Edivaldo segue vistoriando obras mesmo aos finais de semana

por Jorge Aragão

obrasO prefeito Edivaldo esteve na manhã deste domingo (30) vistoriando obras de pavimentação na Vila Progresso, Vinhais, e na Cohab, e ações de revitalização da praça Ruy Frazão, na Cohab. “Estamos com uma série de obras de mobilidade por toda a cidade e faço questão de acompanhar in loco o andamento dos serviços. Todas essas ações de recapeamento e de pavimentação vão permitir expandir a fluidez do tráfego e interferir diretamente no desenvolvimento das áreas beneficiadas”, comentou o prefeito Edivaldo.

Na Vila Progresso, os serviços estão sendo executados na Rua da Vitória e Rua Projetada. No Recanto dos Vinhais, todas as vias que estavam com deformidades na pista ou que comprometiam a trafegabilidade e a mobilidade estão sendo recapeadas.

“Estou achando ótimo. Antes era ruim e já melhorou quase 100%. O asfalto ajuda muito para desenvolver até o comércio, todo mundo está satisfeito com as ruas asfaltadas”, comentou Nestor Rodrigues, que mora na Rua da Vitória, uma das vias já pavimentadas na Vila Progresso.

Na Cohab, a requalificação da pavimentação está sendo executada pelo programa Mais Asfalto. Os conjuntos 2 e 3 já foram contemplados com a pavimentação e agora as ações chegam ao conjunto 4 da Cohab.

O prefeito Edivaldo aproveitou a oportunidade e conversou com moradores da área, recebendo o carinho da população. Ele acompanhou o trabalho de reforma e requalificação da praça Ruy Frazão, na Cohab. A pintura dos canteiros e a ornamentação da praça tem mobilizado, além da equipe da Prefeitura, a  própria comunidade, que solicita as intervenções que considera pertinentes ao espaço. O trabalho integra a parceria que o poder público municipal tem firmado com a população no cuidado conjunto dos espaços públicos, com ações de conscientização e discussão de demandas prioritárias, a partir da formação dos Comitês Gestores.

Ao todo, a Prefeitura já instituiu 40 comitês em São Luís, através do programa “São Luís, Cidade Jardim”, por meio do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur). “Os comitês zelam e resguardam o beneficiamento propiciado nas praças pela gestão municipal e são aliados fundamentais para a conservação destes espaços. Estamos juntos, Prefeitura e população, para garantir uma cidade cada vez mais bonita, limpa e agradável”, disse o prefeito Edivaldo.

Na próxima terça-feira (2), haverá pintura artística do piso e pinturas que integram atividades infantis, como a brincadeira amarelinha. Neste domingo (30), as crianças do bairro se divertiram, marcando as mãozinhas pintadas de tinta nos bancos da praça, espaços que também serão destinados a atividades lúdicas.

“Este é um momento histórico, demarcador de um espaço que é retomado pela comunidade. Este é um momento de fazermos juntos, poder público e população, esse controle, de verificar potencialidade do espaço e ter as intervenções reais e efetivas. Estamos trabalhando com cidadania real e efetiva, envolvimento e participação popular, pensando na comunidade como protagonista desse momento. Esta é uma apropriação coletiva que visa ao bem comum”, disse a historiadora Dorian Azevedo, moradora da região e integrante do Comitê Gestor da praça.

3 comentários

PV realiza encontra regional em Codó

por Jorge Aragão

adrianopvO encontro Regional do Partido Verde aconteceu no último sábado (29), na Câmara Municipal de Codó. Dentre as autoridades presentes estavam o prefeito de Codó e presidente municipal do PV, Zito Rolim, o presidente do PV no Maranhão e deputado federal, Sarney Filho, o coordenador do Partido Verde e deputado estadual, Adriano Sarney, o presidente da Câmara de Vereadores, Chiquinho do SAAE, outros vereadores, bem como secretários e prefeitos e representantes do PV de municípios vizinhos.

Em seu discurso de abertura, Adriano Sarney falou sobre as mudanças e novas diretrizes do Partido Verde em todo o Maranhão e elogiou a gestão do prefeito Zito Rolim pelos bons resultados alcançados em todas as áreas. “Temos um excelente prefeito aqui na pessoa do Zito Rolim, que faz uma brilhante gestão, por isso escolhemos Codó pra realizar nosso encontro regional do Partido Verde e expor nossas ideias”.

O deputado também preconizou a importância da participação do povo na política local e convocou o povo a tomar partido junto com o PV. “Partido que carrega a bandeira do meio ambiente, da qualidade de vida, da ecologia, da sustentabilidade e da juventude. Estamos plantando uma semente verde em cada município do Maranhão. E um dia essas árvores crescerão muito. A semente de uma noiva politica e uma nova vida para o povo maranhense. Estamos fazendo diferente e obtendo sucesso, tanto administrativamente quanto politicamente. E Codó já pode se orgulhar de ter um gestor que está indo bem na administração e bem politicamente com o povo, e com certeza fará seu sucessor, pois está próximo dos codoenses”.

O deputado Adriano Sarney aproveitou a ocasião a anunciou a criação do PV Jovem, uma inovação do partido que colocará em cada município do Maranhão um diretório do PV Jovem, que contará com seu presidente, vice-presidentes e secretários. “Em dezembro o partido fará um grande festa na Assembleia do Estado para eleger de forma democrática o presidente do PV Jovem do Maranhão. Escolheremos a primeira liderança jovem, eleita democraticamente para representar bem nosso 217 municípios. Essa liderança estadual jovem caminhará junto com a liderança jovem nacional, representando nosso partido em todo país”.

sarneyfilhopv
O presidente do PV Maranhão, deputado federal Sarney Filho ponderou sobre a questão do meio ambiente e a poluição dos rios em todo o estado. “Precisamos da força jovem, para que nossas ideias sejam incorporadas e se tornem possíveis. Podemos fazer realmente uma mudança na área do meio ambiente. No início das civilização as pessoas precisavam colonizar as margens dos rios para sobreviver. Os primeiros assentamentos surgem as margens dos rios. Mas hoje em dia não precisamos mais de gente na beira dos rios. O ser humano não depende mais de habitar a beira de rios para sua sobrevivência. Ao invés de mais pessoas, precisamos de árvores e matas nas margens de nossos rios para evitar o assoreamento “

O deputado também não poupou elogios ao prefeito Zito Rolim e seu modo de gestão em Codó. “É só chegarmos a cidade que dá pra perceber como Codó está sendo bem tratada, está bonita e mesmo com a crise econômica, o município segue firme. Isso devido a extraordinária capacidade de gestão do prefeito Zito Rolim, e tenho certeza que se ele tivesse a capacidade de ser eleito mais uma vez ele seria. A gestão de Zito é uma referência, um exemplo a ser seguido no estado e um orgulho para o nosso Partido”.

zitopv
O prefeito Zito Rolim agradeceu a presença das autoridades e de todas as pessoas na grande festa do PV. “Não esqueço a emenda parlamentar conseguida pelo deputado Sarney Filho, que levou asfalto e mais qualidade de vida para toda a população do bairro Codó Novo. Quero agradecer a toda direção do partido, dos colegas prefeitos em outros município, e também cumprimentar, em nome da primeira-dama de Codó, Eliene Rolim, todas as mulheres do 43. Temos ciência que ainda existem problemas ambientais e questões que envolvem o meio ambiente, como a fim dos lixões, mas esse problema também é nacional. O aterro sanitário é nossa grande meta. E não tenho dúvidas que o PV será o partido que conduzirá essa grande mudança para melhorar o meio ambiente, não apenas no Maranhão, mas em todo nosso país”.

Faça seu comentário

BNDES: internautas confirmam denuncia de André Fufuca

por Jorge Aragão

O governador Flávio Dino (PCdoB), como de costume, tentou desqualificar a denuncia feita pelo deputado federal do Maranhão, André Fufuca (PEN), que, durante a CPI do BNDES, afirmou que no Estado as obras oriundas do empréstimo juntos ao BNDES estão paralisadas.

Fufuca, durante depoimento do presidente do BNDES, Luciano Courinho, questionou o motivo da paralisação das obras. Coutinho afirmou categoricamente que as obras estão paralisadas por decisão unilateral e exclusiva do Governo Flávio Dino.

O governador, nas redes sociais, foi contestar tal afirmação e foi, mais uma vez, desmentindo por comentaristas que declinaram o nome de algumas das obras paralisadas no Maranhão. Veja abaixo.

imagem2

2 comentários

Roberto Rocha confirma pré-candidatura a Prefeitura de São Luís

por Jorge Aragão
Roberto Rocha (foto: Felipe Klant)

Roberto Rocha (foto: Felipe Klant)

De O Estado – O senador Roberto Rocha (PSB) afirmou ontem a O Estado que será pré­-candidato a prefeito de São Luís em 2016. A declaração foi dada cinco horas antes do encontro do partido ­ que reuniria as executivas municipal e estadual ­, na sede da Fetaema (Araçagi). Até o fechamento desta edição, às 15h, o senador sustentava a decisão de se candidatar.

“Decisões que dizem respeito às eleições municipais devem ser acordadas pelas executivas municipal e nacional do partido. Lideranças do PSB já vinham colando o meu nome para a disputa e agora eu decidi acatar essa indicação”, afirmou o senador.

Para o encontro de ontem do PSB, esperava­sse a consagração da pré­-candidatura do deputado estadual Bira do Pindaré a prefeito de São Luís. Estava prevista no evento a presença dos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira.

Outro olhar ­ Rocha afirmou que sua pré­-candidatura nasce com a proposta de dar a São Luís um novo olhar político. “São Luís não pode ser tratada como uma cidade qualquer. Ela afeta a vida de todo o estado. O que se faz aqui influencia todo o Maranhão. As soluções para os problemas da capital não devem ser pensadas somente de olho no calendário eleitoral, a exemplo de ações de asfaltamento e tapa­buracos feitas somente às vésperas das eleições”, assinalou o senador.

Com a inclusão de Rocha na corrida pela Prefeitura da capital, a equação de pré­-candidatos que se apresenta até o momento deve sofrer forte impacto. O cenário anterior trazia a deputada federal Eliziane Gama (PPS), o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) e o ex­-prefeito e deputado federal João Castelo (PSDB) como nomes mais cotados a dividir o eleitorado ludovicense. Há ainda o ex­-deputado Gastão Vieira, do Pros, que poderá entrar na disputa também.

Correndo por fora, mas com possibilidades reais de mudar os rumos da história, o ex­-secretário estadual Ricardo Murad (PMDB) segue no páreo pré­-eleitoral, com o respaldo de ter provocado um salto positivo da saúde pública em São Luís. Murad já afirmou sua convicção de disputar a Prefeitura, seja pelo seu partido atual ou por outra legenda caso necessário, provavelmente o PTN.

5 comentários

“Todos Por São Luís” repete o sucesso na Ilhinha

por Jorge Aragão

todosO prefeito Edivaldo disse neste sábado (29), durante a realização da décima quinta edição do Programa Todos por São Luís, no bairro da Ilhinha, que não está medindo esforços para atender aos pedidos de aproximação dos serviços públicos da administração municipal que o programa propicia. Todos os serviços oferecidos são gratuitos.

“O programa tem despertado cada vez mais interesse das comunidades. Muitos líderes comunitários têm nos procurados para que seus bairros sejam incluídos no plano de execução do programa Todos por São Luís”, disse o prefeito. Para Edivaldo, o sucesso do programa ratifica a intenção de aproximar a administração do cidadão, principal objetivo do Todos por São Luís.

Desta vez os serviços que são oferecidos no dia de culminância do programa, sempre aos sábados, se concentraram na U.E.B. Criança Feliz, localizada na avenida Ferreira Gullar, no bairro da Ilhinha. Segundo os organizadores do programa, populações de pelo menos 14 bairros buscaram algum tipo de serviço que o programa oferece. Entre os beneficiados estão moradores dos bairros da Ilhinha, São Francisco, Portelinha, Residencial Ana Jansen, Buriti, Jaracati, Ponta D´Areia, Lagoa da Jansen, Renascença, Morro, Vila Maruim, Conjunto Base e Conjunto São Francisco.

Como nas edições anteriores, centenas de pessoas modificaram a rotina do sábado para buscar serviços. Mais uma vez se confirmou que a maioria do público presente no evento que aglutina todas as secretarias da administração municipal é de mulheres de todas as faixas etárias. A moradora da rua da União, Keissy Diane, 26 anos, recepcionista, levou os filhos Isadora e Paulo Lucca para tirar a primeira carteira de identidade. “Essa é uma oportunidade que temos de ter os serviços de maneira mais fácil”, disse a moradora.

Na avaliação da primeira-dama do município, Camila Braga, que coordena o programa, o retorno da população atendida pelo programa tem superado as perspectivas, consolidando cada vez mais a iniciativa do prefeito. O programa foi idealizado pela Secretaria Municipal de Comunicação (Secom). “Tem sido bastante positivo. Tanto é que tivemos que ampliar o calendário, adotando ações semanais para que possamos dar resposta à população que tem nos procurado com frequência cada vez maior. Esse é um sinal de sucesso”, disse Camila.

O programa Todos por São Luís tem uma frequência cíclica. Logo que se encerra no sábado em uma comunidade, na segunda-feira, a ações são retomadas em outro local com oferecimento de oficinas, palestras, etc. Conforme tem avançado, o programa vem conquistando novos parceiros. Inicialmente contando apenas com o Governo do Estado e Fiema, na 15ª edição contou com a participação da Natura e Jaffa, empresas fabricantes de produtos de embelezamento.

Na noite de sexta-feira (28) o prefeito Edivaldo, acompanhado da equipe de governo e do vereador Osmar Filho, líder de governo na Câmara de São Luís, foram até a U.E.B. Monsenhor, no bairro da Ilhinha, para participar de mais edição da “Mesa de diálogo com o prefeito”. Durante o encontro, o prefeito expôs as consequências da crise financeiras no orçamento municipal. Segundo relatou Edivaldo, a queda nos repasses constitucionais e de outras fontes têm mantido a curva para baixo. O corte, de acordo com informação do prefeito, foi de R$ 6 milhões.

1 comentário

Prefeita de Bom Jesus das Selvas se posiciona sobre sua cassação

por Jorge Aragão

cristianedamiaoA prefeita cassada de Bom Jesus das Selvas, Cristiane Damião, se posicionou, através de uma Nota, sobre a decisão do juiz Duarte Henrique Ribeiro de Souza de Buriticupu que determinou a cassação dos mandatos da prefeita e vice-prefeito, Abdala Filho (reveja). Veja abaixo a Nota na íntegra.

A respeito da decisão judicial proferida na Ação Impugnação de Mandato Eletivo nº 407.2013.610.0095, na qual figuro como requerida, tenho a esclarecer o que segue:

1 – Em que pese o meu profundo respeito ao juiz prolator e às suas decisões, lamento tenha ele concluído pela ilegitimidade de minha eleição, posto que tenho absoluta consciência e convicção que nada foi feito que justificasse a decisão tomada;

2- Caberá a mim, no entanto, em respeito à minha consciência e, sobretudo, para proteger os milhares de votos que recebi, lutar em todas as instâncias do Poder Judiciário pela defesa do mandato que o povo de minha cidade, legitimamente me conferiu;

 3 – Cabe, igualmente a mim, enquanto prefeita municipal, tranquilizar meus queridos concidadãos de Bom Jesus das Selvas, afirmando que permaneço à frente do mandato que o povo me outorgou, e que as políticas públicas e numerosas obras e serviços em curso continuarão com normalidade e segurança, assim como tranquilizo os valorosos servidores municipais que alteração alguma haverá no seu regime de trabalho;

4 – Cabe-me reafirmar, por fim, meu compromisso com a população da nossa querida Bom Jesus das Selvas de permanecer realizando uma administração pública séria, empreendedora e honesta, que se preocupa, diuturnamente, com o bem estar da sua gente e com a correta aplicação dos recursos municipais.

Cristiane Campos Damião Daher – Prefeita Municipal de Bom Jesus das Selvas – MA

Faça seu comentário

Sindicância responsabiliza oficial da PM por fuga programada em Pedrinhas

por Jorge Aragão

pedrinhasO Portal Imirante teve acesso, em primeira mão, ao Boletim Reservado Nº 038 da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), qual apresenta o resultado da sindicância instaurada para apurar o resgate programado de quatro presos do Complexo de Pedrinhas no início de maio.

O caso ganhou repercussão nacional pelo fato de que o Sistema de Segurança do Maranhão sabia e estava monitorando os bandidos que iriam resgatar os presos, mas mesmo assim quatro detentos foram resgatados na maior tranquilidade.

De acordo com o relatório, aponta que as irregularidades que resultaram na fuga dos detentos são de responsabilidade do tenente-coronel Maurílio Claudino Pinto, que ocupava o posto de superior de dia do presídio.

A sindicância concluiu que o comandante não elaborou nenhuma estratégia para evitar resgate dos detentos do CDP, mesmo após o delegado Augusto Barros ter informado, duas horas antes do resgate, que o grupo armado estava se aproximando do Complexo de Pedrinhas. O documento aponta que o oficial não informou aos tenentes que se encontravam em outras unidades prisionais sobre a situação e que não acionou os militares que estavam em horário de descanso, nos presídios São Luís I e II, da iminência da fuga.

Recai sobre o comandante, também, a responsabilidade por não ter repassado a informação ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA) e ao Grupo de Escolta e Operações Penitenciárias (Geop) que os bandidos estavam chegando para resgatar os presos.

O documento ainda salienta que monitores, vigilantes e policiais correram risco de morte durante a ação dos criminosos, que atiraram contra as guaritas de segurança do complexo. Por fim, o militar ainda retirou veículo cedido ao sistema prisional maranhense, horas após a fuga, para tratar de assuntos particulares na cidade de Arari.

O Comandante-Geral da PM, Coronel Alves, determinou a abertura de um inquérito para investigação dos fatos, mas pelo relatório (clique aqui para ler) a situação do oficial Maurílio Claudino Pinto está bastante complicada.

Faça seu comentário

“O meu indiciamento é um ato político”, diz João Abreu

por Jorge Aragão

joaoabreuPor João Abreu

O jornal O Estado de São Paulo publicou na edição do dia 27.08.2015, notícia dando conta de meu indiciamento pela Policia Civil do Maranhão, no inquérito que apura a suspeita de pagamento de propina para possibilitar a celebração de acordo entre o governo do Estado e a empresa Constran, no ano de 2013, com vista à liquidação de um precatório.

E como era de se esperar, essa notícia reverberou na imprensa e blogs da Capital, principalmente naqueles alinhados com o governo do Estado.

Embora sem fundamento sólido, o meu indiciamento já era por mim esperado, e por todos os que me acompanham neste momento tormentoso, porque somos conscientes de que os ilustres delegados encarregados do inquérito não conseguiriam resistir às pressões disparadas do Palácio dos Leões.

Todavia, o alarde que se faz sobre o meu indiciamento não possui fundamento. O indiciamento não é acusação, mas mera colheita dos dados de identificação de alguém que, na opinião da polícia, reúne indícios de ter sido o autor do ato sob investigação. Ele não gera processo, que só é instaurado com a denúncia oferecida pelo Ministério Público, se recebida pelo Judiciário.

Na prática, o indiciamento policial tem servido apenas como estigma social e isto explica, no meu caso, o interesse de darem ampla divulgação desse ato, em suas minucias, embora o inquérito corra sob “segredo de justiça” e a lei diga que é crime quebrar o segredo de Justiça.

Mas estou absolutamente tranquilo e aguardo, com serenidade, o desdobramento do caso, consciente de que o indiciamento é injusto e motivado por decisão política. Não há nos autos do inquérito elementos mínimos indicadores da existência do alegado crime. Tudo se resume na afirmação feita pelo doleiro Alberto Yusself, um dos principais envolvidos na famosa Operação Lava Jato, que alega ter me mandado entregar vultosa quantia para “distribuir a integrantes do governo do Maranhão em troca do pagamento do precatório”.

Mas não há comprovação alguma da materialidade desse delito, e sua declaração é, inclusive, desmentida por pessoas de quem se teria servido como portador da entrega do numerário.

Mas foi com base, exclusivamente, na afirmação desse renomado delinquente, que se apoia o indiciamento, sem fundamentos ou prova que o justifiquem. E mais ainda, sem levar em consideração que o acordo celebrado entre o Governo do Estado e a Constran se sustentou em judiciosos pareceres emitidos pela Secretaria de Planejamento do Estado e pela Procuradoria Geral do Estado e envolvia uma dívida que o Estado tinha para com a referida empresa, apurada através de um longo processo judicial, que tramitou por todas as esferas do Judiciário e contra o qual já não era mais possível opor resistência alguma.

Caberá agora ao Ministério Público Estadual analisar se me acusa ou não, com os parcos elementos contidos no inquérito.

De minha parte, cabe aguardar o desdobramento desse funesto episódio, para o qual conto com o apoio de minha família e de amigos leais que nunca me faltaram nos momentos difíceis da minha vida.

À sociedade maranhense resta pedir que evite antecipação de julgamento, seja em homenagem ao princípio constitucional da presunção de inocência, seja em respeito aos longos anos que tenho como empresário e homem público, que já exerceu o cargo de Secretário de Saúde do Estado, por duas vez o de Secretário Chefe da Casa Civil e a Presidência do Sebrae, sem jamais ter sido acusado de um ato de desonestidade e que hoje convive com o drama de se vê escarnecido por um reles doleiro e pelo tratamento escandaloso e sensacionalista dado por uma parte da imprensa.

João Guilherme de Abreu é empresário e ex-secretário Chefe da Casa Civil do Governo do Maranhão

4 comentários

Juíza determina reintegração de posse do terreno do Sampaio

por Jorge Aragão

SampaioAgora a Polícia Militar do Maranhão não terá mais desculpa para não fazer, de maneira correta, o que já deveria ter sido feito antes, a reintegração de posse do terreno onde se localiza a sede do Sampaio Correa.

O Blog do Juraci Filho, em primeira mão, confirmou que a juíza Ticiany Gedeon Maciel Palácio, titular da 2ª Vara da Comarca de São José de Ribamar, concedeu, na sexta–feira (28), nova liminar de reintegração de posse na área onde se localiza o CT do Sampaio Corrêa.

Na decisão, a magistrada fez questão de salientar que os profissionais do Sampaio estão sendo impedidos de desenvolverem seus trabalhos no Centro de Treinamento e determina a reintegração o mais rápido possível.

Clique aqui e veja na íntegra a decisão.

4 comentários