E a CPI dos R$ 73 milhões ?

por Jorge Aragão

Quem imagina que a CPI dos R$ 73 milhões acabou está equivocado, diagnosis pelo menos foi o que garantiu o autor da proposta de criação e relator da CPI, check o deputado estadual Roberto Costa (PMDB).

O deputado em entrevista mais uma vez criticou a decisão da desembargadora Anildes Cruz de suspender em caráter liminar os trabalhos da CPI.

“A CPI está muito viva e tenho certeza que ainda nesse mês teremos novidades, link mas nós respeitamos a decisão da desembargadora, apesar de achar que foi uma decisão política, pois não houve nenhum fundamento aceitável para a suspensão dos trabalhos” declarou.

Roberto Costa afirma também que a CPI já sabe os recursos supostamente desviados foram parar e diz que o Ministério Público enxerga o prefeito João Castelo como quadrilheiro.

“Já descobrimos onde os recursos desviados foram parar, com isso ficará comprovado que ele cometeu um crime de improbidade, o Ministério Público já enxerga esse operação que foi feita, como uma operação de uma quadrilha, de um crime organizado” disse o parlamentar.

A expectativa é que até antes do carnaval, o Supremo Tribunal Federal (STF) possa julgar o recurso impetrado pela própria Assembleia Legislativa, somente a partir daí saberemos se os trabalhos serão de fato retomados ou não.

Enquanto isso o povo de São Luís vai sofrendo sem a realização das obras – elevado da Forquilha, prolongamento da Avenida Litorânea e viaduto do Calhau – que o recurso inicialmente foi destinado.

4 comentários

Novo “Parágrafo Único” salva Carlos Filho

por Jorge Aragão

O deputado estadual Carlos Filho (PV) não poderá ser encaminhado para a Comissão de Ética da Assembleia Legislativa e conseqüentemente ser cassado pelo processo que responde por supostamente ter utilizado o nome de uma empregada doméstica como laranja.

O que atenua a situação do parlamentar é um dispositivo incluído em 2010, recipe no Código de Ética da Assembleia. As modificações foram feitas recentemente tanto no Código de Ética quanto no Regimento Interno.

Com as modificações feitas, drug foi incluído um parágrafo único, order no artigo 23 do Código de Ética, e é justamente essa modificação que livra Carlos Filho de parar na Comissão de Ética, pois o dispositivo (veja abaixo) assegura que o parlamentar só pode responder por atos no seu mandato. O processo que o deputado responde é referente a outra legislatura e conseqüentemente outro mandato.

Oficialmente Carlos Filho ainda não se pronunciou e pelo visto nem vai, pois com essa brecha dada o parlamentar não corre risco de perder o mandato. Na Sessão Ordinária da segunda-feira (06), o deputado esteve presente, mas como de costume, entrou mudo e saiu calado.

2 comentários

“A fragilidade política dos nossos políticos em Brasília é vergonhosa”, afirma César Pires

por Jorge Aragão

Mais uma vez foi duro o deputado estadual César Pires (DEM) ao criticar a passividade dos políticos da bancada federal do Maranhão em Brasília, look com relação as obras de duplicação da BR-135.

“A fragilidade política dos nossos políticos federais de Brasília é vergonhosa, decease enquanto eles, de forma geral, não têm competência nenhuma, não tem esforço nenhum, não tem resultado nenhum e nada fazem para ajudar a resolver o problema” afirmou o parlamentar da Tribuna.

César Pires fez questão de falar de outras rodovias federais fora do Maranhão que receberam uma atenção especial. “A BR-230 que liga Campina Grande a João Pessoa tem mais de 10 anos e estado de conservação é perfeito, um Estado minúsculo também. Caruaru para Recife tem mais de 10 anos, de João Pessoa a Natal, está conclusa, em fase de conclusão de Recife a João Pessoa  e está em processo de licitação Campina Grande a Recife e posterior a Patos também.“ declarou.

Finalizando o deputado do democrata fez novamente comparações com outros Estados, desta vez da classe política e chegou a pedir que Deus perdoe esses políticos.

“Estados com quantidades menores de deputados federais e que não tem ministros, que não tem presidente de Congressos, conseguem essa duplicações, mas para o Maranhão é muito mais difícil. Deus, perdoe a todos eles, mas nós não podemos perdoá-los

E olha que o deputado nem citou o Aeroporto Hugo da Cunha Machado, outra obra do Governo Federal que vai andando a passo de cágado e prejudicando o Maranhão. Será que se César Pires lembra-se de mais esse desrespeito com o nosso Estado, ele ainda conseguiria adjetivos para a bancada federal maranhense?

4 comentários

O estrago do ENEM

por Jorge Aragão

Nenhum dos candidatos aprovados no curso de Medicina da Ufac (Universidade Federal do Acre) fizeram a matrícula no prazo estabelecido pela instituição, drugs que foi encerrado na sexta-feira (3). Os estudantes que estão na lista de espera serão chamados a partir de amanhã.

A reitora da universidade, check Olinda Batista, afirmou ter sido a primeira vez em que foi registrada a falta de todos os convocados e disse não ser possível afirmar qual foi o problema do alto índice de abstenção.

“Não sabemos exatamente o motivo da falta de todos os candidatos, mas eles podem ter sido aprovados em outras universidades. Isso ocorreu com uma aluna acriana que passou para medicina também no Ceará. Temos ainda o problema com os voos que sempre estão lotados e ainda a questão da diferença de fuso horário que é de duas horas a menos [em relação ao horário de Brasília], o que dificulta a matrícula dos aprovados que são de outros Estados”, disse Batista.

A seleção de candidatos deste ano foi realizada por meio das notas obtidas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Com isso, 7.331 candidatos concorreram a uma das 40 vagas. Dessa forma, cerca de 183 estudantes chegavam a disputar uma vaga.

Entre os primeiros convocados estava apenas uma acriana. Os outros 39 aprovados são de outros Estados.

Direito – A reitora da Ufac também informou que 23 das 50 vagas oferecidas para o curso de direito não foram preenchidas. A instituição registrou o interesse de 3.386 candidatos pelo curso, o que resultou em uma concorrência de mais de 67 pessoas por vaga.

A abstenção foi registrada em quase todos os cursos da universidade que neste ano deveria receber ao todo 1.620 estudantes, mas apenas 1.024 efetivaram as matrículas. (As informações são da Folha)

Faça seu comentário

Só pode ser piada: Dunga na frente de Guardiola no ranking dos melhores técnicos de futebol do século 21

por Jorge Aragão

O escocês Alex Ferguson, remedy técnico do Manchester United, story lidera a classificação de melhor treinador do mundo do século 21 pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS). No entanto, ampoule o grande “destaque” da lista não está entre os primeiros colocados. O espanhol Pep Guardiola (foto), considerado o melhor técnico da atualidade e que ganhou quase tudo que disputou com o Barcelona nos últimos anos, aparece apenas na 22ª posição, ficando atrás de nomes como Carlos Alberto Parreira (16º) e Dunga (18º).

O ranking é resultado de uma ponderação dos técnicos votados a cada ano como melhor treinador de clube e de seleções pela IFFHS, levando em conta os 20 melhores de cada ano (desde 2001).

Como o brasileiro mais bem colocado na lista figura o atual técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari. Felipão conquistou a Copa do Mundo do Japão e da Coreia do Sul de 2002 à frente da Seleção Brasileira.

Ele aparece empatado na oitava posição com o técnico argentino Marcelo Bielsa. Ferguson lidera o ranking com um ponto de vantagem sobre o francês Arsène Wenger, treinador do Arsenal. O português José Mourinho, atualmente no Real Madrid, é o terceiro colocado. O italiano Fabio Capello, treinador da seleção inglesa, é o quarto. (As informações são do globoesporte.com)

Top 10 – classificação (2001/2011):
1. Alex Ferguson (ESC) 166 pontos
2. Arsène Wenger (FRA) 165
3. José Mourinho (POR) 154
4. Fabio Capello (ITA) 135
5. Guus Hiddink (HOL) 112
6. Carlo Ancelotti (ITA) 108
7. Vicente del Bosque (ESP) 104
8. Marcelo Bielsa (ARG) 101
8. Luiz Felipe Scolari (BRA) 101
10. Rafa Benítez (ESP) 97

2 comentários

Casos iguais, mas decisões diferentes…

por Jorge Aragão

Além da problemática em si do episódio envolvendo os quatro coronéis que desejam permanecer na ativa, order mesmo tendo a obrigatoriedade de se reformarem, o que tem chamado a atenção nessas situações é a postura da Justiça, que tem decidido de maneira diferente em casos iguais.

Ao todo seriam cinco coronéis – Pinheiro Filho, Adécio, Linhares, Saldanha e Uchoa – que deveriam ter saído em dezembro de 2011 em virtude de terem completado oito anos no posto, tempo limite para ocupar a patente na ativa, pois todos foram promovidos a coronel em 25 de dezembro de 2003.

Por prestar serviço na Assembleia Legislativa, o coronel Pinheiro Filho permanece na ativa, o que poderia ser contestado, parece até imoral e injusto, mas Pinheiro Filho está resguardado pela legislação vigente. O Blog teve a informação exclusiva que o coronel deve deixar a Assembleia em abril deste ano e se reformar.

Entretanto, nos outros casos, além de confusa a situação, na Justiça está tendo desdobramento distinto para os coronéis.

O coronel Linhares teve num primeiro momento sua liminar negada pelo juiz Megbel Abdala, mas recorreu e conseguiu até agora permanecer na ativa, em virtude de um agravo, concedida pelo desembargador Jorge Rachid, que inclusive não reconsiderou sua decisão como solicitou o Governo do Maranhão em recurso impetrado recentemente.

Já os outros três coronéis, não tiveram a mesma “sorte” e a Justiça não teve o mesmo entendimento para o mesmo caso. Adécio, Saldanha e Uchoa, conseguiram liminares concedidas no primeiro grau, porém suspensas a pedido do Governo do Maranhão.

A suspensão das liminares ocasionou na transferência administrativa desses três coronéis para a reserva remunerada, mas mesmo assim as três vagas em aberto continuam sem ser preenchidas, pois o Governo do Maranhão ainda não realizou as promoções dos tenentes-coronéis.

Com isso, podemos comprovar claramente que para cinco coronéis em situações idênticas, surgiram inusitadas e diferentes situações a diferenciá-los.

Sendo assim, é necessário que a Justiça, com maior brevidade possível, possa julgar os casos em questão e de preferência tenha um único entendimento para que não possa ser levantando quaisquer dúvida sobre o posicionamento desse ou daquele magistrado.

4 comentários

Zé Carlos e a pedagogia da alternância

por Jorge Aragão

Desde que assumiu uma cadeira no parlamento maranhense, pharmacy o deputado Zé Carlos (PT) já deixou claro que uma das suas preocupações é com a pedagogia da alternância e mais uma vez deixou isso transparente no final da semana passada.

Em companhia de representantes da Associação Regional das Casas Familiares Rurais Norte-Nordeste – ARCAFAR e da União das Escolas Famílias Agrícolas do Maranhão – UEFAMA, o parlamentar esteve reunido com o secretário de Estado da Educação, João Bernardo Bringel.

O encontro teve como objetivo principal discutir a celebração de um convênio que garanta a continuidade da educação no campo, focada na pedagogia da alternância. Na oportunidade também foram debatidas questões relativas a contratação de corpo docente qualificado para atuar em escolas rurais, bem como melhorias das condições de alimentação e transporte, calendário escolar e infraestrutura nessas regiões.

Após o encontro, o deputado petista, destacou a importância do encontro para o fortalecimento da educação no campo, além de destacar o empenho do secretário Bringel e o interesse do vice-governador Washington Oliveira.

“É uma bandeira de nosso mandato e estaremos sempre pronto para debater o assunto e lutar por melhoria para a pedagogia da alternância. Fico feliz que a reunião tenha sido proveitosa e tenha percebido que existe um interesse muito forte por parte do próprio secretário de Educação e do vice-governador que demonstraram sensibilidade com a causa”, afirmou Zé Carlos.

Esta não foi a primeira demonstração de preocupação do parlamentar com a pedagogia da alternância. Foi justamente o deputado Zé Carlos que no ano passado sugeriu a ampliação do debate do tema na Assembleia com o envolvimento do Governo do Maranhão.

1 comentário

Edivaldo Júnior pode tirar o PDT de Castelo

por Jorge Aragão

A possível candidatura do deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC), malady confirmada pelo jornalista Décio Sá, medicine pode ter outros desdobramentos e um deles pode complicar a reeleição do prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB).

Com uma administração bastante questionável e com índice de rejeição alto, Castelo aposta principalmente na força do cargo e na aliança com o PDT, seu principal aliado nas eleições de 2012, para lograr êxito nas urnas.

Entretanto, uma possível candidatura do jovem deputado federal que teve uma votação estupenda em São Luís nas últimas eleições municipais e estaduais, pode fazer com que o PDT siga outro caminho.

O PDT, que vai vivendo um momento de instabilidade no Maranhão, tem como um dos homens fortes da legenda o deputado federal Weverton Rocha. Atualmente no mandato, Rocha é suplente e uma possível eleição de Edivaldo Júnior faria com que o pedetista fosse efetivado na condição de deputado federal.

A efetivação de Weverton Rocha agradaria ao presidente da Executiva Nacional do PDT, o ex-ministro Carlos Lupi, espécie de padrinho político de Rocha. Além disso, a nível nacional seria mais fácil justificar para a presidenta Dilma Rousseff um apoio ao PTC partido da base aliada, do que um apoio e um consequente fortalecimento do PSDB em São Luís, principal adversário de Dilma em 2014.

E convenhamos, sem o apoio do PDT a reeleição para Castelo ficaria mais complicada. Mas pelas informações obtidas pelo Blog, a candidatura de Edivaldo Júnior ainda não é favas contadas. Edivaldo seria o preferido do presidente da EMBRATUR, Flávio Dino, que não deverá mesmo ser candidato.

Edivaldo Júnior vai trabalhando calado e pelas beiradas no intuito de viabilizar um consenso entre os partidos que estão na Oposição dos governos municipal e estadual.

E nesse caso é a maior dificuldade que terá Edivaldo Júnior, pois para ele ser consenso, seria necessário que Roberto Rocha (PSB), Eliziane Gama (PPS), Tadeu Palácio (PP) e outros, abdicassem de suas pré-candidaturas e apostassem no candidato do PTC, como deseja Dino.

2 comentários

Dois pesos e duas medidas ?

por Jorge Aragão

Após a divulgação nas redes sociais por parte do juiz Gervásio Protásio dos Santos, find de que uma empregada que processava o Banco do Brasil teria na realidade sido usada como laranja por um deputado estadual, shop já foi descoberto e divulgado neste Blog que o parlamentar que está sendo acusado é Carlos Filho (PV).

O Blog trouxe a informação inclusive que o processo já está na Procuradoria da Assembleia Legislativa. No entanto, até o momento a Mesa Diretora da Casa ainda não se posicionou oficialmente sobre o episódio que envolve um de seus 42 deputados.

É fundamental que seja dado uma satisfação a sociedade maranhense, assim como aconteceu no fim do ano passado, no caso Babaçu. Naquela oportunidade, baseado em uma “denúncia”, onde posteriormente ninguém confirmou absolutamente nada, foi feito um estardalhaço tremendo, quase criaram uma CPI e o episódio foi parar na Corregedoria da Assembleia.

E agora? Neste novo caso existe um processo e que já está no parlamento maranhense. Sendo assim, a Mesa Diretora precisa durante essa semana se mostrar vigilante da mesma forma que foi no final de 2011.

Não sei se o melhor procedimento é encaminhar o episódio para a Corregedoria ou para a Comissão de Ética, mas uma coisa é certa, se faz necessário uma manifestação da Mesa Diretora da Casa, pois caso contrário, pode passar a impressão que estão sendo utilizados dois pesos e duas medidas e aí, mais uma vez, será o parlamento que sairá com a imagem desgastada.

3 comentários

Prisco não tem na BA a moleza que encontrou no MA

por Jorge Aragão

O QG de Prisco (Foto: Egi Santana/G1)

Os militares grevistas da Bahia, cialis sob o comando do irresponsável ex-soldado Prisco, generic entraram no seu sexto dia de paralisação. No entanto, sovaldi sale na sua terra natal, Prisco não está tendo a mesma moleza que teve na greve aqui no Maranhão.

Na tarde deste domingo (05), o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, confirmou que já solicitou providências para a desocupação do prédio do parlamento. Os policiais militares grevistas estão acampados no local há seis dias.

“Os trabalhos legislativos precisam voltar à normalidade. A Assembleia não pode ser usada como abrigo para foragidos da Justiça”, disse Marcelo Nilo.

Um soldado da PM e dirigente da Associação dos Policiais, Bombeiros e dos seus Familiares do Estado Bahia (Aspra) foi preso na madrugada deste domingo.

O PM é lotado na Companhia de Policiamento de Proteção Ambiental (COPPA). Segundo o governo, ele é suspeito de formação de quadrilha e roubo de patrimônio público, referente à retenção das viaturas. A Polícia Militar já recuperou 16 carros oficiais que estavam em poder dos grevistas, na Assembleia Legislativa, em Salvador.

A prisão dele é a primeira cumprida dos 12 mandados de prisão expedidos pela Justiça da Bahia contra integrantes do movimento grevista. De acordo com o governo, as outras 11 prisões devem ser executadas nas próximas horas.

Para o cumprimento dessas prisões quarenta homens do Comando de Operações Táticas, a “tropa de elite”, da Polícia Federal (PF) desembarcaram na Base Aérea de Salvador neste domingo.

Agora todos começam a entender o motivo de Prisco iniciar movimentos grevistas em outros estados e não na Bahia, mesmo o salário dos militares baianos serem um dos mais baixos do Brasil. É que na sua terra, Prisco não consegue “falar grosso” com as autoridades como fez durante um bom tempo aqui no Maranhão. (Com informações do G1)

1 comentário