Bancada Federal do Maranhão defende continuidade da Vaquejada

por Jorge Aragão

vaquejaffa

Deputados federais maranhenses se reuniram na tarde desta terça-feira (25), thumb para receber grupos que visitam Brasília e participam da mobilização nacional em prol da legalização da Vaquejada. Os participantes protestam contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que tornou inconstitucional a prática do esporte no país. De acordo com a Polícia Militar de Brasília, 3 mil pessoas, com 410 caminhões, 1,2 mil cavalos, 53 ônibus e 114 carros integraram o ato.

O coordenador da bancada, deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA), que coleciona troféus como competidor de Vaquejada, falou sobre a manifestação e a modernização do esporte: “Minha história com a Vaquejada começou quando eu tinha uns 10 anos. Corri e sou apaixonado. Me emocionei com a manifestação hoje aqui em Brasília, com os vaqueiros e as centenas de pessoas cantando os hinos e clamando por nossa ajuda, pois dependem dela. A prática vem se modernizando e a tese de maus tratos não convence, pois há proteção para que os animais não se machuquem. Gostaria que as pessoas que são contra assistissem a uma corrida, conhecessem a prática de verdade para terem sua opinião”, defendeu.

Os parlamentares, todos a favor da causa, se pronunciaram. Entre eles, o deputado Alberto Filho (PMDB-MA), que defendeu fortemente sua legalização. Já o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA) é a favor de uma legislação onde a Vaquejada seja considerada patrimônio histórico, lazer e esporte. Junior Marreca (PEN-MA) não concorda que a Vaquejada seja comparada com o tratamento dado a animais domésticos e sente falta do apelo social da prática, como acontece, por exemplo, com o Rodeio de Barretos, que é uma das bases financeiras do Hospital de Câncer do município, em São Paulo. O deputado José Reinaldo (PSB-MA), que foi um grande apoiador da causa enquanto governador do Maranhão (2002-2006), também acha que a legislação é necessária e tem que ser priorizada pela Câmara. Na opinião de Weverton Rocha (PDT-MA), o assunto não é um problema para o Brasil, já que é um esporte que traz rendas, alegrias e une pessoas. Ele defende que os parlamentares unam suas forças pela causa. O deputado Aluísio Mendes (PTN-MA) define a Vaquejada como um fomento para o Maranhão, como um estímulo, ação ou efeito que só incita o desenvolvimento das regiões que a praticam. Para Victor Mendes (PSD-MA), a tradição, que é pura beleza, tem que ser defendida e o dia 25/10, será lembrado para sempre pela causa. Já o deputado João Marcelo Souza (PMDB-MA), vice coordenador da bancada, resumiu como positiva a ação do STF, para chamar a atenção e assim a Vaquejada ser finalmente regularizada.

O deputado estadual Vinicius Louro (PR), lembrou que não são só os vaqueiros os beneficiados com a Vaquejada, citando a rede hoteleira, os postos de gasolina, os restaurantes e tantos outros estabelecimentos, o que gera empregos indiretos. Vinícius é autor, na Assembleia Legislativa do Maranhão, do Projeto de Lei 255/15 que regulamenta a Vaquejada como prática desportiva e cultural do estado, instituindo medida de proteção e combate aos maus tratos dos animais durante o evento. A proposição ainda tramita na Casa.

Também participaram da reunião, o secretário de meio ambiente de Pinheiro (MA), Hugo Cordeiro e representantes da Abvaq (Associação Brasileira de Vaquejada); da AVMA (Associação dos Vaqueiros do Maranhão); do Parque de Vaquejada Santa Lurdes, de Imperatriz; Grupo Maratá, de Santa Inês; Parque de Vaquejada Gauchinho, de Grajaú, do Haras Quarto de Milha, Haras Jardim e Parque Centauro, todos de São Luís.

8 comentários

Eduardo Braide encerra entrevistas na TV Mirante

por Jorge Aragão

eduardobraideA TV Mirante deu sequência nesta terça-feira (25) nas entrevistas com os candidatos a Prefeitura de São Luís neste segundo turno. As entrevistas foram realizadas pelo jornalista Sidney Pereira, doctor no JMTV 2ª edição.

A ordem das entrevistas foi definida por sorteio. O primeiro entrevistado, tadalafil na segunda-feira (24), physician foi o candidato do PDT, Edivaldo Holanda Júnior. Cada entrevista teve duração de oito minutos e será uma espécie de ‘aquecimento’ para o debate na TV Mirante, que será realizado sexta-feira, dia 28.

Clique aqui e assista na íntegra a entrevista.

6 comentários

O xeque-mate no factoide eleitoral do ISEC

por Jorge Aragão

decisaoEntre tantos factoides criados durante a campanha eleitoral, buy indiscutivelmente o maior foi o caso ISEC, check denunciado diuturnamente pelos opositores que, antecipadamente, quiseram condenar o prefeito Edivaldo Júnior e enlamear a gestão do pedetista.

A Coligação Por Amor a São Luís, que teve como candidato a prefeito Wellington do Curso, entrou na Justiça alegando que as contratações feitas através do ISEC seria um abuso de poder político por parte do prefeito Edivaldo Júnior, candidato a reeleição, para definir a disputa eleitoral na capital maranhense.

Entretanto, nesta terça-feira, 25 de outubro, a Justiça Eleitoral deu um xeque-mate no factoide. A juíza Ana Célia Santana, da 1ª Zona Eleitoral, julgou improcedente a ação.

“Considerando que não restou provado que a contratação denunciada teve conotação eleitoral e visou o favorecimento político e promoção pessoal do investigado, posto que, embora sejam a mesma pessoa, entendo que não restaram configurados o anunciado abuso do poder de autoridade ou violação ao disposto na Lei 9.504/97”, ressaltou a magistrada.

E esse, foi mais um, entre tantos, factoide criado na campanha eleitoral contra Edivaldo que não prosperou.

5 comentários

Mais um factoide rapidamente desmontado

por Jorge Aragão

Pelo visto a fábrica de factoides contra o candidato Edivaldo Júnior (PDT) está a todo vapor, for sale principalmente nestes últimos dias de campanha eleitoral.

Nesta terça-feira (25), sick viralizou nas redes sociais uma imagem de uma mãe, ao lado de um bebê, deitada no chão do Hospital da Criança. A imagem foi o suficiente para os opositores de Edivaldo afirmarem que essa era a realidade “nua e crua” da unidade de saúde.

Os opositores, alguns criadores de factoides, já disseram que era por falta de leito. O curioso é que até a Comissão de Saúde da OAB-MA esteve visitando hoje a unidade e nada disso foi constatado.

Entretanto, para não ficar apenas nas palavras e como o compromisso deste Blog é com a verdade e não com factoides, o Blog do Jorge Aragão divulga abaixo um vídeo com a própria senhora que aparece na foto feita de maneira covarde e maldosa. A própria senhora se encarrega de restabelecer a verdade dos fatos.

 

Resta saber quantos factoides ainda vão criar até o dia da eleição. Uma pena esse vale tudo pela vitória eleitoral. A Secretaria de Saúde também emitiu uma Nota sobre o assunto.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informa que a criança em questão vem recebendo todo o tratamento por parte do Hospital da Criança e que, por se tratar de um caso de catapora, contagioso, foi para a área de isolamento, onde foi colocada em um berço adequado.

A Secretaria também esclarece que disponibilizou uma maca para que a mãe pudesse deitar com a filha, mas que a mãe deitou no chão por momentos, à revelia da direção do hospital e sem o conhecimento da equipe médica. A Semus reforça que não há nenhum paciente internado ou em observação em tais condições no Hospital da Criança e que vai abrir sindicância para apurar responsabilidades no caso.

20 comentários

Andrea Murad critica postura de Flávio Dino sobre desembargadores

por Jorge Aragão

andreaA deputada Andrea Murad (PMDB) iniciou seu discurso nesta terça-feira (25) criticando a postura do governador Flávio Dino sobre declarações que foram desmentidas pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, here provocando um clima de desarmonia entre os poderes. A parlamentar vê a atitude do governador como uma fofoca que mancha o judiciário maranhense.

“Mais um dia que eu amanheci estarrecida com o Governador Flávio Dino. Como se não bastasse, agora ele anda de fofoquinha, picuinha, deflagrando mentiras, como fez com o Ministro Gilmar Mendes. Foi lá no ouvido do Ministro Gilmar Mendes mentir, dizer que os Desembargadores do Maranhão estão recebendo salários acima do teto. Eu acho que o Governador Flávio Dino não tem o que fazer, ao invés de ele estar trabalhando pelo Estado, que está precisando de ajuda, clamando pelo amor de Deus por ajuda, ele agora resolveu falar mal dos Desembargadores do Estado, mais uma vez colocando o Maranhão ao ridículo nacionalmente. E vai lá Gilmar Mendes falar para a Folha exatamente o que Flávio Dino disse para ele, dizendo que foi o próprio governador quem disse, que os desembargadores do Estado recebem acima do teto, recebem mais de 55 mil reais. E aí eu pergunto: Flávio Dino, você não tem o que fazer, não?”, questionou Andrea Murad.

O Ministro Gilmar Mendes havia declarado à Folha de São Paulo a informação repassada pelo governador do Maranhão sobre os salários acima do teto previsto pela constituição, fato que foi rebatido pela corte do TJ-MA. Andrea Murad enfatizou ainda que este não é papel de um governador, que deveria cuidar da sua gestão e não expor o Maranhão nacionalmente ao ridículo.

“Não é possível. Ele agora quer arrumar briga com os desembargadores, ao invés de administrar o Estado que está cada vez mais caquético. Ele agora quer se envolver no Tribunal de Justiça, que não é da seara dele. E o governo dele, onde ele corta orçamento em tudo que é área prejudicando a população? Está aí o projeto de orçamento com corte em várias áreas e ninguém fala nada, todo mundo acha normal. Mas o que ele quer é se ocupar em ficar denegrindo a imagem do estado do Maranhão, dos desembargadores maranhenses nacionalmente e os desembargadores tendo que se defender, como já fizeram e Flávio Dino é desmentido pelo próprio Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, ou seja, o TJ precisa se defender de uma acusação descabida do governador. Mas é isso aí, é esse o governador de todos nós”, discursou.

Faça seu comentário

Edilázio questiona urgência em votação de projeto

por Jorge Aragão

edilazioO deputado estadual Edilázio Júnior (PV) encaminhou hoje, drugs na Assembleia Legislativa, pills voto contrário ao requerimento nº 480/2016, case de autoria do deputado Othelino Neto (PCdoB), que requer urgência na apreciação do Projeto de Lei Complementar Nº 006/2016, que autoriza mexida no Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (FEPA) do Estado.

O projeto é de autoria do governador Flávio Dino (PCdoB), que tenta, desde o início do ano, legalizar uma operação financeira que tinha por objetivo garantir um empréstimo junto a Caixa Econômica Federal (CEF).

“Eu queria que o autor do requerimento conseguisse me convencer da necessidade da urgência na votação do referido requerimento. O que se quer aqui é que seja votado um projeto de lei para que o Estado pegue o dinheiro dos aposentados, do Fepa, retire do Banco do Brasil e se coloque na Caixa Econômica Federal por conta de empréstimo de acordo firmado”, disse.

O parlamentar criticou a tentativa de atropelo à tramitação regular da peça, que exige discussão nas comissões técnicas da Casa, audiência pública e transparência à matéria.

“Por que não esperar? Por que não haver um debate? Por que não promover uma audiência pública, apreciar a matéria nas comissões desta Casa? Por que fazer tudo de forma atropelada neste parlamento? Fica aqui, mais uma vez o meu repúdio, nós estamos falando de algo extremamente sério, estamos falando aqui do Fundo de Pensão dos funcionários públicos do Estado do Maranhão. Se tem que tirar esse recurso para Caixa Econômica Federal em garantia a um empréstimo, todos nós precisamos saber que esse governo é um governo mau pagador, é um governo que não cumpre os seus compromissos”, completou.

Ele ressaltou que o recurso eventualmente retirado do Fepa, se dá como garantia de pagamento de um empréstimo. Caso o Executivo deixe de pagar o empréstimo, o impacto se dará diretamente no dinheiro destinado aos aposentados do Estado.

O requerimento com pedido de urgência foi aprovado, para que o projeto de lei fosse apreciado, logo em seguida, numa sessão extraordinária. Um pedido de vistas, contudo, inviabilizou a manobra do Governo. A peça irá à votação na sessão de amanhã.

Faça seu comentário

Humildade de Edivaldo agregou bastante na campanha eleitoral

por Jorge Aragão

É incontestável que a humildade, salve uma das principais características do político Edivaldo Júnior, and que alguns tolos confundem com subserviência e/ou covardia, site agregou bastante a sua campanha eleitoral na disputa pela Prefeitura de São Luís.

Edivaldo teve humildade para reconhecer erros e chega a dizer, por diversas vezes, que não teve uma administração perfeita, mas também destaca os avanços já feitos.

Edivaldo também teve humildade para pedir apoios junto a classe política, realizar alianças e parcerias salutar para uma melhor São Luís.

Edivaldo também tem humildade para o trato com a imprensa, mesmo que alguns ultrapassem até o limite do tolerável, Edivaldo é sempre um político do diálogo.

Edivaldo também teve humildade e decência para não rebater as agressões sofridas por alguns adversários políticos, durante a árdua campanha eleitoral.

Edivaldo conseguiu passar o recado que continuará o trabalho, mas sempre prezando pela humildade e seriedade. O vídeo abaixo é um bom exemplo disso.

4 comentários

O sistema de monitoramento dos ônibus da capital

por Jorge Aragão

monitoramentoonibus

Blog do Zeca Soares – Uma prévia do Sistema de Monitoramento de Ônibus da Capital, find que em breve estará funcionado em sua totalidade, diagnosis gerando maior pontualidade e segurança nas viagens dos usuários.

O serviço de monitoramento dos ônibus em Sâo Luís é uma arma poderosa no combate aos constantes assaltos e que vem apavorando a população e deve entrar em operação nos próximos dias.

O vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) foi conhecer o projeto de perto com o secretário Canindé Barros.

A imagem foi divulgada pela assessoria da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT).

8 comentários

Apoio: quem ganha mais, Edivaldo com Dino ou Braide com Wellington?

por Jorge Aragão

img_2663Mesmo faltando apenas seis dias para a eleição, alguns apoios foram anunciados para os dois candidatos que estão na disputa do 2º Turno pela Prefeitura de São Luís – Edivaldo Júnior e Eduardo Braide.

O primeiro anúncio oficial de apoio na segunda-feira (24) foi do deputado estadual Wellington do Curso. Depois de disputar o 1º Turno das eleições e terminar em terceiro lugar, Wellington decidiu apoiar a candidatura de Eduardo Braide, que para muitos apoiadores do próprio Wellington foi o seu “algoz” na reta final de campanha.

O segundo anúncio do dia foi do governador Flávio Dino. Apesar do seu partido (PCdoB) ter indicado o candidato a vice-prefeito na chapa de Edivaldo, Dino ainda não tinha declarado oficialmente seu voto.

Entretanto, após a revelação feita pelo deputado estadual Adriano Sarney de que o candidato Eduardo Braide teria ido à casa da ex-governadora Roseana Sarney pedir seu apoio, Dino decidiu declarar voto em quem sempre realmente esteve ao seu lado nos últimos anos, o candidato Edivaldo.

Resta saber se um apoio, faltando apenas seis dias para o pleito eleitoral, irá ter de fato algum efeito nesta reta final de campanha, ou se será apenas mera formalidade. Além disso é preciso avaliar alguns aspectos, principalmente os negativos, dos dois apoios.

Alguns entendem que a decisão de Wellington em apoiar Braide foi um equívoco, pois com o apoio Wellington poderia estar dando “razão” as inúmeras críticas que recebeu de Braide no 1º Turno da disputa. Tanto que vários ‘memes’ já estão rolando nas redes sociais neste aspecto.

edivaldo-e-flavioJá o apoio de Flávio Dino a Edivaldo, alguns também entendem que pode não ter nenhum impacto, afinal a maioria dos eleitores já faziam essa ilação entre os dois aliados.

No entanto, outros defendem que o apoio oficial e a declaração de voto pública de Dino, fatalmente reforçará a tese de parceria entre Governo do Maranhão e Prefeitura de São Luís, que até mesmo os adversários de ambos reconhecem como extremamente exitosa. Ou seja, a reeleição de Edivaldo seria a certeza de que a parceria, que está sendo um sucesso para a capital maranhense, teria continuidade.

Agora é aguardar e conferir, para saber de fato qual o apoio que poderá trazer maior benefício para o candidato apoiado nesta reta final de campanha.

11 comentários

Econométrica: Edivaldo amplia vantagem que já é de 13 pontos

por Jorge Aragão

Nesta terça-feira (25), viagra mais um levantamento sobre a disputa eleitoral em São Luís para o 2º Turno foi divulgado. A pesquisa Econométrica, healing contratada pelo Jornal Pequeno, aponta vitória de Edivaldo, com vantagem de 13 pontos.

No cenário estimulado, quando são colocados os nomes dos candidatos a disposição dos entrevistados, Edivaldo marcou 52% das intenções de voto, contra 39,4% de Eduardo Braide. Brancos e nulos somam 4,4% e 4,1% não sabem ou não responderam.

Transformando apenas nos votos válidos, Edivaldo aparece 56,9% dos votos válidos contra 43,1% de Eduardo Braide. No cálculo dos votos válidos são retirados brancos, nulos e indecisos. Ou seja, a vantagem é de mais de 13 pontos.

econometrica

Rejeição – No quesito rejeição, segundo a pesquisa Econométrica, Eduardo Braide é o candidato mais rejeitado com 44,1%. Já Edivaldo teria a rejeição de 31,9%. Votariam nos dois candidatos 16,7%, enquanto 3,2% não votariam em nenhum dos dois. Não sabem ou não responderam 4,2%.

Comparação – Esta já foi a terceira pesquisa divulgada pela Econométrica neste 2º Turno e a vantagem de Edivaldo ampliou significativamente com relação aos dois primeiros levantamentos. Na última pesquisa, divulgada na semana passada, a vantagem era de 5 pontos e agora subiu para 13 pontos.

A pesquisa divulgada nesta terça-feira foi realizada no dia 20 de outubro e registrada na Justiça Eleitoral sob o nº MA-04728/2016. Foram ouvidos 1014 eleitores na zona urbana e rural de São Luís. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos com um intervalo de confiança de 95%.

17 comentários