Procuradores do Maranhão vão à Justiça contra decisão da AL

por Jorge Aragão

viagra and cialis at the same time drug

etails about natural viagra cheap

cheap viagra...

levitra abana compared

why does grapefruit hinder viagra

When she’s not at Wills, she enjoys spending time with her children, doing yard work, reading, and watching old TV shows.

viagra with no prescription and delivered over night

viagra cialis health erection penis man t

En general, comienza en la piel, resultando en peligro, o menos de sus fimbrias que con un alto en lnea

steroid viagra super active

nformation about women taking buy viagra

A disease surely needs treatment?

xpired dateviagra

an 2013 breaking news cialis sweden

Monday is shopping for knife, muesli bars, a strong water bottle, a torch (I have) and iodine tablets for water purification and a lighter

recommended viagra sites uk

best levitra store levitra vardenafil dominican republ8c

rezeptfreie levitra sie

se faire prescrire levitra

buy fedex cheap female cialis

Either sedative or sexual (no sex drive)

levitra rheumatoid arthritis leflunomide

levitra without pr3scripteon

In terms of network performance, IxLoad reported an average HTTP throughput of 140Mbits/sec, which tumbled to 44Mbits/sec when we enabled the HTTP proxy, gateway antivirus and IPS services

viagra viagra pages edinburgh find generic w6

uy now onlineviagra

plime cialis senza ricetta

cialis generiviagra viagra prix en pharmacie

buy levitra no rx saturday delivery

ergleich viagra cialis levitra

One lady kept yelling that she had a 630pm flight and didnt want to wait in line

levitra written on couch levitra written on couch

rder viagra price information

come trovare viagra senza ricetta

levitra pessaries

Wellbutrin offers may be in the form of a printable coupon, rebate, savings card, trial offer, or free samples

does the catholic church insure viagra

heap cialis shipped to the united states

So, by default, anything preceding this last sentence may be contributing to you being even more indecisive

buy generic viagra 9481

these guys need viagra or something

viagra from patient assist

Researchers believe that’s why P22, the mountain lion now living in Griffith Park, risked crossing freeways to get there

and cannabis viagra without prescription

how can i access viagra online

nformation regarding viagra effects heart

One of them lives out in the country, eats green, and is a superstar runner

cod to induce female viagra and pregnancy

They said it is only used to track foreign intelligence, and that the story "ignores the legal constraints," training and oversight attached to the program.

viagra cialis generic 211 7

viagra himalaya produits

qui a acheter du cialis sur internet

etails about cialis diario bula

viagra ok athletes purchase cheapest viagra no prescription

The clinical skills involved also interest me."He says the GPs are grateful for the services he offers as they say it shares the workload

viagra anxiety performance viagra natural masculino

Some of these tests, like MRI perfusion, can be done in special centers; some other tests, like specialized PET scans for experimental purposes, have also been utilized.

cialis now cheapest viagra pills

viagra course cycliste

Our home uniquely yours mine thanks much meelie like white rooms well but more other people homes than mine guess color just makes feel happy like like.

rx no herbal viagra

Can't join Canadian Costco because you have to be a resident

viagra sarasota florida viagra infantil

Nulla consequat massa quis enim

women take viagra usual dose for men viagra

viagra medicine to buy

Cualquier anormalidad mucosa deberser extirpada mediante resecciucosa endosca antes de usar cualquier otras tica endosca o quirrgica.

cialis weltkarte

Price Chopper and Hy-Vee compete with similar selections and services, he said

he main viagra miracle pill component of

viagra 100 pictures.

pills levitra 20mg

farmacie per comprare viagra

fantasma cialis generico

ha hecho en mi viagra cialis levitra comprar

It put suspicion in the minds of some of the investors who, in late 1923, sent representatives to Panama to check on Koretz's operations

opid drug reactions viagra 944

He or she starts off taking the medication as directed but may have a different expectation than the doctor about the level of pain relief to expect.

cheapest price viagra viagra online without prescription

ijwerkingen viagra

vernight levitra 40mg buy

kardiospetsificheskih enzymes 3 cialis viagara vevitra allthree com.

ie erzielbare kiekie hat viagra drug free

uera navegando hacia los comprar cialis en mexico

In November two senior members of the ILO Secretariat advised the Government on how to improve its labor situation

nombre generico del viagra femenino

viagra how it works pulmonary hypertension

viagra levitra penile sensitivity

(4)Spinach: Popeye’s favourite, this leafy green veg is a great source of vitamin B6 and folic acid

ahnliche tabletten wii viagra

devoirs sans obligation de levitra 10 20mg prix

his raises purchase viagra online some obvious questions

enhancers herbal viagra

viagra nel fegato viagra purchase in mexico

story cialis levitra

He has helped us set up a robust system for ensuring the drugs we carry are never out of date

viagra prendre viagra 40 ans

A solo trip allows for more than getting to know a whole bunch of other people; it allows you to get to know yourself

cialis link

prix viagra viagra medicament preise viagra viagra bestellen

edicare viagra

best price viagra oral jelly shop fedex

After the military service during which he worked as medical doctor

nebenwirkungen viagra 100 mg

This resulted in harsher punishments for people of color and devastated poor and minority communities.

acheter viagra en france parental alienation syndrome cher

acat viagra generiqu

viagra suppliers in the us

canadian viagra and valium info

sexual impotence buy viagra without prescription

7 online tramadol dosage cialis buy viagra soft

It is possible to register for individual courses, or pursue a graduate or undergraduate degree upon the presentation of the required credentials

taking viagra with cealis

Well, let’s break down the few seasons leading to this event to get a better vantage point of the whole scenario.

sono gli hypertensions. acquisto levitra originale italia verdastro.

viagra pharma off label

cialis erezione non steam cialis

The Mk 21 and Mk 22 mask with hood; field clothing

joke names for viagra

viagra online prank

Lawrence termed it, an individualism that is one of the most characteristic aspects of the Sardinian male

viagra produced by pfizer in india

viagra overnight no script mastercard accepted .

taking 2 viagra one day

rand cialis with free dr consultation

maladie viagra

best levitra store comprar cialjs

w Polsce, jest takim samym dokumentem jak Borat znanego komika Sachy Barona Cohena – sdzi publicysta irlandzkiego „Sunday Independent” Louis Jacob.

is cialis 20mg for daily

paul farmer a man who would cure the world, 8-OOO, mouse tales of the city, brxxp, mrs

nformation about viagra genetic disorder

Eating different foods, if your tremor affects holding or reaching for things

qndrdrt. free viagra samples

Although the time spent at the Subway was a bit longer than ideal, it was tasty, especially for Alex, who had been craving Subway the entire trip (except for when he was at Jeffersons)

list for will and zineryt cialis

Farid Fata will remain behind bars until at least Tuesday as a third federal judge considers whether or not to grant him bail

plenario1Além da deputada estadual Andrea Murad (PMDB), que confirmou que ingressará na Justiça pelo descumprimento do regimento interno da Assembleia Legislativa quando da votação do PLC que trata da Lei Orgânica da Procuradoria Geral do Estado (reveja), os procuradores do Maranhão também confirmaram que irão à Justiça contra decisão do parlamento maranhense.

O presidente da Associação dos Procuradores do Maranhão (Aspem), Augusto Brandão, afirmou que a entidade arguirá na Justiça a inconstitucionalidade das alterações feitas pela Assembleia Legislativa, a partir de uma mensagem do Executivo, à Lei Orgânica da Procuradoria­Geral do Estado (PGE).

A inconstitucionalidade, aponta Brandão, está na proibição ao exercício da advocacia liberal aos novos procuradores. “Houve lesão ao inciso XVI do artigo 22 da Constituição federal, já que [o projeto de lei] tratou de matéria privativa da União”, declarou.

A Aspem deve questionar, ainda, o processo legislativo que culminou com a aprovação da matéria, uma vez que a não foi concedida à deputada Andrea Murad a vista do projeto pedida na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

“A lei aprovada também lesionou o princípio da proporcionalidade quando alterou o conselho para torná-lo apenas um órgão de chancela, já que número de conselheiros eleitos passou a ser menor do que o de natos”, completou.

E assim segue desnecessariamente a polêmica, tudo pela falta de diálogo do Governo Flávio Dino.

O desabafo e a lição moral de Edilázio Júnior

por Jorge Aragão

edilazioA Sessão Ordinária desta quarta-feira (06) foi marcada por muita polêmica, pois o Governo Flávio Dino conseguiu, na marra e atropelando tudo e todos, aprovar em regime de urgência o Projeto de Lei Complementar número 001/2016, de autoria do Poder Executivo, que promove alterações à Lei Orgânica da Procuradoria-Geral do Estado do Maranhão.

Dentre as mudanças estão a proibição do exercício da advocacia liberal pelos procuradores do Estado que ingressarem na carreira a partir deste ano, a prevalência de membros ocupantes de cargos comissionados no Conselho Superior da PGE e a retirada, desse mesmo colegiado, de um representante dos procuradores aposentados.

Edilázio iniciou a sua árdua e inglória batalha contra o maquiavélico Governo Flávio Dino questionando o pedido de urgência, solicitado desnecessariamente pelo deputado estadual Zé Inácio (PT).

“Nós acabamos de retirar um Requerimento de Urgência para ouvir a FAMEM, mas não podemos retirar, não conseguimos retirar o pedido de urgência para ouvir a categoria de procuradores, para ouvir o procurador geral, para ouvir o presidente da Associação dos Procuradores, isso é uma vergonha. “Os procuradores já haviam pedido a esta Casa uma audiência pública, uma discussão ampla sobre o projeto, a transparência sobre todo e qualquer tema que dissesse respeito à esta categoria.”, afirmou.

O parlamentar também lamentou que o governador, com essa decisão, tenha rasgado a história de sua família. “Além de agir ditatorialmente, com autoritarismo e sem atender sequer o pedido dos procuradores de abrir um diálogo sobre o projeto, Flávio Dino ainda rasga a história de sua própria família. O pai dele é procurador do Estado aposentado, o irmão dele é hoje vice-procurador eleitoral, doutor Nicolao Dino, também oriundo o da Procuradoria do Estado do Maranhão”, destacou.

Edilázio, juntamente com os deputados Andrea Murad e Adriano Sarney, repudiaram a decisão do deputado Rafael Leitoa, presidente da Comissão de Constituição e Justiça, que simplesmente negou o pedido de vista de Andrea Murad, alegando, equivocadamente, que o pedido havia sido feito de maneira extemporânea. Edilázio chegou a dizer que Leitoa estava agindo como se fosse um “filhote do autoritarismo”.

“Fico indignado com a postura e a decisão tomada, é a primeira vez que um pedido de vistas é negado a um deputado. Vamos ser aliados do governo, mas não vamos ser subservientes. Não vamos pegar esta Casa aqui e fazer dela o que bem quiser e o que bem entender o governador do Estado. Isso é feio, isso nos envergonha”, declarou.

Edilázio afirmou que o lado ditatorial do governador estava invadindo a Assembleia e terminou dando uma verdadeira lição de moral na maioria dos deputados que compactuaram com a imoralidade da votação e aprovação, na marra, do projeto.

“Esse lado ditador do governador Flávio Dino está chegando aqui nesta Casa. E nós não podemos nos deixar contaminar por esta peste, por essa doença, que é bater na mesa e “eu mando e eu posso”. Não havia necessidade disso, fez simplesmente para mostrar que é o todo poderoso, simplesmente para mostrar para todo o Maranhão que ele tem o comando aqui dentro desta Casa. Fez para mostrar força e para mostrar a mordaça, para mostrar o cabresto aqui dentro desta Casa, ele faz esse tipo de coisa e nos envergonha. Todo mundo está vendo o que fizemos aqui, negação de pedido de vistas, votando um processo viciado. Sinceramente acho que devemos repensar, não o posicionamento em ser Governo ou não ser Governo, mas primeiro ser deputado, primeiro saber que temos que legislar”, finalizou.

Por fim, Edilázio assegurou que apoiará a categoria, na Justiça, – caso seja necessário -, pela manutenção dos direitos que já estavam assegurados pela Lei Orgânica, modificada pelo Executivo.

Em tempo: o próprio autor do pedido de urgência, Zé Inácio, deixou claro que não havia prejuízo na aceitação do pedido de vista da deputada Andrea Murad. Já o deputado estadual Eduardo Braide, um dos parlamentares que mais conhece o Regimento Interno da Casa, também confirmou que o correto seria a CCJ ter concedido o pedido de vista.

Procuradores do Estado vão ao MP por concurso público

por Jorge Aragão

flaviodinoA direção da Associação dos Procuradores do Estado do Maranhão (Aspem) deve iniciar no mês de março mais um embate com o governo Flávio Dino. No início do mês a entidade protocolou no Ministério Público do Maranhão um ofício solicitando o desarquivamento de um pedido de providências que tem como objetivo obrigar o Executivo a realizar um concurso para procurador do Estado.

O documento foi endereçado à Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) do Maranhão. Nele, os procuradores do Estado lembram que já faz três anos que o procedimento foi aberto pelo MP e que, até hoje, não houve efetivamente a abertura do concurso.

Na manifestação, a Aspem diz que o Estado gera caos na PGE ao contratar escritórios de advocacia para atender as secretarias, em vez de aumentar o quadro de procuradores de carreira.

“O presente pedido é manifestado diante do caos gerado pelo governo, que aproveita a ausência de procuradores do Estado para contratar escritórios de advocacia diretamente”, diz o texto.

Ainda de acordo com a Aspem, todos os cargos de ingresso na carreira de procurador do Estado (de 3ª Classe) estão vagos: são 53 ao todo – o atual quadro é composto por 63 procuradores.

A demanda da categoria voltou à pauta em virtude, também, da revelação de que há orçamento disponível para a contratação de mais pessoal via concurso.

No fim do ano passado, a Assembleia Legislativa aprovou a Lei Orçamentária Anual do Estado para 2016. Na peça está incluída a abertura de 30 vagas para o cargo de procurador, com despesa estimada, para este ano, de R$ 2,7 milhões.

Além do MP, o procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia, e a secretária de Estado da Gestão e Previdência, Lilian Guimarães, foram os destinatários de outro expediente da Aspem.

Em ofícios encaminhados aos dois auxiliares governamentais no dia 26 de janeiro, o presidente da Associação, procurador Augusto Brandão pede a abertura de negociações sobre três pleitos da categoria: paridade remuneratória com as demais categorias jurídicas, instituição de auxílios alimentação e transporte (nos moldes dos pagos pelo MP ou TJ), e realização de concurso. Nos documentos, o dirigente da entidade reclama da falta de atendimento a todos os pleitos da classe no ano de 2015.

Apesar disso, sustenta ele, a associação “tem o dever de insistir no diálogo, requerendo, por esta via, a abertura de tratativas destinadas as reivindicações dos procuradores do Estado do Maranhão”.

“A ausência de concurso regular por mais de uma década implica em manter as terríveis condições de trabalho”, afirma Augusto Brandão, presidente da Aspem.

Embates – A luta por concurso e por melhorias salariais será a segunda travada pelos procuradores do Estado só no governo Flávio Dino (PCdoB).

Em 2015, eles se insurgiram contra uma Medida Provisória editada pelo comunista – e aprovada pela Assembleia Legislativa – que autorizou a representação judicial de membros das Polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros Militar pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) em casos em que a representação jurídica se fizer necessária em razão do exercício da atividade profissional.

O caso quase foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), por meio de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) que seria proposta pela Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal (Anape) – mas acabou não vingando porque, segundo a Aspem, a MP nunca foi utilizada para obrigar algum procurador a defender militar.

Infelizmente nada foi feito…

por Jorge Aragão

Procuradores de São Luís

O Blog abordou em junho deste ano a greve dos Procuradores do Município de São Luís (reveja aqui) e naquele momento para encerrar com o movimento grevista, foi celebrado Termo de Compromisso em 15 de agosto de 2012 entre a Associação dos Procuradores do Município de São Luís e o Procurador Geral do Município com a participação da OAB através de seu presidente, Mário Macieira. Veja abaixo a íntegra do documento.

Acontece que três meses depois, nenhum dos compromissos acordados foi cumprido e absolutamente nada mudou.

Dos compromissos não cumpridos, o mais grave é não entrega da nova sede da Procuradoria que deveria ter sido feita em 30 de agosto, mas não foi. Vale lembrar, que a atual sede se encontra em situação periclicante tendo inclusive a Vigilância Sanitária Estadual recomendado a sua imediata interdição, como o Blog já noticiou (reveja aqui).

Com isso, servidores e procuradores permanecem trabalhando e colocando suas vidas em risco na atual sede da Procuradoria Geral do Município.

Além disso, foi denunciado ao Blog que os cargos de direção da Procuradoria que deveriam ser preenchidos pelos procuradores de carreira continuam sendo ocupados por advogados que trabalham no escritório particular do Procurador Geral do Município, Francisco Coelho.

Em flagrante afronta ao Poder Judiciário, a decisão judicial transitada em julgado que consta do item 06 (seis) do Termo de Compromisso também não foi cumprida o que caracteriza crime de desobediência (art. 330 do Código Penal) além de ensejar a possibilidade de intervenção do Estado do Maranhão no Município de São Luís (art. 35, IV da C.F).

Também não houve a prestação de contas dos milhares de reais que foram para o Fundo de Reaparelhamento da Procuradoria Geral do Município de São Luís, o que poderá gerar Ação de Improbidade Administrativa contra o atual Procurador Geral do Município.

Nem mesmo a simples entrega dos Certificados Digitais, medida considerada de baixo custo, foi realizada, impossibilitando o Município de São Luís de interpor recursos judiciais junto às Instâncias Superiores representando prejuízo aos já combalidos cofres do Município.

Esse é mais um exemplo da triste realidade da gestão João Castelo…

Com a palavra o prefeito João Castelo…

por Jorge Aragão

Procuradores de São Luís em greve

Apesar de muita gente não saber, os procuradores da capital maranhense estão em greve e nesta sexta-feira (15), o Blog recebeu um e-mail da Associação de Procuradores do Município de São Luís retratando a triste realidade em que eles se encontram.

O Blog ainda recebeu fotos, e publica algumas, das condições de trabalho que é proporcionada pela prefeitura municipal de São Luís aos procuradores da capital maranhense.

Prezado Jornalista,

Apresentamos à Vossa Senhoria a pauta de reinvindicações dos procuradores do Município de São Luís, a quem compete a representação judicial e extrajudicial do município, que, após inúmeras tratativas com o prefeito e procurador geral Francisco Coelho, sem sucesso, nos levou à paralização das atividades a partir de 11/06/12:

a) realização de concurso público. Na verdade, só houve um concurso público em toda a história da PGM – Procuradoria Geral do Município, ocorrido em 2002, ou seja, há 10 anos. Somos atualmente, apenas, 34 procuradores, para atender a demanda administrativa, fiscal e judicial de uma cidade de mais de um milhão de habitantes. Por conta disso, nossa carga de trabalho é exacerbada. Como exemplo do número de processos, ressalte-se que, em média, são ajuizados mais de 40 mil processos por mês, somente na Procuradoria Fiscal.

b) melhores condições físicas de trabalho. A nossa sede, situada na Praça João Lisboa, está sucateada e em condições insalubres. Não há agua, o prédio é servido por carros pipas. Há ratos, fezes de pombos, morfo e cupim.  Não há computadores suficientes para todos os procuradores. Na sala dos procuradores há, apenas, 11 cadeiras e 8 computadores. Não há biblioteca. Falta até papel e tinta na impressora. Imprimir uma petição é uma verdadeira via crucis.

c) cumprimento de decisões e acordos judiciais com a categoria. Existem dois processos com trânsito em julgado nos quais o Município não cumpre com a determinação judicial. Há, ainda, um acordo firmado e assinado pelo Procurador Geral e a categoria, no dia 09.04.12, que por determinação do prefeito não foi efetivado.

d) Melhoria remuneratória dos vencimentos dos procuradores, sem aumento desde 2007. Somos a capital com a menor remuneração, recebemos praticamente a metade do que ganham os procuradores do município de Teresina-PI;

e) Realização das Promoções dos Procuradores de Carreira;

f) Prestação de Contas do Fundo de Reaparelhamento da Procuradoria-Geral do Município. Para este Fundo são repassados 1/3 (um terço) dos valores arrecadados a título de honorários advocatícios pagos ao Município em virtude de condenação judiciais. Porém nunca houve a utilização destes valores em prol da PGM, tampouco se deu a devida prestação de contas.

g) Entrega de Certificados Digitais, em adequado funcionamento, para podermos peticionar junto aos Tribunais Superiores, tendo em vista o surgimento do processo eletrônico. Ocorre que este Certificado Digital é imprescindível para podermos apresentar Petições e Recursos junto ao STF e ao STJ.

Com essas informações solicitamos ao jornalista, com a peculiaridade e qualidade sempre presentes em seu trabalho, que demonstre à sociedade os motivos que nos levaram à paralisação das atividades. Nós, procuradores, temos sempre em mente que trabalhamos em prol do interesse público e lutamos por melhores condições de defender o município de São Luís, inclusive contra ações indevidas de maus gestores.  

As fotos são de Handson Chagas – OAB/MA

Agradecemos a atenção dispensada.

Domerval Alves Moreno Neto
Presidente da APMSL – Associação dos Procuradores do Município do São Luís

Anne Karol Fontenelle de Britto
Vice-presidente da APMSL

Com a palavra o prefeito João Castelo…