“Não sou juíza e nem professora de Deus”, afirma Roseana

por Jorge Aragão

Nesta quinta-feira (11), a ex-governadora Roseana Sarney concedeu rápida entrevista no programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM, apresentado pelo titular do Blog do Jorge Aragão.

Roseana fez questão de demonstrar a sua alegria e satisfação pela entrega da duplicação da BR-135, no trecho entre Estiva e Bacabeira. A ex-governadora também agradeceu a ex-presidente Dilma Rousseff pelo início da obra, mas lembrou que foi no Governo Temer, com apoio da Bancada Federal, que houve a conclusão. Roseana também lembrou algo que poucas pessoas comentam, que a primeira parte da duplicação da BR-135, dentro da Ilha de São Luís, foi feita pelo Governo do Maranhão, na sua gestão ainda em 1998.

“Hoje é um dia de festa para o Maranhão, pois a luta pela duplicação da BR-135 é uma reivindicação antiga de todos os maranhenses. Essa é a segunda parte da duplicação, pois a primeira que está dentro da Ilha foi feita no meu governo. Agora teremos mais um trecho até Miranda do Norte e a nossa luta agora vai ser levar essa estrada duplicada até Timon. Essa é uma obra importante não apenas para o Maranhão, mas também para o Brasil. Queria agradecer a presidenta Dilma, pois a obra foi iniciada no seu governo, mas preciso reconhecer o esforço do presidente Temer, já que foi no seu governo que a obra foi retomada e concluída. É importante destacar o empenho também da Bancada Federal”, afirmou.

Roseana também falou sobre a disposição de disputar a eleição para o governo e disse que se sente muito feliz ao ter o seu nome novamente lembrado pelo povo do Maranhão.

“Eu fico muito feliz em ser lembrada pelo povo, pois é um sinal que o meu nome é lembrado pelo trabalho que sempre desenvolvi pelo Maranhão e pela responsabilidade. Eu estou analisando tudo, mas a princípio sim eu sou pré-candidata a governadora do Maranhão. O meu nome está à disposição do meu partido”, afirmou.

Ao ser perguntada sobre os dados do IBGE que apontam para o aumento da extrema pobreza e a queda do PIB no Maranhão, Roseana, ao contrário do governador, preferiu não tripudiar da fraca gestão comunista.

“A vida inteira as pessoas me acusavam sobre essa coisa de pobreza. Agora as pessoas que estão no governo estão compreendo o que é governar. Estão sabendo o que é governar. Não é fácil governar. Então eu me resguardo a não comentar, pois esse não é o meu estilo. Então eu prefiro não comentar e repasso essa pergunta ao povo do Maranhão. Quem tem que analisar não sou eu. Eu não sou juíza e nem professora de Deus para analisar tudo. Eu sou uma pessoa comum, eu não sei tudo. As pessoas é que vão analisar se o Maranhão cresceu ou não cresceu”, finalizou.

Bem que Flávio Dino poderia aprender a lição, mas com toda prepotência e arrogância, seria impossível agir assim.

19 comentários

UOL: veto de Pedro Fernandes seria por ligação com Flávio Dino

por Jorge Aragão

Por conta da imensa dificuldade que o presidente da República, Michel Temer, está tendo para nomear a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o Ministério do Trabalho, o assunto do veto ao primeiro indicado, o deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA), voltou a ser destaque na imprensa nacional.

Em entrevista ao site UOL, Michel Temer voltou a assumir o veto do nome de Pedro Fernandes, sem transferir a responsabilidade para o ex-presidente da República, José Sarney.

Segundo o site UOL, Temer disse que não aceitou o nome de Pedro Fernandes pela por sua ligação com o governador do Maranhão, Flávio Dino, que, segundo o presidente, mantém um quadro de Dilma Rousseff (PT) na parede do Palácio dos Leões, como se ela ainda fosse a presidente (veja aqui).

O certo é que o imbróglio segue e o PTB não consegue emplacar um nome para o Ministério do Trabalho e Temer segue com um ministro a menos na sua equipe de governo.

1 comentário

Três deputados na disputa por vaga na Mesa Diretora da AL

por Jorge Aragão

É bem verdade que a definição pela vaga em aberto na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa só acontecerá em fevereiro, após a reabertura dos trabalhos, mas pelo menos três parlamentares têm se movimentado em torno do cargo.

A vaga de 4º vice-presidente, pela equiparação feita pelos deputados para a Mesa Diretora, teoricamente pertence a um parlamentar da base governista e por conta disso, os governistas Cabo Campos (DEM), Paulo Neto (PSDC) e Levi Pontes (PCdoB) estariam na disputa.

A vacância do cargo ocorreu após o falecimento do presidente da Casa, Humberto Coutinho (PDT). Como, pela modificação feita no Regimento Interno, os parlamentares que estavam abaixo foram subindo para o cargo acima, com isso, Othelino Neto que era 1º vice-presidente assumiu o comando da Assembleia, efetivando Fábio Macedo no cargo de 1º vice-presidente; Josimar de Maranhãozinho (PP) na 2ª vice e Adriano Sarney (PV) na 3ª vice, por ordem de sucessão natural, deixando em aberta a 4ª vice-presidência.

De acordo com informações colhidas pelo Blog, o favorito na disputa, tendo inclusive o aval do Palácio dos Leões, é o deputado Levi Pontes. Já Paulo Neto seria o nome de preferência da maioria dos deputados.

A ideia, até pelo tempo que resta, é trabalhar um consenso para a votação, que acontecerá na primeira quinzena de fevereiro, antes do Carnaval.

Mudanças – Falando em Assembleia Legislativa, o novo presidente do Legislativo do Maranhão já começou a fazer algumas mudanças em cargos estratégicos. Depois de trocar a Diretoria-Geral – para onde nomeou Valney Pereira -, ele promoveu, agora, mudança na Comunicação: sai Carlos Alberto Ferreira, que havia chegado junto com Humberto Coutinho, e entra Edowin Jinkings, jornalista que acompanha Othelino Neto desde os tempos de Secretaria de Meio Ambiente.

Algumas outras mudanças pontuais devem acontecer. É aguardar e conferir.

2 comentários

8 meses e 25 dias

por Jorge Aragão

O tempo acima é o que falta para as eleições gerais de 2018. E neste início de ano cada um dos principais candidatos vive momentos diferentes na exposição. A situação de cada um:

Flávio Dino (PCdoB) – O governador comunista entrou 2018 literalmente com o pé esquerdo. Convive desde o fim de 2017 com a incômoda revelação de que, no período de seu mandato, surgiram no Maranhão nada menos que 312 mil novos miseráveis, o que dá 100 mil por ano de mandato.

Roseana Sarney (MDB) – A ex-governadora fechou 2017 com mensagens de otimismo em relação a 2018. E ganhou, logo nos primeiros dias do novo ano, uma centena de grupos de aplicativos, formados por políticos, jornalistas e simpatizantes. O possível “Bloco da Guerreira” fará contraponto ao desinteresse comunista no Carnaval.

Roberto Rocha (PSDB) – O senador venceu a batalha pelo PSDB e se mantém em franca articulação com lideranças do interior do estado. Com forte influência na Codevasf e um atuante mandato no Senado, Rocha assumiu o contraponto ao governo Flávio Dino, com obras e serviços que não são oferecidos pelo comunista.

Ricardo Murad (PRP) – O ex-deputado e ex-secretário atua fortemente nas redes sociais, desfazendo mitos vendidos pela mídia comunista. Murad atua na desconstrução do comunista nas redes sociais.

Maura Jorge (Podemos) – A ex-deputada e ex-prefeita continua em franca ação no interior do estado, fortalecendo-se em regiões importantes, como a Tocantina e a região dos Cocais. O projeto de Maura é ganhar musculatura nos segmentos evangélicos, hoje fortemente pulverizados.

Eduardo Braide (PMN) – Único dos pré-candidatos a não se declarar como tal, o deputado estadual fechou 2017 em terceiro lugar em todas as pesquisas. Sua atuação tem sido nos bastidores; e em duas frentes: montagem de um palanque forte e a busca de aliados importantes para viabilizar sua campanha na TV.

Estado Maior

7 comentários

“Preso por fraude é aprovado em concurso da PM”, alerta Wellington

por Jorge Aragão

Um homem identificado como Miguel José de Carvalho Neto, que já foi preso por fraude no Concurso do Corpo de Bombeiros do Piauí, consta na lista dos aprovados do concurso da Polícia Militar do Maranhão.

A situação foi alertada pelo deputado estadual Wellington do Curso (PP), que recebeu a informação de outros candidatos que também fizeram a prova da PM e pode constatar a veracidade no resultado oficial divulgado pela banca organizadora do certame.

Para Wellington, a questão requer cautela para se garantir que os futuros policiais militares do Maranhão sejam, de fato, homens e mulheres honrosos.

“O que colocamos aqui é apenas um alerta para evitar que a fraude contamine o certame. Quem estuda merece sim a aprovação. Se há indícios de fraude, isso deve ser apurado. Esperamos que as autoridades competentes se manifestem sobre os fatos”, pontuou Wellington.

Em Caxias, no Maranhão, dois candidatos foram presos por suspeita de fraude no dia de aplicação das provas. Até o presente momento, os fatos não foram, por inteiro, esclarecidos pelo governo do Estado do Maranhão. E a população ainda aguarda explicações do Governador Flávio Dino.

Como o Blog sempre disse, o que começa errado, termina pior ainda.

6 comentários

Eleições: o problema segue aumentando para Flávio Dino

por Jorge Aragão

Definitivamente o governador Flávio Dino (PCdoB), dia após dia, vai vendo o seu problema na composição da sua chapa para as eleições deste ano aumentar assustadoramente.

O comunista já definiu que o deputado federal Weverton Rocha (PDT) será um dos seus candidatos ao Senado Federal e deu a entender que o vice-governador, Carlos Brandão (PRB), deve novamente ser o seu vice.

Sendo assim, sobraria apenas uma única vaga na chapa de Dino, que seria o segundo nome para o Senado. Apesar do comunista considerar que apenas três nomes brigam pela vaga – José Reinaldo (DEM), Eliziane Gama (PPS) e Waldir Maranhão (Avante) – o PT tem deixado claro que também deseja espaço na chapa.

Recentemente o ex-governador José Reinaldo demonstrou sua insatisfação com a situação e com a postura de Flávio Dino. O comunista negou, em entrevista, que tenha assegurado a segunda vaga ao Senado ao DEM, o ex-governador debochou da negativa de Dino (reveja).

Já o PT, por incrível que pareça, tem aumentado o tom com relação a disputa eleitoral. O próprio presidente do partido no Maranhão tem assegurado que o único compromisso do PT é com Márcio Jardim, que também deseja ser candidato ao Senado. O problema é que, conforme o blog já demonstrou, Flávio Dino vai desdenhando dessa iniciativa (reveja).

A deputada federal Eliziane Gama (PPS), por sua vez, iniciou uma série de congressos municipais pelo interior maranhense. A parlamentar quer visitar 40 cidades e deixar claro para todo o Maranhão que é pré-candidata ao Senado. “Estamos caminhando pelo Maranhão e realizando os congressos municipais, com a confirmação da nossa pré-candidatura ao Senado”, destacou Eliziane Gama, deixando claro que é irreversível seu posicionamento.

O deputado Waldir Maranhão, talvez o menos cotado, parece mais consciente de que será quase que impossível ser o segundo nome para o Senado. Entretanto, nos bastidores o deputado federal garante que tem uma promessa e um convite do governador Flávio Dino para compor a chapa majoritária. Só que deve se contentar com uma boa ajuda para sua tentativa de reeleição.

Uma coisa é certa, quanto mais o tempo passar, quanto mais demorar a se posicionar, mais o problema vai aumentar para o comunista.

6 comentários

Aluisio Mendes viabiliza viatura para Guarda Municipal de Grajaú

por Jorge Aragão

A Guarda Municipal de Grajaú terá maior agilidade no atendimento à população com a viatura entregue à corporação pelo prefeito Mercial Arruda e pelo deputado federal Aluisio Mendes (PODE), que viabilizou os recursos necessários para a aquisição do veículo.

No ato de entrega, o parlamentar reafirmou o compromisso de continuar apoiando a administração municipal em áreas prioritárias, como a segurança pública, saúde, educação e infraestrutura.

“Desde o início do mandato, venho destinando recursos federais para o município de Grajaú, para investimentos em saúde, infraestrutura e saneamento básico. Hoje, com o prefeito Mercial Arruda, temos a certeza que cada centavo será gasto em benefício da população. Por isso, não poderia deixar de dar a nossa contribuição também à área da segurança pública, aqui fortalecida pela valorosa atuação da Guarda Municipal”, declarou Aluísio Mendes.

Criada em 2006 por Mercial Arruda, a Guarda Municipal de Grajaú conta atualmente com 57 membros atuando em diversas ações de segurança em parceria com a Polícia Militar, a Unidade Prisional de Grajaú, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o Ciretran, o Conselho Tutelar e o Centro de atenção Psicossocial do município. A nova viatura possibilita maior mobilidade dos guardas na realização de rondas preventivas nos bairros e entornos de escolas e unidades de saúde.

“Desde o início do mandato, venho destinando recursos federais para o município de Grajaú, para investimentos em saúde, infraestrutura e saneamento básico. Hoje, com o prefeito Mercial Arruda, temos a certeza que cada centavo será gasto em benefício da população. Por isso, não poderia deixar de dar a nossa contribuição também à área da segurança pública, aqui fortalecida pela valorosa atuação da Guarda Municipal”, declarou Aluísio Mendes.

Mercial Arruda fez questão de ressaltar o apoio que o município tem recebido do deputado Aluisio Mendes, tanto na destinação de recursos quanto no encaminhamento de projetos de Grajaú nos ministérios, em Brasília. “Só temos a agradecer por tê-lo como nosso representante no Congresso Nacional”, enfatizou o prefeito, listando vários benefícios já obtidos pelo parlamentar para a população grajauense.

Após a entrega da viatura, Mercial Arruda e sua equipe estiveram com Aluisio Mendes no povoado Alto Brasil, onde o deputado informou a comunidade sobre a instalação da telefonia móvel naquela área – a ser efetivada nos próximos meses – e anunciou a destinação de uma emenda orçamentária para que a Prefeitura de Grajaú possa atender outras demandas do Alto Brasil, como construção de Unidade Básica de Saúde e asfaltamento de ruas.

2 comentários

Rodoviários: apenas os ônibus da empresa Marina seguem na garagem

por Jorge Aragão

Na tarde desta quarta-feira (10), o Sindicato dos Rodoviários informou que das três empresas, duas já voltaram a circular na capital, são elas: São Benedito e Matos. No caso destas duas empresas, os representantes se reuniram com o presidente do sindicato, Isaias Castelo Branco, e apresentaram uma proposta, prevendo quitar os salários e demais benefícios. A proposta foi apresentada e aceita pelos trabalhadores, que já retomaram as atividades.

Em relação a empresa Marina, o Sindicato dos Rodoviários ressalta, que até o momento os representantes ainda não se posicionaram, muito menos, regularizaram a situação dos funcionários. Por este motivo, os ônibus da Marina permanecem sem rodar.

Os rodoviários decidiram paralisar as atividades nas três empresas nesta quarta-feira em virtude de não terem pago os salários do mês de dezembro, também não disponibilizaram os benefícios que os trabalhadores têm direito, como plano de saúde, plano odontológico, ticket alimentação e parte do 13º salário.

Entretanto, após negociações, apenas a empresa Marina segue sem rodar na capital maranhense. A empresa atende a região da Cidade Olímpica e Cidade Operária.

1 comentário