Roberto Rocha cada vez mais de olho em 2018

por Jorge Aragão

2018O senador maranhense Roberto Rocha (PSB) concedeu entrevista exclusiva ao blog do jornalista Marco D’Eça, publicado nesta sexta-feira (29), onde fica claro que a cada dia ele visa mais as eleições de 2018.

Inicialmente é preciso deixar claro que essa é a lógica natural, afinal Flávio Dino, caso se reeleja governador em 2018, será candidato ao Senado Federal em 2022 e um dos adversários de Roberto Rocha, caso o senador queira renovar o mandato por mais oito anos.

Sabendo desse embate inevitável e querendo concretizar um sonho de ser governador como o pai foi, Roberto Rocha simplesmente estará antecipando a disputa para 2018.

Rocha, na entrevista, deixa bem claro que está descontente com o comando estadual do PSB no Maranhão, atualmente presidido pelo prefeito de Timon, Luciano Leitoa.

“Entendo que o prefeito Luciano, por estar focado em sua reeleição e nas complexidades da gestão de seu município, não tem tido condições para dar o seu melhor para o crescimento partidário. O pedido, assinado por um membro da Juventude do PSB, baseia-se em questões estatutárias que, no entendimento do impetrante, considera que vem sendo desrespeitadas, violando a integridade partidária”, declarou.

Roberto Rocha quer o comando do partido para apoiar Eliziane Gama (PPS) na disputa pela Prefeitura de São Luís. Apesar de ter sido vice-prefeito de Edivaldo, Rocha sabe que Edivaldo, como sempre foi, será fiel novamente a Flávio Dino em 2018. Apoiando Eliziane, o senador aposta que o apoio será recíproco nas eleições estaduais.

Outro ponto interessante da entrevista e que deixa claro que Roberto Rocha prepara o terreno para o embate em 2018, é sobre o governador Flávio Dino. O senador afirma que não apenas recebeu ajuda de Dino para se eleger, mas também ajudou muito na eleição do governador.

“O crédito de uma eleição não pode ser dado a um único ator. Eu ajudei Flávio a se eleger e ele me ajudou. Estávamos em um projeto conjunto, pelo Maranhão, em que cada um pode contar a história do seu ponto de vista e assim apresentar sacrifícios de projetos pessoais feitos no presente ou no passado como cota de contribuição”, disse.

A entrevista deve ter repercussão no meio político e fatalmente desagradará o governador Flávio Dino, iminente adversário de Roberto Rocha em 2018. A entrevista também poderá servir de incentivo para que o comunista “caia de cabeça” nas eleições de São Luís e na reeleição de Edivaldo, até mesmo para evitar problemas maiores na sua própria reeleição.

Clique aqui para ler a entrevista na íntegra.

1 comentário

Partidos e candidaturas indefinidos em São Luís

por Jorge Aragão

partidospoliticosFaltando menos de seis meses para as eleições municipais, muitos partidos e candidaturas seguem indefinidos no Maranhão e na disputa eleitoral em São Luís.

Na postagem de quinta-feira (28), “PP e PSB geram disputas pelas presidências no Maranhão”, o Blog abordou a problemática das duas legendas.

No PP, apesar do indeferimento da liminar de Waldir Maranhão – o que favorece a pré-candidatura do deputado estadual Wellington do Curso, já que conta com o apoio do novo presidente André Fufuca – o ex-presidente vai aguardar o julgamento do seu pedido e isso pode gerar instabilidade para a legenda.

No PSB, a pré-candidatura do deputado estadual Bira do Pindaré parece estar com os dias contados. É cada vez mais forte a possibilidade do senador Roberto Rocha assumir o comando da legenda no Maranhão. Nessa situação, Rocha, pensando em 2018, deve negociar o partido para indicar o vice de Eliziane Gama (PPS). Muito provavelmente o indicado será o filho de Rocha, o vereador Roberto Rocha Júnior.

Além de PSB e PP, outros três importantes partidos – PSDB, PMDB e PT – seguem indefinidos faltando menos de seis meses para a eleição. O PSDB quer candidatura própria, pois precisa alicerçar base para a disputa nacional de 2018. Entretanto, o nome mais forte do partido, o deputado federal João Castelo, muito provavelmente nem poderá ser candidato, pois deverá ser enquadrado na Ficha Limpa. Além disso, o deputado estadual Neto Evangelista também assegura que disputará o pleito.

O PMDB, que deverá ficar reforçado e mais cobiçado após a iminente posse de Michel Temer em Brasília, também vive seu dilema. Alas do partido sonham e defendem candidatura própria, mas sem consenso, uma vez que a deputada estadual Andrea Murad e o vereador Fábio Câmara afirmam quererem entrar na disputa. Segue crescendo uma ala no partido que entende que as candidaturas postas não irão decolar e por esse motivo defendem uma aliança com um dos dois principais pré-candidatos, Edivaldo Júnior (PDT) ou Eliziane Gama. Nesse caso, pela força que terá o PMDB, o partido indicaria o vice na chapa de um dos dois.

O PT por sua vez está longe de ser a noiva cobiçada das eleições de 2014. O partido ensaiou candidatura própria, mas tremendo o fracasso nas urnas que poderia prejudicar Lula em 2018, a ideia foi abortada. Entre as candidaturas postas, o PT se dividia entre Bira do Pindaré e Edivaldo Júnior, mas com a eventual saída de Bira da disputa, a tendência é que os petistas sigam em apoiamento a reeleição de Edivaldo, até mesmo para retribuir o gesto do PDT e PCdoB no impeachment de Dilma Rousseff.

E toda essa indefinição faltando menos de seis meses para a eleição.

2 comentários

Gestão de Edivaldo segue em alta na Assembleia Legislativa

por Jorge Aragão

antoniopereiraO prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT), segue em alta na Assembleia Legislativa. Depois dos deputados Stênio Rezende (DEM) e Fábio Macedo (PDT), foi a vez do deputado Antônio Pereira (DEM) destacar ações da gestão do pedetista.

Em sessão realizada nesta quinta-feira (28), Antônio Pereira fez o reconhecimento do Hospital da Mulher, em São Luís, como unidade de referência em neurocirurgia junto ao Ministério da Saúde. O parlamentar parabenizou o prefeito Edivaldo e a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, pelo trabalho à frente da saúde da capital. A publicação que concede o título à unidade de saúde foi realizada no último dia 15 de abril, pelo Governo Federal, no Diário Oficial da União.

“Tivemos ontem na Comissão de Saúde uma notícia muito boa em relação a São Luís, ao Maranhão e também às cidades do interior. O Ministério da Saúde incluiu como unidade de referência o Hospital da Mulher em São Luís, no estado do Maranhão, referência de alta complexidade em neurocirurgia. Isso é de grande importância não só para a cidade de São Luís e para toda a ilha, como para as cidades do interior”, ressaltou o deputado, que é presidente da Comissão de Saúde da Assembleia.

Antônio Pereira enfatizou em seu discurso que, além dos ludovicenses, o Hospital da Mulher atende pacientes de cidades do interior do Estado. Ele avaliou como fundamental a atuação e os investimentos do prefeito Edivaldo, da Secretária de Saúde, Helena Duailibe, e da diretora do Hospital da Mulher, Natália Mandarino, para o credenciamento do hospital.

“Para que se habilite qualquer hospital em alta complexidade, é preciso que se faça um planejamento, um investimento e uma estruturação, para só então poder receber esses recursos e esses pacientes em neurocirurgia. Não é fácil nem barato. Não é fácil porque é preciso uma equipe técnica especializada, não é barato pelos instrumentos cirúrgicos que são necessários. Lá são feitas cirurgias de tumores cerebrais, de aneurismas e outras cirurgias neurológicas. Então este reconhecimento se deve à escolha de uma boa e competente equipe feita pelo prefeito Edivaldo, ao designar a tarefa à secretária Helena Duailibe”, afirmou.

edivaldo

Vistoria – O prefeito Edivaldo vistoriou na manhã desta quinta-feira (28) o andamento das obras de urbanização no Residencial Paraíso, que incluem serviços de drenagem, terraplanagem, asfaltamento e implantação de bloquetes. Serão urbanizadas mais de 70 vias, totalizando 11 km de ruas recapeadas. A obra inciada esta semana já beneficia os moradores da região.

“Há mais de 20 anos as pessoas esperavam por esse momento. Estamos como uma grande ação de urbanização no Residencial Paraíso, e continuamos a investir não só aqui, mas em muitos outros pontos de obras por toda a cidade. Na região Itaqui-Bacanga, temos também ações nas áreas de infraestrutura urbana, saúde e moradia”, destacou o prefeito Edivaldo.

As obras no Residencial Paraíso já proporcionam impacto positivo para a população. Com o trabalho de drenagem e pavimentação, a Prefeitura de São Luís está promovendo melhorias no bairro, oferecendo aos moradores infraestrutura urbana adequada e digna.

8 comentários

Aluisio Mendes cobra reabertura das agências bancárias de Lago da Pedra e Buriticupu

por Jorge Aragão

aluisioEm reunião com técnicos do Banco do Brasil (BB) realizada no edifício-sede da instituição em Brasília, o deputado federal Aluisio Mendes cobrou a reabertura das agências bancárias em Lago da Pedra e Buriticupu. Nos dois municípios a população não está tendo acesso a serviços bancários de qualidade.

Em Lago da Pedra, a agência do Banco do Brasil está em reforma e funcionando de forma precária. Após relatar a situação, Aluisio Mendes obteve dos representantes do Banco do Brasil a garantia de que até o final de maio aquela agência será entregue à população reformada, ampliada e modernizada.

Com relação a Buriticupu, o deputado disse que o grande problema enfrentado é a crescente onda de assaltos a bancos registrados nos últimos anos, o que cria dificuldades para o Banco do Brasil reabrir a agência.

Como medida de contenção dos assaltos, Aluisio Mendes fará gestões junto ao Governo do Maranhão para reforçar a segurança no município, a exemplo do que foi feito na época em que ele era secretário estadual de Segurança Pública, período em que não houve assaltos na região. “Faremos essa solicitação para que a agência possa reabrir com segurança para funcionários e a população de Buriticupu”, afirmou.

Faça seu comentário

Juscelino Filho luta por política maranhense sobre drogas

por Jorge Aragão

juscelinoreuniao

O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA), esteve nesta quinta-feira (28) na Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) do Ministério da Justiça, em Brasília, acompanhado do Conselheiro Municipal Antidrogas (de São Luís) e Coordenador da Rede Maranhense de Diálogos sobre Drogas, Erisson Souza.

Na reunião com o secretário da pasta, Luiz Guilherme Mendes, foi entregue ofício solicitando apoio para a criação do Conselho Estadual sobre o tema, destacada a importância da realização de cursos para a qualificação, e sobre a possível prorrogação do prazo de regularização das Comunidades Terapêuticas, prevista no Marco Regulatório.

Para Juscelino Filho a reunião foi positiva: “Conversamos com o secretário e aguardamos o retorno quanto aos pleitos. Também fizemos o convite para o Seminário Metropolitano de Fortalecimento das Comunidades Terapêuticas e demais instituições de Prevenção, que será realizado em junho e já temos a presença confirmada de um representante da Secretaria. Pedimos a prorrogação do Marco Regulatório para que as comunidades tenham mais tempo para se regularizarem. O prazo deste Marco vence em 25 de agosto deste ano. ”

De acordo com o conselheiro Erisson, o encontro abriu portas: “A reunião foi positiva e pude apresentar ao secretário a realidade das comunidades terapêuticas da Grande Ilha a partir de uma lista com dados que comprovam a importância e a carência de apoio às entidades. As comunidades da região metropolitana de São Luís terão mais apoio. Novas portas foram abertas junto à Secretaria e nossa pauta de possibilidades se amplia. Vamos mobilizar a Rede para alcançar mais objetivos”, destacou.

O secretário, Luiz Guilherme, afirmou que será verificado com o Governo Federal sobre a criação do Conselho Estadual e dado o apoio necessário da Secretaria. Quanto a realização de cursos, a Secretaria indicou que a Rede solicite às federações de comunidades terapêuticas. A Secretaria sugeriu alteração da data do Seminário, que inicialmente estava marcado para acontecer de 19 a 26 de junho e a nova será definida. O pedido foi para adequação na agenda do Ministério.

Faça seu comentário

Oposição, Governo e FAMEM debatem alterações no ICMS

por Jorge Aragão

famemNesta quinta-feira (28), na Assembleia Legislativa, deputados oposicionistas, governistas e a FAMEM deram mostras de como deve ser o debate político no Maranhão.

Numa reunião que contou com as presenças do presidente da FAMEM, Gil Cutrim e os deputados estaduais Rogério Cafeteira (PSB), que também é Líder do Governo Flávio Dino, Adriano Sarney (PV) e Josimar de Maranhãozinho (PR), todos começaram a debater mais profundamente sobre a alteração do ICMS, que deve acontecer após a aprovação de um Projeto de Lei encaminhado pelo Executivo.

Gil Cutrim e os parlamentares destacaram a realização de uma audiência pública – proposta pela Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, presidida por Adriano Sarney, e que ocorrerá na tarde do dia 05 de maio na Sala das Comissões da AL – como um fórum importante para que a proposta seja esmiuçada.

“O projeto do Governo segue linhas de propostas que estão em vigor em outros estados, inclusive da região Nordeste. A ideia é interessante. No entanto, muitas dúvidas ainda são levantadas, como é o caso do coeficiente que será utilizado para a nova base de cálculo. E é por isso que se faz necessário ampliar o debate e tratativas”, afirmou Gil Cutrim

O Líder do Governo na AL, Rogério Cafeteira, destacou a importância da reunião para o avanço do debate sério e em benefícios dos municípios maranhenses.

“O mais importante foi a demonstração que todos estamos juntos para debater, independente de posicionamento político, o que for melhor para os municípios maranhenses. Agradeço a visita do presidente da FAMEM, o prefeito Gil Cutrim que veio debater conosco esse importante Projeto de Lei”, salientou Cafeteira.

Novas reuniões devem acontecer até a realização da Audiência Pública e que o exemplo dado hoje por Adriano Sarney e Rogério Cafeteira se torne uma regra, não uma exceção.

Faça seu comentário

SINDJUS-MA fará ato contra o abandono do funcionalismo público

por Jorge Aragão

sindjusma2O Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão (SINDJUS-MA) e os servidores do Poder Judiciário participam neste domingo, 01/05, Dia do Trabalhador, às 9 horas, de ato público na Avenida Litorânea, na Praia de São Marcos, em frente a barraca “Alô, Alô Marciano”.

O ato público é em defesa do funcionalismo público que está abandonado pelo Governo Flávio Dino e pela suplementação orçamentária necessária para o pagamento das perdas inflacionárias e da Gratificação por Produtividade Judiciária-GPJ.

Os servidores protestarão pela garantia da reposição constitucional e anual das perdas inflacionárias, valorização dos servidores admitidos por concurso público, redução dos cargos comissionados, democratização da justiça e a eleição direta para presidentes dos tribunais.

Também serão distribuídos brindes e cedidas informações à população e aos servidores presentes, explicando as atribuições da Justiça, do papel dos sindicatos na promoção da cidadania e direitos trabalhistas.

Os servidores da Justiça maranhense estão no aguardo de um posicionamento do presidente do TJ-MA, desembargador Cleones Cunha, acerca da suplementação orçamentária necessária para o pagamento das perdas inflacionárias e da GPJ.

Segundo informado pelo magistrado, o pedido de suplementação foi feito para o governador Flávio Dino em 16 de março. Mas, até agora, os servidores não tiveram acesso ao teor desse documento.

A categoria quer um posicionamento do desembargador Cleones Cunha sobre o pagamento das perdas inflacionárias, GPJ e atualização dos auxílios recebidos (alimentação, creche e saúde).

A greve foi suspensa num voto de confiança da categoria à atual administração do TJMA. Até o fechamento da folha de pagamento de maio, caso nenhuma solução aos pleitos dos servidores for encaminhada pelo Tribunal e pelo Governo do Estado, o SINDJUS-MA terá de convocar Assembleia Geral da para deliberar quais os próximos passos deverão ser dados pelos trabalhadores do Tribunal de Justiça.

Faça seu comentário

Braide pede celeridade na obra interminável da USC da Cidade Olímpica

por Jorge Aragão

eduardoBRAIDEEm pronunciamento na Sessão desta quinta-feira (28), o deputado Eduardo Braide solicitou que as obras da Unidade de Segurança Comunitária (USC) da Cidade Olímpica sejam finalizadas e entregues à população. Para o parlamentar, a USC possibilitará a redução no índice de violência em toda a região.

“Com cerca de 70% dos trabalhos já concluídos, faço um apelo ao secretário de Segurança, que agilize a entrega da USC à Cidade Olímpica. A unidade precisa ser entregue o mais rápido possível àquela comunidade, que hoje, vive sobressaltada com a onda de violência”, ponderou o parlamentar.

Ainda no discurso, o deputado, que falou do Mapa da Violência – estudo feito pelo Ministério Público que mostra a Cidade Olímpica como o bairro mais violento de São Luís, citou exemplos de comunidades onde com as Unidades os índices de violência diminuíram. “A exemplo de outras já em funcionamento, como na Vila Luizão, os índices diminuíram. É preciso que entendamos que nessas comunidades, em sua maioria, vive gente de bem e é preciso resguardar a todos com boas iniciativas como essa da Unidade de Segurança Comunitária”, disse o deputado Eduardo Braide.

O deputado fez questão de destacar que a obra é uma parceria dos governos estadual e federal, com recursos do BNDES autorizados pela Assembleia Legislativa. “Cabe a nós, além da autorização desses recursos, a fiscalização e cobrança pela obra concluída e entregue. Esperamos que o secretário de Segurança, Jefferson Portela, possa intervir para que a USC da Cidade Olímpica seja entregue o mais rápido possível e em pleno funcionamento”, finalizou Eduardo Braide.

Faça seu comentário

PP e PSB geram disputas pelas presidências no Maranhão

por Jorge Aragão

PPDois partidos no Maranhão – PP e PSB – vão protagonizando disputas públicas pelas respectivas presidências das legendas no Estado e em ambos os casos as disputas estão ligadas com o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT).

No PP, a crise foi iniciada após Waldir Maranhão, então presidente do partido, ter votado contra a orientação do seu partido no impeachment de Dilma. A Direção Nacional destituiu Waldir e nomeou o deputado federal André Fufuca como novo presidente.

Waldir, insatisfeito com a decisão, ingressou na Justiça para voltar a presidência da legenda, mas dificilmente logrará êxito. Já André Fufuca, em contato com o Blog, preferiu não se pronunciar sobre a decisão de Waldir, mas disse que lutará pelo diálogo e união de todos os membros do PP.

PSBNo PSB, o senador Roberto Rocha quer ser o novo presidente da legenda no Maranhão. Pelo seu voto no plenário do Senado Federal, Rocha está mais fortalecido e negocia o comando do partido no Maranhão.

Já o atual presidente, o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, preferiu não polemizar e fez questão de dizer que o melhor caminho será sempre o diálogo. Clique aqui e leia a manifestação de Leitoa nas redes sociais.

Faltando menos de seis meses para as eleições municipais, a disputa pela presidência do PP e PSB podem afetar no desempenho das legendas no pleito eleitoral.

É aguardar e conferir.

Em tempo: conforme estava dito no bojo da matéria, Waldir Maranhão acaba de ter o pedido de liminar indeferido, ou seja, a justiça também mantém André Fufuca como presidente do PP.

8 comentários

PRP na disputa por indicação do vice de Edivaldo

por Jorge Aragão

prpIndiscutivelmente, como já foi demonstrado pelo Blog, é o prefeito Edivaldo Júnior (PDT), entre todos os pré-candidatos à Prefeitura de São Luís, que mais conseguiu se articular politicamente.

Ao que tudo indica, Edivaldo deverá ter mais de 15 partidos na coligação que apoiará a sua reeleição e por conta desse grande número de legendas, a tendência é que exista uma “disputa” pelo cargo de candidato a vice-prefeito na chapa majoritária.

O Partido Republicano Progressista (PRP) largou na frente e entrou na disputa por essa indicação. Com o fim do prazo para que os partidos políticos enviassem, pela internet, as relações atualizadas de seus filiados à Justiça Eleitoral, o PRP ganhou musculatura na capital maranhense e agora tenta emplacar um nome forte da sigla para compor a chapa majoritária.

A legenda já iniciou as discussões internas para buscar um nome que possa unir forças com Edivaldo Júnior. Citado por lideranças do partido como um dos prováveis escolhidos, o secretário de Relações Parlamentares de São Luís, Severino Sales, presidente da sigla no Maranhão, acredita que é mais cômodo, para ele, correr atrás de uma coligação que consiga eleger três ou mais vereadores do partido, mas diz que aceitaria o desafio se houvesse entendimento.

O nome de Severino é falado com simpatia pelos correligionários do prefeito e pelos ex-colegas de Câmara que fazem parte da base de sustentação do governo. Severino também teria o apoio dos dois vereadores do partido: José Raimundo Alves Sena, o Nato e Sebastião Albuquerque.

Além dos dois parlamentares, a indicação de Severino para compor chapa com Edivaldo, poderia contar também com o apoio do ex-deputado Afonso Manoel, pré-candidato a vereador pela legenda com forte atuação nas comunidades católicas da capital. Outro que é simpático à ideia é o deputado Max Barros que também tem forte influência na capital maranhense.

Apesar do PRP ter todo o direito à indicação e Severino Sales ser um nome que agrega bastante, outros partidos devem pleitear o posto, mas isso é assunto para outras postagens.

12 comentários