A estratégia equivocada e covarde de Cabo Campos e Júnior Verde

por Jorge Aragão

Quando se imaginou que depois do fatídico 15 de março, nada mais pudesse surpreender na Assembleia Legislativa, eis que aparecem os deputados estaduais Cabo Campos e Júnior Verde, com uma estratégia injusta e covarde.

Os dois parlamentares, depois de passarem quase oito horas calados, sem se pronunciar durante a votação da MP 230, resolveram, nesta quinta-feira (16), um dia após a votação, se posicionar e tentar justificar os seus votos, que foram contrários a emenda do deputado Eduardo Braide – que respeitava o Estatuto do Educador e atendia ao interesse da categoria.

Entretanto, a atitude dos parlamentares foi equivocada, pois trouxe novamente à baila o assunto, e covarde, já que esperaram os professores saírem da Assembleia para externarem seus pensamentos.

Ou seja, o “tiro saiu pela culatra” e os dois parlamentares ainda ouviram o que não queriam da Tribuna, pois tanto Max Barros, quanto Eduardo Braide responderam à altura os pronunciamentos tolos e desnecessários de Cabo Campos e Júnior Verde.

“Eu entendo que o dia e o momento para se estabelecer o contraditório, o debate, a divergência de opiniões não é o dia de hoje, era o dia de ontem, quando a matéria foi votada, quando os principais interessados estavam aqui na galeria para participar e ouvir o debate, ontem foi o grande dia para se estabelecer o contraditório, o debate, o poder da argumentação, não hoje. Nem os principais representantes do governo nesta Casa ousaram discutir mais esse assunto. Mas parece que as vezes, para alguns, é necessário mostrar algum serviço ao governo para fazer esse discurso apenas para registro da mídia”, cutucou Max Barros.

Eduardo Braide foi mais incisivo e chegou até a alertar a categoria de policiais civis e militares quando seus reajustes forem votados na Assembleia. Braide fez a comparação pelo fato de Júnior Verde ser policial civil e Cabo Campos ser policial militar.

“Os deputados tiveram toda a oportunidade de defender a medida provisória na forma original, já que estão dizendo que é a melhor coisa do mundo. Por que não subiram na Tribuna ontem para dizer que a MP era boa? Hoje, que já foi aprovada, que não tem nenhum educador na galeria para poder acompanhar a votação, sobe-se com maior arroubo para dizer que a MP é boa. Existem certos momentos que é melhor ficar calado do que falar. Pelo que estão dizendo, Polícia Militar do Maranhão, Polícia Civil do Maranhão, tomem cuidado porque, se o governo do Estado chegar aqui com uma medida para implantar a recomposição salarial em qualquer gratificação de vocês e não no subsídio, tem deputado que já declarou da Tribuna que é bom e que vai votar desse mesmo jeito. Eu quero dizer o que foi feito ontem aqui, foi rasgar o Estatuto do Magistério. E falo em alto e bom som, que essa matéria será levada à Justiça e eu tenho certeza que a Justiça haverá de reconhecer esse equívoco”, finalizou Braide, que durante o seu discurso, comprovou mais uma vez, através de matéria retirada no site do próprio SINPROESEMMA, que a categoria não queria a gratificação em cima da GAM, mas sim em cima do vencimento.

Pelo visto os dois parlamentares, com a ida extemporânea na Tribuna, apenas fizeram com que o assunto viesse novamente ao debate e que estavam com medo de se posicionar diante dos professores.

Dessa forma, era melhor terem realmente ficado calados.

O tolo e desnecessário ciúme de Cabo Campos

por Jorge Aragão

Pressionado pelos policiais militares devida a sua fraca atuação em prol de sua categoria, o deputado estadual Cabo Campos (DEM) proporcionou na Tribuna da Assembleia Legislativa uma crise de ciúme tola e desnecessária.

Cabo Campos demonstrou ciúmes pelo fato do deputado estadual Wellington do Curso (PP) ter assegurado, também na Tribuna, que a premiação promovida pelo Governo Flávio Dino aos policiais militares que mais apreenderam armas de fogo no Maranhão foi iniciativa sua, conforme o Blog destacou. A informação inclusive foi retirada do site da Assembleia Legislativa (reveja).

Para Campos, a atuação de Wellington em favor da PM corresponde à falta de ética parlamentar. Ele sugeriu que o colega fosse obrigado a pedir autorização para tratar do tema, sob a justificativa de que é ele quem representa a categoria no Legislativo.

“Se esta Casa Parlamentar não tiver ordem, isso aqui vai virar uma bagunça. A questão da ética parlamentar tem que existir. Vossa excelência é dono de um cursinho. Vossa excelência é um professor. Vossa excelência não pode, para uma defesa de uma classe, uma categoria, passar por cima de outro parlamentar. Nós temos aqui um termo que os deputados levantam a mão e dizem assim: ‘Eu quero subscrever, deputado, com sua permissão, tal proposição’. É ético, é moral, é legal, tem decência, como a Bíblia diz, como a Bíblia diz. Deputado, a sua estrela já brilha e brilha muito, mas, por favor, não apague a minha”, ressaltou Cabo Campos.

O problema é quem fala o que quer, ouve também o que não quer, e a resposta foi ainda mais cruel para o deputado que deveria efetivamente representar a Polícia Militar do Maranhão.

“Deputado Cabo Campos, com todo respeito a vossa excelência, a Polícia Militar não é sua. E como deputado estadual, vou continuar defendendo a Polícia Militar. Se vossa excelência tanto defende, vamos defender os policiais e reabrir a mesa de diálogo com a Comissão de Segurança [da Casa], com os deputados, com os policiais. Não é puxando para um lado, e sim para todos. Nós somos deputados estaduais independentemente de base do Governo ou de oposição”, destacou Wellington, que ainda afirmou ter sido o único parlamentar a participar da reunião realizada pela Associação de Esposas dos Policiais Militares do Maranhão.

A questão é que o atrelamento de Cabo Campos ao Governo Flávio Dino tem lhe deixado “engessado” na verdadeira luta pela Polícia Militar do Maranhão e com a proximidade do pleito de 2018, seu desgaste diante da categoria e as atuações de outros parlamentares em defesa dos policiais militares, como Sousa Neto (PROS) e o próprio Wellington, acabaram incomodando.

Na política, isso se chama o ônus e o bônus de ser governista, Cabo Campos fez a sua escolha e os policiais militares irão fazer a sua em 2018.

Solidariedade confirma que vai com Edivaldo no 2º Turno

por Jorge Aragão

edivaldo12

Nesta quarta-feira (12), decease o prefeito e candidato à reeleição em São Luís, Edivaldo Júnior (PDT) conseguiu ganhar adesões importantes para a reta final do 2º Turno da disputa eleitoral.

O primeiro reforço foi a confirmação que o partido Solidariedade, que no 1º Turno esteve apoiando a candidata Eliziane Gama (PPS), estará com Edivaldo nesta segunda etapa da eleição na capital maranhense.

O próprio presidente do Solidariedade no Maranhão, Simplício Araújo, foi quem confirmou, em evento com a participação de Edivaldo, a aliança para o 2º Turno.

PMB – Apesar da candidata do PMB no 1º Turno, Rose Sales, ter declarado apoio ao candidato Eduardo Braide, a presidente estadual do PMB, Efigênia Tavares, assegurou que o partido estará ao lado de Edivaldo no 2º Turno.

“Vamos juntos com o prefeito Edivaldo. Nosso time vai trabalhar para sua reeleição. Estamos todos comprometidos, candidatos a vereador, lideranças comunitárias e militantes, para neste segundo turno ganharmos estas eleições com Edivaldo”, destacou Efigênia.

Campos – Apesar de ser colega de parlamento do candidato Eduardo Braide, o deputado estadual Cabo Campos (DEM) optou por declarar apoio a candidatura de Edivaldo neste 2º Turno. Vale lembrar que no 1º Turno, Cabo Campos esteve apoiando a candidata Eliziane Gama. Clique aqui e saiba mais sobre o apoio do deputado a Edivaldo.

E assim Edivaldo segue ampliando os apoios para a reta final da eleição 2016.

DEM se posiciona sobre apoio de Campos a Eliziane

por Jorge Aragão

juscelino1Nesta quinta-feira (04), healing em entrevista coletiva, cure o deputado estadual do DEM, thumb Cabo Campos, irá declarar oficialmente apoio a pré-candidatura de Eliziane Gama (PPS) à Prefeitura de São Luís.

Campos, que inclusive foi candidato a vice-prefeito de Eliziane Gama nas eleições de 2012, está atualmente no DEM. O partido já realizou convenção municipal e decidiu apoiar a reeleição do prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT).

O presidente do DEM no Maranhão, deputado federal Juscelino Filho, se posicionou a respeito do assunto. Juscelino deixou claro que a atitude de Campos era esperada e será respeitada, mas garantiu que o DEM seguirá firme e forte com Edivaldo até a vitória.

“Ainda não conversei com ele, mas desde que ele veio para o partido sempre teve autonomia pra definir seu posicionamento quanto a eleição municipal da capital, isso foi acordado e respeitado. Ele participou de alguns momentos do partido com o prefeito, mas sem manifestar seu posicionamento, quem está colocando que aliados estão abandonando o barco como já vi em alguns blogs está errado, ele nunca anunciou esta com Edivaldo por isso não tem como abandonar. O DEM está e estará firme e forte com Edivaldo até a vitória”, afirmou Juscelino Filho ao Blog.

Resta saber se o apoio de Cabo Campos irá ser vantajoso para Eliziane, afinal o parlamentar que foi eleito basicamente graças aos policiais militares, tem deixado bastante a desejar na luta por melhorias para os colegas de farda, já que esse papel tem sido bem melhor desempenhado pelo deputado estadual Sousa Neto (PROS).

A injustiça e intimidação do deputado Cabo Campos

por Jorge Aragão

cabocamposO deputado estadual Cabo Campos (DEM) foi extremamente infeliz nesta quinta-feira (14), search ao utilizar a Tribuna da Assembleia. O parlamentar tentou intimidar alguns e foi injusto com maioria dos blogueiros.

Cabo Campos utilizou a Tribuna para responder a alguns blogs, que não foi o caso do Blog do Jorge Aragão, que lhe acusaram de trair a pré-candidata à Prefeitura de São Luís, Eliziane Gama (PPS), em detrimento da reeleição do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

O parlamentar até que estava conseguindo fazer suas explicações convincentes, mas no final do seu discurso Cabo Campos foi injusto, até mesmo covarde, com a maioria dos blogueiros e tentou nitidamente intimidar quem fez tal afirmação.

“Eu quero aqui elogiar toda imprensa, mas devo também fazer algumas críticas, os caras quando querem derrubar, eles usam palavras terríveis. Eu queria… não, vou ficar por aqui senão vou me expressar. Mas ele não queira encarar um negão do meu tamanho na frente dele”, finalizou seu discurso.

Inicialmente o Cabo Campos tem que entender que jamais deve generalizar qualquer situação e aprender a separar o joio do trigo. Faltou coragem ao deputado de citar o blog ou os blogs que lhe imputaram tal traição, pois preferiu, de maneira equivocada, generalizar.

Depois, Cabo Campos precisa entender que ele não tem autoridade nenhuma, nem mesmo de policial, para intimidar alguém. Se ele se sentiu ofendido com alguma postagem, o caminho é o da Justiça, jamais incitar, mesmo que implicitamente, a violência.

Sendo assim, só cabe ao Blog do Jorge Aragão ressaltar: que coisa feia, meu caro Cabo Campos.

DEM revigorado no Maranhão

por Jorge Aragão

demDepois de ficar quase sempre como um coadjuvante, salve o novo DEM do Maranhão parece definitivamente estar disposto a assumir um papel de protagonista. O evento, sovaldi sale na Assembleia Legislativa, que marcou a posse do deputado federal Juscelino Filho, como novo presidente do DEM, foi uma prova inconteste.

A posse de Juscelino Filho contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho, do prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior, ambos do PDT, e de muitos deputados, tanto federais quanto estaduais.

Além do deputado federal Juscelino Filho, também ingressaram no DEM, nesta segunda-feira, os deputados estaduais Cabo Campos e Stênio Rezende. Com a chegada dos dois parlamentares, o DEM passará a ter três deputados estaduais. Já que Antônio Pereira já pertencia ao partido.

O prefeito de Igarapé Grande, Bruno Galvão e o vereador de São Luís, Marquinhos, foram outros dois políticos de mandato que se filiaram no partido. O DEM deverá brigar por novas cadeiras no Legislativo Municipal de São Luís e apresentou alguns pré-candidatos, como João Paulo Maluf, Rômulo Franco, Anderson Martins, Clara Moreira, George Castro e Maria de Humberto de Maracanã.

Indiscutivelmente é um DEM bem mais revigorado, prestigiado e pronto para deixar de ser mero protagonista na política do Maranhão.

DEM de cara nova no Maranhão

por Jorge Aragão

juscelinoO Democratas estará oficialmente de cara nova no Maranhão, shop a partir desta segunda-feira (29). Em solenidade que será realizada no Plenarinho da Assembleia Legislativa, na tarde desta segunda-feira, a partir das 17h, o deputado federal Juscelino Filho, além de se filiar no DEM, será oficializado como novo presidente do partido no Maranhão.

Além do deputado federal Juscelino Filho, o DEM que possui dois deputados estaduais – César Pires e Antônio Pereira, ganhará mais dois deputados. É bem verdade que César Pires deixará a legenda, mas Cabo Campos e Stênio Rezende serão filiados na solenidade.

Com isso, o DEM no Maranhão passará a ter um deputado federal e três deputados estaduais. Além disso, o partido receberá a filiação do prefeito de Igarapé Grande, Bruno Galvão, e do vereador de São Luís, Marquinhos.

O DEM deverá brigar por novas cadeiras no Legislativo Municipal de São Luís e apresentará alguns pré-candidatos, como João Paulo Maluf que deve disputar pela primeira vez uma eleição e surge com boas chances de se eleger. Além de João Paulo Maluf, também irão se filiar no partido: Rômulo Franco, Anderson Martins, Clara Moreira, George Castro e Maria de Humberto de Maracanã.

Pelo visto será um DEM bem mais atuante sob o comando de Juscelino Filho. Resta aguardar e conferir.

Sousa Neto na defesa dos profissionais da Segurança Pública

por Jorge Aragão

Indiscutivelmente é o deputado estadual Sousa Neto, mind o parlamentar que mais tem defendido o interesse dos profissionais da Segurança Pública do Maranhão.

Sousa Neto tem inclusive ocupado a lacuna deixada pelos colegas deputados, mas que também são policiais Júnior Verde (Polícia Civil) e Cabo Campos (Polícia Militar).

Se faltou coragem para Júnior Verde e Cabo Campos, este presidente da Comissão de Segurança da Assembleia, saírem em defesa dos colegas da Segurança, Sousa Neto foi sucinto, mas perfeito na abordagem.

No artigo ‘Polícia Doente’, Sousa Neto aborda e demonstra não apenas a preocupação com a Segurança Pública, mas principalmente com os homens e mulheres, com os pais de família que respondem por esse Segurança. Profissionais que estão adoecendo, as vezes até morrendo, devido a perseguições e retaliações sofridas no Governo Flávio Dino.

O parlamentar chega a afirmar que estamos novamente vivendo a ditadura. Veja abaixo o artigo de Sousa Neto.

sousanetoface

Deputado Cabo Campos e militares comemoram queda do Coronel Alves

por Jorge Aragão

cabocamposO deputado estadual Cabo Campos, decease que também é presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, unhealthy comemorou, em companhia de outros militares, a exoneração do Coronel Alves do Comando-Geral da Polícia Militar do Maranhão.

O parlamentar e outros militares comemoram a queda do ex-comandante com champanhe e fogos de artifícios nas proximidades do quartel da Polícia Militar. Veja abaixo um vídeo da comemoração e clique aqui para ver mais fotos.

O novo comandante da PM, Coronel José Frederico Gomes Pereira, assume oficialmente a nova função nesta quinta-feira (14). Com 24 anos na carreira militar, o Coronel Pereira é oriundo do Exército é um dos poucos oficiais da PM/MA que goza de alguns curso na área operacional, como no BOPE, Segurança de Autoridade e Guerra na Selva.

O Coronel Pereira terá algumas missões pela frente, principalmente a de diminuir a enorme quantidade de assaltos/explosões a bancos/caixas eletrônicos, combater a prática reiterada do crimes de latrocínios e assaltos a ônibus, que também aumentaram muito no ano de 2015, durante o primeiro ano do Governo Flávio Dino.

15° BPM: Cabo Campos repudia decisão do Governo Flávio Dino

por Jorge Aragão

cabocamposO presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa e deputado estadual, pills Cabo Campos, physician divulgou Nota de Repúdio contra a decisão tomada pelo Governo Flávio Dino, cialis no caso do 15° BPM, divulgada mais cedo pelo Blog (reveja aqui).

Cabo Campos disse que lamenta a promoção do agressor, o Tenente Coronel Miguel Neto, e a punição a vítima do episódio, o Cabo Bandeira. Veja abaixo a íntegra da Nota.

Nota de Repúdio

Estamos vindo em público, formalizar veemente repudio à transferência/exoneração do Tenente Coronel Minguel Gomes Neto da cidade de Bacabal onde era Comandante do 15º BPM para a cidade de São Luís para exercer o cargo de Chefe do Estado Maior CPA/1-6, conforme a portaria nº 025/2016-DP/2.

Todo o país acompanhou os fatos ocorridos no último dia 08/01, onde o Tenente Coronel Minguel Gomes Neto em um ato de total desequilíbrio apontou uma arma de fogo na direção do Cabo PM Bandeira na presença de seu advogado. Após tais fatos o Tenente Coronel encaminhado ao Quartel do Comando Geral, em São Luís.

Mas, para o nosso espanto, dias após o agressor cometer tal ato, foi transferido para São Luís, e pasmem, ainda foi promovido para assumir a Chefia do Estado Maior CPA/1-6, conforme a portaria nº 025/2016-DP/2. É promover o agressor, e punir a vítima, que conforme informes vai ser transferido para São Luís, talvez para uma BPM bem longe…É aquela história, se fosse um praça PM, É lamentável esse episódio, que a OAB, através da Comissão de Direitos Humanos e a PGJ, onde já protocolamos notícia de fato, apurem aos rigores da lei o Tenente Coronel Miguel Gomes seja punido nos termos legais.

Cabo Campos – deputado estadual e presidente da Comissão de Segurança da Assembleia