Entregue mais duas Unidades Básicas de Saúde em Ribamar

por Jorge Aragão

A prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria de Saúde (SEMUS), entregou, de uma só vez, duas Unidades Básicas de Saúde (UBS), uma beneficiando o bairro São José dos Índios e a outra o Jardim Tropical. Os aparelhos públicos compreendem o complexo de obras que estão sendo entregues no período do aniversário de 65 anos de emancipação do município.

Acompanhado do vice-prefeito, Eudes Sampaio, autoridades e secretários, o prefeito Luis Fernando entregou a unidade em São José dos Índios totalmente equipada. Da recepção aos consultórios, todos os espaços receberam nova mobília, além de ampliação e outros serviços de infraestrutura. Durante a solenidade de entrega, o prefeito falou sobre a satisfação em poder entregar mais esta importante obra que, para a comunidade, significa trabalhar em favor do povo.

“É fundamental que as pessoas se sintam bem e a função dos administradores municipais é dar total apoio às estruturas físicas e de pessoal, possibilitando um atendimento humanizado, trabalhando com a saúde preventiva e proporcionando qualidade de vida à população”, parabenizou.

No período da tarde, o prefeito seguiu o cronograma de entregas e realizou a inauguração da UBS do Jardim Tropical. A unidade, totalmente reconstruída, que hoje conta com atendimentos de Clínico Geral, Ginecologista e Odontologia, também deverá promover à realização de exames, projetos e programas, voltados a saúde da família.

Para o vice-prefeito, Eudes Sampaio, a entrega da nova unidade é mais que uma realização, é um sonho tirado do papel e posto em prática pela atual gestão. “Não apenas a inauguração desta unidade como toda a programação de entregas que ocorrerá até domingo, data do aniversário da cidade, mostra o comprometimento do prefeito Luis Fernando em cumprir todos os seus compromissos de governo, e essa unidade simboliza a concretização do trabalho em menos de nove meses de gestão”, salientou o gestor.

A programação de aniversário dos 65 anos do município segue com a entrega nesta quinta-feira (21), das Praças do Cruzeiro e Cemitério, além da entrega de título da propriedade à Paróquia de São José de Ribamar e a ordem de serviço para Requalificação da Maternidade e do Hospital Municipal.

1 comentário

Sousa Neto volta a cobrar MP sobre denúncia de “funcionária fantasma”

por Jorge Aragão

O deputado estadual Sousa Neto (PROS) autor de uma grave denúncia na Assembleia Legislativa, sobre um suposto caso de funcionária fantasma na Secretaria de Saúde do Governo Flávio Dino (reveja), voltou a cobrar, nesta semana, um posicionamento do Ministério Público sobre o caso.

O parlamentar afirmou que a sua denúncia, protocolada no Ministério Público no dia 29 de agosto, segue adormecida na assessoria especial do Procurador Geral.

“Estou cobrando um posicionamento do Ministério Público do Estado, a respeito da representação que dei entrada naquele Órgão, e que até agora não saiu da assessoria especial do gabinete do Procurador Geral. Irei até às últimas instâncias para que haja alguma medida que impeça que a funcionária fantasma Alana Valéria Coelho, da Secretaria de Saúde do Governo Flávio Dino, mesmo sem trabalhar, continue recebendo mais de R$ 9 mil por mês, já que o governo não toma qualquer providência para combater essa ilegalidade. Essa denúncia não pode ser engavetada. A sociedade quer uma resposta para mais essa vergonha nesse governo comunista”, afirmou.

Sousa Neto, apesar de afirmar que acredita no Ministério Público do Maranhão, deixou claro que, se necessário for, irá acionar o Conselho Nacional dos Membros do Ministério Público e o Conselho Nacional de Justiça.

“Acredito no Ministério Público e espero que se manifeste e se posicione contra esse caso da servidora fantasma do Governo Flávio Dino. Estou acompanhando diariamente o andamento do processo, e caso seja necessário, vamos levar ao conhecimento do Conselho Nacional dos Membros do Ministério Público e do Conselho Nacional de Justiça essa ilegalidade, para que os envolvidos não fiquem impunes. Isso porque, quem está pagando o salário dessa funcionária somos nós contribuintes de todo o Estado do Maranhão”, pontuou.

Sousa Neto também criticou a omissão e o silêncio da base governista e do próprio Flávio Dino. “Até agora, estamos aguardando a ala governista para sair em defesa do secretário de Saúde Carlos Lula e do governador Flávio Dino. Já dei oportunidade para a Secretaria de Saúde se manifestar, inclusive entrei com Requerimento para que Carlos Lula respondesse aos nossos questionamentos. Até com relação à própria servidora Alana, já entramos com um requerimento que garanta a ela o direito de se defender. Até o meu próprio gabinete já disponibilizei para essa funcionária Alana, para que ela se defendesse, já que ninguém aqui a defende e que ficou exposta a toda opinião pública, que tem cobrado um posicionamento”.

Mas o silêncio sepulcral segue imperando em todos os setores.

3 comentários

Stênio participa da inauguração do Hospital Regional de Balsas

por Jorge Aragão

Depois de muita luta, o município de Balsas recebeu oficialmente nesta quarta-feira (20) do Governo do Maranhão, o Hospital Regional que vai reforçar a rede pública de Saúde da cidade e de mais 14 municípios da região.

A obra também é fruto de uma emenda destinada pelo deputado estadual Stenio Rezende (DEM), que há anos vinha lutando dentro da Assembleia Legislativa do Maranhão para que fosse efetivamente entregue à população.

O parlamentar esteve presente na inauguração ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB), do deputado federal André Fufuca (PP), do prefeito de Balsas, Dr. Erik, além de outras autoridades.

“É uma enorme satisfação poder inaugurar o Hospital Regional de Balsas, que é uma luta antiga, desde 2012, e um compromisso que assumi com os balsenses. O município precisava demais desse reforço na Saúde Pública, e agora finalmente a população vai poder ter uma maior assistência”, ressaltou.

A sede dessa Unidade Regional de Saúde (URS), dispõe de 4 mil m² e será referência na média e alta complexidade, com capacidade para 50 leitos e 12 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que garantirão maior qualidade no atendimento, abrangendo em média 240 mil pessoas.

Além de Balsas, o hospital regional irá atender pacientes da população dos municípios de: São Félix de Balsas, São Pedro dos Crentes, São Raimundo das Mangabeiras, Tasso Fragoso, Alto Parnaíba, Carolina, Feira Nova do Maranhão, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Loreto, Nova Colinas, Riachão e Sambaíba.

9 comentários

Perseguidor

por Jorge Aragão

O estudo está sendo feito por um grupo de WhatsApp que tem o sugestivo título de “Liberdade de Expressão” e reúne os principais jornalistas políticos do Maranhão.

Trata-se de um levantamento criterioso do número de processos, ações, interpelações e imposição de direitos de resposta usados pelo governador Flávio Dino (PCdoB) ao longo dos seus quase três anos de mandato. E os números são assustadores.

Não há registro nos últimos 30 anos – desde que o então senador Epítácio Cafeteira assumiu o comando do Governo do Estado, em 1987, de um número tão grande de ações judiciais tentando impor constrangimento a quem pensa ou se expressa diferente do que apregoa o Palácio dos Leões.

De lá para cá, além de Cafeteira, o Maranhão teve como governador os senadores João Alberto de Sousa, Edison Lobão e Roseana Sarney (todos do PMDB), o deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), o ex-prefeito Jackson Lago (PDT) e Roseana Sarney novamente, sem que tenha havido qualquer tipo de registro de ação que implicasse em castração ao direito de informar e de criticar.

No governo comunista de Flávio Dino, por outro lado, não há um único jornalista, advogado ou intelectual que tenha ousado pensar diferente do que quer o Palácio dos Leões e não tenha sofrido pelo menos uma ação promovida pelo governador ou seus agentes.

A situação é grave do ponto de vista da liberdade de expressão, porque revela um estado de exceção, uma espécie de tirania, onde é proibido pensar diferente de quem comanda.

E revela ainda traços de perseguidor no perfil de Flávio Dino, já caracterizado pelo autoritarismo.

Coluna Estado Maior

5 comentários

PEC das Emendas Impositivas já tramita em ritmo acelerado na CCJ

por Jorge Aragão

A aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 006/2017 voltou a ser defendida na Assembleia Legislativa na sessão desta quarta-feira (21) pelo autor da matéria, deputado César Pires (PEN), e demais parlamentares de oposição. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) abriu prazo de 10 dias para a apresentação de emendas à PEC que altera a Constituição Estadual para tornar obrigatória a execução da programação orçamentária do Estado.

A chamada PEC da Emenda Impositiva foi publicada com 14 assinaturas, mas depende de 27 votos para ser aprovada e poder ser aplicada a partir do Orçamento do Estado para 2018. Ela altera o artigo 137 da Constituição Estadual, que no inciso 7º passaria a vigorar com o seguinte texto: “As emendas individuais ao projeto de lei orçamentária serão aprovadas no limite de um inteiro e cinco décimos por cento da receita corrente líquida prevista no projeto encaminhado pelo Poder Executivo, sendo que a metade deste percentual será destinada a ações e serviços públicos de saúde. E pelo inciso 8º “é obrigatória a execução orçamentária e financeira das programações a que se refere o inciso 7º”.

“Espero que o deputado Marco Aurélio, presidente da CCJ, não perca a serenidade e nem seja contraditório com seu discurso ao relatar a PEC da Emenda Impositiva, que deverá ser votada até 10 dias depois do fim do prazo para a apresentação de emendas”, ressaltou César Pires. Ele citou trechos do livro “Conselhos aos governantes” para enfatizar que os deputados governistas não podem ser tão obedientes ao Executivo ao ponto de enfraquecer o Legislativo

César Pires disse esperar que o plenário vote a PEC da Emenda Impositiva com a liberdade de poder lutar pelo direito de destinar recursos do orçamento estadual para ações e obras que atendam às necessidades da população, independente de quem esteja no comando do Executivo.

“O Pará, o Piauí, a República, o município de São Luís tem emendas impositivas. Então, o governo democrático e republicano do Maranhão também pode ter. Aqueles que apoiam esta Casa e justificam o seu posicionamento talvez tenham mais crédito moral do que aqueles que se recusam a votar em defesa dos interesses dos seus munícipes”, declarou César Pires, lembrando que defendeu a aprovação da emenda impositiva mesmo quando era líder do governo na Assembleia Legislativa.

Em apartes, os deputados Edilázio Júnior, Eduardo Braide, Sousa Neto e Adriano Sarney também defenderam a aprovação da PEC da Emenda Impositiva, para assegurar que todos os parlamentares tenham suas emendas ao orçamento respeitadas, independentes de serem aliados ou não do governo.

“Lembro do que me foi relatado pelo líder do governo do Pará, que em conversa com o governador de lá se recusou a votar contra a PEC da emenda impositiva, porque antes de ser aliado dele, era deputado e colocava o parlamento em primeiro lugar. Assim eles aprovaram a matéria”, exemplificou Edilázio Júnior.

2 comentários

Adriano Sarney repercute queda de factoide contra ex-governadora

por Jorge Aragão

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) revelou, nesta quarta-feira (20), assim como o Blog do Jorge Aragão já havia feito (reveja), ofício do Ministério da Integração Nacional que desmente acusações feitas por veículos de imprensa, páginas de redes sociais e blogues alinhados ao governo Flávio Dino (PCdoB), contra a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

“Isso é uma mentira do governo comunista que inventou uma denúncia contra a ex-governadora Roseana, e o ofício do Ministério da Integração repõe a verdade”, disse Adriano, desmontando a farsa que vem sendo alimentada pelo governo comunista acerca de recursos utilizados em ações contra enchentes em 2009, durante a gestão Roseana.

Segundo Adriano, em discurso na tribuna da Assembleia, desde a divulgação recente de pesquisas de intenção de voto que colocaram Roseana à frente da eventual disputa ao Governo do Estado, diversos veículos alinhados ao Palácio dos Leões vêm difundindo factoides, a exemplo da falsa denúncia que foi desmentida pelo Ministério da Integração, numa clara tentativa de estancar o avanço da ex-governadora na preferência do eleitorado maranhense.

Definitivamente ficou feio, mas isso para quem tem vergonha.

8 comentários

Sérgio Frota não “crava” saída do PSDB com chegada de Roberto Rocha

por Jorge Aragão

Único deputado estadual do PSDB em Plenário na Assembleia Legislativa do Maranhão, Sérgio Frota, que também é presidente do Sampaio, preferiu não se posicionar se permanecesse ou não no partido, diante da eventual chegada do senador Roberto Rocha a legenda.

Em entrevista na manhã desta quarta-feira (20), Frota, apesar de dizer que a chegada de nomes aos partidos faz parte do processo democrático, deixou claro que não foi ouvido sobre a chegada de Roberto Rocha e que o partido integra a base do Governo Flávio Dino.

“Dentro do processo democrático, isso faz parte da vida dos partidos. Não fui consultado. Não sei se deputado estadual é importante no PSDB. Mas a minha postura no Maranhão é de apoio ao Governo Flávio Dino”, afirmou.

Sobre sua permanência no PSDB, Sérgio Frota preferiu não se manifestar ainda, pois entende que só deve fazer quando o fato (chegada de Roberto Rocha) efetivamente acontecer. Frota optou pela prudência, até para não se arrepender amanhã do quem for dito hoje. O parlamentar também reconheceu a importância de Roberto Rocha.

“Não trabalho com condicional, sou homem de decisão. Eu não fui ouvido, acho que não acharam necessário. É um senador da República, não tenha dúvida que é um político de peso, mas nós temos no Maranhão uma conjuntura diferente do resto do Brasil. Vamos aguardar o desdobramento, o PSDB é um partido democrático. Eu desde que entrei na política estou no PSDB e acharia salutar ser ouvido, mesmo que não seja decisivo. Vamos esperar o desdobramento para tomar uma decisão”, finalizou.

Ou seja, é melhor aguardar e conferir.

6 comentários

Mais um factoide desmontado

por Jorge Aragão

É impressionante como os comunistas se dizem vítima de factoides, quando na realidade são os primeiros a plantar, principalmente nas redes sociais, informações distorcidas e mentirosas. Entretanto, ao contrário dos comunistas maranhenses, que preferem se fazer de vítimas a responderem as denúncias, os alvos dos comunistas procuram sempre desmontar os factoides.

Nesta quarta-feira (20), mais um factoide divulgado pelos asseclas do governador Flávio Dino, foi desmontado. Durante a semana passada, surgiu a informação de que a ex-governadora Roseana Sarney estaria sendo investigada pelo Governo Federal sobre eventuais desvios de verbas referentes a enchentes que atingiram municípios do Maranhão no ano de 2009.

O próprio governador Flávio Dino, de maneira equivocada e covarde, também repercutiu, mesmo que indiretamente, o assunto nas redes sociais. Veja abaixo.

Só que o Blog do jornalista Marco D’Eça publicizou o Ofício nº 441/2017 do Ministério da Integração Nacional, que deixa claro não haver nenhuma investigação em curso contra a ex-governadora Roseana Sarney, muito menos com relação às enchentes que assolaram o Maranhão em 2009.

“Adicionalmente, esclareço não ter sido o referido processo objeto de auditoria, nem constatar qualquer irregularidade a pessoa de vossa senhoria quando no exercício do cargo de governadora do estado do Maranhão”, afirma o item 2 do Ofício, assinado pelo ministro Helder Barbalho.

E assim está desfeito mais um factoide.

Pena que os comunistas não agem assim, já que não respondem as denúncias, apenas tentam intimidar e quem as faz, mas quase nunca dando uma satisfação ao povo do Maranhão.

Basta comparar.

7 comentários

A pífia, imatura e fútil justificativa do deputado Marco Aurélio

por Jorge Aragão

O mês de setembro na Assembleia Legislativa tem sido marcado pela falta de entendimento total entre governistas e oposicionistas para a apreciação das votações da pauta diária, ou seja, na apreciação da Ordem do Dia.

Os governistas, na maioria das vezes sem número suficiente, querem aprovar as inúmeras medidas provisórias encaminhadas pelo incoerente governador Flávio Dino, enquanto que a Oposição tenta obstruir as votações, mesmo que concorde em algumas com o mérito, para demonstrar sua insatisfação com o desrespeito do Executivo com o Legislativo, justamente pelo número absurdo de medidas provisórias.

O embate, apesar de fazer parte da política, tem deixado as sessões ordinárias enfadonhas, e o pior é que a “corda deve seguir sendo esticada”, já que um acordo, pelo menos nesse momento, parece improvável.

Só que na sessão de terça-feira (19), o deputado estadual Marco Aurélio, que parece não compreender o tamanho do cargo que ocupa, conseguiu encontrar uma justificativa pífia e no mínimo bajuladora para justificar a quantidade de medidas provisórias encaminhadas pelo governador Flávio Dino a Assembleia Legislativa.

Enquanto oposicionistas questionavam o atropelo e o desrespeito com a Casa do Governo Flávio Dino, que já encaminhou mais medidas provisórias que projetos de lei, o deputado comunista, imaginando que ainda estava num debate de grêmio estudantil, saiu com a seguinte afirmação:

“Desde a semana passada, a mesma história, o mesmo mimimi. É o mimimi da MP, não pode Medida Provisória. Ora, quem decide se é Medida Provisória ou se é Projeto de Lei é o Chefe do Executivo. Se alguém aqui quer ter essa prerrogativa, tenha 2 milhões de votos que aí vai ter a prerrogativa de decidir se vai ser MP, se vai ser Projeto de Lei, o que vai ser. É simples assim”, afirmou Marco Aurélio.

Além de demonstrar uma submissão incrível, o parlamentar parece que tem memória curta. Flávio Dino, enquanto deputado federal chegou a lançar um livro criticando o instituto da Medida Provisória (reveja).

O que é o deputado Marco Aurélio deveria entender é que a população votou em Flávio Dino, assegurando esses dois milhões de votos a ele, justamente por aquilo que ele pregava e prometia, não pelos desmandos que está cometendo hoje.

Agindo assim, fica apenas evidenciado um estelionato eleitoral, afinal pregava algo antes de se eleger, justamente para ganhar esses dois milhões de votos, mas depois de eleito faz algo bem diferente do que afirmava.

Sendo assim, por mais que tenha que cumprir seu papel de deputado governista, até para garantir suas emendas parlamentares, o deputado Marco Aurélio precisa, no mínimo, ter um pouco de equilíbrio e bom senso.

Ou seja, era melhor ter ficado calado, do que apresentado uma justificativa imatura, pífia e fútil para a quantidade de medidas provisórias .

5 comentários

Luis Fernando segue entregando obras pelo aniversário de Ribamar

por Jorge Aragão

O terceiro maior município do Maranhão, São José de Ribamar, voltou a contar com uma fábrica especializada em Mariscos e Pescados, a Casa da Marisqueira. O equipamento, totalmente reconstruído, foi entregue pelo prefeito Luis Fernando, juntamente com o vice-prefeito, Eudes Sampaio, em concorrida cerimônia que marcou mais um dia da programação do aniversário de 65 anos do município.

A fábrica, localizada no bairro São Raimundo, na região da sede, além de ter seu prédio recuperado recebeu novas máquinas e peças, dando mais segurança, rapidez e qualidade no processamento de mariscos.

“Estamos em mais um dia de entregas em comemoração de aniversário do município e sem dúvida, a entrega da fábrica vai incentivar o mercado pesqueiro local, proporcionando trabalho, renda para o setor”, destacou o prefeito.

Além dos funcionários contratados, a casa conta com 48 marisqueiras que fazem parte da parceira Prefeitura/Associação de Marisqueiras do Município e Banco do Brasil, por meio de linha de financiamento de créditos.

Como parte da programação de aniversário do município, também foi realizada a certificação de cerca de 700 voluntários no projeto voluntariado municipal. O projeto criado em 2005, quando da primeira gestão do prefeito Luis Fernando, traz em sua nova edição, a proposta de integração das comunidades além de ampliar a participação popular no estímulo de práticas que levem a cidadania, melhoria da qualidade de vida e aproximação com a gestão pública.

São mais de 100 bairros envolvidos nas mais variadas ações voluntarias em prol da melhoria do município.

O prefeito Luis Fernando ainda entregou o sistema simplificado de abastecimento de água na Trizidela da Maioba. A obra também deverá trazer mais conforto e qualidade no fornecimento de água para os moradores da região.

2 comentários