Três prefeituras do Maranhão teriam desviados R$ 13 milhões

por Jorge Aragão

dinheiroO Bom Dia Brasil da TV Globo divulgou um levantamento feito pelo Ministério da Transparência das operações de fiscalização que pretendiam desarticular organizações criminosas especializadas em desviar recursos públicos federais aponta que, nos últimos 13 anos, quase 70% das operações deflagradas envolveram áreas da saúde e da educação.

Somente no Maranhão, de acordo com a reportagem, três prefeituras – Humberto de Campos, Aldeias Altas e Altamira do Maranhão – tiveram desviados quase R$ 13 milhões, da Saúde, da Educação e do Transporte Escolar.

Em Altamira, por exemplo, mais de meio milhão de reais, segundo a Transparência, foram desviados da merenda escolar, e os alunos comendo alimentos vencidos ou estragados. Já em Aldeias Altas há suspeita de desvio de quase R$ 4 milhões do dinheiro da Educação que vem do Governo Federal – o Fundeb; R$ 439 mil foram gastos só com reformas, que segundo os fiscais, nunca foram feitas.

Em Humberto de Campos, onde também há suspeita de fraude na contratação do Transporte Escolar, R$ 680 mil e os alunos continuam sendo transportados em pau de arara.

Clique aqui para ver a reportagem completa

O “pente fino” de Humberto Coutinho

por Jorge Aragão

HUMBERTO1Depois da campanha de mobilização do SINDSALEM (Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Maranhão, sale que além de reivindicar o Plano de Cargos e Salários apontou irregularidades históricas no Legislativo Estadual, shop o presidente da Casa, order Humberto Coutinho deverá tomar providências urgentes.

Além de fazer uma varredura nos cargos para saber quem efetivamente trabalha e quem não trabalha, já que uma das denúncias foi a existência de funcionários fantasmas, Humberto Coutinho já autorizou um estudo para analisar a estabilidade dada a alguns servidores que pode ter sido feita de maneira equivocada.

A ideia de Humberto Coutinho é fazer um enxugamento amplo na folha salarial da Assembleia, pois além de exorcizar os fantasmas, o presidente da Casa deve retirar a estabilidade de quem de fato não teria direito.

Pelos levantamentos iniciais, dos 374 servidores “estáveis”, apenas 130 poderiam ser enquadrados como tal, os demais podem perder a estabilidade, pois o restante teria entrado após 1983 e não teriam direito a instabilidade adquirida.

Já foi autorizado também o levantamento em cada setor para saber quem efetivamente está trabalhando ou não, para descobrir quem são os funcionários fantasmas no parlamento maranhense.

Agora é aguardar e conferir.

Mais um absurdo na Segurança Pública do Maranhão

por Jorge Aragão
Clique na figura para ampliar

Clique na figura para ampliar o documento

O Blog recebeu mais uma prova do sucateamento da Segurança Pública no Maranhão, find um verdadeiro absurdo que está acontecendo em algumas delegacias no interior do Estado.

No documento encaminhado ao Blog, unhealthy o delegado de Humberto de Campos, pilule Pedro Cezar de Araújo Soares, informava ao comandante da Polícia Militar de Humberto de Campos, José de Ribamar Araújo Costa, mais um absurdo na Segurança Pública.

O delegado Pedro Soares esclarece ao comandante da PM de Humberto de Campos, que devido à falta de policiais civis, a delegacia não irá funcionar no plantão do fim de semana que se aproxima.

“Venho por meio deste comunicar, que devido a falta de Policiais Civis nesta Delegacia, não será possível manter o plantão do fim de semana neste mês de Abril. Assim todas as conduções e prisões realizadas a partir das 18h de sexta-feira (22) até a segunda-feira (25), deverão ser encaminhadas a Delegacia da Polícia Civil de Barreirinhas. Grato pela sua colaboração”, diz o documento encaminhado no dia 19 de abril.

Ou seja, se acontecer alguma prisão em Humberto de Campos por parte da Polícia Militar, os militares terão que deslocar até Barreirinhas para apresentar o suspeito.

E assim segue a Segurança Pública no Governo Flávio Dino.