Luis Fernando implantará lâmpadas de LED em Ribamar

por Jorge Aragão

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, assinou nesta semana a Ordem de Serviço para os serviços de substituição de 21 mil pontos de iluminação no município. De acordo com o prefeito, o trabalho consiste na troca de lâmpadas de vapor de sódio convencionais por lâmpadas de LED, tecnologia que produz mais efeitos e economia ao erário da cidade.

“São José de Ribamar será a primeira cidade do Maranhão a realizar a troca de seu parque de iluminação convencional por lâmpadas de LED, totalizando cerca de 21 mil pontos. A ação trará ganhos na qualidade da energia fornecida e economia para as contas públicas”, garantiu o gestor.

Durante o ato, Luis Fernando também lembrou do rombo deixado pela administração anterior no setor, que soma mais de 11 milhões de reais. “A conta parece que não vai fechar nunca. Embora o rombo também deixado no fundo de iluminação pública, passe da casa dos 11 milhões, estamos reconstruindo a iluminação pública e hoje começamos oficialmente a troca dessas luminárias”, explicou.

O secretário de obras, habitação, serviços públicos e urbanismo, SEMOSP, Glauber Miranda Garreto, informou que a troca, além de aumentar a qualidade da luz oferecida, também vai proporcionar segurança e um consumo menor.

“As novas lâmpadas, além de consumirem menos energia, são mais resistentes a ação do tempo em relação às atuais e oferecem vida útil de até 12 anos”, explicou, informando ainda que será feita a manutenção em todo o parque convencional.

Marcaram presença neste importante momento para o município, o vice-prefeito Eudes Sampaio, os vereadores, Cristiano Pinheiro, Cassio Sales, Manoel do Nascimento, Nádia Barbosa e Moisés Gama, secretários e representantes de lideranças comunitárias de várias regiões do município, que assinaram, junto com o prefeito Luis Fernando, a ordem de serviço para as obras que iniciaram já nesta quinta-feira. Ao final do evento, as lâmpadas da região do santuário já estavam todas substituídas.

Serviço – Ao identificar problemas na iluminação pública, a população pode ligar para o contato 08007277173 e informar o número da placa fixada no poste. A partir daí uma equipe será deslocada para o atendimento.

Faça seu comentário

Decisões de Ney Bello repercutem nacionalmente

por Jorge Aragão

As decisões em casos polêmicos do desembargador federal, Ney Bello, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, tem repercutido na imprensa, inclusive nacionalmente.

Foi o desembargador maranhense que concedeu Habeas Corpus a três presos na Operação Pegadores, da Polícia Federal. A última liberdade concedida por Ney Bello foi justamente para Rosângela Curado, ex-secretária adjunta de Saúde, no Governo Flávio Dino.

Rosângela Curado teve a sua prisão provisória prorrogada pela Justiça a pedido dos órgãos de controle, que inclusive fundamentaram o pedido, mas Ney Bello entendeu que a ex-secretária não poderia ter sido presa em 2017 – e depois mantida presa por mais cinco dias – em virtude de crimes supostamente cometidos em 2015. O maranhense ainda entendeu ser “desnecessário espetáculo das prisões”.

Entretanto, a decisão de Ney Bello que repercutiu nacionalmente nesta semana, inclusive na Coluna Expresso, da Revista Época, foi a soltura do ex-conselheiro do FI-FGTS André Luiz de Souza, acusado de corrupção por ter recebido pagamentos da Odebrecht em conta no exterior.

André estava preso desde junho e já havia sido beneficiado por um habeas corpus da Terceira Turma do TRF-1, mas permanecia preso por não ter dinheiro para pagar a fiança de R$ 300 mil.

Em despacho nesta semana, Ney Bello acatou o pedido dos advogados Fábio Tofic Simantob e Brian Alves Prado para aceitar um imóvel, no valor de R$ 400 mil, como garantia em substituição ao pagamento da fiança. Clique aqui e veja a nota na íntegra.

3 comentários

Operação Pegadores: Wellington deixa Governo Flávio Dino em “saia justa”

por Jorge Aragão

Desde que foi deflagrada a Operação Pegadores, da Polícia Federal, que atingiu em cheio o Governo Flávio Dino, o governador comunista tem se preocupado em atacar os órgãos de controle, principalmente a PF, mas também se diz pronto a colaborar com quaisquer esclarecimentos.

Diante dessa, digamos, boa vontade do governador Flávio Dino, o deputado estadual Wellington do Curso, de maneira perspicaz, fez uma proposta que deixou o Governo Flávio Dino numa verdadeira “saia justa”.

Wellington fez uma série de questionamentos que o Governo Flávio Dino não esclareceu e, por conta dessas dúvidas, o parlamentar irá pedir a convocação do secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, que, segundo a superintendente da Polícia Federal no Maranhão, Cassandra Ferreira Alves, tinha conhecimento da tal folha complementar.

“Queremos saber por qual motivo Rosângela Curado foi demitida, quais os reais motivos de sua demissão. Como ela não era digna de continuar sendo secretária adjunta da Saúde, mas era digna de ser prefeita de Imperatriz? Lembrando que o governador fez campanha para ela em Imperatriz. São realmente muitas dúvidas e o ideal seria a presença do secretário Carlos Lula para fazer esses esclarecimentos”, disse Wellington do Curso.

Indiscutivelmente a proposta deixa o Governo Flávio Dino numa verdadeira “saia justa”, afinal se negar o pedido na Assembleia, através da sua base governista, o comunista vai está dando provas de que essa “boa vontade” em esclarecer os fatos não passa de um jogo de cena. Já se permitir a ida de Carlos Lula ao parlamento, poderá complicar ainda mais o seu governo. Ou seja, se ficar, o bicho pega, se correr, o bicho come.

E agora, meu caro Flávio Dino???

4 comentários

Lista santa

por Jorge Aragão

O governador Flávio Dino (PCdoB) resolveu fazer uma cruzada pela divulgação da lista de funcionários fantasmas que levaram, em dois anos, nada menos que R$ 18 milhões em recursos da Saúde. A quadrilha, chefiada por aliados de Dino, operava desde 2015, e infiltrou cerca de 400 fantasmas na folha de pagamento da SES, segundo revelou a Polícia Federal.

Mas a pressão de Dino pela divulgação da lista nada tem de nobre ou de presunção de inocência do comunista. Até porque, se quisesse, ele teria acesso desde 2015 à relação de fantasmas, já que, segundo as investigações, ela foi entregue ainda naquele ano ao comando da Secretaria de Saúde.

O que Flávio Dino quer é expor os fantasmas e seus padrinhos, a fim de se autoproteger. Há suspeitas de que a lista de fantasmas na Secretaria de Saúde tenha desde jornalistas, parentes de jornalistas e blogueiros até parentes de membros da Assembleia Legislativa, Câmara Municipal, Ministério Público e até do Poder Judiciário.

Entende o comunista, cujo governo foi exposto em mais um escândalo de corrupção, que a exposição pública desses padrinhos fará com que eles próprios comecem a atuar pela inibição das investigações. Assim, o governador garantiria a proteção ao seu governo por parte de gente que deveria estar pronta a fiscalizá-lo.

Estado Maior

7 comentários

Operação Pegadores: Rosângela Curado consegue Habeas Corpus

por Jorge Aragão

Na noite desta quarta-feira (22), um dia após ter sua prisão provisória prorrogada, a ex-secretária adjunta da Saúde no Governo Flávio Dino, Rosângela Curado, conseguiu um Habeas Corpus e será liberada nas próximas horas.

Os advogados de Rosângela Curado conseguiram o Habeas Corpus junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), mesmo local que os outros dois presos da Operação Pegadores conseguiram ainda na segunda-feira (20) com o desembargador federal Ney Bello.

Com a saída de Rosângela Curado irão permanecer presos: Luiz Marques Barbosa Junior (considerado pela PF como braço direito de Rosângela Curado), Antônio Augusto Aragão, Ideide Lopes e Mariano de Castro Silva.

5 comentários

Pedro Fernandes é eleito o deputado maranhense destaque em 2017

por Jorge Aragão

O deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA) foi reconhecido pelo site ‘Ranking dos Políticos’ como o parlamentar maranhense com melhor atuação na Câmara dos Deputados em 2017.

O site monitora toda atividade legislativa Federal, e tem como objetivo divulgar para a sociedade quais políticos mais contribuem para o crescimento e desenvolvimento do país.

Nesta quarta-feira (22), foi a premiação e Pedro Fernandes agraciado com a homenagem.

Faça seu comentário

Pauta municipalista é entregue a Bancada do Maranhão

por Jorge Aragão

O prefeito e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, entregou, nesta quarta-feira (22), ao deputado federal Rubens Pereira Júnior, coordenador da Bancada Maranhense em Brasília, documento contendo assuntos de interesse da municipalidade e que estão sendo debatidos na capital federal durante encontro promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Na última terça-feira, Tema e demais prefeitos e prefeitas que participam da mobilização nacional receberam do presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Edson Lobão, a garantia de que a CCJ votará a Proposta de Emenda à Constituição nº 29/17 na próxima quarta-feira (29). Caso seja aprovada em definitivo, o dispositivo garantirá as prefeituras maranhenses um aporte financeiro de mais de R$ 157 milhões.

No documento entregue a Rubens Júnior, além do pedido de apoio a PEC 29, estão as seguintes reivindicações: derrubada do veto presidencial à PEC nº 30/17, que parcela e concede descontos às dívidas previdenciárias dos estados, do Distrito Federal e dos municípios; atualização dos programas federais; emendas do FPM (PEC 61/15); além de apoio as Propostas que tratam de precatórios, piso do magistério e resíduos sólidos.

O coordenador da Bancada elogiou o empenho dos gestores e da FAMEM e garantiu que trabalhará juntos aos deputados e senadores no sentido de viabilizar os pleitos apresentados.

Mobilização – Também nesta quarta-feira, Cleomar Tema participou de uma grande mobilização promovida pela CNM no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal.

Prefeitos e prefeitas de todos os estados reivindicaram a aprovação do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM), que deverá ser dividido por todos as prefeituras nos mesmo moldes que o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Caso seja aprovado pelo Congresso Nacional, o AFM beneficiará as prefeituras com a liberação, por parte do governo federal, de R$ 4 bilhões, sendo que mais de R$ 166 milhões serão destinados aos municípios do Maranhão.

Faça seu comentário

Até quando Lúcio André Genésio seguirá foragido ???

por Jorge Aragão

Está prestes a completar 15 dias da covarde agressão sofrida pela advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva, acontecida no dia 11 de novembro deste ano. A advogada foi vítima, em São Luís, do seu ex-companheiro Lucio André Genésio, irmão do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio.

Lúcio Genésio chegou a ser detido no dia do crime, mas foi solto após o pagamento de fiança. A decisão foi contestada pelo Ministério Público, através da promotora Bianka Rocha, e pelo Judiciário, através do juiz Clésio Cunha, que inclusive pediu a prisão do agressor (reveja).

Acontece que desde então, Lúcio André Genésio segue foragido e, inexplicavelmente, a Polícia do Maranhão não conseguiu localizar o agressor covarde da advogada. Ludmila Rosa, que se diz vítima também de uma tentativa de homicídio (reveja), essa sim segue amedrontada em casa, com o seu agressor solto.

O Blog do Jorge Aragão jamais levou esse caso para o viés político, pois defende que cada indivíduo seja responsabilizado pelos seus próprios atos, mas fica realmente estranho que, em quase 15 dias, a Polícia do Maranhão não saiba do paradeiro de Lúcio André Genésio.

Diante dessa demora em dar uma resposta a sociedade maranhense, é inevitável questionar se o fato de Lúcio André Genésio ser irmão do prefeito Luciano Genésio, aliado político do governador Flávio Dino, não tem atrapalhado o trabalho da Polícia do Maranhão.

A Polícia do Maranhão já deu provas, em dois casos recentes, que quando quer consegue capturar rapidamente criminosos foragidos. Foi assim no caso das mortes da jovem Alana Ldmila, assassinada e estuprada pelo ex-companheiro de sua mãe, e da técnica de enfermagem Domingas Ladyelle, assassinada pelo ex-marido.

Só que no caso da advogada Ludmila Rosa, o seu agressor covarde, Lúcio André Genésio, segue simplesmente foragido e sem a Polícia do Maranhão conseguir encontra-lo.

3 comentários

TJ confirma novos membros do Tribunal Regional Eleitoral do MA

por Jorge Aragão

Nesta quarta-feira (22), durante sessão plenária administrativa extraordinária, o Pleno do Tribunal de Justiça escolheu os novos membros titulares – nas categorias desembargador, juiz – e membro substituto – na categoria jurista – para comporem o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em razão do encerramento do mandato dos atuais titulares.

O desembargador Cleones Cunha (foto) foi eleito com 22 votos para o cargo de membro titular, na categoria desembargador, em razão do encerramento do primeiro biênio do desembargador Raimundo Barros, no 17 deste mês.

Por 19 votos, o juiz Julio César Lima Praseres foi eleito como membro titular, na categoria juiz, em razão do encerramento do primeiro biênio da juíza Kátia Coelho de Sousa Dias, no dia 15 de dezembro.

JURISTAS – Na mesma sessão, foi definida a lista tríplice para membro substituto do TRE-MA na categoria “jurista”, em decorrência da vaga a ser aberta com o encerramento do segundo biênio do advogado Daniel Blume, que ocorrerá no dia 20 de maio de 2018.

A lista é formada pelos advogados José Luiz Fernandes Gama, Pollyana Freire e Camilla Ewerton Ramos – será analisada pelo Superior Tribunal Eleitoral (TSE), que enviará à Presidência da República para escolha do membro.

1 comentário

Concurso da PM: pense em algo desorganizado

por Jorge Aragão

Seria cômico, se não fosse trágico. Infelizmente, o Blog do Jorge Aragão é obrigado a relatar mais um grave problema no fatídico concurso que o Governo Flávio Dino pretende realizar para a Polícia Militar do Maranhão.

O que começa errado, tende a terminar pior ainda. O primeiro grande erro foi quando a CESPE ganhou a prerrogativa de organizar o concurso público para PM, prometido desde 2015, com uma vergonhosa dispensa de licitação. De lá para cá, os problemas apenas se acumulam e fazem com que o certame seja o mais desorganizado dos últimos anos.

Já foram lançados quatro editais. Já mudaram as datas de inscrições e provas em pelo menos três vezes, a última, de maneira absurda, antecipando a realização das provas em quase 45 dias, desmoronando qualquer planejamento de estudo que tenha sido feito anteriormente (reveja).

Nesta semana, teoricamente a última para a inscrição do concurso da PM, o CESPE e o Governo Flávio Dino afirmaram que o boleto bancário para pagamento da taxa de inscrição do concurso, por problemas da instituição bancária, será disponibilizado em outra data.

Infelizmente, a organização, ou melhor, a desorganização do concurso público para Polícia Militar no Governo Flávio Dino já virou motivo de chacota.

7 comentários