Flávio Dino e Edivaldo visitam Câmara de Vereadores de São Luís

por Jorge Aragão

O governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) fizeram visita de cortesia na manhã desta segunda-feira (20) na Câmara Municipal de São Luis, onde foram recepcionados pelo presidente da Casa, Astro de Ogum (PR) e mais 29 vereadores, num café da manhã que aconteceu no Salão de Atos da Casa.

“Estou aqui em visita de cortesia, retribuindo o gesto do vereador Astro de Ogum, que recentemente esteve no Palácio dos Leões. Nesse ato, estamos também propondo o que pode se chamar de um pacto por São Luis. Apresento pelo menos 3 pontos de prioridade, que é a retomada do programa Mais Asfalto, a ampliação do pátio de container do Porto do Itaqui, com vistas à exportação de carnes, além de um trabalho para o melhoramento da qualidade de vida dos moradores da zona rural”, destacou o governador.

Em sua explanação, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior assegurou que tem recebido importante apoio da Câmara Municipal e lembrou o processo de licitação do sistema de transporte coletivo da capital, assunto que há muito tempo era pauta da Prefeitura, mas que saiu do papel por conta do empenho dos vereadores.

“O presidente da Câmara, Astro de Ogum, vem superando todas as expectativas com um trabalho muito afinado e muito dinâmico. Superou até meu pai, o deputado Edvaldo Holanda, que foi presidente desta Casa na década de 1970”, revelou o prefeito.

Flávio Dino também revelou que o pai dele, o jornalista, advogado, escritor e ex-deputado Sálvio Dino, foi vereador de São Luis, eleito em 1954.

Por sua vez, o deputado federal Weverton Rocha, que participou do encontro, destacou as ações da Câmara Municipal, falou sobre a crise política e econômica e disse que é necessário parar com as espetacularização por parte da mídia em torno do episódio da fraude na carne, destacando que isso pode provocar a inviabilização da exportação de carne para o mercado internacional.

Por sua vez, o presidente da Câmara, Astro de Ogum salientou o empenho dele e dos demais vereadores quanto aos avanços dá Câmara. Ele disse estar agradecido ao governador e ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior, salientando que o Legislativo, a partir de sua administração, pode exibir avanços em todos os setores.

“Agradeço aqui ao governador, ao prefeito que me apoiaram na última eleição para a presidência da Câmara. Aproveito para dizer aos colegas vereadores que deveremos organizar um encontro entre nós, porque quero agradecer a cada um pelo apoio, pelo empenho e pela confiança depositada”, disse Astro.

Flávio Dino na Câmara de Vereadores de São Luís

por Jorge Aragão

Depois de uma semana extremamente desgastante, principalmente pelo aumento efetivo do ICMS do Maranhão e a votação da MP 230, o governador Flávio Dino iniciará a próxima semana visitando a Câmara de Vereadores de São Luís.

O governador será recepcionado pelo presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum e os demais vereadores na sede do Legislativo Ludovicense, na manhã da segunda-feira (20). Na ocasião o governador será recepcionado com um café da manhã oferecido pelos parlamentares.

A ida de Flávio Dino a Câmara foi agendada no último dia 16 de fevereiro, quando Astro de Ogum esteve numa reunião no Palácio dos Leões. A iniciativa, principalmente por parte do governador, é para tentar desconstruir a imagem de que Flávio Dino tem ojeriza da classe política.

No encontro no Palácio dos Leões, Astro pediu apoio para a cultura, solicitando a permanência da sede da Federação de Cultura do Maranhão – Fefcema – no Parque Folclórico da Vila Palmeira, assunto que Dino ficou de se manifestar futuramente.

Sobre a visita do governador a Câmara, Astro de Ogum falou que a oportunidade servirá para estreitar laços entre os poderes.

“Será uma excelente oportunidade de estreitarmos mais ainda os laços entre o Legislativo de São Luís com o Governo do Estado, bem como para o governador conversar com todos nós vereadores e ouvir o que temos para lhe transmitir sobre os problemas que enfrentam a cidade e sua população, já que nós como vereadores convivemos mais de perto com as comunidades”, disse.

Astro de Ogum afirmou ainda que “o governador Flávio Dino será muito bem recebido por nós, quando teremos a oportunidade de demonstrar o nosso apreço, e ouvir dele o trabalho que vem desenvolvendo pelo nosso Estado, principalmente pela nossa cidade”

Astro de Ogum confirma encontro de vereadores com governador

por Jorge Aragão

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), esteve reunido com o governador Flávio Dino, na última quinta-feira, (16), ocasião em que conversaram sobre assuntos diversificados, mas a pauta marcante esteve focada em temas relacionados com a cultura.

Num bate papo descontraído, os dois falaram sobre as festividades do carnaval, e na oportunidade Astro de Ogum pediu apoio do governador para a cultura, notadamente no tocante a permanência da sede da Federação de Cultura do Maranhão – Fefcema no Parque Folclórico da Vila Palmeira. Flávio Dino ouviu as ponderações de Astro de Ogum e futuramente deverá se manifestar sobre a reivindicação.

“Foi um encontro bastante proveitoso, e senti a sensibilidade do governador Flávio Dino ao nosso pleito”, declarou Astro de Ogum para completar: “após essa conversa fiquei com a expectativa de atendimento ao nosso pedido, já que parte de um segmento significativo de nossa sociedade, como o movimento cultural, principalmente o ligado as manifestações da cultura popular”.

Na ocasião Astro de Ogum agendou com Flávio Dino uma visita na Câmara Municipal para o próximo dia 13 de março, quando o chefe do Poder Executivo maranhense participará de um café da manhã com os vereadores. “Será uma excelente oportunidade de estreitarmos mais ainda os laços entre o Legislativo de São Luís com o governo do Estado, bem como para o governador conversar com todos nós vereadores e ouvir o que temos para lhe transmitir sobre os problemas que enfrentam a cidade e a sua população”, finalizou Astro de Ogum.

Edivaldo acompanha abertura dos trabalhos na Câmara de Vereadores

por Jorge Aragão

O prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT), fez questão de comparecer à sessão solene que deu início aos trabalhos na Câmara Municipal de São Luís, na manhã desta segunda-feira (06). A sessão marcou o início da 19ª legislatura.

Além de fazer a tradicional saudação ao Legislativo Ludovicense e seus integrantes, Edivaldo Holanda Junior fez uma prestação de contas sobre o exercício passado e apontou diretrizes e prioridades para a gestão 2017/2020.

“Acompanhei, hoje pela manhã, a sessão de abertura dos trabalhos da Câmara Municipal para este primeiro semestre do ano. Além de saudar os companheiros do legislativo, apontei as prioridades para a gestão 2017/2020 e reiterei o nosso compromisso em manter uma relação harmoniosa entre os poderes. Vamos continuar avançando em busca de uma São Luís mais digna e desenvolvida para todos”, ressaltou o prefeito.

Sem que haja interrupção nas sessões, as mesmas acontecerão sempre às segundas, terças e quartas-feiras, segundo informou o presidente da casa, o Vereador Astro de Ogum. Apesar de alguns contratempos, por conta de trabalhos que estão sendo ultimados para proporcionar melhores acomodações aos parlamentares, servidores e frequentadores da Casa, ele disse ainda que, como toda a rede elétrica está sendo trocada e algumas obras internas ainda estão em andamento, não haverá expediente nas quintas e sextas-feiras para os servidores.

“Havia a necessidade de fazermos essas adequações no prédio, que é histórico e, por isso, requer cuidados especiais. Além disso, estamos fazendo a troca da rede elétrica que foi condenada pela Cemar, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Com isso, a Casa contará com uma nova rede elétrica em todas as dependências do prédio do Legislativo Municipal”, frisou Astro Ogum.


Durante a sessão, foram apresentados os 31 vereadores. Do total, 16 foram reeleitos e os outros 15 vão assumir pela primeira vez, sendo que alguns aproveitaram a oportunidade para fazerem suas manifestações.

“Continuaremos nesta mesma linha, onde o povo de São Luís aprovou a nossa atuação do mandato anterior. Exemplo disso foi a nossa expressiva votação nas eleições de 2016”, disse o vereador Pedro Fernandes.

Além do prefeito de São Luís, Edivaldo de Holanda Júnior, o vice- prefeito, Júlio Pinheiro, secretários municipais, o secretário de Articulação Política do Governo do Estado, Márcio Jerry e o deputado federal Weverton Rocha, foram algumas das autoridades que presenciaram a abertura dos trabalhos da Câmara de Vereadores de São Luís.

Após a realização da sessão Astro de Ogum esteve reunido com vereadores da sala da Presidência, quando foram tratados assuntos relativos a composição das comissões técnicas da casa, bem como as matérias que serão apreciadas nesse início de legislatura, além do relacionamento com o Poder Executivo.

Nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores está praticamente definida

por Jorge Aragão

vereadores

Depois de uma nova reunião realizada entre a maioria dos vereadores de São Luís, na última sexta-feira (16), ficou praticamente definida a nova composição da Mesa Diretora da Câmara Municipal.

A nova Mesa Diretora será eleita no dia 1º de janeiro de 2017 e novamente terá como presidente o vereador Astro de Ogum, que será reconduzido à presidência do parlamento municipal de São Luís por mais um biênio 2017/2018.

A reunião que praticamente selou a nova Mesa Diretora contou com a presença de 26 vereadores eleitos, apenas Pavão Filho (PDT), Barbara Soeiro (PSC), Gutemberg Araújo (PSDB), Fátima Araújo (PCdoB) e Marcial Lima (PEN) não participaram do encontro.

Veja abaixo a provável nova composição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de São Luís.

Presidente – Astro de Ogum (PR)
1º Vice-presidente – Osmar Filho (PDT)
2º Vice-presidente – Chico Carvalho (PSL)
3º Vice-presidente – Ricardo Diniz (PCdoB)
1º Secretário – Honorato Fernandes (PT)
2º Secretário – Pedro Lucas Fernandes (PTB)
3º Secretário – Umbelino Júnior (PPS)
4º Secretário – Bárbara Soeiro (PSC)
5º Secretário – Edmilson Jansen (PTC)

Eleição da Câmara de Vereadores da Capital quase definida

por Jorge Aragão

astro-de-ogum-anuncia-dias-promissores-para-funcionarios-da-camaraConforme havia declarado anteriormente, site inclusive ao titular do Blog do Jorge Aragão, generic em entrevista na Rádio Mirante AM, no programa Panorama, o prefeito reeleito de São Luís, Edivaldo Júnior, não irá mesmo se intrometer na eleição para a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores.

A eleição para a nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de São Luís está encaminhada, praticamente definida, principalmente no que diz respeito a reeleição do presidente do Legislativo da capital.

O atual presidente, o vereador reeleito Astro de Ogum, já tem a maioria absoluta de apoio para conseguir se reeleger e ficar à frente no biênio 2017/2019. A única pendência é a composição da Mesa Diretora, principalmente o nome para ser o vice-presidente.

O nome inicial que surgiu com muita força foi do vereador reeleito Osmar Filho, mas existiu uma resistência em boa parte dos vereadores que apoiam a reeleição de Astro. Agora surge o nome do vereador reeleito Pedro Lucas, que tende a ser confirmado como o vice-presidente na chapa encabeçada por Astro de Ogum.

Apesar de algumas pequenas indefinições, a tendência é que a disputa na Câmara de Vereadores seja tranquila e o consenso seja mantido, tendo apenas uma única chapa para a disputa.

É aguardar e conferir.

Edivaldo terá ampla maioria na Câmara de Vereadores

por Jorge Aragão

CAMARA

Pelo segundo mandato consecutivo, sovaldi o prefeito reeleito de São Luís, Edivaldo de Holanda Júnior (PDT), deve manter a relação com o Legislativo Municipal de forma harmoniosa: sua coligação, “Pra Seguir em Frente”, composta por 12 partidos, fez 17 dos 31 vereadores eleitos. A maior bancada é do próprio partido do gestor: o PDT que permanece com quatro cadeiras na Câmara Municipal. A conjuntura não é uma novidade na capital maranhense. Na atual legislatura, 21 vereadores compõem a bancada do governo.

No entanto, para o segundo mandato, Edivaldo Júnior deve ter uma bancada com aproximadamente 26 vereadores na Câmara Municipal, podendo contar, caso precise, com mais três ou até quatro parlamentares.

A considerar o total de vagas atualmente – por enquanto, até que se chegue a uma palavra final –, o número é mais da metade do chamado quórum qualificado, a maioria de 2/3 exigida para votações mais importantes, em algumas casas legislativas. Aí estão incluídos vetos do chefe do Executivo ou emendas à Lei Orgânica.

A projeção foi feita com base na composição da futura Câmara, com os 31 vereadores eleitos, considerando seus partidos e a postura que adotam, política ou ideologicamente. Esta última, por exemplo, permite definir que, no momento, de modo mais consolidado, a bancada de oposição tenha apenas dois ou três vereadores.

Por esse mesmo critério, serão necessariamente da bancada de Edivaldo Júnior dezessete vereadores. São os filiados a partidos que encabeçaram sua chapa na eleição: PDT, PTB, PRB, PSC, PR, DEM, PROS, PCdoB, PTC, PSL, PEN e PT.

Nesse grupo, estão os vereadores Astro de Ogum (PR), Aldir Junior (PR), Osmar Filho (PDT), Pavão Filho (PDT), Marquinhos (DEM), Beto Castro (PROS), Ivaldo Rodrigues (PDT), Raimundo Penha (PDT), Pedro Lucas (PTB), Concita Pinto (PEN), Marcial Lima (PEN), Honorato Fernandes (PT), Edimilson Jasen (PTC), Marcelo Poeta (PCdoB), Barbara Soeira (PSC), Fatima Araújo (PCdoB) e Ricardo Diniz (PCdoB).

Mas na conta entraria ainda o vereador Afonso Manoel. Apesar de o partido a que é filiado, o PRP, ter apoiado o candidato a prefeito Fábio Câmara (PMDB), Afonso já se declara como base de sustentação do governo pedetista na Câmara, já que a esposa, Helena Duailibe (PMDB) é secretária de Saúde da Prefeitura de São Luís.

OPOSIÇÃO – Do outro lado, a heterogeneidade da bancada de oposição não deve permitir uma ação unificada. Nesse grupo, os partidos da aliança em torno da chapa de Eliziane Gama (PPS) e Wellington do Curso (PP) elegeram dez vereadores. Mas destes, apenas o vereador Francisco Chaguinhas (PP) já se declara oposição ao governo.

No PHS, existe uma forte tendência do vereador professor Sá Marques integrar a bancada oposicionista. Além destes, o vereador Cesar Bombeiro (PSD) também pode compor o grupo.

INDEPENDENTES – A diferença de posicionamento partidário e posicionamento pessoal também pode mudar essa conta. Alguns partidos optaram por liberar a bancada de vereadores durante o segundo turno – em ambos os casos, a maioria aderiu à campanha de Edivaldo, mas vereadores devem optar por posturas mais independentes como é o caso dos vereadores Josué Pinheiro (PSDB), Gutemberg (PSDB), Umbelino Júnior (PPS), Nato Júnior (PP), Edson Gaguinho (PHS), Estevão Aragão (PSB), Genival Abreu (PRTB) e Silvino (PRTB).

Assembléia e Câmara de Vereadores já começam a debater Orçamento

por Jorge Aragão

assembleia

Tanto a Assembleia Legislativa do Maranhão quanto a Câmara de Vereadores de São Luís, buy já estão iniciando os debates sobre os orçamentos de 2017.

A Comissão de Orçamento, click Finanças, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa já começou a debater o Projeto de Lei Orçamentária (PLO) para o exercício financeiro de 2017, apresentado pelo Poder Executivo.

Na audiência, o consultor legislativo da Casa, Flávio Olímpio, fez o detalhamento e esclareceu aos parlamentares todos os pontos da peça orçamentária, que estima a receita e fixa as despesas do Estado do Maranhão em 2017.

A reunião foi conduzida pelo deputado Vinícius Louro (PR), presidente da Comissão de Orçamento. A matéria em discussão corresponde à proposta original encaminhada pelo Governo do Estado, e ainda deve passar por outras discussões até a apreciação pelo Plenário e votação final, prevista para acontecer até dezembro.

ivaldo-rodrigues-faz-anuncio-da-apreciacao-da-lei-orcamentariaCâmara – A partir da próxima segunda-feira, (07), a Comissão de Orçamento da Câmara Municipal de São Luís começa a fazer a apreciação da LOA (Lei Orçamentária Anual) do ano de 2017. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira, (04), pelo vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), presidente dessa comissão.

Ivaldo estará reunido com mais dois membros da Comissão de Orçamento, os vereadores José Joaquim (PSDB) e Pedro Lucas (PTB). No encontro será feita uma análise prévia da peça orçamentária, bem como a elaboração de um calendário de pauta para a tramitação da matéria.

Nessa programação constam compromissos como a realização de audiência pública, encontro com representantes de secretarias relacionadas com a análise da LOA, como as de Planejamento, Fazenda, Orçamento Participativo, prazo para recebimento de emendas parlamentares, além de outros assuntos pertinentes ao tema.

Ivaldo Rodrigues faz a previsão de que a Lei Orçamentária seja votada pelo plenário da Câmara dos Vereadores até o final deste mês de novembro, e que o prefeito conta com o apoio do Legislativo para aprovação desse projeto.

O papel dos vereadores na campanha eleitoral do 2º Turno

por Jorge Aragão

pedro

As eleições municipais de 2016 teve outro diferencial com relação a outras eleições, healing principalmente a de 2012, doctor a participação ativa de alguns vereadores no 2º Turno.

Costumeiramente os candidatos a vereadores se limitam a participar com fervor apenas para o seu próprio pleito, sovaldi ou seja, são vistos apenas em campanha no 1º Turno, mas no 2º Turno geralmente ficam omissos da campanha eleitoral.

Entretanto, nesta eleição se percebeu algo bem diferente. É bem verdade que alguns ainda optaram pela omissão ou por um apoio tímido a um ou outro candidato, mas também é inegável que alguns vereadores eleitos e/ou reeleitos foram para as ruas em busca de pedir voto para seus respectivos candidatos.

Um dos grandes exemplos, inclusive já destacado pelo Blog foi o do vereador Pedro Lucas (PTB) (reveja). Depois que conseguiu sua reeleição, Pedro Lucas não descansou um minuto sequer e participou ativamente da campanha do 2º Turno em total e irrestrito apoio ao candidato e amigo particular Edivaldo Júnior (PDT). Pedro Lucas retornou aos locais onde teve votação expressiva e além de agradecer, reiterou o pedido de voto por Edivaldo. Além disso, era figura constante em todas caminhadas.

concitaTambém não se pode negar a participação ativa da vereadora recém-eleita, Concita Pinto. Esposa do ex-deputado estadual Jota Pinto, Concita poderia também ter ficado omissa da campanha, afinal se o deputado estadual Eduardo Braide fosse eleito, o seu esposo assumiria em definitivo o mandato, pois é o primeiro suplente de Braide, mas mesmo assim foi incansável e presença certa em todas as caminhadas ao lado de Edivaldo.

Pedro Lucas e Concita Pinto não foram os únicos, também é preciso destacar a lealdade e empenho dos vereadores reeleitos Osmar Filho e Pavão Filho, sempre ao lado de Edivaldo. O recém-eleito Raimundo Penha também fez trabalho de “formiguinha” nos locais onde foi votado. O próprio presidente da Câmara, Astro de Ogum, a sua maneira, também colaborou com a reeleição de Edivaldo.

O 2º Turno destas eleições conseguiu algo inimaginável, a “união” dos vereadores Ivaldo Rodrigues e Marquinhos. Os dois desafetos, após uma intervenção “cirúrgica” do deputado federal Weverton Rocha, os dois caminharam juntos em apoio a reeleição de Edivaldo.

Também é de se destacar a participação ativa dos vereadores reeleitos Chaguinhas e Edmilson Jansem, que optaram por apoiar a candidatura de Eduardo Braide e também colaboram significativamente no 2º Turno do pleito eleitoral.

chaguinas

Indiscutivelmente a participação dos vereadores na campanha eleitoral do 2º Turno foi algo marcante e que será reconhecido, tanto pelo prefeito reeleito Edivaldo Júnio, como pelo deputado estadual Eduardo Braide e principalmente pela população.

E essa atuação dos vereadores deverá ter reflexo na próxima legislatura, iniciando inclusive pela eleição da próxima Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de São Luís.

É aguardar e conferir.

Somente três mulheres no Legislativo a partir de 2017, todas com Edivaldo

por Jorge Aragão

mulheres

O Blog do Zeca Soares fez uma abordagem interessante sobre o resultado da eleição para a Câmara de Vereadores de São Luís, recipe sobre a diminuição do número de mulheres eleitas para a próxima legislatura.

O número de mulheres eleitas para a Câmara de São Luís diminuiu em relação à atual legislatura. Das quatro mulheres eleitas em 2012, medicine apenas uma conseguiu se reeleger no dia 2 de outubro, sale a vereadora Bárbara Soeiro. As outras duas vereadoras eleitas – Concita Pinto e Fátima Araújo – são novatas.

Da atual legislatura, a vereadora Helena Duailibe assumiu a Secretaria de Saúde e não concorreu à reeleição. Rose Sales foi candidata a prefeita e Luciana Mendes não conseguiu se reeleger. A mesma situação foi com Edimar Gomes (PSDB) que assumiu no lugar de Sérgio Frota, mas não conseguiu a reeleição.

Para a próxima legislatura, a Coligação São Luís de Todos Nós (PCdoB/PSC) conseguiu eleger Fátima Araújo (PCdoB) com 4.892 (0,93%) e Bárbara Soeiro (PSC) 4.420 (0,84%). A Coligação Juntos Prá Seguir em Frente (PEN/PTB) elegeu Concita Pinto (PEN) 4.426 (0,84%)

São essas três mulheres que estarão na Câmara de São Luís nos próximos 4 anos e todas estão apoiando a candidatura de Edivaldo Júnior (PDT) neste 2º Turno.