Othelino viabiliza melhorias para a Saúde de Vargem Grande

por Jorge Aragão

O vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), acompanhou, nesta segunda-feira (20), ao lado do prefeito Carlinhos Barros (PCdoB), o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, a uma visita a equipamentos de saúde no município de Vargem Grande.

Eles foram ao Hospital Municipal Benito Mussoline de Sousa, ao Centro Santa Maria Bertilla, coordenado pelas Irmãs Doroteias, Filhas dos Sagrados Corações e, ainda, à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), no qual funciona o Centro de Reabilitação “Maria Delzuita Viana”.

Segundo Othelino Neto, a visita foi importante para que o secretário Carlos Lula conhecesse a realidade da Saúde de Vargem Grande. “Fomos ao Hospital Municipal, que hoje está funcionando melhor do que no mês de dezembro do ano passado. Após reunirmos com o prefeito, discutimos parcerias entre Estado e município para melhorarmos o atendimento às pessoas”, disse o deputado.

Durante a visita, Othelino Neto destacou que Vargem Grande vai receber, nos próximos dias, uma ambulância, fruto de emenda parlamentar de sua autoria.

Nos próximos dias, acontecerá uma reunião em São Luís para definir se o Estado, junto com a Prefeitura de Vargem Grande, vai ampliar o hospital já existente, inclusive adquirindo novos equipamentos, ou se o caminho seria construir um novo hospital numa área indicada pelo prefeito Carlinhos Barros.

O Hospital Municipal Benito Mussoline de Sousa, da rede de urgência e emergência, tem capacidade para atender o público adulto e infantil da região.

“A gente veio conhecer o sistema de saúde municipal, identificamos que, em poucos meses, o município já avançou e pode avançar mais e, para isso, ele precisa da parceria com o governo do Estado. Por isso, conhecemos o Hospital Municipal e algumas das estruturas que servem à Saúde do município, para que a gente possa equipá-las e dotá-las do que há de mais moderno em Saúde Pública, como o governo Flávio Dino tem feito em várias cidades do Maranhão”, disse o secretário Carlos Lula.

Em visita ao hospital, o secretário avaliou a possibilidade de ampliar a capacidade de atendimento da unidade. “Montando a estrutura para, por exemplo, receber parto normal, onde receberia por mês do Sistema Único de Saúde algo em torno de R$ 80 mil a R$ 100 mil, mas, além disso, dotando a unidade de uma estrutura mais moderna”, pontuou.

O Centro Santa Maria Bertilla, que realiza mensalmente mais de 700 consultas médicas por mês, além de cerca de 180 consultas de enfermagem e 140 exames de ultrassom, assim como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), no qual funciona o Centro de Reabilitação ¨Maria Delzuita Viana”, também foram visitados.

Para o prefeito Carlinhos Barros, o governo vem identificando melhor as necessidades de cada região. “É importante o secretário Carlos Lula visitar o município e conhecer de perto a realidade da saúde pública municipal”, ressaltou.

A cidade de Vargem Grande tem cerca de 57.710 habitantes. De acordo com a Prefeitura, a gestão municipal também atende os municípios de Nina Rodrigues, Presidente Vargas, São Benedito do Rio Preto e Belágua.

Othelino destina emenda para abastecimento de Vargem Grande

por Jorge Aragão

vargem-grandedois2510

O governador do Maranhão, buy Flávio Dino (PCdoB), story garantiu a obra de ampliação e recuperação do Sistema de Abastecimento de Água e construção de nova adutora para o município de Vargem Grande. Ele fez o anúncio durante reunião com o prefeito eleito Carlinhos Barros (PCdoB), acompanhado de comitiva, o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) e o secretário estadual de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry, no Palácio dos Leões.

A obra do governo do Estado contará com emenda parlamentar, no valor de R$ 1 milhão, destinada ao município por Othelino Neto. Na próxima semana, uma equipe da Companhia de Água e Esgoto do Maranhão (Caema) já irá a Vargem Grande para as primeiras providências.

Durante a reunião, o prefeito e Othelino fizeram uma exposição de motivos sobre o grave problema de falta de água em Vargem Grande. Sensível à causa, o governador autorizou a obra e discutiu com a comitiva outras necessidades da população de Vargem Grande.

“O problema número um de Vargem Grande é, justamente, a falta de água que prejudica a população do município. É com muita satisfação que estou destinando R$ 1 milhão de emenda parlamentar para essa obra de ampliação do sistema de abastecimento de água, ajudando a acabar com esse sofrimento”, disse Othelino.

Participaram da reunião, além do governador, do prefeito, de Othelino e de Márcio Jerry, o vice-prefeito eleito, Jorge Fortes, o vereador Germano Barros (PSD) e a equipe de transição da nova administração. O encontro marcou o início do diálogo entre a próxima gestão e o governo do Estado para a construção de parcerias, sobretudo nas áreas de abastecimento de água, saúde e infraestrutura.

De acordo com Carlinhos Barros, a conversa foi bastante proveitosa e, com certeza, levará muitos benefícios para uma cidade que está há mais de 30 anos atrasada em relação às outras circunvizinhas.

“Trouxe um relato da situação em que se encontra a nossa cidade e vim pedir ajuda para que a gente faça as parcerias necessárias. E o governador se comprometeu a nos ajudar. Espero para que a gente dê passos bem largos”, ressaltou o prefeito eleito.

O desinteresse da PRF pelo Maranhão

por Jorge Aragão

PRFSe já não bastasse o problema eterno da duplicação da BR-135, sales que inexplicavelmente o DNIT não consegue concluir a duplicação da entrada de São Luís, cure o desinteresse da Polícia Rodoviária Federal pelo Maranhão também é revoltante.

A Polícia Rodoviária Federal parece ter riscado o Maranhão do mapa do Brasil. São inúmeras reclamações de postos da PRF fechados no Estado e apenas promessas não cumpridas.

O Blog voltou a receber a informação que o posto da PRF de Vargem Grande segue desativado e abandonado, um verdadeiro desperdício do dinheiro público.

Nas eleições de 2014, em agosto, o Blog denunciou que no posto desativado estavam colando cartazes de candidatos. Naquela oportunidade, a PRF informou que estava surpresa com a informação, pois em 2012 havia ‘doado’ o prédio para a Prefeitura Municipal de Vargem Grande (reveja).

Entretanto, passados quase dois anos a situação é exatamente a mesma. Nem PRF, responsável pelo prédio, reativou o posto e muito menos a Prefeitura de Vargem Grande encontrou um destino melhor que o abandono para o prédio público.

Infelizmente, o abandono e fechamento do posto da PRF de Vargem Grande não é o único no Maranhão.

reuniao

Reunião – Na tarde de quinta-feira (25), os deputados federais: André Fufuca (coordenador da Bancada Federal), Zé Carlos, Sarney Filho, José Reinaldo, Rubens Júnior e Pedro Fernandes, se reuniram com o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para discutir sobre a situação da Polícia Rodoviária Federal do Maranhão.

“Falamos sobre a construção e restruturação dos postos da Polícia Rodoviária Federal no Maranhão, assim como o aumento do efetivo policial nos postos e fronteiras, afinal se melhorarmos essa situação podemos diminuir a criminalidade no Maranhão”, afirmou André Fufuca.

Já o deputado federal Zé Carlos, também solicitou melhorias para os servidores da PRF.

“Na oportunidade, solicitei ao Ministro uma audiência específica com a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, para tratar sobre o Projeto de Fortalecimento Institucional da PRF, que foi elaborado pela categoria dos policiais rodoviários e pelo próprio Ministério da Justiça e apresentado ao Ministério do Planejamento”, destacou Zé Carlos.

Indiscutivelmente uma boa pauta para reivindicação da nossa Bancada Federal.

E agora governador, vai recorrer?

por Jorge Aragão

flaviodinoNo fim da semana passada, sovaldi a Justiça deferiu pedido de antecipação de tutela do Ministério Público do Maranhão determinando que o Estado do Maranhão disponibilize os meios necessários para realização da cirurgia de implantação de marca-passo para tratamento da Síndrome de Ondine em uma criança de três anos de idade. O prazo estabelecido foi de 20 dias, unhealthy a contar da notificação.

A paciente, que é moradora de Vargem Grande, foi diagnosticada com a síndrome no Hospital Universitário Materno Infantil, em São Luís. De acordo com o relatório médico, ela corre risco de morrer e precisa de cirurgia para a colocação de marca-passo.

A doença genética, que ocorre em um de cada 200 mil nascimentos, faz com que a criança diminua o nível de consciência, com sono profundo, entrando em estado de insuficiência respiratória e convulsões. Há riscos de apneia (interrupção da respiração) durante o sono.

O Promotor de Justiça, Benedito Coroba, autor da ação, afirmou que a família da criança não tem condições financeiras para custear o tratamento. Só o marca-passo custa R$ 450 mil, e no Maranhão não existe centro médico habilitado para a implantação do aparelho.

Na decisão, o juiz Anderson Sobral determinou, que além do fornecimento do aparelho médico (marcapasso), o Governo do Maranhão garanta os custeios dos medicamentos, do traslado e estada da paciente para fora do Estado ou de equipe médica para nosso Estado, até seu pronto restabelecimento, sob pena de sequestro da quantia necessária para o procedimento.

Depois da decisão judicial somado a postura que vai sendo adotada pelo Governo Flávio Dino em situações semelhantes, é inevitável a pergunta: e agora governador, vai recorrer?