Foi por unanimidade…

por Jorge Aragão

Deputados Zé Carlos, look Dr. Pádua, ed Ricardo Murad, ampoule Carlinhos Florêncio e Arnaldo Melo, todos da nova Mesa

 

Em sessão extraordinária, os deputados estaduais elegeram, na manhã desta quinta-feira (12), os membros da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, para o biênio 2013-2015. Com votação aberta e nominal, realizada em ordem alfabética, a nova Mesa foi eleita – mediante chapa única – com votação unânime.

Todos os 42 deputados participaram da votação no Plenário Nagib Haickel, confirmando o deputado Arnaldo Melo (PMDB) na presidência da Casa por mais dois anos. A votação, iniciada pontualmente às 12h, foi concluída 20 minutos depois com a eleição da nova Mesa, que será empossada no dia 1° de fevereiro de 2013.

Mediante um acordo de lideranças, formalizado nos bastidores da Casa, o deputado Arnaldo Melo conquistou a reeleição, sendo eleito para o cargo de primeiro vice-presidente o deputado Ricardo Murad (PMDB), que se licenciou temporariamente do cargo de secretário de Estado da Saúde, para participar da eleição.

Além de Arnaldo Melo (presidente) e Ricardo Murad (vice-presidente), também foram eleitos na chapa única os deputados Eduardo Braide (PMN) – segundo vice-presidente; Marcelo Tavares (PSB) – terceiro vice-presidente; Gardênia Castelo (PSDB) – quarto vice-presidente; Rogério Cafeteira (PMN) – primeiro secretário; Carlinhos Florêncio (PHS) – segundo secretário; Dr. Pádua (PSD) – terceiro secretário; e Zé Carlos da Caixa (PT) – quarto secretário.

“Uma eleição desta forma só aumenta nossa responsabilidade em administrar a Casa do Povo da melhor forma possível, com o equilíbrio necessário, como vem acontecendo. Nós conseguimos compor uma chapa onde deputados de situação e de oposição se revezam nos cargos, buscando essa harmonia. Apesar de toda experiência, a emoção que sinto agora é a mesma de que quando assumi um mandato pela primeira vez”, disse o agora presidente reeleito.

Clique aqui e continue lendo

1 comentário

Uma boa alternativa para as férias…

por Jorge Aragão

Férias é tempo de praticar esportes de forma saudável e divertida. E é com este espírito que a Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (SEDEL) promove, case a partir deste fim de semana, tadalafil o projeto “Maranhão Feliz” na orla da Avenida Litorânea, help em São Luís. As atividades ocorrerão a partir das 8h, em frente à barraca Mundo Milhas, próximo ao Guaraná do JC.

Pela primeira vez a SEDEL irá realizar o “Maranhão Feliz” durante as férias na Avenida Litorânea. O projeto é destinado a crianças, jovens, adultos, idosos e pessoas com deficiência física, e proporcionará durante os fins de semana do mês de julho à população de São Luís e aos visitantes a oportunidade de praticar diversas atividades esportivas, lazer, artísticas e culturais na orla marítima. Algumas das atividades realizadas durante o evento serão: voleibol, basquete, handebol, beach-tênis, futevôlei, peteca, jogos de salão, ginástica aeróbica e atividades recreativas para crianças.

“Com o projeto Maranhão Feliz na Avenida Litorânea possibilitaremos aos frequentadores a oportunidade de praticar diversas modalidades esportivas durante o período de férias. E nossa intenção é democratizar e integrar a prática de esportes a todos”, destacou Aragão Neto, integrante da organização do projeto “Maranhão Feliz”.

Maranhão Feliz – O projeto Maranhão Feliz está em sua segunda edição e este ano já foi realizado nos bairros Coreia de Cima em São Luís e Residencial Nestor em São José de Ribamar. De acordo com o calendário divulgado pela SEDEL já estão programados sete edições este ano incluindo capital e interior.

Os interessados em levar o projeto para sua comunidade devem realizar a solicitação pelo site da SEDEL. O endereço é o www.esporteelazer.ma.gov.br.

2 comentários

Só ficou Arnaldo Melo…

por Jorge Aragão

Arnaldo Melo entre Marcos Caldas e Jota Pinto

É verdade que o “acordo” firmado em 2011 para a primeira eleição de Arnaldo Melo, treat que seria apresentado um Projeto de Resolução para novamente proibir a reeleição não foi efetivado, mas na prática acabou funcionando.

Pelo bom senso e equilíbrio do Bloco União Democrática (bloquinho) e Oposição, que juntos, mais uma vez comandaram o processo que reconduzirá Arnaldo Melo para a presidência da Casa, apenas Melo foi reeleito, os demais cumpriram o acordo verbal e abdicaram de lutar pela permanência na Mesa Diretora.

Outra curiosidade é que o PV, que possui uma das maiores bancadas do parlamento maranhense, ficou sem representatividade na nova Mesa Diretora. Em contrapartida, o pequeno PMN, tem dois representantes, mesmo número do PMDB, e ocupando vagas importantes na nova composição.

1º vice-presidente: sai Marcos Caldas (PRB) e entra Ricardo Murad (PMDB)
2º vice-presidente: sai Neto Evangelista (PSDB) e entre Eduardo Braide (PMN)
3º vice-presidente: sai Afonso Manoel (PMDB) e entra Marcelo Tavares (PSB)
4º vice-presidente: sai Francisca Primo (PT) e entra Gardênia Castelo (PSDB)
1º secretário: sai Hélio Soares (PP) e entra Rogério Cafeteira (PMN)
2º secretário: sai Jota Pinto (PR) e entra Carlinhos Florêncio (PHS)
3º secretário: sai Edilázio Júnior (PV) e entra Dr. Pádua (PSD)
4º secretário: sai Cleide Coutinho (PSB) e entra Zé Carlos (PT)

No entanto, vale lembrar que, apesar da eleição ser realizada nesta quinta-feira (12), às 12h, a nova Mesa Diretora só será empossada e assumirá de fato o comando da Assembleia Legislativa no dia 04 de fevereiro de 2013.

Faça seu comentário

A correção de Roseana, Ricardo, César e Cafeteira

por Jorge Aragão

Pires agiu como líder do Governo

Se no início do processo que culminará com a reeleição do deputado Arnaldo Melo nesta quinta-feira (12), stuff para a presidência da Assembleia Legislativa, click Melo devia muito para o Bloco União Democrática (bloquinho) e Oposição, cialis na reta final os agradecimentos precisam mudar de endereço ou no mínimo, serem estendidos.

Arnaldo Melo será reconduzido a Mesa Diretora do parlamento maranhense para o biênio 2013/2014, graças a postura correta e equilibrada da governadora Roseana Sarney, do secretário de Saúde, deputado Ricardo Murad, do líder do Governo, deputado César Pires e do deputado Rogério Cafeteira.

Depois de uma movimentação, digamos equivocada de Arnaldo Melo, tanto o bloquinho quanto a Oposição, começaram a duvidar da postura do atual presidente e do cumprimento de acordos futuros. Por conta disso, juntos os dois blocos chegaram a viabilizar uma terceira via para a eleição e não mais votar favorável a reeleição de Melo.

O nome escolhido era de total agrado do Palácio dos Leões, mas coube a Roseana Sarney, Ricardo Murad, César Pires e Rogério Cafeteira evitarem o pior para Arnaldo Melo.

A governadora assim que soube da movimentação, desautorizou qualquer deputado da base governista a aceitar tal proposta e exigiu que fosse mantido o “acordo” feito na terça-feira (10), com Arnaldo Melo.

Cafeteira foi o escolhido pelos Leões

Ricardo Murad da mesma forma não aceitou mais voltar atrás e declarou abertamente apoio a Arnaldo Melo e para evitar maiores especulação se candidatou a 1º vice-presidente.

César Pires, que jamais utilizou o cargo de líder do Governo no processo, garantiu a Arnaldo Melo que cumpriria a determinação da governadora e que se necessário fosse, nesse caso com a autorização da própria governadora, usaria a liderança do Governo para deixar claro o posicionamento de Roseana Sarney.

Rogério Cafeteira foi o deputado escolhido pela governadora para tranquilizar Arnaldo Melo, pois o Palácio dos Leões não iria permitir naquele momento o descumprimento do acordo celebrado. Além disso, também coube a Cafeteira, mais uma vez a pedido da governadora, informar a decisão aos colegas do bloquinho e desfazer o mal-estar criado pelo próprio Arnaldo Melo.

O curioso é que todos inicialmente defendiam a candidatura de Murad, mas no final foram decisivos para a reeleição de Arnaldo Melo. Coisa dos bastidores da eleição que acontecerá às 12h, no Plenário da Assembleia Legislativa.

Faça seu comentário

Deu a lógica…

por Jorge Aragão

O senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) teve nesta quarta-feira o mandato cassado por 56 votos a favor, health 19 contrários e 5 abstenções. A sessão que cassou Demóstenes durou pouco mais de três horas.

Ele se tornou o segundo parlamentar, pharm em 188 anos de história, case a ser excluído da Casa pelos próprios colegas.

Um dos principais líderes da chamada “bancada ética” do Senado, Demóstenes foi flagrado em escutas pela Polícia Federal em situações que sugerem o uso do cargo em benefício do suposto esquema criminoso comandado por Carlinhos Cachoeira.

Além disso, é acusado de ter mentido em plenário quando disse que somente mantinha relação de amizade com o empresário.

Em sua última tentativa de se manter no cargo, Demóstenes apelou aos senadores: “Quem cassa senador é senador e não a imprensa. Por favor, me deem oportunidade de provar que sou inocente. Não acabem com a minha vida.”

Com a renúncia, o empresário Wilder Pedro de Morais deve assumir o cargo. Ele é o atual secretário de Infraestrutura de Goiás e ex-marido de Andressa Mendonça, atual mulher de Cachoeira. Morais é citado pelo empresário em conversas telefônicas grampeadas pela Polícia Federal como alguém próximo.

Oitenta senadores acompanharam a sessão, um quorum raro nas sessões do Senado. Apenas o senador Clovis Fecury (DEM-MA) não compareceu. Ele está de licença para tratar de assuntos pessoais.

Até hoje o Senado só havia cassado o mandato de Luiz Estevão (DF), em 2000, no escândalo de desvio de recursos das obras do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo.

O ex-líder do DEM ficará inelegível até 2027 (oito após o término da legislatura para o qual foi eleito), quando terá 66 anos.

A votação que levou a perda do mandato de Demóstenes foi secreta e os senadores foram proibidos de revelar o voto.

Clique aqui e veja quem é Wilder Morais, ex-marido da atual esposa de Cachoeira e que assumirá a vaga de Demóstenes Torres no Senado Federeal.

1 comentário

Mais dois hospitais entregues a população

por Jorge Aragão

Roseana Sarney e Ricardo Murad entregando o Hospital de Peritoró

 

Mais duas cidades maranhenses receberam hospitais do programa Saúde é Vida, pharm de iniciativa do Governo do Estado. Na manhã desta quarta-feira (11), a governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado da Saúde, deputado estadual Ricardo Murad, entregaram unidades de saúde com 50 leitos nos municípios de Peritoró e Alto Alegre do Maranhão.

Primeiramente, a governadora e o secretário inauguraram o Hospital Geral de Peritoró, para atendimento nas áreas de ortopedia geral, clínica médica, obstetrícia, pediatria, cirurgia geral, entre outras especialidades. “A entrega dos hospitais que integram esse programa arrojado são uma prova o compromisso do governo com a população do Maranhão”, destacou Roseana Sarney.

Em Peritoró, o investimento do governo foi da ordem de R$ 7.828.732,89. Em obras civis, foram gastos R$ 5.348.732,85, e em equipamentos, R$ 2.480.000,00. Após o ato de inauguração, a governadora, o secretário Ricardo Murad, o prefeito de Peritoró, Hagamenon Milhomem, secretários de Estado, prefeitos e deputados estaduais e federais e a população local visitaram as instalações da unidade.

Alto Alegre – Em Alto Alegre do Maranhão, governadora e comitiva foram recebidos por uma multidão e pelo prefeito Liorne Branco. Na solenidade, Roseana Sarney, Ricardo Murad e Liorne Branco foram homenageados pela menina Luiza Caroline Paiva de Sousa, que agradeceu em nome dos moradores e lhes entregou flores.

Governadora é saudada pela população de Alto Alegre do Maranhão

 

Ao lado do prefeito Liorne Branco, do secretário, e de toda sua comitiva, a governadora descerrou a placa de inauguração e, em seguida visitou as instalações da unidade de saúde. O prefeito Liorne Branco destacou a importância do apoio do Governo do Estado no projeto. “O apoio do governo foi fundamental e esta unidade de saúde será totalmente gerida pelo Governo do Estado. Agora temos a certeza de que a nossa saúde vai melhorar e este hospital funcionará com a qualidade dos grandes hospitais deste país”, afirmou o prefeito.

O investimento na obra foi de R$ 7.57.045,72. Em obras civis foram investidos R$ 5.177.045,72 e em equipamentos R$ 2.480.000,00. Ricardo Murad informou que o Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão, que terá direção da médica Letícia Albuquerque Paiva, atenderá a toda a região, com serviços de cirurgia, obstetrícia, pediatria, clinica geral e anestesia, funcionando 24 horas por dia.

“A governadora determinou e nos deu condições para construir essa grande obra para atender a população sempre com muita responsabilidade, com todos os equipamentos necessários e profissionais capacitados para oferecer uma saúde de qualidade”, afirmou Murad.

2 comentários

Exclusivo: Blog confirma chapa que disputará eleição da AL

por Jorge Aragão

15h35 – O Blog confirma agora a chapa única que disputará nesta quinta-feira (12), view as eleições para comandar a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para o biênio 2013/2014.

Presidente: Arnaldo Melo (PMDB)

1º vice-presidente: Ricardo Murad (PMDB)

2º vice-presidente: Eduardo Braide (PMN)

3º vice-presidente: Marcelo Tavares (PSB)

4º vice-presidente: Gardênia Castelo (PSDB)

1º secretário: Rogério Cafeteira (PMN)

2º secretário: Carlinhos Florêncio (PHS)

3º secretário: Dr. Pádua (PSD)

4º secretário: Zé Carlos (PT)

A eleição acontecerá nesta quinta-feira, às 12h, na Assembleia Legislativa.

12 comentários

TCE rejeita contas de prefeitos de Porto Franco e São Mateus

por Jorge Aragão

Prefeito Deoclídes Macedo

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) julgou irregulares as prestações de contas dos prefeitos Deoclides Macedo (Porto Franco) e Francisco Rovélio Nunes Pessoa (São Mateus). Os dois gestores também foram condenados, online durante sessão plenária realizada nesta quarta-feira (11), order a devolver recursos públicos aos cofres das respectivas Prefeituras.

Além de pagar multas que, buy juntas, somam mais de R$ 2 milhões, Rovélio Nunes terá que devolver aos cofres públicos de São Mateus mais de R$ 21 milhões, de acordo com a condenação do TCE. Estes valores são referentes aos julgamentos irregulares das prestações de contas do Fundo Municipal de Saúde (FMS), FUNDEB, Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS) e tomada de contas da Administração Direta, todas referentes ao exercício financeiro do ano de 2008.

Já Deoclides Macedo teve julgadas irregulares as prestações de contas da Administração Direta e do FUNDEB, relativas ao exercício financeiro de 2007. Ele foi condenado ao pagamento de multas que, juntas, somam R$ 39 mil.

Na sessão desta quarta-feira, o Tribunal também julgou irregulares as prestações de contas de José Marques Oliveira (Câmara Municipal de Axixá, exercício financeiro de 2008, com multas de 31 mil e ressarcimento aos cofres públicos de 48 mil) e de Abdon José Murad Neto, referente a gestão do Fundo Estadual de Saúde, exercício financeiro de 2003, com multa de R$ 3 mil e ressarcimento de R$ 111 mil.

Faça seu comentário

PRTB impugna a candidatura de Tema em Tuntum

por Jorge Aragão

Tema, purchase candidatura pode ser impugnada

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) entrou, na última terça-feira (10), com pedido de impugnação da candidatura de Cleomar Tema (PV) à Prefeitura de Tuntum, na Região Central do Maranhão.

O pedido foi baseado em Certidão emitida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), onde o órgão confirma a desaprovação das contas apresentadas em 2003 pela Prefeitura de Tuntum, durante a gestão de Tema. A decisão foi publicada no Diário Oficial desde 2008, a partir de quando deveria ser contado o período de inelegibilidade de oito anos do candidato.

Ex-prefeito de Tuntum por três vezes, o médico Cleomar Tema teve as contas de suas gestões desaprovadas pelo TCE em 2003 e 2007. Esta última, porém, ainda não foi julgada devido a um pedido de vistas pelo Conselheiro Raimundo Oliveira Filho, que alegou falta de documentos e pediu mais tempo para analisar os processos.

A partir da última terça-feira (10), a defesa do candidato tem um prazo de sete dias para contestar o pedido de impugnação da candidatura. O limite para a Justiça Eleitoral julgar todos os recursos sobre processos de registro de candidaturas às eleições municipais encerra-se no dia 23 de agosto.

Rapina – O candidato do PV à Prefeitura de Tuntum foi um dos principais alvos da Operação Rapina, deflagrada pelo Ministério Público Federal (MPF), que denunciou à Justiça Federal 22 pessoas acusadas de fraude de recursos públicos. Todos os envolvidos foram presos pela Polícia Federal (PF), na Operação Rapina I, em dezembro de 2007.

No apartamento de Cleomar Tema, em São Luís, a Polícia Federal apreendeu, na época, documentos que comprovariam as denúncias de desvio de dinheiro público e fraudes em licitações, além de R$ 25 mil em dinheiro e um valor em dólares não informado.

Faça seu comentário