André Fufuca assegura curso de medicina para Bacabal

por Jorge Aragão

Nesta última semana, o deputado federal André Fufuca (Progressistas), conseguiu a ida do curso de medicina para o município maranhense de Bacabal.

A excelente notícia, não é a primeira ação de grande porte na cidade. O deputado progressista conseguiu no começo do ano a liberação de recursos para a reforma da BR que liga o trecho que se estende de Caxuxa a Bacabal, no Maranhão.

Foi também liberado pelo deputado federal uma emenda de R$ 1. 5 milhões do Fundo Nacional da Saúde, para á média e alta complexidade na cidade.

Além da ida do curso de medicina para a cidade de Bacabal, o município também será contemplado com uma ambulância Samu e uma ambulância pequeno porte, liberadas também pelo deputado progressista na câmara federal.

Codó – Já na cidade de Codó, o prefeito Francisco Nagib, o vice-prefeito Ricardo Torres, os secretários de saúde Suelson Sales e de educação Paulo Buzar, entre outros secretários estiveram reunidos com representantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão – FACEMA, para discutir sobre a implantação do curso de medicina na cidade de Codó.

Na oportunidade, a diretora geral da faculdade, Maria Aparecida, informou que a instituição vem acompanhando desde 2015 o processo da candidatura de Codó e que a cidade está preparada para receber o curso.

O prefeito Nagib afirmou que a cidade está preparada para receber o curso, por dispor de uma estrutura condizente com os padrões exigidos pelo Ministério da Educação e que toda a população está muito confiante.

Na semana passada, o deputado federal Juscelino Filho (DEM), assegurou que Santa Inês também receberá o curso de medicina. Ou seja, a perspectiva de que as três cidades, possam receber o curso mais concorrido do Brasil (reveja).

É aguardar e conferir.

Othelino Neto recebe o vice-presidente da Câmara Federal

por Jorge Aragão

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu na manhã desta segunda-feira (27), na Sala da Presidência da Casa, a visita do deputado André Fufuca (PP), atual segundo vice-presidente da Câmara Federal.

André Fufuca afirmou que tomou a iniciativa de fazer esta visita de cortesia à Assembleia Legislativa, como forma de estreitar as relações da Câmara Federal com o Parlamento maranhense.

“É sempre uma alegria poder voltar a esta Casa, onde tive a grande felicidade de ser deputado estadual, pois foi aqui que tive a honra de conquistar grandes amigos, entre eles o deputado Othelino”, afirmou André Fufuca.

Ele explicou que uma das atribuições da Segunda Vice-presidência da Câmara dos Deputados é a de promover intercâmbio entre as Assembleias Legislativas e as Câmaras Municipais de todo o País. Fufuca frisou que aproveitou a visita para trocar impressões sobre a política nacional e a atual conjuntura social, política e econômica do Brasil.

O deputado Othelino Neto, por sua vez, também destacou a visita como uma oportunidade de estreitar relações do Parlamento estadual com a Câmara Federal: “Conversamos um pouco sobre esse momento difícil que o Brasil está passando, as perspectivas de saída desta crise e conversamos também sobre o Maranhão, seus avanços e seus desafios em face do trabalho que vem sendo realizado pelo governador Flávio Dino”, ressaltou Othelino Neto, atual presidente em exercício da Assembleia Legislativa.

Ele também elogiou a atuação do deputado André Fufuca na Câmara Federal: “O deputado André começou aqui nesta Casa como deputado estadual, aliás um dos deputados mais jovem do Brasil, e hoje está na Câmara Federal como um jovem parlamentar do Maranhão, representando muito bem o Maranhão, e lutando para que as emendas parlamentares sejam de fato aplicadas em favor do nosso estado”, frisou Othelino.

Ao final da visita, Othelino conversou também com André Fufuca sobre o cenário para as eleições de 2018. “Conversamos, sim, sobre a aliança do PP com PCdoB neste mesmo campo de atuação política, que é algo que muito nos alegra: ter o PP como um parceiro e como um aliado deste novo momento que estamos construindo em nosso Estado”, salientou Othelino Neto.

André Fufuca assegura permanência de Wellington do Curso no PP

por Jorge Aragão

Mais uma vez o deputado federal André Fufuca, presidente do PP no Maranhão, surpreende muita gente por uma decisão tomada com maturidade, apesar da pouca idade.

Todos imaginavam, principalmente os comunistas, que o partido iria convidar o deputado estadual Wellington do Curso (PP) – parlamentar que faz Oposição ao Governo Flávio Dino na Assembleia – a se retirar da legenda ou a mudar sua postura, após o desembarque do PP na gestão comunista.

Entretanto, André Fufuca foi taxativo, em entrevista ao Estado, em afirmar que o PP é um partido democrático e que compreende o posicionamento adotado pelo colega Wellington do Curso, ou seja, dando uma espécie de aval para que o parlamentar siga desempenhando seu bom trabalho na Assembleia.

“O partido é democrático, há várias correntes com ideologias e pensamentos diferentes. Respeitamos o pensamento de todos”, disse Fufuca ao comentar a chegada do PP no Governo Flávio Dino ao jornal O Estado.

O Blog também conversou com o deputado Wellington do Curso, que assegurou não ter recebido nenhuma orientação do PP sobre seu posicionamento na Assembleia. O parlamentar não comentou se mudará sua postura, após o seu partido assumir a Secretaria de Esporte do Maranhão, através do secretario Hewerton Carlos Rodrigues Pereira. Entretanto, Wellington deixou claro que seu compromisso principal é com o povo do Maranhão.

“Estou muito satisfeito no PP e a ideia é continuar na legenda, mas todos sabem, sempre deixei isso bem claro, meu compromisso principal é com a população do Maranhão e assim seguirei em frente”, afirmou Wellington.

É aguardar e conferir.

O “comprometimento” de Flávio Dino com o esporte e a juventude

por Jorge Aragão

É impressionante como o governador Flávio Dino consegue se superar nos absurdos do comando do Maranhão. Se já não bastasse ser presença constante, de maneira negativa, nos noticiários nacionais, o comunista demonstra a sua total incapacidade de administrar.

Na noite de sexta-feira (13), portais e blogs alinhados ao Palácio dos Leões confirmaram o que já estava sendo especulado, a troca de comando na Secretaria de Esporte do Maranhão, saindo Márcio Jardim (PT) e entrando, na próxima segunda-feira (16), às 16h, Hewerton Carlos Rodrigues Pereira.

Inicialmente é bom deixar claro que a postagem não é nem de longe uma defesa pela permanência de Márcio Jardim, e muito menos contrária a chegada de Hewerton Rodrigues, deixando isso transparente, vamos aos fatos.

Primeiro apenas lamentar a maneira como o esporte é tratado por quase todos os governadores que passaram no Maranhão, utilizando uma importante pasta como moeda de troca por apoios políticos. A troca na Secretaria de Esporte se fez “necessária” para agasalhar o mais novo aliado do Governo Flávio Dino, o PP, do deputado federal André Fufuca, autor da indicação do novo titular da pasta.

Entretanto, infelizmente, esse tipo de prática é normal e corriqueiro na política, principalmente do Maranhão, mas o mais absurdo é o período em que essa troca será realizada.

Neste sábado (14), tem início a etapa final do Jogos Escolares Maranhenses de 2017, na categoria infanto. Isso mesmo, a principal competição da juventude escolar do Maranhão será iniciada hoje e no transcorrer do evento teremos mudança no comando da Secretaria de Esporte.

A atitude de Flávio Dino é apenas mais uma prova in conteste da importância e do comprometimento do comunista para com o esporte e a juventude maranhense.

Pior é que parece que o petista Márcio Jardim foi o último a saber, já que ainda utilizava as redes sociais para divulgar o JEM’S que ele não deve comandar mais. O curioso é que o anúncio da troca aconteceu em uma sexta-feira 13, e lembrando que 13 é o número do PT.

E assim segue o governo da mudança de Flávio Dino…

Ponto para André Fufuca

por Jorge Aragão

Depois de ter sido alvo de preconceito por parte da imprensa do sul do Brasil, o presidente interino da Câmara Federal, o deputado maranhense André Fufuca (PP), conseguiu marcar um ponto interessante e positivo na sua vida pública.

Mesmo diante de um feriado no meio da semana e com uma Câmara Federal indecisa e atônita por novos áudios que comprometem as delações da JBS, o parlamento, sob o comando de André Fufuca, conseguiu avançar na Reforma Política.

A Câmara dos Deputados, até de maneira surpreendente, conseguiu aprovar, em primeiro turno, o texto principal da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 282/16, que trata de diversos pontos da reforma política.

A proposta, que ainda precisará ser aprovada em segundo turno e no Senado Federal, acaba com as coligações para eleições proporcionais e cria uma cláusula de desempenho para os partidos poderem acessar recursos do fundo partidário e o tempo de propaganda em rádio e TV.

André Fufuca havia prometido semana passada que votaria o texto principal da Reforma Política nesta semana. O parlamentar maranhense conseguiu cumprir a promessa, ainda que os destaques fiquem para a semana que vem, quando o titular do posto, Rodrigo Maia (DEM-RJ) retoma o comando da Casa.

Sendo assim, apesar da desconfiança de muitos, André Fufuca deu conta do recado.

Solidariedade a André Fufuca e a juventude

por Jorge Aragão

Por Roberto Rocha

Sinto-me no dever de trazer a esta casa a manifestação solidária, como parlamentar e como amigo, ao atual presidente da Câmara dos Deputados, deputado André Fufuca.

Talvez pelo nome, que incorporou um apelido carinhoso de família, talvez pelo aspecto juvenil, no ardor dos seus 28 anos, o fato é que de uma hora para outra a presença do jovem parlamentar maranhense destampou a sanha preconceituosa que nós, nordestinos, estamos acostumados a sofrer na pele.

Ninguém procurou ver a trajetória que levou o jovem a percorrer a espinhosa senda política até alcançar o cargo que ocupa legítima e merecidamente.

Médico de formação, com apenas 21 anos foi eleito o deputado estadual mais jovem do Brasil. Durante seu primeiro mandato presidiu a Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional, assim como a Comissão de Saúde.

Isso o credenciou a disputar o mandato federal, conquistado com mais de 56 mil votos. Nesse cargo, ainda no primeiro ano de mandato assumiu a relatoria da CPI da Máfia das Órteses e Próteses no Brasil.

No segundo ano de mandato tornou-se o mais jovem coordenador de bancada da história do Brasil. Demonstrou assim, ter a confiança de seus pares e espírito de liderança.

As tentativas de transformá-lo numa piada política não passam de manifestação preconceituosa, que seria tolerável no espaço anárquico das redes sociais, mas não pode ser aceito quando é encabeçada por veículos de comunicação.

Antes mesmo de tomar qualquer decisão, o presidente interino da Câmara é julgado não pelo que fez ou deixou de fazer, mas simplesmente pela aparência.

Mas André Fufuca já deu provas de que é um deputado de posição, que tem brilho próprio e isso ficará demonstrado ao longo de sua breve interinidade.

De volta ao Maranhão, Fufuca fala do seu novo momento na política

por Jorge Aragão

Nesta sexta-feira (01), o presidente em exercício da Câmara Federal, André Fufuca (PP) retornou ao Maranhão para passar o fim de semana e concedeu entrevista na Rádio Mirante AM, ao jornalista Roberto Fernandes, no programa Ponto Final.

André Fufuca falou do seu novo momento na política, já que atualmente responde pelo comando da Câmara Federal. O maranhense se disse preparado para as críticas construtivas, mas lamentou as críticas pejorativas.

“No ambiente democrático existem as críticas e eu sei assimilar muito bem. As críticas construtivas foram e serão sempre muito bem absolvidas. As críticas pejorativas eu lamento. Porque as críticas? Será que é porque eu sou jovem, nordestino e maranhense? Eu lamento as críticas pejorativas, mas elas não me atingem”, afirmou.

Sobre a tão aguardada Reforma Política, que poderá ser votada na semana que vem, quando a Câmara Federal ainda estará sob o comando de André Fufuca, o parlamentar demonstrou esperança de que teremos algumas modificações já para as eleições de 2018.

“Nós temos 30 dias para votar a Reforma Política. Se houver a aprovação neste período valerá para 2018, caso contrário ficará para 2020. Nós estamos com um trabalho muito grande de mobilização das bancadas para dar quórum na semana que vem. Nós temos um foco que é colocar a Reforma Política em votação e estamos trabalhando para isso”, destacou.

André Fufuca, ao contrário do que muitos imaginam, deixou claro que se no período em que estiver respondendo pela Câmara Federal chegar uma nova denúncia contra o presidente Michel Temer, ele respeitará o regimento e receberá a nova denúncia.

“Eu tenho me posicionado quanto a isso abertamente. Se a denúncia chegar na minha interinidade, eu irei respeitar o que diz o regimento da casa e eu não colocarei qualquer obstáculo”, finalizou.

Fufuca retorna no domingo (03) para Brasília, já na semana que vem, que será mais curta por conta do feriado de 7 de setembro, ele voltará a presidir as sessões na Câmara Federal.

O desafio de André Fufuca

por Jorge Aragão

Nesta terça-feira (29), o jovem político maranhense, deputado federal André Fufuca, começará a enfrentar o seu maior desafio na vida pública até agora. Fufuca, que completou 28 anos no domingo, assume a partir de hoje, durante os próximos sete dias, o comando da Câmara Federal.

Durante a semana, a Câmara Federal, sob o comando de André Fufuca, terá pelo menos dois temas polêmicos que devem ser apreciados, a Reforma Política e a nova taxa de juros do BNDES.

André Fufuca, que é segundo-vice-presidente da Câmara, já deixou claro que não se furtará de dar prosseguimentos as pautas, mesmo as mais polêmicas. Sobre a Reforma Política, ele defende que seja colocada em votação no Plenário, mesmo se não houver consenso entre os partidos sobre o tema.

Outra votação bastante aguardada é a conclusão da análise sobre a nova taxa de juros do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Taxa de Longo Prazo (TLP) começou a ser votada na semana passada, mas o Plenário precisa concluir a análise de sugestões de parlamentares para enviar o projeto ao Senado.

Agora é aguardar e conferir como se sairá o maranhense André Fufuca nesse novo desafio na sua vida pública.

O “presente” e a responsabilidade de André Fufuca

por Jorge Aragão

Neste domingo (27), o deputado federal André Fufuca completará 28 anos e ganhará de “presente”, mais uma vez, a responsabilidade de comandar a Câmara Federal por quase dez dias.

Além de ser um tempo bem maior que da primeira vez, o momento extremamente delicado que atravessa o Brasil, com votações importantes de medidas provisórias e até apreciação da reforma política, aumentam a responsabilidade do jovem parlamentar.

Fufuca é o segundo vice-presidente da Câmara Federal e só assumirá porque o presidente Michel Temer viajará para a China na próxima semana e levará o vice-presidente da Câmara, o deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG). Rodrigo Maia (DEM-RJ), o titular, será presidente da República interino.

André Fufuca já teve uma reunião com integrantes da Mesa Diretora para definir algumas pautas que devem ser apreciadas em sua nova passagem como presidente da Câmara Federal.

Apesar da grande responsabilidade, principalmente para um jovem político, é inegavelmente um grande “presente”.

André Fufuca assume o comando da Câmara Federal

por Jorge Aragão

Nesta quinta-feira (20), o deputado federal André Fufuca (PP) assumiu a presidência da Câmara Federal e se tornou o político mais jovem a comandar o posto.

Fufuca é o atual 2º vice-presidente da Casa e ficará no comando em virtude de viagens ao exterior do presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do 1º vice-presidente, Fábio Ramalho (PMDB-MG).

“Hoje é um dia muito importante pra mim, assumo a presidência da Câmara dos Deputados do meu país. Mesmo que interinamente, me sinto muito honrado, e darei meu máximo para cumprir tamanha responsabilidade”, destacou Fufuca.

Em 2010 André Fufuca, com apenas 21 anos, tornou-se o deputado estadual mais jovem do Brasil e agora o político mais jovem a comandar a Câmara Federal.