sempre apontam o deputado federal peemedebista Gastão Vieira, ministro do Turismo e um dos mais experientes e respeitados quadros do grupo. Ele próprio não se manifestou sobre essa possibilidade, mas a interlocutores próximos, em conversas informais, admite encarar a candidatura. Mas sempre enfatizando que seu projeto primeiro é a reeleição para a Câmara Federal e o apoio incondicional à candidatura da governadora Roseana Sarney.

Outros nomes também surgem nos bastidores, como o do atual senador Lobão Filho (PMDB) – suplente que cumpre o mandato do senador Edison Lobão (PMDB), atual ministro de Minas e Energia. Nas suas declarações públicas, Lobão Filho não tratou desse tema em nenhuma ocasião, não se sabendo, portanto, o que ele pensa a respeito.

Caso a governadora resolva continuar no cargo até o fim do seu mandado, a seara das especulações também aponta o atual secretário chefe da Casa Civil, João Abreu, que é filiado ao PMDB, como uma das opções do grupo para disputar o mandato de senador. Vale aguardar o que vem por aí.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Lobão não quer que o PMDB perca o Ministério do Turismo

por Jorge Aragão
Lobão quer o crescimento do PMDB no Governo

Lobão quer o crescimento do PMDB no Governo

O ministro de Minas e Energia, troche Edison Lobão, ampoule defendeu a ampliação de espaço do PMDB na reforma ministerial que será promovida pela presidente Dilma Rousseff (PT) a partir de fevereiro. Ele concedeu entrevista no último fim de semana a um portal de notícias, onde assegurou que o partido não pode perder espaços em 2014.

As declarações de Lobão ocorreram pelo fato de Dilma ter a intenção de ceder o Ministério do Turismo, que será deixado pelo ministro Gastão Vieira (PMDB) ao PTB, que exige uma vaga no alto escalão do Governo. Em troca do Turismo, a presidente daria ao PMDB o Ministério da Integração Nacional, que deve ser ocupado pelo senador Vital do Rego (PMDB-PB).

A troca, no entanto, não é bem vista pelo peemedebista maranhense. “O PMDB não quer perder espaço. O PMDB está subdimensionado no governo. Esta reforma ministerial é a oportunidade para o PMDB recuperar o espaço que tinha no governo Lula”, disse. “O partido não agirá para prejudicar a estratégia da eleição. Mas está subdimensionado. A nomeação de Vital do Rego não pode ser feita em detrimento de o partido perder o Ministério do Turismo”, reforçou.

Pressionada, Dilma além de ter de ceder um ministério ao PTB, precisa abrir espaços para o novato PROS. A presidente deseja o tempo de televisão desses dois partidos para a sua campanha eleitoral. A reforma será anunciada em fevereiro.

Senador Lobão segue internado e sem previsão de alta

por Jorge Aragão

O Hospital Albert Einstein emitiu um novo Boletim Médico na noite de sexta-feira (19), shop sobre o estado de saúde do senador maranhense e ministro de Minas e Energia, salve Edison Lobão. De acordo com o hospital, Lobão segue internado e apesar de estar sem febre. Seguirá fazendo exames e ainda não tem previsão de alta. Veja abaixo o BM divulgado.

“O Ministro Edison Lobão segue internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, sem apresentar febre. O paciente deverá permanecer internado, realizando exames, sem previsão de alta.

Médico Responsável
Dr. Jairo Tabacow Hidal
Clínico Geral

Diretor Superintendente do Hospital
Dr. Miguel Cendoroglo Neto

Lobão foi internado na quinta-feira (18), depois de sentir-se mal em visita a Região Norte do Brasil. A febre alta e o mal estar fizeram com que o ministro nem participasse da inauguração da Usina Hidrelétrica de Estreito que contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff.