Blog do Jorge Aragão

A incoerência do deputado federal Rubens Júnior

rubensjrmaioÉ bem verdade que coerência não é a principal característica da maioria dos políticos, mas imaginava-se que os mais novos, com outra mentalidade, pudessem mudar essa realidade, só que mesmo alguns dos mais novos permanecem pecando, como foi o caso do deputado federal Rubens Júnior (PCdoB).

Querendo aproveitar a carona da mídia nacional em cima da paralisação das refinarias do Maranhão e Ceará, estranhamente o jovem comunista, agora demonstra interesse na Reinaria Premium de Bacabeira e jura querer lutar pela sua construção.

“O anúncio de obra em Bacabeira gerou expectativas em toda a população maranhense. Nada mais juto que agora saibamos o que motivou o cancelamento da obra. O Maranhão tem todas as condições logísticas e estruturais para receber uma refinaria que abastece o Norte e grande parte do Nordeste”, afirmou Rubens Júnior.

O interesse do parlamentar seria normal, mas isso se ele tivesse algum dia acreditado no projeto. Por diversas vezes, mesmo pertencendo ao PCdoB – partido da base do Governo Federal – Rubens Júnior se referiu a Refinaria de Bacabeira como um “estelionato eleitoral”.

“O Maranhão todo já sabe que a Refinaria Premium anunciada como obra salvacionista, se tratava apenas de uma manobra eleitoreira. Fica o alerta de que a Refinaria seja usada em mais uma tentativa de estelionato eleitoral”, afirmou Rubens Júnior no dia 12 de maio de 2014, em matéria no seu site particular (veja aqui).

Ou seja, se para o parlamentar a obra sempre foi um engodo do Governo Federal, como que agora jura acreditar e brigar pela construção da Refinaria Premium de Bacabeira?

Se não faltou coragem para chamar a obra de “estelionato eleitoral” na Câmara Federal, bem mais perto da mídia nacional e da presidenta Dilma Rousseff (PT), faltou com certeza coerência do jovem Rubens Pereira Júnior.

É louvável que o parlamentar busque espaço na mídia, mas que faça de maneira correta e com um mínimo de coerência.

Sendo assim, só resta ao Blog lamentar e dizer: menos Rubens Júnior, bem menos…

sem comentário »

O estranho silêncio sepulcral do TRE-MA

silêncioÉ de causar bastante estranheza o silêncio sepulcral do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, após as graves denúncias do deputado federal Hildo Rocha (PMDB), na Tribuna da Câmara Federal.

O deputado maranhense utilizou a Tribuna da Câmara dos Deputados na última terça-feira (03) para afirmar que o prefeito de Ribamar Fiquene, Edilomar de Miranda, só foi cassado porque se negou a pagar valor em dinheiro para um emissário do TRE-MA.

O pronunciamento de Hildo Rocha foi tão grave e chamou atenção que outros colegas o apartearam, buscando mais explicações sobre o assunto. O deputado, com apoio de alguns outros parlamentares, já está disposto até mesmo a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito.

“Eu estou pensando mesmo em pedir uma CPI para investigar a corrupção nos TREs, de todo o Brasil, não é só do Maranhão, não. É uma caixa preta que precisa ser aberta”, afirmou.

No entanto, após quase 48 horas disso tudo o TRE-MA mantém o silencio absoluto, o que causa ainda mais desconfiança a todos, afinal existe um adágio popular antigo que diz: quem cala, consente.

Com a palavra o TRE-MA, isso é, se quiser sair do silêncio sepulcral que se encontra até agora.

1 comentário »

“São Luís, Cidade Jardim” nas escolas

cidadejardim1

A Prefeitura de São Luís alinhará as ações do projeto Jardim da Minha Escola, eixo do programa “São Luís, Cidade Jardim”, ao plano de requalificação estrutural das unidades de ensino da Prefeitura de São Luís. Na tarde de quarta-feira (4), foi realizada reunião entre Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a primeira-dama de São Luís e madrinha do programa, Camila Vasconcelos, com a finalidade de reforçar as ações do programa na rede municipal.

A medida vai potencializar o alcance das obras de manutenção realizadas nos prédios escolares de São Luís. Atualmente, a Prefeitura executa serviços de reparos e manutenção em 33 pontos da rede municipal, simultaneamente. A primeira dama de São Luís, Camila Vasconcelos, destacou a relevância das articulações e parcerias e a alegria de trabalhar pelo programa. “Não temos medido esforços para vencer os desafios. Para mim, é uma grande alegria poder somar a este programa e trabalhar em algo que trará benefícios tão importantes para a nossa cidade”, disse Camila.

“Unir a melhoria estrutural das nossas unidades escolares ao trabalho paisagístico executado pelo programa transformará as nossas escolas em espaços cada vez mais aprazíveis, além de despertar nos estudantes, desde pequeninos, a consciência ecológica”, disse o secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho.

PROGRAMA – “Jardim da minha Escola” é um dos oito eixos estruturais do programa “São Luís, Cidade Jardim”. O programa foi lançado em outubro de 2014 e suas ações são realizadas em parceria com empresas privadas, instituições de diversos segmentos e o envolvimento da comunidade. A intenção é integrar toda a comunidade escolar, motivando professores, estudantes e suas famílias para a implantação de um jardim dentro da área das instituições de ensino.

O presidente do Impur, Luiz Carlos Borralho, sinalizou o objetivo do programa para a rede municipal de ensino. “Queremos que o macroprograma, através do eixo Jardim da Minha Escola, chegue a todas as unidades de ensino da rede municipal, gerando o sentimento de pertencimento e cuidado pela cidade que começa sem dúvida dentro de nossas escolas”, ressaltou.

O programa tem como meta, dentre outras ações, totalizar ao final da gestão 20 rotatórias e 40 praças adotadas, arborização de canteiros centrais em avenidas e o plantio de 1 milhão de árvores.

2 comentários »

Aluísio Mendes e Victor Mendes seguem se articulando em Brasília

aluisioedilmanovaIndiscutivelmente a nova Bancada Maranhense em Brasília segue se destacando e conseguindo galgar espaços importantes. Nesta terça-feira (04), novamente os parlamentares “novatos” na Câmara Federal, Aluísio Mendes (PSDC) e Victor Mendes (PV), conseguiram se movimentar bem.

Aluísio Mendes, como vice-líder do Bloco Renovação, segue participando das reuniões semanais em Brasília com membros do Governo Federal. Nesta terça-feira quem participou do encontro foi a própria presidente da República, Dilma Rousseff (PT).

Segundo Aluísio Mendes, único parlamentar do Maranhão a participar dos encontros semanais, essas reuniões serão importantíssimas para a votação de matérias de interesse do país e a presença da presidenta vai aproximar a base de apoio do Governo Federal, propiciando um dialogo franco e positivo com a presidente Dilma Rousseff, seja para apoia-la ou mesmo sugerir mudanças nas matérias enviadas a Câmara Federal.

Além da presidente Dilma Rousseff, participaram também da reunião os ministros Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário), Nelson Barbosa (Planejamento) e Aloizio Mercadante (Casa Civil).

VictorFederalEducação – Já Victor Mendes foi indicado pelo Partido Verde para compor, como membro titular, a Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. Mendes, que já era suplente das comissões de Minas e Energia e de Seguridade Social e Família, comentou a indicação.

“Recebo, com satisfação, a indicação do meu partido. O trabalho da Comissão de Educação é muito importante para a definição de diretrizes para aprimoramento da política nacional de educação”, afirmou.

Mendes destacou também a possibilidade de trabalhar em favor da ampliação de oportunidades para a juventude e inclusão social, por meio da Educação.

Victor Mendes defende a ampliação dos percentuais de aplicação de recursos públicos em Educação levando-se em conta o PIB nacional, bem como mecanismos de valorização dos profissionais da educação.

“Ampliar os investimentos em educação, universalizar o acesso e propor um modelo focado na promoção da cidadania, do respeito aos direitos humanos, da diversidade e sustentabilidade socioambiental, são grandes desafios a serem enfrentados”, explicou o deputado que garante que buscará ainda avanços no setor para o Maranhão.

“Durante a campanha, alguns compromissos nesse sentido foram firmados, fruto de demandas trazidas a nós pelo eleitorado. Um deles é a luta pelas Universidades Federal da Baixada e da Região Tocantina. Sabemos o quanto uma conquista como essa pode alavancar o desenvolvimento das duas regiões e, por isso, as consideramos fundamentais para o um estado como o nosso, que precisa se desenvolver e superar indicadores sociais adversos, concluiu Victor Mendes.

2 comentários »

A ação da Blitz Urbana na Avenida Litorânea

lito

A ação deflagrada pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação, por meio da Blitz Urbana nesta terça-feira (04), nos estabelecimentos localizados ao longo da Avenida Litorânea é decorrente de uma recomendação do Ministério Público, com o objetivo de sanar dano ambiental, proteção ao patrimônio natural da cidade, e coibir excessos no uso e ocupação do solo no local.

A recomendação do Ministério Público é em razão da colocação de barreiras físicas (cercas e tapumes) em faixa de praia para demarcação de bares no local, impedindo o livre acesso e circulação de pessoas na área, configurando privatização da área de uso comum do povo.

lito1
Na oportunidade, foram demolida uma estrutura para colocação de um telão, bem uma estrutura para afixar mesas na praia. Foi realizada também a retirada de aterro na margem do Rio Pimenta para garantir proteção a esse ecossistema e segurança aos moradores da área.

Além disso, outras irregularidades são verificadas na área, tais como: colocação de toldos e cobertas em áreas laterais às barracas, a instalação de cercados de madeira e cordas, a implantação de mesas fixas no passeio público ou na praia, bem assim a colocação de estruturas cobertas e palcos.

2 comentários »

“É um tema da Assembleia”, diz Flávio Dino sobre as Emendas Impositivas

FlavioALApós a cobrança pública na Tribuna da Assembleia Legislativa do experiente deputado estadual César Pires (DEM) sobre as Emendas Impositivas (reveja aqui), o assunto já começa a render e deverá ter desdobramentos.

No entanto, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), preferiu não polemizar o assunto, optou em fugir do debate e se resumiu a dizer que o tema compete a Assembleia. Além disso, Dino respondeu o óbvio ululante.

“É um tema que compete a Assembleia, assim como o Congresso Nacional achou importante esse reajuste na Constituição, se a Assembleia decidir isso com relação ao Maranhão, é claro que vamos cumprir”, afirmou o governador na solenidade de aniversário de 180 anos da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (04).

Como para bom entendedor meia palavra basta, se depender do Governo do Maranhão a PEC das Emendas Impositivas permanecerá onde está, ou seja, dormindo em “berço esplêndido” na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, comandada pelo deputado Marco Aurélio (PCdoB).

Se não houver união e coerência dos parlamentares, afinal 42 deputados estaduais assinaram a PEC, as Emendas Impositivas ficarão apenas no Congresso Nacional.

Xenofobia – O governador Flávio Dino também comentou ao Blog o seu posicionamento sobre as ofensas que o Maranhão e os maranhenses vão sendo alvos nas redes sociais.

“Isso é deplorável e é um traço derivado das desigualdades regionais que ainda existem no Brasil. Nós estamos acompanhando a ação do Ministério Público que é a instância competente para tratar do assunto, mas o Governo tem uma posição de defesa do nosso Estado”, afirmou Dino.

Somente nestes quatro dias de março, o Maranhão já foi alvo de pelo menos três casos de xenofobia nas redes sociais.

4 comentários »

Jota Pinto no comando do PEN no Maranhão

Jota Pinto entre o deputado Junior Marreca e o presidente Adilson Barroso

Jota Pinto entre o deputado Junior Marreca e o presidente Adilson Barroso

Nos últimos dias correu a informação que o ex-deputado estadual Jota Pinto deveria perder o comando do PEN (Partido Ecológico Nacional) no Maranhão.

No entanto, não foi o que aconteceu no encontro nacional do PEN realizado em Brasília nesta semana. Muito ao contrário, o presidente nacional do PEN, Adilson Barroso, fez questão de valorizar e destacar o trabalho realizado por Jota Pinto à frente do PEN no Maranhão.

O PEN possui dois deputados federais em todo o Brasil, justamente os dois eleitos no Maranhão – André Fufuca e Júnior Marreca. Além disso, manteve um deputado estadual, pois apesar da saída de Jota Pinto, o PEN conseguiu eleger Ricardo Rios.

Isso sem falar que o deputado Jota Pinto ainda tem possibilidade de retornar ao parlamento estadual ainda esse ano. Tudo depende do resultado do julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da atual deputada Nina Melo (PMDB), pois caso tenha sua diplomação cassada, será justamente Jota Pinto que herdará a vaga, mesmo não tendo sido ele a recorrer contra Nina Melo, mas sim o Ministério Público Eleitoral (MPE).

No encontro do PEN, foi confirmado que Jota Pinto está mantido no diretório estadual, diga-se de passagem, o diretório do Maranhão é o único no Brasil que não está provisório. O deputado federal Júnior Marreca foi conduzido para a vice-presidência do PEN Maranhão.

Segundo Jota Pinto o objetivo é fortalecer o partido para as eleições de 2016. Ele acredita que o partido possa ter candidatura própria para as prefeituras em aproximadamente 50 municípios, principalmente após a criação do PEN Mulher e PEN Jovem que estão em pleno funcionamento.

Em São Luís, onde o partido passou a ser comandado por Ariosto Carvalho, o PEN está definido e não descarta até ter candidato próprio, mas foi procurado e deve conversar no início da semana com a deputada federal Eliziane Gama (PPS) que quer disputar a Prefeitura de São Luís.

Já Jota Pinto tem seu nome cotado para uma eventual disputa para a Prefeitura de São José de Ribamar em 2016, mas ele mesmo garante que não tem nada definido.

4 comentários »

AL instala Comissão Especial para apurar interrupção da construção da Refinaria Premium

adrianosarneyfev1De O Estado – A Assembleia Legislativa instalou uma Comissão Especial para acompanhar o caso da interrupção das obras de construção da Refinaria Premium I da Petrobras no município de Bacabeira. O colegiado será presidido pelo deputado Max Barros (PMDB); terá como vice­presidente o deputado Adriano Sarney (PV) e como relator o deputado Zé Inácio (PT).

Durante a primeira reunião, os parlamentares definiram de imediato as primeiras providências que serão adotadas. Uma delas foi a solicitação, ao Governo do Estado, de informações sobre documentações que dizem respeito às intenções do Executivo, bem como de investimentos feitos por causa da possiblidade de instalação da refinaria.

A segunda providência foi também pedir informações para a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) a respeito de investimentos feitos em cursos de capacitação no sistema “S”, que foram feitos justamente pela provável instalação da Refinaria Premium I. Outra providência foi o pedido de informações à Prefeitura de Bacabeira, que também investiu no município para o recebimento do empreendimento.

“Logo após recebermos essas informações do Governo do Estado, da Fiema e da Prefeitura de Bacabeira é que vamos dar continuidade aos trabalhos com cobranças diretas à Petrobras. O primeiro passo já foi dado, cabe a nós agora aguardar todas essas informações”, afirmou Adriano Sarney.

Posicionamento ­ No mês passado, ao apresentar requerimento para a criação da comissão, o deputado Max Barros cobrou posicionamento firme da Assembleia em relação ao tema. Ele pediu empenho do presidente da Casa, deputado Humberto Coutinho (PDT), e garantiu que atuará com comprometimento. “A decisão da Petrobras foi unilateral, e ocasiona uma série de prejuízos ao Maranhão. Por isso, não podemos ficar de braços cruzados. A Assembleia precisa dar uma resposta à sociedade e cobrar explicações”, disse.

Além de solicitar informações ao Governo do Estado, Prefeitura de Bacabeira e Fiema, a Comissão Especial também poderá solicitar, no futuro, informações à direção da Petrobras e do Governo Federal .

sem comentário »

Mais um otário xenofóbico para ofender o Maranhão e os maranhenses

guilheremecavas

6 comentários »

Até aliados já começam a questionar a Saúde no governo Flávio Dino

fabiomacedomarcNo dia em que o ministro da Saúde, Arthur Chioro, esteve em São Luís para receber, juntamente com o governador Flávio Dino, mais 118 profissionais para o Programa Mais Médico, a Saúde dentro do Governo do Maranhão voltou a ser questionada, agora até por aliados.

O deputado estadual Fábio Macedo (PDT) utilizou a Tribuna da Assembleia para demonstrar sua insatisfação com gestão da Saúde no governo Flávio Dino. Macedo cobrou a retomada da obra do hospital de 50 leitos na cidade de Capinzal.

“Estou muito preocupado com a Saúde daquela região (Dom Pedro), pois é uma região de grande importância no Estado, mas só temos um hospital que atende toda aquela região, que é o Socorrão que fica em Presidente Dutra, mas pela demanda ele não está conseguindo atender toda a região. Portanto peço a retomada da obra do hospital em Capinzal. Um hospital com 50 leitos, inclusive com UTI, faltando apenas 30% para a conclusão desse hospital, o que seria uma forma de suprir aquela região”, afirmou.

Além de Macedo, os deputados oposicionistas Andrea Murad (PMDB) e Sousa Neto (PTN) também fizeram dois alertas preocupantes sobre a Saúde do Maranhão.

sousanetomarcSousa Neto pediu explicações sobre o Hospital de Santa Inês, um hospital macrorregional e que, segundo o parlamentar, já está pronto, mas não está em funcionamento.

“No dia 10 de fevereiro encaminhei ofício ao secretário de Saúde, Marcos Pacheco, solicitando informações da previsão da inauguração, porque já está pronto, do hospital macrorregional de Santa Inês. Um hospital de 100 leitos, um hospital que tem uma UPA em anexo, tem um Centro de Hemodiálise de 50 máquinas para atender a 400 pessoas. O hospital atenderá toda a região do Vale do Pindaré”, salientou Sousa Neto.

Já a deputada Andrea Murad questionou o fechamento do centro ambulatorial de atendimento aos pacientes com câncer no Turu.

“Já sabíamos que o Governo do Estado iria fechar o ambulatório, se aproveitou de uma decisão da justiça, que sequer recorreu e o ambulatório foi fechado. Isso é um sofrimento para as pessoas que estavam tendo um tratamento de qualidade, que estavam conseguindo se tratar ali e agora estão tendo que ir para o Hospital Geral, que não está tendo condições de ter essa responsabilidade”, afirmou Andrea.

Indiscutivelmente, como já era esperado, é justamente na Saúde o principal problema que o atual governo está encontrando nesse início de gestão, afinal, como esse Blog já cansou de dizer e provar, foi justamente na Saúde que o Maranhão mais avançou nos últimos anos e o desafio do governador Flávio Dino é, no mínimo, manter o nível que estava, mas pelos visto não está conseguindo.

6 comentários »

Copyright © 2012 - Blog do Jorge Aragão

Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.