Antonio Carlos reúne multidão em comício em Colinas

por Jorge Aragão

colinas

A multidão que participou sexta-feira (22) do comício realizado em Colinas mostrou a grande liderança do prefeito Antônio Carlos, generic candidato à reeleição. Com a participação da ex-governadora Roseana Sarney, decease do ministro Sarney Filho, sales do deputado Aluisio Mendes e de outros líderes da região, o ato comprovou o favoritismo de Antônio Carlos na disputa pela Prefeitura de Colinas.

“O povo veio a este grandioso comício demonstrar que aprova o trabalho do prefeito Antônio Carlos e quer mantê-lo no comando da Prefeitura, para dar continuidade ao desenvolvimento do município de Colinas, apesar da total falta de apoio do governo estadual. Nós acreditamos na sua competência e na sua dedicação, por isso apoiamos a sua administração e estamos com ele nessa caminhada que, com certeza, será vitoriosa”, declarou Aluisio Mendes.

colinas6

Antonio Carlos reafirmou os compromissos de continuar trabalhando para melhorar as condições de vida dos colinenses, principalmente nas áreas de saúde, educação e infraestrutura. E destacou que conta com o apoio de grandes lideranças políticas para viabilizar mais benefícios para Colinas, já que o município vem sendo discriminado pelo governo Flávio Dino.

Sob aplausos, Roseana disse ter ficado muito feliz com o entusiasmo de todos os que reencontrou em Colinas. “É muito bom voltar, ser abraçada e saber que a minha obra permanece na cidade, na vida e no coração dos meus amigos, dos moradores de Colinas que me receberam com tanto entusiasmo. Eu não poderia recusar o convite para estar aqui neste comício. Vi, em cada um, a esperança renovada e serei eternamente grata por esse carinho do meu povo do Maranhão”, declarou.

Explosão e morte em Colinas repercute na Assembleia Legislativa

por Jorge Aragão

deputados1O assalto/explosão ao Banco do Brasil de Colinas, generic já destacado pelo Blog (reveja), repercutiu nesta manhã de terça-feira (16), na Assembleia Legislativa. O assunto foi o mais abordado por deputados na Sessão Ordinária.

O deputado estadual Edilázio Júnior foi o primeiro a abordar e lamentar o acontecido. O parlamentar do Partido Verde questionou a quantidade absurda de assaltos e lembrou que o acontecido foi na cidade de Colinas, terra natal de muitas autoridades do Governo Flávio Dino.

“Assalto a banco, explosão de bancos e de caixas eletrônicos passaram a ser corriqueiros no estado. Dia sim, dia não, é registrado esse tipo de crime no estado. O único período em que houve uma pausa, foi no Carnaval, porque os bandidos estavam brincando. Passou o Carnaval, logo no primeiro dia útil, houve explosão de caixa eletrônico e dessa vez com morte. Nós estamos falando do município de Colinas, onde uma jovem inocente foi morta ontem. Município que tem como base e reduto o nosso vice-governador Carlos Brandão e o manda-chuva do Governo, secretário Marcio Jerry. Se lá está desse jeito, imagina nas pequenas cidades onde não têm essas autoridades, esses notáveis dentro do Governo do Estado”, afirmou Edilázio.

Já o deputado Sousa Neto afirmou que não houveram assaltos no período de Carnaval pelo fato de que os caixas eletrônicos estarem vazios e disse que o secretário de Segurança, Jeferson Portela, sabia da existência da quadrilha, mas nada teria feito para impedir o assalto que culminou com a morte de uma pessoa.

“Deputado Edilázio, não teve assalto a banco durante o período do carnaval porque não tinha dinheiro nos caixas eletrônicos. Foi a única maneira de não ter assalto a banco durante o período do carnaval. Pior é que recebi a informação que o secretário de Segurança Pública sabia que tinha uma quadrilha, sabia da existência dessa quadrilha no Maranhão e tomou conhecimento com antecipação sobre esse assalto e nada foi feito para tentar conter esse crime”, declarou Sousa Neto.

O deputado estadual Wellington do Curso também lamentou o episódio e lembrou que já fez uma indicação importante que poderia ajudar a diminuir os assaltos/explosões a caixas eletrônicos, mas infelizmente o Governo Flávio Dino “deu de ombros” a indicação do parlamentar que foi a implantação de Postos de Fiscalização fixos da Companhia de Polícia Militar Rodoviária Estadual.

“Nós solicitamos, ainda no ano passado, e reiteramos hoje a solicitação em caráter de emergência e urgência ao governador Flávio Dino e ao secretário Jefferson Portela da criação de postos de fiscalização fixos da companhia da Polícia Militar Rodoviária Estadual. Nós tínhamos 12 postos da Polícia Rodoviária Federal no Maranhão, sendo que cinco desses postos foram fechados. Aí nós temos uma Polícia Rodoviária Estadual que precisa ser incrementada, precisa de maior atenção e maior apoio. A implantação de postos da Polícia Rodoviária Estadual iria diminuir e muito esse tipo de crime que tem assombrado todo o nosso Estado”, assegurou Wellington do Curso.

A deputada Nina Melo também lamentou a violência ocorrida e se solidarizou com a jovem assassinada, que tinha 28 anos e era técnica de limpeza do Hospital Nossa Senhora da Conceição em Colinas.

othelinoDefesa – Já o deputado estadual Othelino Neto, vice-presidente da Assembleia Legislativa, apesar de ter lamentado o ocorrido, tentou amenizar as críticas ao Governo Flávio Dino e principalmente ao colega de partido, o secretário Jefferson Portela.

“Independente de lado político, de ser oposição ou governo, todos nós, claro, lamentamos o ocorrido em Colinas. Nós só não podemos deixar de reconhecer os investimentos que o governo do Estado tem feito em Segurança Pública. Nunca se fez tantos investimentos nesta área como agora”, frisou o vice-presidente da Assembleia Legislativa.

Uma coisa é certa, o número de assaltos/explosões a bancos/caixas eletrônicos segue extremamente alto e a cada dia deixando a população mais assustada, pois agora piorou, já que a violência aumentou e culminou com a morte de uma inocente.

Assalto a Banco do Brasil de Colinas termina em morte

por Jorge Aragão

colinasCerca de dez homens fortemente armados assaltaram e explodiram, diagnosis na noite de segunda-feira (15), a agência do Banco do Brasil da cidade de Colinas.

O assalto/explosão do Banco do Brasil em Colinas, além de ser mais um para a estatística desse tipo de crime no Maranhão, infelizmente foi ainda mais violento e culminou com a morte de uma jovem.

Os criminosos chegaram na cidade em caminhonetes e explodiram do Banco do Brasil. Após o roubo do dinheiro, a polícia tentou evitar a fuga, mas os criminosos reagiram e houve intensa troca de tiros, que, infelizmente, culminou com a morte de uma jovem identificada como Shislene Araújo.

Mesmo com a troca de tiros os bandidos conseguiram escapar e levaram alguns reféns, que posteriormente foram liberados e sem ferimentos graves. Existe ainda a possibilidade de quem um dos bandidos e um policial tenham saído feridos da troca de tiros, mas sem confirmação oficial.

Com mais essa explosão, na cidade de Colinas, sobe para 16, o número de explosões/assaltos a caixas eletrônicos/bancos no Maranhão, durante o ano de 2016, sendo que 13 foram feitos em janeiro e três no mês de fevereiro.

Relação dos caixas eletrônicos/bancos explodidos/assaltados em 2016
Dia 04 de janeiro – Alto Alegre do Pindaré – Banco Bradesco
Dia 06 de janeiro – Igarapé Grande – Banco do Brasil
Dia 06 de janeiro – Igarapé Grande – Banco Bradesco
Dia 08 de janeiro – Bacuri – Banco do Brasil
Dia 10 de janeiro – Maracaçumé – Banco Bradesco
Dia 12 de janeiro – Grajaú – Banco do Brasil
Dia 12 de janeiro – Icatu – Banco Bradesco
Dia 18 de janeiro – Alcântara – Banco Bradesco
Dia 18 de janeiro – Paulo Ramos – Banco Bradesco
Dia 19 de janeiro – Paraibano – Banco Bradesco
Dia 25 de janeiro – Araguanã – Banco Bradesco
Dia 26 de janeiro – Paraibano – Banco do Brasil
Dia 29 de janeiro – Duque Bacelar – Bradesco
Dia 01 de fevereiro – Tufilândia – Bradesco
Dia 03 de fevereiro – Peri Mirim – Bradesco
Dia 15 de fevereiro – Colinas – Banco do Brasil

TJ recebe denuncia contra mais dois prefeitos do Maranhão

por Jorge Aragão

Prefeita de Colinas, ed Valmira Miranda

A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão recebeu denúncia do Ministério Público Estadual contra os prefeitos Valmira Miranda da Silva (Colinas) e Francisco Ademar dos Santos, pilule o “Chico Pechó” (São Francisco do Maranhão). Ambos não prestaram contas do exercício financeiro de 2011 no prazo estabelecido em lei ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

COLINAS – A denúncia contra a prefeita de Colinas, here Valmira Miranda – que prestou as contas municipais de 2011 com 21 dias de atraso, após declaração de inadimplência do TCE – foi recebida pela câmara por maioria de votos.

Os desembargadores Joaquim Figueiredo e Raimundo Nonato de Souza votaram pela instauração da ação penal, conforme parecer do Ministério Público Estadual. O relator do processo, desembargador Froz Sobrinho, porém, apresentou voto divergente, se manifestando pelo não recebimento da denúncia.

SÃO FRANCISCO DO MARANHÃO – O processo que trata da denúncia contra o prefeito de São Francisco do Maranhão,Chico Pechó, teve como relator o desembargador Joaquim Figueiredo.

No entendimento do relator, ficou comprovada a materialidade do delito (existência do crime), indícios de autoria e viabilidade para prosseguimento da ação penal.

Figueiredo foi acompanhado pelo desembargador Raimundo Nonato de Souza, com voto contrário do desembargador Froz Sobrinho.