Como fica Carlos Brandão e o PSDB em relação a Flávio Dino ???

por Jorge Aragão
Carlos Brandão e Aécio Neves

Carlos Brandão e Aécio Neves

Os bons políticos sabem que não se faz política pensando apenas no hoje, mas principalmente no amanhã. Aqueles que conseguem agir politicamente bem hoje, pensando e planejando o futuro, conseguem sempre colher os melhores frutos.

Além da incoerência da aliança de Eliziane Gama (PPS) com João Castelo, outro fator que chama a atenção é o posicionamento futuro do PSDB e do vice-governador Carlos Brandão com relação ao governador Flávio Dino (PCdoB).

O Blog nem vai abordar o fato de Flávio Dino apoiar a reeleição do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), mas sim a questão do PSDB e o vice-governador embarcarem num projeto que vai de encontro a reeleição do governador em 2018.

Eliziane Gama deverá ter o apoio do PSDB e PSB. O PSDB já abocanhou o direito de indicar o candidato a vice-prefeito e, apesar de ter quase destruído a capital maranhense, espaço numa eventual gestão de Gama. Já o PSB, além de espaço na gestão, o senador Roberto Rocha apoiará Eliziane em troca do seu apoio na sua candidatura ao Governo do Maranhão em 2018.

Ou seja, o PSDB, mesmo tendo o vice-governador e espaço na gestão comunista, embarca num projeto que fortalecerá Roberto Rocha, eventual adversário político de Flávio Dino em 2018.

Pelo visto é bom Flávio Dino abrir os olhos, pois os seus principais futuros adversários estão mais próximos do que ele imagina.

Faça seu comentário

Crise no PSB é comentada por lideranças do partido

por Jorge Aragão

PSBNesta sexta-feira (27), o jornal O Estado do Maranhão ouviu algumas das principais lideranças do PSB no Estado sobre a crise que o partido vai atravessando em terras maranhenses, principalmente em São Luís.

O presidente do PSB do Maranhão, Luciano Leitoa, nomeou o deputado José Reinaldo Tavares como novo presidente do partido na capital maranhense em substituição ao senador Roberto Rocha.

Entretanto, a decisão de Leitoa não durou 24h, pois Roberto Rocha conseguiu junto a Executiva Nacional, através do presidente Carlos Siqueira, a nomeação do seu filho, o vereador Roberto Rocha Junior como novo presidente do PDB na capital maranhense (reveja).

“Ele (Carlos Siqueira) pode ter assinado, mas não tem validade”, afirmou José Reinaldo que foi destituído sem sequer assumir.

“Dissenções na política não são exceções. Diria mesmo que são a regra. Em todos os partidos a correntes que lutam para fazer prevalecer seus pontos de vista. Isso é da própria natureza da política, que não teria necessidade de existir se não fosse exatamente para construir caminhos e convergências”, assinalou o novo presidente do PSB em São Luís, Roberto Júnior.

E assim segue o PSB no Maranhão, em crise e dividido, mesmo faltando um pouco mais de quatro meses para as eleições de 2016.

3 comentários

Edivaldo entrega mais uma praça em São Luís

por Jorge Aragão

edivaldo

O prefeito Edivaldo entregou aos moradores da Cohab, na noite de quarta-feira (25) a Praça V, no bairro Cohab Anil II. É a 16ª praça da cidade que, após restauração, é entregue à população pela prefeitura de São Luís. A reinauguração do espaço é parte das ações que vem sendo realizadas na atual gestão para restauração de logradouros da cidade que se encontravam danificados. Edivaldo foi recebido pelos moradores do bairro com grande entusiasmo e reconhecimento pelo trabalho concluído.

“Estamos trabalhando arduamente por São Luís. Desde o primeiro dia da nossa gestão começamos um intenso planejamento de melhorias para nossa cidade, e estamos colhendo os bons frutos desse trabalho realizado. Esta praça é um novo espaço de convívio social para os moradores da Cohab e da região. Aqui eles poderão se reunir para conversar e praticar esportes”, disse o prefeito Edivaldo.

Segundo Edivaldo, os projetos de reestruturação de praças estão sendo elaborados com participação efetiva da população, ressaltando aspectos paisagísticos que contribuam diretamente para a saúde dos frequentados. “Esta é uma obra sólida, um espaço de convivência importante para este bairro, que agora foi valorizado com a contribuição da Prefeitura de São Luís”, completou.

edivaldo1

Localizada entre as duas importantes avenidas do conjunto residencial construído na década de 70, a recuperação da Praça V foi coordenada pelo Instituto de Paisagismo Urbano (Impur). A reforma da praça era uma antiga solicitação da comunidade que reclamava da ocupação indevida. O presidente do Impur, Luiz Carlos Borralho, afirmou que o prefeito Edivaldo já determinou a continuidade e ampliação das ações nessa área. “A Prefeitura de São Luís está investindo na reestruturação de espaços de lazer e integração da comunidade em diversos bairros de São Luís. Até agora, já foram entregues 16 praças e esse número vai crescer mais ainda até o final do ano”, disse Borralho.

A nova Praça V conta com espaços de lazer e convivência; instrumentos para prática de educação física e atividades esportivas, como academia ao ar livre; nova iluminação pública; mesa de integração para a comunidade; e jardins em todo o espaço. A praça também conta com rampas de acessibilidade e área para 25 vagas de estacionamento, garantindo, assim, mais conforto às famílias que visitam o espaço público.

A Prefeitura já recuperou as praças do Pantheon (Centro), Praça do Circo Escola (Cidade Operária); as praças da Camboa e Carlos Chaib (Camboa); Praça José de Ribamar dos Santos Corrêa (no bairro Rio Anil); Praça da Roxinha (Ipase de Baixo); Renascer e Ruy Frazão, (Cohab); as praças Verão, Jackson Lago e das Árvores (Cohatrac); Praça Irmã Gabriella Torselli, no bairro Turu; a praça Nossa Senhora das Graças (Coradinho); Praça do Letrado (Vinhais) e a primeira etapa da reforma da Praça do Pescador, no Portinho.

11 comentários

A situação delicada do prefeito Léo Costa de Barreirinhas

por Jorge Aragão

leocostaA situação a cada dia vai piorando para o prefeito de Barreirinhas, Léo Costa (PDT). Depois do Ministério Público pedir a prisão do gestor por irregularidades constatadas na merenda escolar (reveja), agora o prefeito teve seus bens bloqueados e a suposta fraude divulgada nacionalmente.

Nesta semana, o juiz da Comarca de Barreirinhas decretou o bloqueio dos bens do prefeito Léo Costa, do secretário municipal de Educação, Manoel Santos Costa Júnior, além de outros cinco requeridos: Ismar da Silva Freitas, Alcionete Coelho Cavalcante, José Mário Cardoso da Rocha, Edvaldo Almeida de Carvalho e Milton Silva Nunes, no valor total de R$ 262.495,00 (duzentos e sessenta e dois mil e quatrocentos e noventa e cinco reais).

As decisões atendem ao pedido formulado pelo Ministério Público. Entretanto, o juiz não determinou o afastamento imediato de Léo Costa da função de prefeito, mas deixou claro que não descartou a prisão dos envolvidos, caso as determinações judiciais não sejam cumpridas.

O caso vergonhoso da merenda escolar de Barreirinhas ganhou notoriedade nacional. O programa Profissão Repórter da TV Globo, exibiu, na noite de quarta-feira (25), a vergonhosa situação do município.

Clique aqui par ler e assistir na íntegra a reportagem sobre a situação da merenda escolar no município de Barreirinhas. Vale destacar que a Câmara de Vereadores do município, ainda em 2013, já denunciava as irregularidades (reveja).

Uma pena para uma das principais cidades turísticas do Maranhão e Brasil.

4 comentários

Preso o prefeito de Nova Colinas, Elano Martins Coelho

por Jorge Aragão

novaFoi preso na manhã desta quinta-feira (26), o prefeito da cidade de Nova Colinas, Elano Martins Coelho. O gestor foi preso em operação deflagrada pela Superintendência Estadual de Prevenção e Combate a Corrupção.

Elano Martins Coelho é acusado de forjar licitações em processos contratados pela Prefeitura de Nova Colinas, inclusive em um dos casos a suspeita é que o próprio prefeito seja beneficiado através de um advogado e que foi seu sócio.

A Secretaria de Segurança Pública confirmou que o prefeito Elano Martins Coelho será apresentado na tarde desta quinta-feira, às 16h, no próprio órgão. Na oportunidade, a Polícia Civil do Maranhão dará mais detalhes sobre a prisão e a operação desta manhã.

1 comentário

O “traque” contra José Sarney e Renan Calheiros

por Jorge Aragão

sarney3Depois da bombástica divulgação do discurso do senador Romero Jucá e do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, alguns segmentos da imprensa chegaram a afirmar que os diálogos entre Machado e outros peemedebistas seriam mais bombásticos.

Entretanto, a bomba virou um inofensivo “traque”. A própria reportagem da Folha de São Paulo que divulgou o áudio da conversa de Sérgio Machado e José Sarney deixou evidente que não ficou claro a estratégia que seria adotada.

“A estratégia estabelecida por Sarney não fica inteiramente clara ao longo dos diálogos obtidos até aqui pela Folha, mas envolvia conversas com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e com o senador Romero Jucá (PMDB-RR). Sérgio Machado disse que não poderia passar por uma iniciativa apenas jurídica, teria que ser política.”, admite a Folha na reportagem.

Em nota divulgada, o ex-presidente José Sarney afirmou que conhece o ex-senador “Sérgio Machado há muitos anos. Fomos colegas no Senado Federal e tivemos uma relação de amizade, que continuou depois que deixei o Parlamento”.

“As conversas que tive com ele nos últimos tempos foram sempre marcadas, de minha parte, pelo sentimento de solidariedade, característica de minha personalidade. Nesse sentido, expressei sempre minha solidariedade na esperança de superar as acusações que enfrentava. Lamento que conversas privadas tornem-se públicas, pois podem ferir outras pessoas que nunca desejaríamos alcançar”, diz a nota.

A situação de Calheiros também sequer foi arranhada pelo “traque”. A maior prova é que o líder do PT no Senado Federal, Paulo Rocha (PA), afirmou categoricamente que não existe nada comprometedor no diálogo de Renan e Machado.

Sendo assim, a esperada bomba atômica contra José Sarney e Renan Calheiros virou um simples e inofensivo “traque”, tanto que não terá desdobramentos, bem diferente do que foi o bombástico diálogo de Jucá e Machado.

58 comentários

O Maranhão está de luto, morre Papete

por Jorge Aragão

PAPETE

A cultura do Maranhão perde um dos seus principais ícones. Na noite da quarta-feira (25), aos 68 anos, morreu em São Paulo, o cantor e compositor José de Ribamar Viana, que ficou imortalizado como Papete.

O maranhense lutava arduamente contra um câncer de próstata e já estava internado em um hospital na capital paulista, mas nos últimos dias o quadro havia piorado. O corpo de Papete deve chegar em São Luís nesta quinta-feira (26), onde será velado na Casa do Maranhão.

Papete, que nasceu em Bacabal, deixa um legado impressionante e sempre foi figura marcante no São João do Maranhão. O cantor e compositor maranhense tem sucessos como Bandeira de Aço, Boi da Lua, Bela Mocidade, entre tantos outros.

Através de Nota, a ex-governadora Roseana Sarney lamentou o falecimento de Papete. “O Brasil perde um grande artista. Músico, percussionista de fama internacional, compositor e intérprete, nos deu grandes canções e tornou inesquecível a festa junina, especialmente aqui no Maranhão. Meu amigo pessoal, hoje é um dia de muita tristeza para mim e para todos que com ele conviveram. Que Deus conforte a família, os amigos, e que Papete siga em paz.”, afirmou Roseana na Nota de Pesar.

O governador Flávio Dino, através das redes sociais, também reconheceu o legado de Papete. “Minhas homenagens ao querido cantor e compositor maranhense Papete, que nos legou uma grande e imortal obra”, escreveu.

O Blog deixa, como homenagem a Papete e seus fãs, um dos grandes sucessos imortalizados na cultura maranhense.

 

6 comentários

Andrea Murad denuncia falta de sangue para cirurgias em hospitais maranhenses

por Jorge Aragão

andreaEm discurso na tribuna nesta quarta-feira (25), a deputada Andrea Murad denunciou que os hospitais públicos e privados de São Luís receberam um comunicado sobre a falta de bolsas de sangue para realização de cirurgias nas unidades e que por isso os procedimentos estão suspensos. O problema principal é a falta de insumos para processar o sangue, material adquirido pelo governo para o Hemomar.

“Os hospitais receberam comunicado ontem e nós queremos saber até quando o Governo Flávio Dino vai continuar com essa irresponsabilidade. Até quando as pessoas vão continuar morrendo por culpa da incapacidade técnica, da falta de responsabilidade desse governo que não sabe gerir a Secretaria. Cirurgias estão sendo suspensas. Quando a gente fala em cirurgias suspensas, trata-se de pessoas que estão correndo risco de vida”, discursou.

Andrea Murad foi aparteada pela deputada Nina Melo, médica, que destacou a importância da denúncia da líder de oposição, chamando a atenção do governo para o problema que deve ser imediatamente solucionado. Para a deputada Andrea, pacientes a espera de cirurgias de emergência correm riscos maiores já que os procedimentos estão sendo suspensos por falta de sangue.

“Uma providência deve ser tomada imediatamente. A justiça precisa entrar neste caso. A Promotoria de Saúde precisa entrar neste caso, precisa realmente tomar uma providência. Até no Socorrão falta sangue. Espero que o Governo tome providência e que realmente faça com que volte à normalidade. A normalidade é que tenha sangue e que os procedimentos voltem ao normal com as cirurgias ocorrendo, principalmente, nos casos emergenciais”, cobrou Andrea Murad.

16 comentários

A dificuldade em assumir o erro

por Jorge Aragão

Parece que algumas pessoas tem uma enorme dificuldade de admitir um erro, preferem ficar no mundo de “Peter Pan” e tentar se enganar e enganar os outros. O secretário de Comunicação do Governo Flávio Dino, infelizmente, está agindo dessa forma.

Depois de ser duramente criticado por ter pedido que a imprensa não divulgasse os atos criminosos durante ataques a ônibus na Região Metropolitana, Jerry mentiu e insiste em dizer que não disse o que disse. Abaixo o Blog posta novamente o que disse inicialmente o secretário de Comunicação do Governo Flávio Dino.

jerry

Acima está claro o que foi escrito por Márcio Jerry. Entretanto, após as críticas, Jerry nesta quarta-feira (25) voltou ao assunto, mas de maneira absurda afirmando que não disse o que disse. Veja abaixo.

jerry1

Seria bem mais fácil admitir o erro, ou equívoco, e acabar com o assunto, mas parece que admitir o erro é bem mais difícil do que mentir e tentar confundir a opinião pública.

Uma atitude lamentável, principalmente em se tratando do secretário de Comunicação do Governo do Maranhão.

9 comentários

Lei eleitoral impede que Prefeitura de São Luís atenda professores

por Jorge Aragão

saoluis

Apesar das inúmeras reuniões entre os professores da rede pública da capital maranhense e a Prefeitura Municipal de São Luís, nesta quarta-feira (25), foi deflagrada a greve da categoria por tempo indeterminado.

Entretanto, pelo que informa a Prefeitura de São Luís, faltou compreensão do Sindicato dos Professores, pois a gestão Edivaldo está impedida de atender o reajuste solicitado pela legislação eleitoral.

Os professores querem um reajuste de 11,36% pleiteado pelo sindicato, mas de acordo com a Lei nº 9.504/1997, os agentes públicos não podem autorizar reajustes superiores à inflação apurada no pleito.

De acordo com esta regra, o reajuste máximo para os professores da rede municipal só poderia ser de 10,67%, correspondente à inflação acumulada registrada em 2015 conforme o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA), exatamente o que está sendo oferecido pela Prefeitura de São Luís.

O objetivo da restrição é garantir as condições de igualdade do pleito eleitoral, impedindo que candidatos eventualmente utilizem recursos públicos para promoverem campanhas ou para angariar a simpatia de uma parcela do eleitorado.

Além da restrição legal para o período, a Prefeitura de São Luís alega que a crise econômica e a delicada situação financeira por que passa a maioria dos municípios brasileiros atualmente também impede que se avance mais.

O salário dos professores da rede básica de ensino é amparado pela Lei nº11.738/2008, conhecida popularmente como “Lei do Piso”. A Lei do Piso fixa um valor mínimo para o salário do professor em início de carreira, com formação de nível médio e carga horária de 40 horas semanais. Para o professor nessas condições, a Prefeitura de São Luís oferece remuneração base de R$2.544,30 – acima do piso nacional que atualmente está fixado em R$2.135,64. Se o professor tiver curso superior, a remuneração paga pela Prefeitura de São Luís para a carga horária de 40h aumenta para R$4.204,27.

Além da remuneração base, a classe docente da rede pública também recebe uma série de benefícios, previstos no estatuto da categoria. Em São Luís, são pagas gratificações por titulação, para professores que concluem especialização, mestrado ou doutorado; e para aqueles que trabalham em escolas em locais de difícil acesso. O plano de cargos e carreiras dos professores prevê ainda progressões salariais do tipo horizontal, por tempo de serviço; e vertical, para professores de nível médio que concluem um curso superior.

Seria bom que as partes voltassem a se reunir e evitar que pais e alunos sejam prejudicados com a paralisação que teve início hoje.

5 comentários