Eu já sabia: STF suspende nova distribuição dos royalties

por Jorge Aragão
Ministra Cármem Lúcia

Ministra Cármem Lúcia

Mais uma vez o Supremo Tribunal Federal se intromete em uma decisão do Congresso Nacional e, pills como já era esperado, story suspendeu liminarmente a nova distribuição dos royalties do petróleo aprovada com ampla maioria na Câmara e no Senado Federal.

A surpresa é que desta vez não foi o ministro carioca Luiz Fux, for sale mas sim a ministra mineira Cármem Lúcia que determinou a suspensão da decisão do Congresso Nacional. A decisão é provisória, pois ainda será preciso que o mérito seja apreciado pelo plenário do STF.

Cármen Lúcia atendeu ao pedido do governo do Rio de Janeiro para suspender as novas regras que estabelecem uma distribuição mais igualitária das receitas. Foram protocoladas ainda ações do Espírito Santo, da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e de São Paulo.

A ministra não informou quando levará o tema ao plenário, mas disse que não daria tempo de o Supremo analisar o caso ainda nesta semana e como não haverá sessão nos dias 27 e 28 de março, em virtude da Semana Santa, as ações só devem ser analisadas pelo plenário no mês de abril.

Hospitais: governadora inaugura mais um e assina Ordem de Serviço para mais dois

por Jorge Aragão
Governadora Roseana e o secretário Ricardo Murad

Governadora Roseana e o secretário Ricardo Murad

A governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Saúde, order Ricardo Murad, prescription inauguram, cialis nesta terça-feira (19), pela manhã, o Hospital de Tufilândia, mais uma unidade do Programa Saúde é Vida construída e equipada com recursos próprios do Estado. Logo em seguida, eles assinarão as ordens de serviços para construção dos hospitais macrorregionais de Santa Inês e Pinheiro, financiados pelo Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O Hospital de Tufilândia é uma das 64 unidades hospitalares de 20 leitos do Programa Saúde é Vida, e funcionará com Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 24 horas, consultórios e internação em clínica médica, pediatria e obstetrícia, enfermarias, centro de parto, exames de raio-x e laboratoriais. Unidades semelhantes já foram inauguradas em Lago dos Rodrigues, Paulino Neves, Morros, Magalhães de Almeida, Sucupira do Riachão, Jatobá, São Félix de Balsas, São João do Sóter e Primeira Cruz.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), também colocou em operação os hospitais de 50 leitos construídos pelo Programa Saúde é Vida em Barreirinhas, Grajaú, Alto Alegre do Maranhão, Peritoró, Coroatá e Timbiras, e 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) – 5 na ilha de São Luís e as outras em Imperatriz, Timon, Codó, Coroatá e São João dos Patos. Todas essas unidades funcionam 24 horas e atendem milhares de pessoas por mês.

Em Santa Inês e Pinheiro, os hospitais macrorregionais têm projeto arquitetônico idênticos, assim como os que serão construídos em Caxias e Imperatriz. Cada um terá 100 leitos de internação em enfermarias, 12 leitos de UTI, quatro salas de cirurgia, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) funcionando 24 horas, e central de imagem com exames de ultrassom, raio-x, endoscopia e mamografia, além de laboratório de análises clínicas. Dispõe, ainda, de lavanderia, cozinha, reservatórios de água, tratamento de esgoto, subestação e poços artesianos próprios.

Teria sido teatro de Domingos Dutra?

por Jorge Aragão

Este Blog não só publicou como parabenizou o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) pela sua renuncia a presidência da Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Câmara Federal na semana passada, diagnosis antes da eleição do novo presidente, buy o deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC-SP). (reveja aqui)

No entanto, buy cialis nas páginas amarelas da Revista Veja desta semana, o Pastor Marco Feliciano acusa o petista maranhense de ter feito teatro e jogo de cena para a plateia. Segundo o atual presidente da CDH, Dutra estava de acordo com a sua eleição.

“Eu conversei com ele (Dutra) um dia antes da votação que me elegeu. Tudo na paz. Ele disse: ‘Fica tranquilo’. Era um acordo partidário. E acordo partidário não se quebra nessa Casa. Estava tudo certo. No dia seguinte, ele chegou à Câmara e deu um espetáculo. Renunciou à presidência da Comissão, ameaçou chorar, disse que o que ele estava vendo lá era totalitarismo, uma ditadura. Foi uma encenação piegas. Um teatro grotesco”, declarou Feliciano a Revista Veja.

Teria sido apenas teatro de Domingos Dutra?

Com a palavra o deputado federal petista do Maranhão…

veja

Mais quatro ambulâncias reforçam o atendimento da SAMU em São Luís

por Jorge Aragão
Prefeito Edivaldo Júnior e o secretário Vinicius Nina

Prefeito Edivaldo Júnior e o secretário Vinicius Nina

A população de São Luís agora contará com o serviço de mais quatro ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Conquistados pela Prefeitura junto ao Governo Federal, sovaldi os novos veículos foram entregues nesta segunda-feira (18) pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior ao secretário de Saúde Vinícius Nina, no Palácio La Ravardière. A partir de agora, o SAMU conta com 20 veículos, constituídos por 15 ambulâncias básicas, 2 UTIs móveis, 2 motolâncias e 1 Veículo de Intervenção Rápida (VIR).

As novas ambulâncias já começam a circular a partir da entrega realizada nesta segunda e atenderão urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica e cirúrgica, realizando atendimento em vias públicas, locais de trabalho e residências. “Com os novos veículos, diminuiremos o tempo de espera, aumentaremos nosso raio de ação e salvaremos mais vidas”, destacou Artur Serra, diretor-geral do SAMU.

Para o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, a entrega das ambulâncias é um grande avanço e motivo de comemoração. Durante a entrega, ele relembrou as condições em que recebeu a saúde de São Luís no início da gestão, quando apenas duas ambulâncias tinham condições de atender uma população com mais de um milhão de habitantes. Em menos de 90 dias de administração, a gestão atual já está renovando a frota e planejando reformas para os hospitais Socorrão I e Socorrão II. No Hospital da Criança, a reforma e ampliação serão iniciadas este mês.

“Durante a campanha, assumimos com o eleitor o compromisso de cuidar de sua saúde e da saúde de sua família. Recebemos uma saúde defasada e garantimos nosso objetivo de reconstruí-la”, declarou o prefeito, reforçando ainda o objetivo de trabalhar incansavelmente nos próximos dias. “A população está assistindo ao nosso trabalho e é para ela que iremos trabalhar, a fim de garantir que a dignidade humana e a qualidade de vida aumentem ainda mais”, enfatizou.

De acordo com secretário de saúde Vinícius Nina, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior já assinou um termo de doação encaminhado ao Ministério de Saúde, cuja meta é garantir mais oito ambulâncias para São Luís. “Não abriremos mão de investir na qualidade. Queremos reforçar nosso compromisso com a população e garantir, desse modo, um serviço público mais eficiente, ágil e eficaz”, afirmou.

Em São Luís, o SAMU realiza serviços de prestação de socorro à população em casos de emergência, funcionando 24 horas por dia. Na equipe de 350 servidores profissionais da saúde na capital, atuam médicos, enfermeiros, auxiliares, técnicos de enfermagem e socorristas. O socorro é realizado após chamada gratuita feita para o número 192, onde técnicos identificam a emergência e enviam o veículo adequado ao local onde será iniciado o atendimento.

Que coisa feia Pimentinha…

por Jorge Aragão
Pimentinha: bola 10, <a href=

story mas profissionalismo 0 (foto:Zeca Soares)” src=”https://www.blogdojorgearagao.com.br/wp-content/uploads/2012/09/pimenta_castelao.jpg” width=”300″ height=”230″ /> Pimentinha: bola 10, sales mas profissionalismo 0

O Blog trouxe no início do mês uma postagem onde a Revista Placar, medical especializada em futebol, destacava o atacante Pimentinha do Sampaio Correa, chegando até a fazer uma comparação com o argentino, na atualidade melhor jogador do mundo, Messi do Barcelona (reveja).

No entanto, é com muita tristeza que o Blog volta a falar de Pimentinha, mas para destacar a falta de maturidade e de profissionalismo de um dos melhores jogadores do futebol maranhense na atualidade.

O Blog do jornalista Zeca Soares apresenta a confirmação de que Pimentinha, mesmo sendo jogador profissional do Sampaio, está inscrito e disputa o campeonato de futsal da AABB. A informação já seria de conhecimento da diretoria e o Blog teve a informação que o incansável presidente do Sampaio, o vereador Sérgio Frota, irá tomar providências.

Ao Blog só resta lamentar a falta de profissionalismo do “atleta” e afirmar: que coisa feia Pimentinha!!!

Atenção PROCON e MP…

por Jorge Aragão

fotosho1

Ultimamente tem sido uma aventura frequentar alguns shoppings de São Luís, cialis é parte de teto desabando de um, generic estacionamento interditado de outro e agora o Blog aborda um assunto que estranhamente está acontecendo no Shopping Rio Anil.

No sábado à noite (16), foi uma verdadeira confusão e um enorme teste de paciência deixar o estacionamento do estabelecimento. Tudo por uma medida recente adotada pela administração do estacionamento do shopping, que agora exige que o ticket do estacionamento seja validado de qualquer maneira, mesmo para o cliente que passe menos de quinze minutos.

O Shopping Rio Anil cobra R$ 3,00 por quatro horas de estacionamento, mas o cliente permanece sem pagar se permanecer apenas quinze minutos no estabelecimento. No entanto, o problema é que agora o cliente precisa validar o seu ticket.

A confusão é pelo fato dos clientes não terem essa informação e quando, dentro do prazo de quinze minutos, tentavam deixar o estabelecimento sem a validação do ticket, como funcionava anteriormente e como funciona na maioria dos estacionamentos, eram barrados nas cancelas de saída e aí quem estava atrás foi obrigado a ficar num congestionamento terrível.

O shopping alega que é para a maior segurança do cliente, mas será mesmo? Se for, qual o motivo da medida não ter sido adotada antes?

Para muitos clientes, a atitude adotada está sendo encarada como uma ação de má-fé do shopping, pois eles ainda precisam perder mais tempo nas filas para validação do ticket e isso pode fazer com que não consigam deixar o estabelecimento dentro do prazo de quinze minutos, com isso, perde-se a condição de gratuidade e passa-se a pagar o valor R$ 3,00.

Seria bom o PROCON e o Ministério Público, através da promotora atuante Lítia Cavalcanti, acompanhassem de perto essa situação para de fato sabermos se a ação desenvolvida pelo shopping possui um amparo legal e não pode ser considerado um ato abusivo contra o consumidor maranhense.